Abrir menu principal

Pokémon (série de jogos eletrônicos)

série de jogos eletrónicos
Pokémon
International Pokémon logo.svg
Logo oficial da série de jogos eletrônicos de Pokémon
Gênero(s) RPG, aventura, estratégia e quebra-cabeça
Desenvolvedora(s) Nintendo e The Pokémon Company
Distribuidora(s) Game Freak, Creatures Inc., Genius Sonority, Ambrella, Hudson Soft, Intelligent Systems, Chunsoft, HAL Laboratory, Tecmo Koei
Criador(es) Satoshi Tajiri e Ken Sugimori
Compositor(es) Junichi Masuda
Plataforma de origem Game Boy
Plataformas Consoles atuais:
Wii U (Nintendo eShop), New Nintendo 3DS (XL e Nintendo eShop), Nintendo 3DS (XL, 2DS e Nintendo eShop) e Nintendo Switch

Consoles anteriores:
Wii (Wii Mini, WiiWare e Virtual Console), Nintendo DSi (XL, DSi Shop e Virtual Console), Nintendo DS (Lite, DSi Shop e Virtual Console), Nintendo GameCube (Game Boy Player), Game Boy Advance (SP e Micro), Nintendo 64 (Wide Boy 64 e 64DD), Game Boy Color e Game Boy (Pocket e Light)
Outros:
Tablets e Smartphones, com sistemas operacionais Windows Phone, iOS e Android, e fliperamas

Primeiro título Pokémon Red e Green
27 de fevereiro de 1996
Último título Pokémon Ultra Sun e Ultra Moon
17 de novembro de 2017
Spin-off(s) Lista de jogos spin-off
pokemon.co.jp (Japão)
pokemon.com (EUA)
Portal Portal de jogos eletrônicos

Pokémon é uma série de jogos eletrônicos desenvolvidos pela Game Freak e publicados pela Nintendo como parte da franquia de mídia Pokémon. Lançado pela primeira vez em 1996 no Japão para o console Game Boy, a principal série de jogos de RPGs, que continuou em cada geração em portáteis da Nintendo.

Os jogos são geralmente lançados em pares - cada um com pequenas variações - com uma recriação aprimorado dos usados jogos lançados em alguns anos depois das versões originais. Enquanto a série principal consiste em RPGs, os spin-off abrangem outros gêneros, como RPG de ação, quebra-cabeça e jogos virtuais para animais de estimação.

A partir de 24 de novembro de 2017, mais de 300 milhões de jogos de "Pokémon", foram vendidos em todo o mundo, em 76 títulos.[1] Isso faz de Pokémon a segunda franquia de jogos eletrônicos mais vendidas, atrás da própria franquia da Nintendo Mario.

Índice

GeraçõesEditar

Linha do tempo de anos de lançamento
1996Red & Green
Blue
1997
1998Yellow
Red & Blue
1999Gold & Silver
2000Crystal
2001
2002Ruby & Sapphire
2003
2004FireRed & LeafGreen
Emerald
2005
2006Diamond & Pearl
2007
2008Platinum
2009HeartGold & SoulSilver
2010Black & White
2011
2012Black 2 & White 2
2013X & Y
2014Omega Ruby & Alpha Sapphire
2015
2016Sun & Moon
2017Ultra Sun & Ultra Moon
2018Let's Go, Pikachu! & Let's Go, Eevee!

Todas as propriedades de Pokémon são licenciadas e supervisionadas pela The Pokémon Company, são divididas aproximadamente pela geração. Essas gerações são divisões cronológicas aproximadamente lançados; quando é lançada uma sequela oficial na série principal de RPGs que apresenta novos Pokémon, novos personagens e possivelmente novos conceitos de jogabilidade, essa sequela é considerada o início de uma nova geração da franquia. Os jogos principais e seus derivados, o anime, o mangá e os jogos de cartas, são todos atualizados com as novas propriedades de Pokémon para cada vez que uma nova geração começa. A franquia começou sua sétima geração com Pokémon Sun & Moon, que foram lançados em todo o mundo em 18 de novembro de 2016.

