Programa de Gotha

plataforma partidária socialista alemã

O Programa de Gotha foi a plataforma partidária socialista adotada pelo nascente Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD) em seu congresso inicial (o Congresso de Gotha), ocorrido na cidade de Gota, Alemanha, em 1875. O Congresso de Gotha unificou os dois partidos socialistas alemães, que até então tinham estado separados: os eisenachianos dirigidos por August Bebel e Wilhelm Liebknecht, influenciados ideologicamente por Karl Marx e Friedrich Engels, e os lassalianos (influenciados por Ferdinand Lassalle).

O programa reivindicava sufrágio universal, liberdade de associação, limitações do dia útil desgastante e direitos trabalhistas. O Programa de Gotha pretendia-se revolucionário e era explicitamente socialista, tal como se vê no seguinte trecho: "o partido operário socialista da Alemanha se esforça por todos os meios legais para criar um Estado livre e uma sociedade socialista, para efetuar a destruição da lei de ferro dos salários, eliminando o sistema de trabalho assalariado, para abolir a exploração de todo tipo, e extinguir todas as desigualdades sociais e políticas".

Karl Marx fez uma crítica demolidora do programa, sobretudo dos resquícios de concessão a noções de Lassalle, em carta ao Partido. Tratam-se de "glosas marginais" (esboços) posteriormente chamadas de Crítica do Programa de Gotha, documento hoje publicado no mundo inteiro em livro, que tornou-se mais célebre, formativo e famoso do que o próprio programa, principalmente por oferecer um pronunciamento mais detalhado de Marx a respeito da estratégia revolucionária programática para a transição socialista e a construção da sociedade comunista. Marx considerava o Programa de Gotha um grande passo atrás em comparação com o Programa de Eisenach, aprovado em 1869 no Congresso que fundava o SPD e que estava totalmente de acordo com os princípios da Primeira Internacional.[1]

O Programa de Gotha será substituído anos mais tarde no Partido Social-Democrata da Alemanha pelo Programa de Erfurt.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Programa de Gotha". Dicionário Político do Marxists.org.

Ligações externasEditar