Pedras Grandes

Pedras Grandes
  Município do Brasil  
Igreja Matriz de Pedras Grandes
Igreja Matriz de Pedras Grandes
Símbolos
Bandeira de Pedras Grandes
Bandeira
Hino
Gentílico pedras grandense[1]
Localização
Localização de Pedras Grandes em Santa Catarina
Localização de Pedras Grandes em Santa Catarina
Mapa de Pedras Grandes
Coordenadas 28° 26' 09" S 49° 11' 06" O
País Brasil
Unidade federativa Santa Catarina
Municípios limítrofes São Ludgero, Tubarão, Treze de Maio, Cocal do Sul, Urussanga, Orleans
Distância até a capital 150 km
História
Fundação 29 de dezembro de 1961 (58 anos)
Aniversário 29 de dezembro
Administração
Prefeito(a) Vilson Tadeu Marcon(Xixo) (PSD, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 171,821 km²
População total (Censo IBGE/2010[3]) 4 107 hab.
Densidade 23,9 hab./km²
Clima subtropical
Altitude 39 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [4]) 0,728 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 65 569,972 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 14 639,42

Pedras Grandes é um município brasileiro do estado de Santa Catarina.

Pedras Grandes é um município de imigração italiana, que prosperou com a extração do carvão.

HistóriaEditar

A fundação da Colônia Azambuja é o marco inicial da colonização italiana no sul de Santa Catarina. Era o ano de 1877 quando os lombardos pisaram pela primeira vez no solo que iriam colonizar. Um ano mais tarde, houve a expansão da colonização para outros locais, mas Azambuja continuou a ser o maior e principal centro receptor e distribuidor de imigrantes italianos no sul de Santa Catarina até meados da última década do século XIX.

 
Estação ferroviária da Estrada de Ferro Donna Thereza Christina (EFDTC)

Localizada no vale do rio Tubarão, Pedras Grandes já foi ponto de parada dos tropeiros que faziam a ligação comercial entre os campos de Lages e Tubarão.

Fundada em 28 de abril de 1877, a cidade viveu um período de extremo desenvolvimento depois da descoberta das minas de carvão em Lauro Müller e da construção da Estrada de Ferro Donna Thereza Christina, quando foi erguida no município uma estação ferroviária – depois transformada em Museu da Cultura Italiana.

Pedras Grandes foi elevada a distrito em 1888 e a município em 1961, quando se desmembrou de Tubarão.

GeografiaEditar

Em meio a vales, rios e montanhas, localiza-se a uma latitude 28º26'09" sul e a uma longitude 49º11'06" oeste, estando a uma altitude de 39 metros. Sua população estimada em 2004 era de 4 849 habitantes. Possui uma área de 153,81 quilômetros quadrados.

Conta com uma população 90% de origem italiana.

CulturaEditar

A identidade cultural italiana nunca deixou de ser afirmada pelos moradores de Pedras Grandes, o que pode ser observado diariamente nas casas, nos encontros sociais, nas praças, igrejas e clubes.

As festas típicas remetem ao passado e aos hábitos e costumes dos italianos, de dançar, cantar, comer, beber e conversar.

A língua vêneta ainda é falada ou compreendida pela maior parte da população. A Festa do Vinho Goethe, celebrada na localidade de Azambuja, cultua o bom vinho e a gastronomia.

Ver tambémEditar

Referências

  1. História de Pedras Grandes no site do IBGE
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 30 de junho de 2014 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.