Primeira geração (1996–1999)Editar

Os jogos originais de Pokémon são japoneses com um elemento de estratégia e foram criados por Satoshi Tajiri para o console Game Boy. Estes jogos de RPGs, e suas sequências, recriações e traduções para o inglês, ainda são considerados os jogos "principais" de Pokémon, e os jogos com os quais a maioria dos fãs da série estão familiarizados.

A série Pokémon começou com o lançamento de Pocket Monsters Red e Green para o Game Boy no Japão. Quando estes jogos se revelaram extremamente populares, uma versão melhorada Blue foi lançada algum tempo depois, e a versão Blue foi reprogramada como Pokémon Red & Blue para lançamento internacional. A versão original "Green" nunca foi lançada fora do Japão.[2] Depois, uma segunda versão melhorado, Pokémon Yellow, foi lançado para usar a paleta de cores do Game Boy Color e mais uma semelhança estilística com o anime popular Pokémon. Esta primeira geração de jogos introduziu as 151 espécies originais de Pokémon (na Pokédex Nacional, abrangendo todos os Pokémon de Bulbassauro a Mew), bem como os conceitos básicos do jogo de capturar, treinar, lutar e trocar Pokémon com jogadores humanos de computador. Essas versões dos jogos ocorrem dentro da região fictícia Kanto, embora o nome "Kanto" não tenha sido usado até a segunda geração. Os títulos da primeira geração incluem "Pokémon Pinball"; um adaptação de Pokémon Trading Card Game para Game Boy Color; um simulador de fotografia on-rails para console Nintendo 64 intitulado Pokémon Snap; uma adaptação de Pokémon de Nintendo Tetris Attack, Pokémon Puzzle League. Uma encarnação 3D do Nintendo 64 do mesmo sistema de batalha dos RPGs portáteis, Pokémon Stadium; e um papel co-estrelado por várias espécies no jogo de luta do Nintendo 64 Super Smash Bros..[3] No Nintendo Space World em 2000, um jogo foi revelado brevemente com Meowth e Equipe Rocket cantando uma música. Esta foi uma das primeiras introduções dos Pokémon Togepi e Bellossom. Este jogo foi chamado de Meowth's Party, mas nunca foi transformado em um jogo jogável. Em vez disso, a música/vídeo foi tocada no final de um episódio de Pokémon e um CD foi feito para o varejo no Japão por tempo limitado.

Segunda geração (1999–2002)Editar

A segunda geração de jogos eletrônicos de "Pokémon" começou em 1999 com o lançamento do Pokémon Gold' & Silver para o console Game Boy Color, com Austrália e América do Norte recebendo o jogo em outubro de 2000 e data de lançamento europeu de abril de 2001. Como na geração anterior, uma versão aprimorada chamada Pokémon Crystal foi lançada mais tarde.

Esta geração introduziu 100 novas espécies de Pokémon (começando com Chikorita e terminando com Celebi), para um total de 251 Pokémon para coletar, treinar e lutar. Novos recursos de jogabilidade incluem um sistema de dia e noite (refletindo a hora do dia no mundo real) que influencia eventos no jogo; uso completo da paleta de cores do Game Boy Color; uma interface melhorada e um sistema de inventário atualizado; melhor equilíbrio na coleção de Pokémon e seus movimentos, estatísticas e itens equipáveis ​​(uma nova adição); a adição de dois novos tipos Pokémon (Dark e Steel) para melhor equilibrar as forças e fraquezas de cada Pokémon; Reprodução de Pokémon; e uma nova região chamada Johto. Depois de explorar Johto, o jogador pode viajar para o leste para explorar a região adjacente de Kanto.

Os jogos spin off da segunda geração incluem Pokémon Puzzle Challenge, a adaptação de Pokémon Puzzle League — jogo quebra-cabeça criado pelas indústrias Zoppf — feito especificamente para o Game Boy Color; o simulador de animal de estimação do Nintendo 64, Hey You, Pikachu!; a sequela de Pokémon Stadium, Pokémon Stadium 2, para Nintendo 64; vários minijogos de Pokémon para o e-Reader; e um papel coestrelado por várias espécies de Pokémon na sequela de Super Smash Bros., Super Smash Bros. Melee para o console GameCube[4]. O Pokémon Mini foi um console portátil lançado em dezembro de 2001 no Japão, e 2002 na Europa e América do Norte. Esta geração começou uma tradição não oficial entre gerações numeradas pares, dando ao Pokémon Eevee, um novo tipo de evolução além dos três originais da primeira geração.

