Sérgio Paese

Sérgio Paese (Curitiba, 15 de dezembro de 1975) é um piloto brasileiro de automobilismo.

Sérgio Paese
Informações pessoais
Nome completo Sérgio Paese
Nacionalidade brasileira
Nascimento 15 de dezembro de 1975 (45 anos)
Curitiba, PR
Registros na Champ Car
Temporadas 1998
Equipes 1 (Payton/Coyne)
Corridas 0 (inscrição barrada pela CART)
Primeira corrida Estados Unidos GP de Mid-Ohio, 1998 (participação barrada)

Trajetória esportivaEditar

InícioEditar

Paese iniciou a carreira em 1994, disputando a EFDA Nations Cup juntamente com Tony Kanaan. No mesmo ano, competiu na Fórmula Chevrolet Brasil, onde permaneceria até 1995, quando passou a correr na Fórmula 3 Sul-americana. Nesta última, foi considerado pelo seu então companheiro de equipe, Pedro Muffato, responsável por um acidente quase fatal na etapa de Cascavel. O acidente provocou fratura nas costelas e na bacia, deixando Muffato 17 dias em coma.

Após das temporadas, inscreveu-se para três corridas da Fórmula 3000 em 1996, abandonando em duas e não se classificando para o GP de Enna-Pergusa. Em seguida, mudou-se para os Estados Unidos, competindo na Indy Lights até 1998, com desempenho razoável - conquistou duas pole-positions, duas voltas mais rápidas e três pódios.

Participação na CART barradaEditar

Em 1998, Paese chegou a ser oficializado como substituto do norte-americano Dennis Vitolo na Payton/Coyne. Ele disputaria a etapa de Mid-Ohio, porém a CART, na pessoa do chefe dos comissários Wally Dallenbach, barrou sua participação na corrida, alegando "riscos desnecessários" corridos pelo paranaense na corrida de Trois-Rivières, válida pela Indy Lights. Surpreendido com a decisão, Paese havia depositado um terço da quantia que os patrocinadores pagariam para que ele corresse a citada etapa de Mid-Ohio e também a prova de Elkhart Lake. Para seu lugar, a Payton/Coyne escalou o também brasileiro Gualter Salles. Ele chegou a pleitear uma vaga para a temporada de 1999,[1] mas não conseguiu encontrar uma equipe para correr e decidiu interromper a carreira de piloto.

Interrupção da carreira e presença na Stock CarEditar

Após quatro anos parado, Paese voltou a correr em 2003, desta vez na Stock Car Brasil, representando a equipe Salmini Racing durante o campeonato inteiro e terminando-o em 22º lugar.[2] Voltou em 2005, desta vez com a Greco Motorsport, e agora para correr apenas o GP de Jacarepaguá, em 19 de junho. Terminou a prova no 15º lugar entre 37 carros participantes, pilotando o Chevrolet Astra número 47 . No mesmo ano, encerrou a carreira com apenas 29 anos.

Referências

  1. «Paese tenta vaga na Fórmula Indy em 1999». Folha de Londrina. 20 de setembro de 1998 
  2. «Results: Stock Car Brasil - Season 2003». Speedsport Magazine. Consultado em 15 de novembro de 2014