Abrir menu principal
Paulo Foletto
Vereador
Período 1993
a 1996
Deputado estadual
Período 2002 a 2010
Deputado federal
Período 2011 a 2016
Dados pessoais
Nome completo Paulo Roberto Foleto
Nascimento 30 de abril de 1956 (63 anos)
Colatina
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Iolanda Grassi Foletto
Pai: Jayme Luiz Foletto

Paulo Foletto (Colatina, Espírito Santo, 30 de abril de 1956) é um médico e deputado federal brasileiro da 55ª legislatura, eleito nas eleições gerais brasileiras de 2010 e reeleito nas eleições gerais brasileiras de 2014 representando o estado do Espírito Santo, é filiado ao Partido Socialista Brasileiro desde 1990. É filho de Jayme Luiz Foletto e Iolanda Grassi Foletto. [1] É socialista.[2]

BiografiaEditar

Nasceu em Colatina, no estado do Espírito Santo. Formou-se médico cirurgião pela Universidade Federal do Espírito Santo. Foi vereador entre 1993 e 1996, posteriormente teve dois mandatos de deputado estadual de 2002 a 2010. Nas eleições gerais brasileiras de 2010 foi eleito deputado federal, e reeleito em 2014,[2] para a 55.ª legislatura (2015-2019). Logo após sua reeleição em 2014, o ministério Público Eleitoral (MPE) solicitou a cassação de seu mandato, pois segundo a denúncia, o ex-diretor do DETRAN, Carlos Augusto Lopes, promoveu uma reunião comprando votos para o candidato e para Bruno Lamas.[3]

Em 2016 votou a favor do Processo de impeachment de Dilma Rousseff.[4] Em outubro de 2016 teve que se afastar devido à uma lesão benigna na medula.[5]

Em abril de 2017 foi favorável à Reforma Trabalhista.[4] [6] Em agosto de 2017 votou a favor do processo em que se pedia abertura de investigação do então Presidente Michel Temer.[4][7]

Referências

  1. «PAULO FOLETTO - PSB/ES». Consultado em 5 de dezembro de 2016 
  2. a b «Paulo Foletto». Consultado em 5 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 23 de dezembro de 2015 
  3. «MPE denuncia Paulo Foletto e Bruno Lamas por crime eleitoral». Século diário. 13 de janeiro de 2015. Consultado em 5 de dezembro de 2016 
  4. a b c G1 (2 de agosto de 2017). «Veja como deputados votaram no impeachment de Dilma, na PEC 241, na reforma trabalhista e na denúncia contra Temer». Consultado em 11 de outubro de 2017 
  5. «Paulo Foletto se afasta de atividades para operar lesão na medula». G1. 19 de outubro de 2016. Consultado em 5 de dezembro de 2016 
  6. Redação (27 de abril de 2017). «Reforma trabalhista: como votaram os deputados». Consultado em 18 de setembro de 2017 
  7. Carta Capital (3 de agosto de 2017). «Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer». Consultado em 18 de setembro de 2017