Abrir menu principal
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde agosto de 2018).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde março de 2017).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Sandra Peres
Informação geral
Nome completo Sandra Peres Martins
Também conhecido(a) como Sandra Peres
Nascimento 1960 (58 anos)
Local de nascimento
Brasil
Gênero(s) Infantil
MPB
Instrumento(s) vocal, orgão
Outras ocupações instrumentista, violonista, pianista, compositor, cantora
Influência(s) Alice Ruiz, Arnaldo Antunes, Chico Buarque, Gilberto Gil

Sandra Peres Martins (ou apenas Sandra Peres) nasceu na cidade de São Paulo, é uma instrumentista, violonista, pianista, compositor, cantora. Começou a estudar música erudita muito cedo aos 7 anos, e aos 17 já compunha e se apresentava em concertos.

BiografiaEditar

Formada pela Faculdade de Música do Conservatório Dramático e Musical de São Paulo.

Em 1986, em Paris, fez o curso completo de Análise de Composição Contemporânea no IRCAM. De volta ao Brasil, se dedicou por dois anos ao curso de Musicoterapia na Universidade Marcelo Tupinambá.

Não tem filhos. Tem um gato chamado Luiz Melodia, que mora no estúdio. Também tem um cachorro, o Pépi, que a acompanha a todos os lugares. Gosta de assistir na televisão os canais educativos, GNT e programas com bichos, como os do National Geographic. Gosta de ler romances e biografias. Antes de dormir, costuma ler livros de culinária.

De sua infância tem saudades das brincadeiras na rua da vila onde morava, principalmente de brincar de esconde-esconde. Livros são companheiros desde pequena lia muito, adorava os livros de Monteiro Lobato e Ruth Rocha.

Pessoas que inspiram suas músicas são: Alice Ruiz, Arnaldo Antunes, Chico Buarque, Gilberto Gil, entre outros.

Discografia e VideografiaEditar

Nos anos 90, criou com Paulo Tatit o selo Palavra Cantada, que já tem vinte CDs lançados (quatro deles vencedores do Prêmio Sharp de Disco Infantil).

Seus clipes junto com Paulo Tatit tem grande sucesso no Brasil e no Mundo, entre os mais famosos estão os Clipes "Criança Não Trabalha", "Fome Come" e "Rato" feitos para a TV Cultura em 2000