Terceira geração (2002–2006)Editar

Em Março de 2003, foram lançados os primeiros jogos da terceira geração, mais conhecida pelos jogadores como geração Advance, já que seus RPGs originais eram feitos para o portátil Game Boy Advance: Pokémon Ruby & Sapphire, que ultrapassaram as 3,1 milhões de unidades vendidas, sendo assim os mais comercializados no Japão em 2002[5] traziam 135 novos Pokémon, mas era impossível transferir Pokémon de gerações anteriores para os jogos, pois o treinamento deles em Pokémon Ruby & Sapphire se baseava em um outro sistema, o de Effort Values (valores de esforço), pontos que, ao serem bem calculados e distribuídos ao Pokémon, deixavam-no mais forte que outros treinados sem esse método. Para conseguir alguns dos Pokémon antigos, Pokémon Ruby & Sapphire conectava-se com outros jogos de terceira geração, principalmente Pokémon Colosseum, um dos jogos do tipo plataforma daquela geração.

Em 2004, Pokémon Red & Green ganharam remakes para o Game Boy Advance e foram lançados como Pokémon FireRed & LeafGreen. FireRed & LeafGreen voltava ao cenário dos primeiros jogos e refazia a jornada deles. Com isso, trazia a possibilidade de obtenção de todos os 150 primeiros e também um aspecto de nostalgia, sendo refeitos quase que exatamente como os primeiros jogos. Os remakes também traziam uma nova área para o mundo Pokémon: as Sevii Islands, onde era possível achar e capturar monstrinhos que eram nativos de Johto, palco dos jogos de segunda geração. Foram os jogos mais vendidos da Nintendo entre 2004 e 2005.

Os jogos do tipo plataforma tiveram uma atenção especial na Geração Advance, tendo dois jogos com modos nunca vistos na série Stadium. Pokémon Colosseum foi lançado em 2004 no Japão, junto com FireRed & LeafGreen, e foi o primeiro jogo de plataforma da série com um modo RPG. Este modo RPG trazia uma nova região, conhecida como Orre, onde um garoto tinha que salvar Pokémon com uma aura maligna corroendo seus corações, denominados Shadow Pokémon (inglês para Pokémon sombrio), e capturá-los de treinadores e membros de uma organização criminosa conhecida como Cipher. Em Colosseum, esse garoto tem que viajar por Hoenn ao lado de uma garota, a única pessoa que pode distinguir Pokémon normais dos Shadow Pokémon. Após capturá-los, ele tem que usá-los em batalhas para diminuir sua "barra de coração" (em inglês, Hearth Gauge) até o fim, possibilitando o Shadow Pokémon tornar-se novamente um Pokémon comum. Pokémon Colosseum foi dado como um grande jogo de Pokémon, embora desaconselhável para jogadores novatos.[6] No ano seguinte, 2005, foi lançado Pokémon XD: Gale of Darkness, continuação direta de Colosseum, onde um novo herói tem que salvar Orre dos Cipher, que voltaram das sombras e se reorganizaram, criando um Shadow Pokémon que não poderia ser purificado, conhecido pelo codinome de XD001. Pokémon XD foi avaliado como uma versão melhorada de Colosseum, mas apresentava as mesmas falhas do antecessor.[7] Ambos os jogos foram lançados para o Nintendo GameCube.

Em 2005, a geração Advance termina com Pokémon Emerald. Emerald era uma versão complementar para Ruby & Sapphire e trazia novos recursos, como o retorno das animações dos Pokémon ao início das batalhas, conceito já usado em Pokémon Crystal, uma nova área repleta de desafios chamada Battle Frontier e também a possibilidade, através de eventos, de capturar Mew sem a necessidade de truques, como em Red, Blue e Yellow. Foi o segundo jogo mais vendido do Japão em 2005.[8]

A terceira geração trouxe mais spin-offs à série, como Pokémon Pinball Ruby & Sapphire, um novo pinball de Pokémon, usando os 202 Pokémon presentes em Ruby & Sapphire e a compatibilidade com o acessório e-Reader, Pokémon Channel, um spin-off que simulava uma estação de televisão comandada por, e feita para, Pokémon, e Pokémon Box Ruby & Sapphire, avaliado mais como um organizador de Pokémon vindos de Ruby & Sapphire, FireRed & LeafGreen e Emerald, com capacidade de armazenamento de até 1.500 monstrinhos em um só cartão de memória.

