São Jerônimo (Rio Grande do Sul)

município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul

São Jerônimo é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul, Região Sul do país.

São Jerônimo
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de São Jerônimo
Bandeira
Brasão de armas de São Jerônimo
Brasão de armas
Hino
Lema Pelo trabalho vencerá
Gentílico jeronimense
Localização
Localização de São Jerônimo no Rio Grande do Sul
Localização de São Jerônimo no Rio Grande do Sul
Localização de São Jerônimo no Rio Grande do Sul
São Jerônimo está localizado em: Brasil
São Jerônimo
Localização de São Jerônimo no Brasil
Mapa
Mapa de São Jerônimo
Coordenadas 29° 57' 32" S 51° 43' 19" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Região metropolitana Porto Alegre
Municípios limítrofes Charqueadas, Arroio dos Ratos, Butiá, General Câmara, Camaquã e Triunfo
Distância até a capital 70 km
História
Fundação 3 de dezembro de 1860 (163 anos)
Administração
Prefeito(a) Evandro Agiz Heberle (PSDB, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 935,596 km²
População total (2022) Censo IBGE/2022[2] 21 028 hab.
 • Posição RS: 93º BR: 1461º
Densidade 22,5 hab./km²
Clima temperado
Altitude 29 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 96700-000
Indicadores
IDH (2010) [3] 0,696 médio
 • Posição RS: 330º BR: 2028º
PIB (2020) [4] R$ 613 339,59 mil
 • Posição RS: 124º BR: 1334º
PIB per capita (2020) R$ 25 124,51
Sítio http://saojeronimo.rs.gov.br (Prefeitura)

Em outras épocas, esse município denominava-se "Passo das Tropas". Atualmente liga-se ao fato de ter sido encontrada a Imagem de São Jerônimo numa embarcação ancorada na praia da povoação.

A origem predominante de seus habitantes foi luso-brasileira.

São Jerônimo, após atingir grande desenvolvimento econômico, consegue emancipar-se de Bom Jesus do Triunfo.

São Jerônimo, uma cidade forjada pelo minério e a pecuária editar

As atividades pecuária e mineradora foram o berço da riqueza de São Jerônimo. Às margens do Rio Jacuí surgiram as Charqueadas, que processavam a carne dos gados abatidos nos campos do município. Aliada a prosperidade das estâncias, a exploração das jazidas de carvão mineral contribuiu para o desenvolvimento da cidade.

Originária de Triunfo, São Jerônimo foi elevada à categoria de município em 30 de setembro de 1861. Nesta data comemora-se o aniversário do município e, também, o dia de São Jerônimo, santo conhecido como tradutor da Bíblia do Grego e Hebraico para o Latim. Porém, a emancipação definitiva de São Jerônimo aconteceu em 02 de março de 1938, após atingir um grande desenvolvimento econômico.

A população de São Jerônimo é predominantemente de origem luso-brasileira, o que pode ser visto ainda hoje no centro da cidade e nos casarios de estilo açoriano-colonial, um verdadeiro patrimônio histórico da cidade.

Cultura e Turismo editar

Entre as atrações naturais, os mais aventureiros podem explorar as cachoeiras nas localidades de Quitéria e Morrinhos. Mas o maior atrativo fica com o rio Jacuí, que oferece praias agradáveis para os moradores e visitantes.

O destaque é a praia do Encontro, que fica no encontro do rio Taquari com Jacuí, onde ocorrem anualmente eventos como: Garota Verão, Triatlon, lançamento da temporada de verão, torneios esportivos e canoagem, entre outras atividades.

O turismo cultural também é um atrativo de São Jerônimo, que teve como imigrantes principais os portugueses. Eles trouxeram suas tradições e suas casas no estilo colonial, com eira e beira. Esses casarões podem ser vistos ainda hoje, alguns em bom estado de conservação, espalhados pela cidade. Um desses casarões foi transformado na Casa de Cultura, que desenvolve atividades como oficinas e artesanatos, estimulando a produção local.

Entre os jeronimenses ilustres, destacam-se: Carlos Maximiliano, Dagmar Dornelles, Emilinho Martins, Glaucus Saraiva, Josué Guimarães, Lígia Tricot, Patrícia Poeta, Plauto Cruz e Walter Spalding.

Carnaval e Gincana editar

São Jerônimo tambem já foi palco do maior Carnaval do estado do Rio Grande do Sul. Desde 1927 até meados dos anos 80. As duas entidades carnavalescas mais antigas da cidade e que rivalizaram por décadas, são a Sociedade Carnavalesca Não Sae, fundada em 1927 e que defende as cores Vermelho e Branco e a Sociedade Carnavalesca Batutas, fundada em 1928 e que defende as cores Azul e Branco.

Outras entidades surgiram no fim da época de ouro da festa de momo na cidade, tais como: Sucatão, Imperatriz e Praiana.

Outro evento que se destaca no município até os dias de hoje é a Gincana Cultural de São Jerônimo, que acontece no mês de Setembro e movimenta toda a cidade. Considerada por muitos a maior Gincana Cultural do estado do RS, iniciou em 1983 e conta, atualmente com a participação de quatro equipes: Equi Medonhos, Equipe Águia de Fogo, Equi Poupança e Equipe Força Shalom-Kamikaze (Força SK).

Estas equipes todas são filiadas à Liga Independente das Equipes da Gincana Cultural de São Jerônimo, que é responsável pelo evento. Dentro da gincana, ocorre o Show das Equipes, que é um evento em que cada equipe apresenta um show que mistura dança e teatro, com riquíssimas produções de cenários, figurinos, maquiagens, efeitos de luz e efeitos especiais. Fora isso, a Gincana conta com mais de 100 tarefas e uma disputa acirrada pelo título.

Equipe Águia de Fogo - 18 títulos da Gincana e 15 do Show

Equi Medonhos - 7 títulos da Gincana e 2 do Show

Equi Poupança - 4 títulos da Gincana e 7 do Show

Equipe Força SK - 2 titulo da Gincana e 1 do Show

Ver também editar

Referências

  1. «Cidades e Estados». IBGE. 2021. Consultado em 12 de maio de 2023 
  2. «Panorama do Censo 2022». IBGE. 28 de junho de 2023. Consultado em 28 de junho de 2023 
  3. «Ranking». IBGE. 2010. Consultado em 12 de maio de 2023 
  4. «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010 a 2020». IBGE. 2020. Consultado em 12 de maio de 2023 
  Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.