Partido Liberal do Canadá

partido político do Canadá
Partido Liberal do Canadá
Liberal Party of Canada
Parti Libéral du Canada
Líder Justin Trudeau
Fundação 1867
Sede Ottawa,  Canadá
Ideologia Liberalismo
Liberalismo social
Progressismo
Espectro político Centro[1]
a centro-esquerda[2]
Ala jovem Young Liberals
Afiliação internacional Internacional Liberal
Senado
0 / 105
Câmara dos Comuns
156 / 338
Cores Vermelho e Branco
Página oficial
Site

O Partido Liberal do Canadá (em inglês: Liberal Party of Canada; em francês: Parti Libéral du Canada) é o maior e mais antigo partido político do Canadá. Seus princípios são firmados no liberalismo e é considerado um partido de centro-esquerda no espectro político canadiano,[3] embora, também, tenha tendências de centro,[4] sendo, às vezes, referido como um "partido pega-tudo".[5]

O partido tem tido um largo domínio na política nacional do Canadá, chegando a liderar o governo nacional por, quase, 69 anos ao longo do século XX - mais que qualquer partido num país desenvolvido - e, por caso disto, muitos descrevem os liberais como o "partido natural de governo"[6]. Muitas das grandes políticas implementadas e defendidas pelos liberais foram a criação de um sistema nacional de saúde, o serviço de segurança social, o Canada Pension Plan, o reconhecimento de duas línguas oficiais no país, a defesa do multi-culturalismo, o repatriamento da Constituição (incluindo a Carta Canadense dos Direitos e das Liberdades e o Clarity Act) e o reconhecimento do casamento de pessoas do mesmo sexo[7].

No início do século XXI, os Liberais começaram a perda muita da sua força eleitoral a favor do Partido Conservador bem como a favor do Novo Partido Democrático, atingindo o seu ponto mais baixo nas eleições em 2011, em que, pela primeira vez na história, se tornaram o terceiro partido do país, com apenas 19% dos votos[8]. Em 2015, o partido surpreendeu, voltando aos grandes resultados do passado, ao vencer as eleições com, quase, 40% dos votos e recuperando a maioria absoluta no parlamento, e, assim, voltando, ao governo, 9 anos, sob a liderança de Justin Trudeau, filho do histórico líder dos liberais, Pierre Trudeau[9].

Princípios e políticasEditar

Os princípios do partido são baseados no liberalismo, conforme definido por vários teóricos liberais, e incluem liberdade individual, responsabilidade, dignidade humana, uma sociedade justa, liberdade política, liberdade religiosa, unidade nacional, igualdade de oportunidades, diversidade cultural, bilinguismo e multilateralismo[10][11]. Nos tempos atuais, o Partido Liberal favoreceu uma variedade de políticas de "partido pega-tudo"[12][13]. Quando formou o governo entre 1993 a 2006, defendeu orçamentos equilibrados e eliminou completamente o défice orçamentário em 1995, reduzindo os gastos com programas sociais ou delegando-os às províncias, e prometeu substituir o imposto sobre bens e serviços na campanha para as eleições federais no Canadá em 1993. Ao mesmo tempo, impulsionou medidas de carácter social liberal, como a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo e o uso de maconha terapêutica, além de uma proposta para legalizar sua posse em pequenas quantidades. Portanto, pode-se dizer que o partido posiciona-se entre o liberalismo social e o liberalismo clássico.

No entanto, os liberais nem sempre foram assim: entre 1963 e 1993, durante os governos de Lester Pearson, Pierre Trudeau e John Turner, defendia uma política económica keynesiana, defendendo os gastos públicos como uma forma de garantir a justiça social, o que fez dos liberais um partido mais progressista e até certo ponto social-democrata.

Políticas atuaisEditar

Durante as eleições de 2015, as políticas propostas pelo Partido Liberal incluíram[14]:

  • Redução dos escalões de imposto para a classe média (de rendimentos entre os 45 mil e os 90 mil dólares canadianos) de 22% para 20,5% e a criação de novos escalões de imposto para rendimentos acima de 200 mil dólares canadianos tributados em 33%[15];
  • Estabelecimento de metas nacionais para reduzir as emissões de gases de efeito estufa por meio da cooperação com as províncias, fazendo um estudo de impacto ambiental mais rigoroso sobre o transporte tubular Keystone XL, gastando 20 bilhões de dólares canadianos em 10 anos em "infraestrutura verde"[15];
  • Execução de uma política de três anos de défices que não excederão 10 bilhões de dólares canadianos para reconstruir a infraestrutura e equilibrar o orçamento em 2019[15];
  • Investimento de 60 bilhões de dólares canadianos em novas infraestruturas, incluindo 20 bilhões de dólares canadianos em infraestruturas de transporte público e quadruplicar o financiamento federal para transporte público, ao longo de três anos[15];
  • Investimento anual de 300 milhões de dólares canadianos para financiar uma Estratégia de Emprego Jovem[15];
  • Redução das contribuições para subsídio de desemprego de 1,88 dólares canadianos por cada 100 para 1,65 dólares canadianos por cada 100[15];
  • Substitiução do benefício universal de assistência à infância por um benefício infantil do Canadá que forneceria 2500 dólares canadianos a mais para uma família média de quatro pessoas[15];
  • Apoio aos esforços de treinamento na Ucrânia e as sanções contra a Rússia; fim dos bombardeios contra o ISIS, mas aumento da ajuda humanitária e do treinamento das tropas terrestres locais[15];
  • Receção 25 mil refugiados sírios e investimento de 100 milhões de dólares canadianos em processamento e integração de refugiados[15];
  • Negociação de um novo acordo de saúde com as províncias para garantir financiamento a longo prazo, incluindo um plano nacional para reduzir os preços dos medicamentos prescritos[15];
  • Investimento de 3 bilhões de dólares canadianos em quatro anos para melhorar o atendimento domiciliar[15];
  • Estabelecimento de uma comité interpartidário para aprovar a implementação da legislação do suicídio medicamente assistido[15];
  • Legalização da maconha[15];
  • Implementação de um processo de nomeação não-partidária para o Senado, baseado no da Ordem do Canadá, após a remoção de todos os senadores liberais da bancada do partido em 2014[15].

Resultados eleitoraisEditar

Eleições legislativasEditar

Data Líder CI. Votos % +/- Deputados +/- Status Notas
1867 George Brown 2.º 60 818
22,6 / 100,0
62 / 180
Oposição Oposição Oficial
1872 Edward Blake 2.º 110 556
34,7 / 100,0
 12,1
95 / 200
 33 Oposição Oposição Oficial
1874 Alexander Mackenzie 1.º 128 455
39,4 / 100,0
 4,7
129 / 206
 34 Governo Governo maioritário
1878 Alexander Mackenzie 2.º 180 074
33,0 / 100,0
 6,4
63 / 206
 66 Oposição Oposição Oficial
1882 Edward Blake 2.º 160 547
31,1 / 100,0
 1,9
73 / 211
 10 Oposição Oposição Oficial
1887 Edward Blake 2.º 312 736
43,1 / 100,0
 12,0
80 / 215
 7 Oposição Oposição Oficial
1891 Wilfrid Laurier 2.º 350 512
45,2 / 100,0
 2,1
90 / 215
 10 Oposição Oposição Oficial
1896 Wilfrid Laurier 1.º 401 425
41,4 / 100,0
 3,8
117 / 213
 27 Governo Governo maioritário
1900 Wilfrid Laurier 1.º 477 758
50,3 / 100,0
 8,9
128 / 213
 11 Governo Governo maioritário
1904 Wilfrid Laurier 1.º 521 041
50,9 / 100,0
 0,6
137 / 214
 9 Governo Governo maioritário
1908 Wilfrid Laurier 1.º 570 311
48,9 / 100,0
 2,0
133 / 221
 4 Governo Governo maioritário
1911 Wilfrid Laurier 2.º 596 871
45,8 / 100,0
 3,1
85 / 221
 48 Oposição Oposição Oficial
1917 Wilfrid Laurier 2.º 729 756
38,8 / 100,0
 7,0
82 / 235
 3 Oposição Oposição Oficial
1921 Mackenzie King 1.º 1 285 998
41,2 / 100,0
 2,4
118 / 235
 36 Governo Governo maioritário
1925 Mackenzie King 2.º 1 252 684
39,7 / 100,0
 1,5
100 / 245
 18 Governo Governo minoritário
1926 Mackenzie King 1.º 1 397 031
42,9 / 100,0
 3,2
116 / 245
 16 Governo Governo minoritário
1930 Mackenzie King 2.º 1 716 798
44,0 / 100,0
 1,1
89 / 245
 27 Oposição Oposição Oficial
1935 Mackenzie King 1.º 1 967 839
44,7 / 100,0
 0,7
173 / 245
 84 Governo Governo maioritário
1940 Mackenzie King 1.º 2 365 979
51,3 / 100,0
 6,6
179 / 245
 6 Governo Governo maioritário
1945 Mackenzie King 1.º 2 086 545
39,8 / 100,0
 11,5
118 / 245
 61 Governo Governo minoritário
1949 Louis St. Laurent 1.º 2 874 813
49,2 / 100,0
 9,4
191 / 262
 73 Governo Governo maioritário
1953 Louis St. Laurent 1.º 2 731 633
48,4 / 100,0
 0,8
169 / 265
 22 Governo Governo maioritário
1957 Louis St. Laurent 1.º 2 702 573
40,5 / 100,0
 7,9
105 / 265
 64 Oposição Oposição Oficial
1958 Lester Pearson 2.º 2 432 953
33,4 / 100,0
 7,2
48 / 265
 56 Oposição Oposição Oficial
1962 Lester Pearson 1.º 2 846 589
37,4 / 100,0
 4,0
99 / 265
 51 Oposição Oposição Oficial
1963 Lester Pearson 1.º 3 276 996
41,5 / 100,0
 4,1
128 / 265
 29 Governo Governo minoritário
1965 Lester Pearson 1.º 3 099 521
40,2 / 100,0
 1,3
131 / 265
 3 Governo Governo minoritário
1968 Pierre Trudeau 1.º 3 686 801
45,4 / 100,0
 5,2
154 / 264
 22 Governo Governo maioritário
1972 Pierre Trudeau 1.º 3 717 804
38,4 / 100,0
 7,0
109 / 264
 45 Governo Governo minoritário
1974 Pierre Trudeau 1.º 4 102 853
43,2 / 100,0
 4,8
141 / 264
 32 Governo Governo maioritário
1979 Pierre Trudeau 1.º 4 595 319
40,1 / 100,0
 3,1
114 / 282
 27 Oposição Oposição Oficial
1980 Pierre Trudeau 1.º 4 855 425
44,3 / 100,0
 4,2
147 / 282
 33 Governo Governo minoritário
1984 John Turner 2.º 3 516 486
28,0 / 100,0
 16,3
40 / 282
 107 Oposição Oposição Oficial
1988 John Turner 2.º 4 205 072
31,9 / 100,0
 3,9
83 / 295
 43 Oposição Oposição Oficial
1993 Jean Chrétien 1.º 5 647 952
41,2 / 100,0
 9,3
177 / 295
 94 Governo Governo maioritário
1997 Jean Chrétien 1.º 4 994 277
38,5 / 100,0
 2,7
155 / 301
 22 Governo Governo maioritário
2000 Jean Chrétien 1.º 5 252 031
40,9 / 100,0
 2,4
172 / 301
 17 Governo Governo maioritário
2004 Paul Martin 1.º 4 982 220
36,7 / 100,0
 4,2
135 / 308
 37 Governo Governo minoritário
2006 Paul Martin 2.º 4 479 415
30,2 / 100,0
 6,5
103 / 308
 32 Oposição Oposição Oficial
2008 Stéphane Dion 2.º 3 633 185
26,3 / 100,0
 3,9
77 / 308
 26 Oposição Oposição Oficial
2011 Michael Ignatieff 3.º 2 783 175
18,9 / 100,0
 7,4
34 / 308
 43 Oposição Terceiro partido
2015 Justin Trudeau 1.º 6 930 136
39,5 / 100,0
 20,6
184 / 338
 150 Governo Governo maioritário
2019 Justin Trudeau 2.º 5 907 548
33,1 / 100,0
 6,4
157 / 338
 27 Governo Governo minoritário