Spin-offs (2005, 2006)Editar

Entre a terceira e quarta geração de RPGs Originais de Pokémon, spin-offs foram feitos especialmente para o Nintendo DS. O primeiro foi Pokémon Dash em 2005, no qual havia corridas entre os Pokémon em percursos a pé ou de balão usando a Stylus, a caneta do DS. Em 2006, nos Estados Unidos, foram lançados mais três spin-offs. Pokémon Trozei! trazia um puzzle usando Pokémon, em um tabuleiro onde se tentava alinhar quatro monstrinhos iguais para eliminá-los e ganhar pontos. Em um estilo mais cartoon e semelhante ao jogo PaneldePon, Pokémon Trozei! foi dado como divertido por usar a Stylus de um modo dinâmico e inteligente.[9] Depois de Pokémon Trozei!, foi lançado Pokémon Mystery Dungeon (também feito para o Game Boy Advance), onde o jogador é um humano transformado em Pokémon em um mundo composto apenas com eles, onde é necessário salvar a todos da destruição por uma maldição, resgatando Pokémon que precisam de ajuda e desvendando os mistérios que resultaram na transformação do protagonista em Pokémon. Por último, veio Pokémon Ranger, um jogo que introduzia uma nova forma de controlar os Pokémon, obtendo-os apenas por um tempo e soltando-os depois na natureza. Em Pokémon Ranger, o jogador tinha que usar os Pokémon de modo correto para derrotar uma organização maléfica que pretende capturar, aprisionar e usar os Pokémon para destruir as civilizações de todo o mundo. Pokémon Ranger também ganhou uma continuação onde pode-se capturar Darkrai em uma missão especial.

Cada um desses jogos apresentava um ou mais Pokémon de quarta geração: Pokémon Dash apresentou aos jogadores Munchlax, a forma pré-evoluída do Pokémon de primeira geração Snorlax. Pokémon Mystery Dungeon introduziu Bonsly (embora ele já tivesse aparecido em Pokémon XD), Mime Jr., Weavile e Lucario, sendo apenas Lucario um Pokémon completamente novo. E Pokémon Ranger mostrou aos jogadores um dos Pokémon Lendários de quarta geração, conhecido como Manaphy.

Quarta geração (2006–2010)Editar

Em Setembro de 2006, foram lançados no Japão as duas primeiras versões de RPGs originais da quarta geração de Pokémon, feitas para o Nintendo DS. Pokémon Diamond & Pearl introduziram 107 novos Pokémon, totalizando 493, novas funções, como uma mudança na parte dos ataques, divindindo-os em três tipos (Physical, que usa o valor Attack; Special, que usa o valor Special Attack e Other, que utiliza qualquer outro valor), a volta das mudanças de horário entre o dia e a noite, usado pela última vez em Pokémon Gold & Silver, incluindo a possibilidade de conexão online através da Nintendo Wi-Fi Connection, onde os jogadores de qualquer parte do mundo poderiam batalhar e trocar Pokémon com vários outros jogadores do planeta. Também introduziu no Nintendo DS o uso de um fone de ouvido que permitia conversas entre os jogadores que iriam se enfrentar na Nintendo WFC. Pokémon Diamond & Pearl venderam mais de 1,58 milhão de cópias nos quatro primeiros dias no Japão[10] e também foram os jogos mais vendidos do país em todo o ano de 2006.[11] Nos Estados Unidos Pokémon Diamond & Pearl venderam mais de um milhão de cópias na primeira semana de vendas[12] e mais de dez no mundo inteiro.[13]

Em Dezembro de 2006, chegou às lojas do Japão o primeiro jogo de plataforma da série para o console Wii: Pokémon Battle Revolution. Ele estabelece uma conexão com Pokémon Diamond & Pearl, de modo que os Pokémon de Diamond & Pearl podem ser transferidos para Pokémon Battle Revolution. Battle Revolution também traz a possibilidade de usar Pokémon diretamente de Diamond & Pearl para batalhas em 3D com amigos e copiá-los para o jogo para serem usados para a completação de coliseus (Colosseums) em um lugar chamado Pokétopia ou usá-los através de Nintendo Wi-Fi Connection também.

