Partido da Coligação Nacional

Partido da Coligação Nacional
Kansallinen Kokoomus
Samlingspartiet
Presidente Petteri Orpo
Fundação 9 de dezembro de 1918
Sede Kansakoulukuja 3 A 00100 Helsínquia,  Finlândia
Ideologia Liberalismo clássico
Conservadorismo liberal
Liberalismo social
Espectro político Centro-direita
Fusão Partido Jovem Finlandês
Partido Finlandês
Membros (2016) 39 000
Afiliação internacional União Internacional Democrata
Afiliação europeia Partido Popular Europeu
Grupo no Parlamento Europeu Grupo do Partido Popular Europeu
Parlamento da Finlândia
38 / 200
Parlamento Europeu
3 / 14
Deputados Municipais
1 492 / 8 999
Cores Azul
Página oficial
www.kokoomus.fi

O Partido da Coligação Nacional (em finlandês: Kansallinen Kokoomus; em sueco: Samlingspartiet), fundado em 1918 é um partido liberal-conservador da Finlândia, filiado ao Partido Popular Europeu[1][2][3].

O presidente do partido é Petteri Orpo, nascido em 1969[4][5].

O Partido da Coligação Nacional descreve-se como um partido universal de centro-direita, onde as questões unificadoras são liberdade, civilização, igualdade de oportunidades e a defesa da democracia e de uma sociedade aberta. O partido vê o fortalecimento da cooperação internacional e a pertença à comunidade ocidental de valores e suas instituições de política económica, social, ambiental e de segurança como uma escolha que fortalece a segurança da Finlândia[6]. Entre os partidários do Partido da Coligação Nacional, a ênfase é colocada no individualismo, ou seja, a liberdade e responsabilidade do indivíduo[7].

A Coligação foi fundada a 9 de dezembro de 1918 na antiga casa de estudantes em Helsínquia por membros do Partido Jovem Finlandês e do Partido Finlandês que apoiavam a monarquia[8] e a causa do conde Frederico Carlos de Hesse como Rei da Finlândia[9]. Desde a década de 1970, o Partido da Coligação Nacional tem sido um dos principais partidos da Finlândia, com cerca de 20 por cento de apoio[10].

IdeologiaEditar

A ideia do partido é uma combinação de valores que enfatizam a orientação humana e a liberdade individual, o respeito pelas tradições e a responsabilidade pelos necessitados e pelo meio ambiente. O equilíbrio entre as tendências tem variado ao longo do tempo e à luz das grandes questões da época. As tendências internas do Partido da Coligação podem ser descritas pelos conceitos de moderados, conservadores ecologistas, conservadores liberais e reformistas.

De acordo com sua plataforma adotada em 2006, a política do Partido da Coligação Nacional é baseada na "liberdade, responsabilidade e democracia, igualdade de oportunidades, educação, apoio, tolerância e cuidado"[11]. O partido é descrito pela literatura como liberal e conservador. A Sociedade Democrática sem fins lucrativos descreveu-a como "a herdeira tanto das tendências liberais quanto conservadoras do pensamento de centro-direita" que está se tornando cada vez mais liberal em comparação com sua postura oficial de conservadorismo[12].

Especificamente, contém elementos de liberalismo cultural e económico e reformismo social[13]. Por exemplo, apoia o multiculturalismo, a imigração baseada no trabalho, os direitos dos homossexuais e o casamento entre pessoas do mesmo sexo[14]. Embora anteriormente considerado crítico do modelo de bem-estar nórdico e fazendo campanha por doutrinas rígidas de liberalismo económico, na década de 1970 o partido passou a apoiar mais o liberalismo social, como aumento da previdência social, justificado pelo aumento da liberdade individual[15]. Nas relações internacionais, o partido defende o multilateralismo. O Partido da Coligação Nacional é pró-europeu e apoia a continuação da integração europeia e relações estreitas com a União Europeia. Da mesma forma, o partido defende publicamente a adesão da Finlândia à Organização do Tratado do Atlântico Norte[16].

