Praça de Toiros de Coruche

A Praça de Toiros de Coruche foi inaugurada a 14 de agosto de 1966, durante as Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo de 1966, ano em que se comemorou os 800 anos da conquista cristã de Coruche.

Praça de Toiros de Coruche
Categoria 1.ª Categoria
Inauguração 14 de Agosto de 1966
Lotação 6932 lugares
Propriedade Irmandade de Nossa Senhora do Castelo, Santa Casa da Misericórdia de Coruche e Lar de São José
Geografia
País Portugal Portugal
Localidade Coruche
Província Ribatejo
Coordenadas 38° 57' 30.9" N 8° 31' 16.9" O
Geolocalização no mapa: Portugal Continental
Praça de Toiros de Coruche está localizado em: Portugal Continental
Praça de Toiros de Coruche

Após a bênção da nova capela, construída no interior da Praça, e o descerramento de uma lápide evocativa da data pelo Presidente da República, almirante Américo Tomás, decorreu a corrida de toiros inaugural, sob a direção do Sr. Júlio Procópio, em que se lidaram toiros de D. Maria Manuela Andrade Salgueiro e do Dr. Fernando Salgueiro, para os cavaleiros Manuel Conde e Joaquim José Correia e os espadas Óscar Rosmano, José Falcão, Jorge Marques, César Marinho e António Sacramento. As pegas estiveram a cargo dos Forcados Amadores de Montemor.

Inicialmente propriedade da Comissão Construtora, a 16 de agosto de 1971 foi a praça doada a três instituições de beneficência da vila de Coruche: Irmandade de Nossa Senhora do Castelo, Santa Casa da Misericórdia de Coruche e Lar de São José.

A tradição tauromáquica de Coruche é antiquíssima e uma das mais ativas, existindo no concelho várias ganadarias bravas (David Ribeiro Telles, Vale Sorraia, Herdeiros Dr. António Silva e Lopes Branco, Herdeiros) e representantes de todas as profissões ligadas à arte de tourear, desde cavaleiros tauromáquicos e bandarilheiros, além do Grupo de Forcados Amadores de Coruche.

Núcleo Tauromáquico de CorucheEditar

Em 2005 foi inaugurado o Núcleo Tauromáquico do Museu Municipal de Coruche, espaço museológico dedicado à história da tauromaquia do concelho,[1] cujo primeiro trabalho desenvolvido, foi a produção de um relatório intitulado Inventário do Património Tauromáquico de Coruche.[2] Além da exposição permanente, o Núcleo Tauromáquico já levou a cabo entre outras as exposições António Ribeiro Telles. 25 anos de alternativa, dedicado ao cavaleiro António Palha Ribeiro Telles,[3] António Badajoz, dedicado ao bandarilheiro António Cipriano «Badajoz»[4] e José Simões, toureiro com coração, dedicado ao matador de toiros José Simões.[5]

Em 2022Editar

Em 2022, serão realizados quatro espectáculos na praça, o primeiro a 23 de Abril, um festival taurino de Sábado de Pascoela, em 28 de Maio, um mano-a-mano inédito, na corrida da FICOR – Feira Internacional da Cortiça, a 24 de Junho, a Corrida Comemorativa do cinquentenário dos Forcados Amadores de Coruche a 17 de Agosto, a Corrida das Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo, com um concurso de ganadarias do Sorraia.[6]

Em 2023Editar

Em 2023, a Santa Casa da Misericórdia de Coruche, Irmandade de Nossa Senhora do Castelo e Lar São José proprietárias da Praça de Touros de Coruche tornaram público o concurso de adjudicação do taurodromo, para as temporadas tauromáquicas 2023 a 2025.[7]

Referências

  Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.