A quarta geração teve apenas dois spin-off já anunciados. É a seqüência direta de Pokémon Mystery Dungeon, chamada Pokémon Mystery Dungeon 2 e também sequência de outro jogo Pokémon Ranger: Shadows of Almia. Também foi anunciado que a série Pokémon ganharia seu primeiro jogo de arcade, denominado Pokémon Battrio. Pokémon Mystery Dungeon 2 será lançado em 13 de Setembro de 2007[14] e Pokémon Battrio está em vários locais do Japão.

Em 2008, foi lançado o terceiro jogo de RPG da quarta geração, Pokémon Platinum, que no seu segundo dia de vendas no Japão, já havia vendido 963 mil unidades. Trazendo uma nova dimensão para Sinnoh, o mundo distorcido (the Distortion World), onde é possível encontrar Giratina.

Em 12 de setembro de 2009 foi colocado à venda no Japão, remakes dos jogos Pokémon Gold & Silver para o Nintendo DS intitulado Pokémon HeartGold & SoulSilver. Assim como Pokémon Yellow, que somente Pikachu andava fora da Poké-bola, qualquer Pokémon que seja o primeiro de sua equipe anda ao seu lado agora. E duas novas áreas para Johto, uma espécie de pokémon Safari e também traz de volta o Battle Frontier. Vem acompanhando também o Pokéwalker.

Quinta geração (2010-2013)Editar

A quinta geração de Pokémon começou em 18 de setembro de 2010, com o lançamento de Pokémon Black & White no Japão. Eles foram então lançados na América do Norte, Europa e Austrália em março de 2011. Eles foram lançados no Nintendo DS, o mesmo console de sua geração anterior.

Os jogos ocorrem na região de Unova. Novos recursos incluem o C-Gear, um recurso em que os jogadores podem usar as opções e personalizações do Wi-Fi; dois novos métodos de batalha ("Triple Battles", onde três Pokémon são enviados de uma só vez, e Rotation Battles, onde três Pokémon são enviados ao mesmo tempo, mas o treinador pode trocar um Pokémon dos três, que estão presentes); "Battles Test", onde treinadores lutam entre si para ver quem tem Pokémon mais forte; os Pokémon Musicals (semelhantes a Pokémon Contests), que têm treinadores usando seus Pokémon para dançar em um teatro com outros Pokémon; e a capacidade de nunca desperdiçar Technical Machines (TM), mesmo quando encontradas pela primeira vez.

Esta geração introduziu um total de 156 novos Pokémon (começando com Victini e terminando com Genesect), a maior de todas as gerações até agora. Foi também a primeira geração em que o primeiro novo Pokémon na ordem nacional do Pokédex (Victini) não é um bom começo. Ele também introduziu outro novo recurso, a estação, do qual dois Pokémon (Deerling e Sawsbuck) os representam. Ao contrário das gerações anteriores, que introduziam algumas espécies de Pokémon, que eram parentes evolucionários de Pokémon por gerações mais antigas, a seleção da quinta geração era totalmente original, numa tentativa de fazer as versões primárias parecerem um novo jogo.

Os outros jogos da série principal, e os acréscimos de Black e White, intitulados Pokémon Black 2 & White 2, são sequelas diretas. Eles acontecem na região de Unova dois anos depois, e foram lançados no Japão em 23 de junho de 2012 e na América do Norte, Austrália e Europa em outubro daquele ano para o Nintendo DS. Eles são um pouco diferentes de seus predecessores; existem diferentes treinadores protagonistas, e muitos dos outros personagens importantes também mudaram. Os jogos também introduziram um novo recurso, o "Pokémon World Tournament", onde os treinadores podem lutar contra os líderes do ginásio e campeões de regiões mais antigas, incluindo a Unova. Os jogos também quebraram a tradição de lançar uma terceira versão como adição às versões primárias.

