Abrir menu principal

Sétimo Exército (Império Otomano)

Sétimo Exército
7. Ordu
Ataturk20.JPG
Mustafa Kemal e alguns dos seus oficiais em Alepo em 1917 ou 1918
País  Império Otomano
Corporação Grupo de Exércitos Yıldırım
Unidade exército
Período de atividade 1877 — ?

12 agosto de 1917[1]7 de novembro de 1918[2]

História
Guerras/batalhas Campanha do Sinai e Palestina da Primeira Guerra Mundial
Comando
Comandantes
notáveis
Mustafa Kemal
(5 de julho — 9 de outubro de 1917)

Fevzi Çakmak
(9 de outubro de 1917 — agosto de 1918)

Mustafa Kemal
(7 de agosto — 7 de novembro de 1918)

O Sétimo Exército (em turco: 7. Ordu) do Império Otomano foi um dos exércitos do Exército Otomano criado em 1877[3] e dissolvido em 7 de novembro de 1918.[2] Apesar de ser designado exército, em 1918 apenas tinha caraterísticas de corpo de exército.[3] Foi criado para servir na Arábia e no Iémen. Em 1908 esteve envolvido no combate a forças tribais insurgentes no Iémen[4] e a partir de agosto de 1917 serviu na Campanha do Sinai e Palestina da Primeira Guerra Mundial, integrado no Grupo de Exércitos Yıldırım.[5] Durante grande parte desta campanha, o Sétimo Exército integrou uma unidade do Exército Alemão, o Asien-Korps (Corpo da Ásia).[6]

Índice

Ordem de batalha em 1908Editar

Ordem de batalha em agosto de 1917Editar

Nesta data, o exército tinha o quartel-general na Síria, era comandado pelo mirliva Mustafa Kemal e estava estruturado da seguinte forma:[6]

  • Corpo III
    • 24.ª Divisão de Infantaria
    • 50.ª Divisão de Infantaria
  • Corpo XV
    • 19.ª Divisão de Infantaria
    • 20.ª Divisão de Infantaria
    • Asien-Korps (alemão)

No final de 1917, comandado pelo mirliva Fevzi Çakmak, foi ordenado ao Sétimo Exército que avançasse pelo deserto para fazer pressão sobre o flanco terrestre britânico na Palestina. Enquanto o grosso da Força Expedicionária Egípcia comandada pelo general britânico Allenby atacava o Oitavo Exército otomano, a Divisão Montada Australiana foi enviada para suster o avanço do Sétimo Exército. Este último conseguiu forçar os australianos a recuar vários quilómetros, mas os australianos acabaram por lograr manter a sua linha. Depois da vitória britânica na Batalha de Mughar Ridge (13 de novembro), onde o Sétimo Exército não esteve envolvido, Fevzi decidiu retirar as suas forças para defender Jerusalém.[8]

Ordem de batalha em janeiro de 1918Editar

Nesta data, o exército era comandado por Fevzi Çakmak e estava estruturado da seguinte forma:[9]

  • Corpo III
    • 1.ª Divisão de Infantaria
    • 19.ª Divisão de Infantaria
    • 24.ª Divisão de Infantaria
  • Corpo XX
    • 26.ª Divisão de Infantaria
    • 53.ª Divisão de Infantaria
  • 3.ª Divisão de Cavalaria
  • Asien-Korps (alemão)

Ordem de batalha em junho de 1918Editar

Nesta data, o exército era comandado por Fevzi Çakmak e estava estruturado da seguinte forma:[10]

  • Corpo III
    • 1.ª Divisão de Infantaria
    • 24.ª Divisão de Infantaria
    • 3.ª Divisão de Cavalaria
  • Corpo XX
    • 26.ª Divisão de Infantaria
    • 53.ª Divisão de Infantaria
    • 19.ª Divisão de Infantaria
  • Asien-Korps (alemão)

Ordem de batalha em setembro de 1918Editar

Nesta data, o exército era comandado por Mustafa Kemal e estava estruturado da seguinte forma:[11]

  • Corpo III (comandado pelo miralay İsmet Bei)
    • 1.ª Divisão de Infantaria
    • 11.ª Divisão de Infantaria
  • Corpo XX (comandado pelo miralay Ali Fuat Bei)
    • 26.ª Divisão de Infantaria
    • 53.ª Divisão de Infantaria

Ordem de batalha em novembro de 1918Editar

Nesta data, posterior ao Armistício de Mudros que pôs fim às hostilidades no Médio Oriente, o exército estava estruturado da seguinte forma:[12]

  • Corpo III
    • 11.ª Divisão de Infantaria
    • 24.ª Divisão de Infantaria
  • Corpo XX
    • 1.ª Divisão de Infantaria
    • 43.ª Divisão de Infantaria

Notas e referênciasEditar

  1. Nicolle 1994, p. 15
  2. a b Türkmen 2001, p. 30.
  3. a b Erickson 2003, p. 6.
  4. Erickson 2003, p. 19.
  5. Nicolle 1994, p. 15
  6. a b Erickson 2001, p. 170.
  7. Erickson 2003, p. 17.
  8. Duffy, Michael. «Battles - The Battle of Mughar Ridge, 1917» (em inglês). www.firstworldwar.com. Consultado em 5 de maio de 2018 
  9. Erickson 2001, p. 181.
  10. Erickson 2001, p. 188.
  11. Erickson 2001, p. 197.
  12. Erickson 2001, p. 202.

BibliografiaEditar

  • Erickson, Edward J. (2001), Order to Die: A History of the Ottoman Army in the First World War, ISBN 0-313-31516-7 (em inglês), Greenwood Press 
  • Erickson, Edward J. (2003), Defeat in Detail: The Ottoman Army in the Balkans, 1912–1913 (em inglês), Praeger 
  • Nicolle, David; Rafaelle, Ruggeri (ilustrações) (1994), The Ottoman Army 1914-18, ISBN 9781855324121 (em inglês), Ospray Publishing 
  • Türkmen, Zekeriya (2001), Mütareke Döneminde Ordunun Durumu ve Yeniden Yapılanması (1918-1920), ISBN 9751613728 (em turco), Türk Tarih Kurumu Basımevi