Referências

  1. Amanda Bittner; Royce Koop (1 de março de 2013). Parties, Elections, and the Future of Canadian Politics. [S.l.]: UBC Press. pp. 300–. ISBN 978-0-7748-2411-8 
  2. Richard Collin; Pamela L. Martin (2012). An Introduction to World Politics: Conflict and Consensus on a Small Planet. [S.l.]: Rowman & Littlefield. p. 138. ISBN 978-1-4422-1803-1 
  3. Dyck, Rand (8 de março de 2011). Canadian Politics: Concise (em inglês). [S.l.]: Cengage Learning. ISBN 0176503439 
  4. Collin, Richard Oliver; Martin, Pamela L. (2012). An Introduction to World Politics: Conflict and Consensus on a Small Planet (em inglês). [S.l.]: Rowman & Littlefield. ISBN 9781442218031 
  5. R. Kenneth Carty (2015). Big Tent Politics: The Liberal Party's Long Mastery of Canada's Public Life. [S.l.]: UBC Press. pp. 16–17. ISBN 978-0-7748-3002-7  - (PDF copy - UBC Press, 2015)
  6. «Ubcpress.ca :: University of British Columbia Press». www.ubcpress.ca. Consultado em 25 de junho de 2017. Arquivado do original em 16 de outubro de 2015 
  7. «Liberal Party of Canada | political party, Canada». Encyclopedia Britannica (em inglês) 
  8. «Ignatieff's Liberals lose Official Opposition status». CBC News (em inglês) 
  9. «Stunning Liberal gains in Quebec as Trudeau wins majority government». CBC News (em inglês) 
  10. Apps, Alfred. «Building a Modern Liberal Party» (PDF). Liberal Party of Canada. pp. 5–9. Consultado em 24 de novembro de 2011 
  11. «2009 Constitution» (PDF). Liberal Party of Canada. Consultado em 24 de novembro de 2011 
  12. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome CartyTent
  13. Andrea Olive (2015). The Canadian Environment in Political Context. [S.l.]: University of Toronto Press. pp. 55–. ISBN 978-1-4426-0871-9 
  14. «What does real change mean to you?». Liberal Party of Canada. 5 October 2015. Consultado em 17 October 2015  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  15. a b c d e f g h i j k l m n Quadri, Omair (13 October 2015). «Platform comparison: Where the parties stand on the top campaign issues». The Globe and Mail. Consultado em 17 October 2015  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)