Os jogos da quinta geração incluem sequências Pokémon Rumble Blast e Pokémon Mystery Dungeon: Gates to Infinity para o console Nintendo 3DS, PokéPark 2: Wonders Beyond para o Wii e Pokémon Rumble U para o console Wii U, um jogo para download. Outros incluem Learn with Pokémon: Typing Adventure (um jogo de digitação) e Pokémon Conquest (um jogo crossover) para Nintendo DS, e aplicativos de referência para download Pokédex 3D, Pokédex 3D Pro (para Nintendo 3DS) e Pokédex for iOS (para dispositivos iOS), que permite aos jogadores verem informações de espécies Pokémon enquanto têm 3D modelos.

Sexta geração (2013-2016)Editar

Em 24 de dezembro de 2012, a revista japonesa Nintendo Dream postou um cartão de saudações enviado pela Game Freak. No cartão, Junichi Masuda exclamou que, durante 2013, eles pretendem evoluir ainda mais o mundo dos Pokémon. Em 29 de dezembro de 2012, um novo comercial Pokémon Black 2 & White 2 foi ao ar no Japão e terminou com uma mensagem informando aos fãs de Pokémon, que as últimas notícias seriam anunciadas em 8 de janeiro de 2013. Em 4 de janeiro de 2013, o site oficial japonês e inglês de Pokémon confirmou, que um anúncio seria feito em 8 de janeiro. Em 7 de janeiro de 2013, o site oficial japonês explicou que o presidente da Nintendo, Satoru Iwata, teria apresentado uma videoconferência de 10 minutos chamado de "Pokémon Direct", para anunciar as grandes notícias de Pokémon. Em 8 de janeiro de 2013, Satoru Iwata anunciou a sexta geração de Pokémon, com os novos jogos emparelhados, Pokémon X & Y, que foram lançados no Nintendo 3DS em 12 de outubro de 2013 em todo o mundo.[15] Os jogos X e Y são renderizados em 3D;[16] no entanto, somente partes selecionadas do jogo podem ser exibidas em estereoscópico 3D.[17] O vídeo introduziu os personagens dos jogadores, o Pokémon inicial; do tipo Grass Chespin (em japonês: (ハリマロン, Harimaron?)), do tipo Fire Fennekin (em japonês: (フォッコ, Fokko?)) e do tipo Water Froakie (em japonês: (ケロマツ, Keromatsu?)), e dois outros Pokémon, não nomeado até mais tarde; um Pokémon parecido com um pássaro chamado Yveltal (イベルタル, Iberutaru?) ter uma forma semelhante à letra Y e um Pokémon parecido com um cervo chamado Xerneas (ゼルネアス, Zeruneasu?) com formas em X nos olhos. Um mês depois, Sylveon (em japonês: Nymphia (ニンフィア, Ninfia?)), uma nova forma evoluída de Eevee pertencente ao novo tipo Fairy dos jogos foi revelada.[18][19]

Esta geração introduziu um total de 72 novos Pokémon, o novo tipo Fairy, Mega Evolution, a região de Kalos, Trainer customization (mudança de jogador), Super Training e três novos modos de batalha: Sky Battles, Horde Encounters e Inverse Battle. Esta geração é também a primeira a ser compatível com o Pokémon Bank.

Greninja, a forma evoluída final de Froakie, mais tarde viria a representar a sexta geração de Pokémon no jogo de luta, Super Smash Bros. for Nintendo 3DS and Wii U.

Em 7 de maio de 2014, a Nintendo revelou os jogos Pokémon Omega Ruby & Alpha Sapphire em um teaser trailer, recriações dos jogos da terceira geração, Pokémon Ruby & Sapphire. Eles foram lançados mundialmente em novembro de 2014.[20]

Em 26 de agosto de 2014, Pokkén Tournament foi anunciado e lançado como fliperama japonês em 16 de julho de 2015, e foi lançado em 18 de março de 2016 em todo o mundo para Wii U. Foi desenvolvido pela Bandai Namco Entertainment.[21] Em julho de 2016, a Niantic e a Nintendo lançaram um jogo gratuito de AR intitulado Pokémon GO que foi lançado para dispositivos Android e iOS.