Resultados eleitoraisEditar

Eleições legislativasEditar

Data Líder CI. Votos % +/- Deputados +/- Status
1919 Hugo Suolahti 3.º 151 018
15,70 / 100,00
28 / 200
Oposição (1919–1920)
Governo (1920–1921)
Oposição (1921–1922)
1922 Antti Tulenheimo 3.º 157 116
18,15 / 100,00
 2,45
35 / 200
 7 Oposição
1924 3.º 166 880
18,99 / 100,00
 0,84
38 / 200
 3 Governo (1924–1926)
Oposição (1926–1927)
1927 Kyösti Haataja 3.º 161 450
17,74 / 100,00
 1,25
34 / 200
 4 Oposição
1929 3.º 138 008
14,51 / 100,00
 3,23
28 / 200
 6 Oposição
1930 Paavo Virkkunen 3.º 203 958
18,05 / 100,00
 3,54
42 / 200
 14 Governo (1930–1932)
Oposição (1932–1933)
1933 3.º 187 527
16,93 / 100,00
 1,12
32 / 200
 10 Oposição
1936 Juho Kusti Paasikivi 4.º 121 619
10,36 / 100,00
 6,57
20 / 200
 12 Oposição
1939 Pekka Pennanen 3.º 176 215
13,58 / 100,00
 3,22
25 / 200
 5 Governo (1939–1944)
Oposição (1944–1945)
1945 Edwin Linkomies 4.º 255 394
15,04 / 100,00
 1,46
28 / 200
 3 Governo
1948 Arvo Salminen 4.º 320 366
17,04 / 100,00
 2,00
33 / 200
 5 Oposição
1951 4.º 264 044
14,57 / 100,00
 2,43
28 / 200
 5 Oposição
1954 4.º 257 025
12,80 / 100,00
 1,77
24 / 200
 4 Oposição
1958 Jussi Saukkonen 4.º 297 094
15,28 / 100,00
 2,48
29 / 200
 5 Governo (1958–1959)
Oposição (1959–1962)
1962 4.º 346 638
15,06 / 100,00
 0,22
32 / 200
 3 Governo
1966 Juha Rihtniemi 4.º 326 928
13,79 / 100,00
 1,27
26 / 200
 6 Oposição
1970 2.º 457 582
18,05 / 100,00
 4,26
37 / 200
 11 Oposição
1972 Harri Holkeri 2.º 453 434
17,59 / 100,00
 0,46
34 / 200
 3 Oposição
1975 3.º 505 145
18,37 / 100,00
 0,78
35 / 200
 1 Oposição
1979 2.º 626 764
21,65 / 100,00
 3,28
47 / 200
 12 Oposição
1983 Ilkka Suominen 2.º 659 708
22,12 / 100,00
 0,47
44 / 200
 3 Oposição
1987 2.º 666 236
23,13 / 100,00
 1,01
53 / 200
 9 Governo
1991 3.º 526 487
19,31 / 100,00
 3,82
40 / 200
 13 Governo
1995 Sauli Niinistö 3.º 497 624
17,89 / 100,00
 1,42
39 / 200
 1 Governo
1999 3.º 563 835
21,03 / 100,00
 3,14
46 / 200
 7 Governo
2003 Ville Itälä 3.º 517 904
18,55 / 100,00
 2,48
40 / 200
 6 Oposição
2007 Jyrki Katainen 2.º 618 841
22,26 / 100,00
 3,71
50 / 200
 10 Governo
2011 1.º 599 369
20,44 / 100,00
 1,82
44 / 200
 6 Governo
2015 Alexander Stubb 2.º 540 212
18,20 / 100,00
 2,24
37 / 200
 7 Governo
2019 Petteri Orpo 3.º 523 957
17,00 / 100,00
 1,20
38 / 200
 1 Oposição

