Abrir menu principal
Pro Mundo Levar
Álbum de estúdio de Luiza Possi
Lançamento 30 de agosto de 2004
Gravação 2003—2004
Gênero(s)
Duração 51:14
Gravadora(s) Indie Records
Produção Rick Bonadio
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Luiza Possi
Eu Sou Assim
(2002)
Escuta
(2006)
Singles de Pro Mundo Levar
  1. "Tudo Que Há de Bom"
    Lançamento: 28 de junho de 2004
  2. "Sair de Casa"
    Lançamento: 14 de outubro 2004

Pro Mundo Levar é o segundo álbum de estúdio da cantora e compositora Luiza Possi lançado em 2004 pela Indie Records[1]. Teve como sucessos as músicas "Tudo que Há de Bom" e "Sair de Casa" e "Em Busca da Felicidade". Entre os escritores do álbum estão Frejat, Maurício Barros, Kiko Zambianchi, Vinny, Bernardo Vilhena e Marcus Menna, todos do universo roqueiro nacional e como produtor de todas as canções do álbum está Rick Bonadio.[2]

Índice

Sobre o ÁlbumEditar

“Este é um disco de pop rock, com influências de MPB. É assim que sou”, disse a filha de Zizi Possi, que também gravou músicas de Zeca Baleiro e Totonho Villeroy, parceiro constante de Ana Carolina. “Meu lema sempre foi o pop-rock. Foi de uma maneira no primeiro disco, e agora, com mais profundidade, no segundo. O público que já gostava de mim não vai se decepcionar, pois faço referências ao CD anterior.” O disco começa com Em Busca da Felicidade, um pop delicioso da dupla Frejat e Maurício Barros – autores, com Maurício Santa Cecília, do mega-hit Por Você – que traz uma letra, coincidência ou não, autobiográfica, em que Luiza canta “Até parece que a cidade agora / Me vê de outro jeito / Mas eu também mudei / Em busca da felicidade / Sei que estou diferente”. Outra dupla, Vinny e Bernardo Vilhena, assina Pequena História de Um Grande Amor, um pop-romântico, mostrando que Luiza está certa ao dizer que não abandonou completamente seu lado mais popular. Vocalista do LS Jack, Marcus Menna é o autor da melhor faixa do disco, A Vida É Linda, em que a guitarra de Rick Bonadio (produtor do disco) dá o tom. A mesma coisa acontece em Imoral, Ilegal Ou Engorda, versão roqueira de Luiza para o clássico da Jovem Guarda composto por Roberto e Erasmo. A mais pesada, no entanto, é Aquele Grandão, de Mário Manga e Leda Pasta, com um jeito revoltado à lá Pitty.[2]

Lista de faixasEditar

[3]
N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Em Busca da Felicidade"  Roberto Frejat, Maurício Barros 4:02
2. "Sair de Casa"  Kiko Zambianchi 3:20
3. "Tudo Que Há de Bom (Traveling Alone)"  Tony Rich / Versão: Tavinho Paes 3:31
4. "Imortais"  Luiza Possi, Nelson Júnior 3:41
5. "Pequena História de Um Grande Amor"  Bernando Vilhena, Vinny 3:54
6. "Se Pensou"  Léo Maia 3:33
7. "Nem Bem Acordo"  Zeca Baleiro 4:09
8. "Bali Hi"  Luiza Possi, Nelson Júnior 4:44
9. "A Vida é Linda"  Marcus Menna 4:12
10. "Ilegal, Imoral ou Engorda"  Roberto Carlos , Erasmo Carlos 3:10
11. "Itinerários"  Totonho Villoroy, Eugênio Dale 3:48
12. "Aquele Grandão"  Mário Manga, Leda Pasta 2:40
13. "Só Pra Te Dizer Não (Hedonism Just Because You Feel Good)"  L. A. Arran , D. A. Dyer / Versão: Luiza Possi, Nelson Júnior 3:21
14. "Over the Rainbow"  Harold Arlen / Letra: E.Y. Harburg 3:14

Participações em Trilhas SonorasEditar

Referências

  1. «Luiza Possi ‎– Pro Mundo Levar». Discogs. Consultado em 30 de junho de 2015 
  2. a b A nova roqueira da praça
  3. «Luiza Possi - Pro Mundo Levar - Overview» (em inglês). Rovi Corporation. Allmusic. Consultado em 14 de agosto de 2014 
  Este artigo sobre um álbum de Luiza Possi é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.