Sétima geração (2016-2017)Editar

Durante uma apresentação do Nintendo Direct em 26 de fevereiro de 2016, dois novos títulos de Pokémon foram anunciados: Pokémon Sun & Pokémon Moon. Os primeiros jogos da sétima geração de Pokémon, eles estão previsto para ser lançado no final de 2016.[22] Os jogos serão compatíveis com outros títulos Nintendo 3DS, incluindo Pokémon X & Y; Pokémon Omega Ruby & Alpha Sapphire; e o Virtual Console de re-lançamentos de Pokemon Red, Blue e Yellow. Em 6 de Junho de 2017, foi anunciado os jogos Pokemon Ultra Sun & Ultra Moon. Os dois jogos oferecem novas adições à história de Pokémon Sun e Moon, incluindo novos recursos, e foi lançado mundialmente em 17 de novembro de 2017.[23]

No total, esta geração introduziu 84 novos Pokémon, Alolan forms, trials, Z-moves, Poké Pelago e Festival Plaza. Foi também o primeiro a introduzir a geração de Pokémon, com três novos Pokémon a fazer a sua estreia em Pokémon Ultra Sun e Ultra Moon.

Geração temporária (2018-presente)Editar

Em 29 de maio de 2018, foi anunciado que dois novos jogos do mesmo nome na franquia principal, Pokémon Let's Go, Pikachu! & Pokémon Let's Go, Eevee!, serão lançados em 16 de novembro de 2018. Também foi confirmado que o novo "core" de RPG Pokémon foi not o já mencionado Let's Go, Pikachu! e Let's Go, Eevee! O próximo RPG de Pokémon está previsto para ser lançado em "final de 2019". O diretor do jogo Junichi Masuda, afirmou que também "seguirá as tradições de Pokémon X e Y e Pokémon Sun e Moon".[24][25]

Não se sabe se “Let's Go, Pikachu!” e “Let's Go, Eevee!” serão dos títulos da sétima geração ou da oitava geração.

Oitava geração (2019)Editar

Durante a E3 2017, Nintendo e The Pokémon Company anunciaram que Game Freak estava desenvolvendo um novo jogo de Pokémon principal definido para lançamento no Nintendo Switch[26] e foi definido para ser lançado em 2018 e posterior.[27][28] O jogo será a oitava geração de Pokémon.[29]

Junto com o anúncio do Pokémon Let's Go, Pikachu! e Pokémon Let's Go, Eevee! foi confirmado que o próximo jogo "core" de Pokémon, era um jogo separado, que será lançado no final de 2019. O diretor do jogo Junichi Masuda afirmou que também "seguirá as tradições de Pokémon X e Y e Pokémon Sun e Moon".[24][25] O CEO de The Pokémon Company, Tsunekazu Ishihara, também confirmou que o próximo jogo "core" de Pokémon não terá influências de Pokémon Go como Let's Go, Pikachu! e Let's Go, Eevee! como terá.[30][31]

Resumo dos títulos da série principalEditar

SistemaGeraçãoTítulos principaisTítulos derivadosVersões superioresTítulos de recriação
Game BoyPrimeira
Game Boy ColorSegunda
Game Boy AdvanceTerceira
Quarta
Nintendo DS
Quinta
Sexta
Nintendo 3DS
Sétima
Nintendo Switch

