Abrir menu principal

Grendene

(Redirecionado de Rider)
Grendene
Razão social Grendene S.A.
Empresa de capital aberto
Cotação BM&F Bovespa: GRND3
Atividade Indústria de calçados
Gênero Sociedade anônima
Fundação 25 de fevereiro de 1971
Fundador(es) Alexandre Grendene Bartelle
Pedro Grendene Bartelle
Sede Sobral, CE,  Brasil
Proprietário(s) Família Grendene
Presidente Rudimar Dall Onder
Empregados 22.100
Produtos Calçados
Lucro Aumento R$ 585,5 milhões (2018)
LAJIR Aumento R$ 1.106.1 milhões (2018)
Faturamento Aumento R$ 2,824 bilhões (2018)[1]
Website oficial www.grendene.com.br

Grendene é uma empresa brasileira do setor calçadista dona das marcas: Grendha, Melissa, Ipanema, Rider, Zaxy, Cartago, Pega Forte e Zizou. A empresa possui 11 plantas industriais e sua sede fica em Sobral, Ceará.

O acionista majoritário da empresa é Alexandre Grendene Bartelle e no ano de 2013 foi a maior exportadora de calçados do Brasil.[2]

HistóriaEditar

Fundada em Farroupilha, no Rio Grande do Sul, pelos irmãos Pedro e Alexandre Grendene Bartelle no dia 25 de fevereiro de 1971, com a razão social de "Plásticos Grendene Ltda."[3], especializada na fabricação de telas para garrafões de vinho.

Em 1978, lançou a sua primeira linha de calçados na forma de sandálias com a marca Nuar. Em 1979 lançou a coleção de sandálias plásticas com a marca "Melissa", no estilo aranha, inspirada nos calçados utilizados por pescadores franceses. Foi pioneira na utilização da poliamida (nylon) como matéria-prima para a fabricação de solados e saltos para calçados. Em 1986, lançou as sandálias "Rider", direcionado para o público masculino.

Benefícios fiscais, menor custo de mão-de-obra e localização estratégica para acesso ao mercado internacional motivaram a transferência das operações fabris, até então localizadas em Farroupilha. Em 1990 foi instalada em Fortaleza a primeira unidade fabril no estado do Ceará, que passou a se denominar Grendene do Nordeste S.A., com capacidade atual de produção de cinco milhões de pares de calçados. Três anos depois, foi inaugurada a fábrica em Sobral, que passou a se denominar Grendene Sobral S.A. e a seguir, em 2001, passou a denominar-se Grendene Calçados S.A. A empresa possui, ainda, uma fábrica na cidade do Crato, interior cearense.

Em 29 de outubro de 2004, ocorreu a abertura do capital da Grendene, que passou a ter suas ações ordinárias, GRND3, negociadas no Novo Mercado da Bolsa de Valores de São Paulo.

Em setembro de 2007 iniciou suas atividades industriais na cidade de Teixeira de Freitas, na Bahia, produzindo o modelo Ipanema.

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.