Eleições presidenciaisEditar

Data Candidato apoiado Voto popular Colégio eleitoral Status
CI. Votos Eleitores % CI. 1.ª Volta CI. 2.ª Volta CI. 3.ª Volta
1925 Hugo Suolahti 2.º 141 240 68
22,71 / 100,00
3.º
68 / 300
3.º
80 / 300
Não Eleito
1931 Pehr Evind Svinhufvud 2.º 180 378 64
21,56 / 100,00
2.º
88 / 300
2.º
98 / 300
1.º
151 / 300
Eleito
1937 2.º 330 980 86
29,75 / 100,00
2.º
94 / 300
2.º
104 / 300
Não Eleito
1940 Sem voto popular 3.º
1 / 300
Não Eleito
1943 Väinö Kotilainen 2.º
4 / 300
Não Eleito
1946 Juho Kusti Paasikivi 1.º
159 / 300
Eleito
1950 1.º 360 789 68
22,88 / 100,00
1.º
171 / 300
Eleito
1956 1.º 340 311 54
17,94 / 100,00
Não participou 3.º
84 / 300
Não Eleito
1962 4.º 288 912 37
13,12 / 100,00
Não Eleito
1968 Matti Virkkunen 1.º 432 014 58
21,19 / 100,00
2.º
66 / 300
Não Eleito
1978 Urho Kekkonen 4.º 360 310 45
14,72 / 100,00
1.º
69 / 300
Eleito
1982 Harri Holkeri 2.º 593 271 58
18,67 / 100,00
2.º
58 / 300
2.º
58 / 300
Não Eleito
1988 3.º 570 340 63
18,43 / 100,00
3.º
63 / 301
4.º
18 / 301
Não Eleito
Data Candidato apoiado 1.ª Volta 2.ª Volta
CI. Votos % CI. Votos %
1994 Raimo Ilaskivi 4.º 485 035
15,18 / 100,00
2000 Riitta Uosukainen 3.º 392 305
12,83 / 100,00
2006 Sauli Niinistö 2.º 725 866
24,06 / 100,00
2.º 1 517 947
48,21 / 100,00
2012 1.º 1 131 254
36,96 / 100,00
1.º 1 802 328
62,59 / 100,00
2018 1.º 1 875 342
62,65 / 100,00

Eleições europeiasEditar

Data Cabeça de lista CI. Votos % +/- Deputados +/-
1996 Marjo Matikainen-Kallström 3.º 453 729
20,17 / 100,00
4 / 16
1999 1.º 313 960
25,27 / 100,00
 5,10
4 / 16
 
2004 Alexander Stubb 1.º 393 084
23,71 / 100,00
 1,56
4 / 14
 
2009 Ville Itälä 1.º 386 416
23,21 / 100,00
 0,50
3 / 13
 1
2014 Alexander Stubb 1.º 390 376
22,59 / 100,00
 0,62
3 / 13
 
2019 Paula Aikio-Tallgren 1.º 380 106
20,78 / 100,00
 1,78
3 / 13
 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

Referências

  1. «Samlingspartiet» (em sueco). Enciclopédia Finlândia. Consultado em 15 de junho de 2019 
  2. «Samlingspartiet» (em dinamarquês). Den Store Danske Encyklopædi (Grande Enciclopédia Dinamarquesa). Consultado em 15 de junho de 2019 
  3. Gustaf Stjernberg e Guy-Erik Isaksson. «Samlingspartiet» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 15 de junho de 2019 
  4. Helge Giverholt. «Samlingspartiet» (em norueguês). Store norske leksikon (Grande Enciclopédia Norueguesa). Consultado em 15 de junho de 2019 
  5. «Petteri Orpo - CV» (em sueco e finlandês). Eduskunta/Riksdagen. Consultado em 15 de junho de 2019 
  6. «Arvot ja periaateohjelma». kokoomus.fi (em finlandês). Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  7. «Vasemmistoliiton kannattajilla jyrkkä muista poikkeava profiili». Kansan Uutiset (em finlandês). 26 de setembro de 2013. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  8. «Kokoomuksen historia». kokoomus.fi (em finlandês). Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  9. Leino-Kaukiainen, Pirkko (1994). Suomalaiskansallinen Kokoomus osa 1: Suomalaisen puolueen ja Kansallisen kokoomuspuolueen historia vuoteen 1929. Helsínquia: Suomen kansalliskirja 
  10. «2.1 Puolueet | Suomen poliittinen järjestelmä – verkkokirja» (em finlandês). Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  11. «Programme of Principles | Kokoomus». web.archive.org. 1 de dezembro de 2017. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  12. «National Coalition Party (KOK) – The Democratic Society». web.archive.org. 19 de novembro de 2017. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  13. Henningsen, Bernd; Etzold, Tobias; Hanne, Krister (19 de setembro de 2017). The Baltic Sea Region: A Comprehensive Guide: History, Politics, Culture and Economy of a European Role Model (em inglês). [S.l.]: BWV Berliner Wissenschafts-Verlag 
  14. «Centre Party split over immigration». Yle Uutiset (em inglês). Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  15. Smolander, Jyrki (2000). Suomalainen oikeisto ja "kansankoti" : Kansallisen kokoomuksen suhtautuminen pohjoismaiseen hyvinvointivaltiomalliin jälleenrakennuskaudelta konsensusajan alkuun. [S.l.]: Helsinki. Suomalaisen Kirjallisuuden Seura 
  16. «Kokoomus päätti Nato-linjastaan: Puolustusliittoon lähivuosina» (em finlandês). 6 de dezembro de 2016. Consultado em 29 de dezembro de 2020