Lista de jogosEditar

 Ver artigo principal: Lista de jogos da série Pokémon

Game Boy e Game Boy ColorEditar

Nintendo 64Editar

Game Boy AdvanceEditar

Nintendo GameCubeEditar

Nintendo DSEditar

Wii e Wii UEditar

Nintendo 3DS e New Nintendo 3DSEditar

Nintendo SwitchEditar

OutrosEditar

Referências

  1. Schmidt, Alex (24 de novembro de 2017). «Pokemon games sold over 300 million games worldwide». WholesGame. Consultado em 24 de novembro de 2017. 
  2. Pokémon Green Info on GameFAQs" gamefaqs.com. Recuperado em 23 de fevereiro de 2007.
  3. Super Smash Bros. Product Information .ASIN B00000J2W7 . Recuperado em 19 de abril de 2006.
  4. Super Smash Bros. Melee Unlockable character guide Nintendo.com. Recuperado em 19 de abril de 2006.
  5. «Mais vendidos de 2002 no Japão» . Acesso em 28 de Abril de 2007.
  6. «Pokémon Colosseum Review» . GameSpot, acesso em 15 de Maio de 2007.
  7. «Pokémon XD: Gale of Darkness review» . GameSpot, acesso em 15 de Maio de 2007
  8. «Pokémon Elite 2000 Arquivos Abril de 2005.»  Acesso em 13 de Abril de 2007
  9. «Pokémon Trozei! Review» . Acesso em 14 de maio de 2007
  10. Bracht, Fábio. (4 de outubro de 2006). Pokémon Diamond/Pearl: 1,58 milhão vendidos em 4 dias Acesso em 22 de janeiro de 2007.
  11. «Jogos mais vendidos de 2006 no Japão (Revista Famitsu)» . Acesso em 10 de Abril de 2007.
  12. «Pokémon Elite 2000 Arquivos Abril de 2007» . Acesso em 28 de Abril de 2007.
  13. «Pokémon vende mais de dez milhões e briga pelos mais vendidos do DS» . Acesso em 31 de Agosto de 2007.
  14. «Pokémon Mystery Dungeon 2» . Site oficial, acesso em 16 de Julho de 2007
  15. Goldfarb, Andrew (11 de junho de 2013). «E3 2013: Pokemon X & Y Release Date Announced». IGN. Consultado em 15 de outubro de 2013. 
  16. «Pokémon X and Pokémon Y announcement on Nintendo Direct». nintendo.com 
  17. Quillen, Dustin (4 de outubro de 2013). «Pokémon X & Y Versions Revie». US Gamer. Consultado em 15 de outubro de 2013. 
  18. CoroCoro Comic, edição do março de 2013, Shogakukan.
  19. «Meet Sylveon, Pokémon X And Pokémon Y′s Eighth Eeevee Evolution». Siliconera. Consultado em 14 de fevereiro de 2013. 
  20. Scullion, Chris (7 de maio de 2014). «Pokemon Ruby & Sapphire remakes coming to 3DS». CVG Online. Consultado em 7 de maio de 2014. 
  21. «Pokkén Tournament, A Pokémon Fighting Game, Announced For Arcades». Siliconera. Consultado em 26 de agosto de 2014. 
  22. Frank, Allegra (26 de fevereiro de 2016). «Pokémon Sun and Moon officially unveiled, out later this year». Polygon. Vox Media. Consultado em 27 de fevereiro de 2016.. Cópia arquivada em 27 de fevereiro de 2016 
  23. «Pokémon Ultra Sun and Pokémon Ultra Moon | Pokémon Video Games». www.pokemon.com. Consultado em 26 de junho de 2017. 
  24. a b Farokhmanesh, Megan (29 de maio de 2018). «Another Pokémon game is still coming in 2019». The Verge. Consultado em 30 de maio de 2018.. Cópia arquivada em 30 de maio de 2018 
  25. a b DeFreitas, Casey (29 de maio de 2018). «Core Pokemon RPG Coming to Nintendo Switch 2019». IGN. Consultado em 30 de maio de 2018.. Cópia arquivada em 30 de maio de 2018 
  26. Gartenberg, Chaim (13 de junho de 2017). «A proper Pokémon game is coming to the Nintendo Switch». The Verge. Consultado em 13 de junho de 2017. 
  27. «Pokémon on Nintendo Switch is Due '2018 or Later', But That's No Surprise». 26 de julho de 2017. Consultado em 30 de abril de 2018.. Cópia arquivada em 30 de abril de 2018 
  28. «Nintendo Still Lists Pokemon Switch Release Date as "2018 or Later"». 26 de abril de 2018. Consultado em 30 de abril de 2018.. Cópia arquivada em 30 de abril de 2018 
  29. «Official Nintendo Magazine Confirms Pokémon On Switch Will Be 'Generation Eight'». 16 de abril de 2018. Consultado em 30 de abril de 2018.. Cópia arquivada em 30 de abril de 2018 
  30. «Pokèmon 2019 won't be influenced by Pokémon GO.». Amino. 31 de maio de 2018. Consultado em 1 de junho de 2018.. Cópia arquivada em 1 de junho de 2018 
  31. «Core RPG Pokemon Switch 2019 Game 'Will NOT Be Influenced by Pokemon Go'». Gaming INTEL. 31 de maio de 2018. Consultado em 1 de junho de 2018.. Cópia arquivada em 1 de junho de 2018 

Ligações externasEditar