Abrir menu principal
Sarah Paulson
Sarah na San Diego Comic-Con em 2015.
Nome completo Sarah Catharine Paulson
Nascimento 17 de dezembro de 1974 (44 anos)
Tampa, Flórida
 Estados Unidos
Nacionalidade norte-americana
Ocupação Atriz
Cônjuge Holland Taylor (desde 2016)
Emmys
Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme
2016 - The People v. O. J. Simpson: American Crime Story
Globos de Ouro
Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme
2017 - The People v. O. J. Simpson: American Crime Story
Prémios Screen Actors Guild
Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme
2017 - The People v. O. J. Simpson: American Crime Story
Prémios Critics' Choice
Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme
2012 - American Horror Story: Asylum
2014 - American Horror Story: Freak Show
Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme
2016 - The People v. O.J. Simpson: American Crime Story
Outros prêmios
Satellite Award de Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme
2017 - The People v. O.J. Simpson: American Crime Story
Satellite Award de Melhor Atriz Coadjuvante em Televisão
2014 - American Horror Story: Freak Show

Sarah Catharine Paulson (Tampa, 17 de dezembro de 1974) é uma atriz norte-americana, mais conhecida pela participação em diversas séries de televisão, como Studio 60 on the Sunset Strip, pela qual foi indicada para o Globo de Ouro de melhor atriz coadjuvante em série de televisão, American Horror Story e American Crime Story.

Depois de começar sua carreira nos palcos,ela estrelou na série de televisão dos anos 90, American Gothic e Jack & Jill.[1] Paulson apareceu em filmes de comédia como What Women Want e Down with Love e teve papéis dramáticos em filmes como Path to War e The Notorious Bettie Page.[2] Em 2006 Paulson desempenhou o papel de Harriet Hayes na série de comédia Studio 60 on the Sunset Strip,pela qual recebeu sua primeira indicação ao Globo de Ouro.[3]

Mais tarde estrelou o drama independente Martha Marcy May Marlene e recebeu nomeações ao Primetime Emmy Awards e ao Globo de Ouro por sua atuação como Nicolle Wallace na série Game Change.[1]Paulson estrelou como Mary Epps no filme de drama histórico 12 Years a Slave (2013) e como Abby Gerhard no filme de drama Carol (2015). Ambos os filmes receberam aclamação da crítica especializada e foram indicados para múltiplos Oscars.[4][5]

Em 2011 Paulson apareceu como coadjuvante na antologia American Horror Story, interpretando personagens diferentes em cada uma das sete temporadas do show.[6] Por seu trabalho durante toda a série, ela foi nomeada para quatro Prêmios Primetime Emmy e ganhou dois Prêmios Critics' Choice Television Award de Melhor Atriz Coadjuvante em um filme/minissérie.[7]

Em 2016, Paulson retratou a promotora da vida real, Marcia Clark, na primeira temporada da série antológica American Crime Story, subtitulada The People v. OJ Simpson.[8] Por seu trabalho na série ela recebeu inúmeros prêmios,como os três principais da televisão mundial, sendo eles o Emmy, Globo de Ouro e SAG Award de Melhor Atriz em filme ou minissérie. De acordo com a revista Time, ela é uma das 100 pessoas mais influentes do ano de 2017.[9]

BiografiaEditar

Paulson nasceu em 17 de Dezembro de 1974,em Tampa,Flórida.[10] Filha de Catharine Gordon Dolcater e Douglas Lyle Paulson II.[11] Paulson possui ascendência dinamarquesa e inglesa do lado paterno e francesa,galesa, alemã e escocesa do lado materno.[1][12] Ela passou a infância em South Tampa até o divórcio de seus pais quando tinha cinco anos de idade.[13] Após a separação de seus pais, Paulson mudou-se com sua mãe e irmã para Maine, em seguida, para a cidade de Nova York.[14] Sua mãe trabalhava como garçonete, e Paulson morava no Queens e Gramercy Park, antes de se estabelecer em Park Slope, Brooklyn.[15] Ao longo de sua infância, Paulson viveu em tempo com seu pai na Flórida que era executivo de uma empresa de fabricação de portas.[16]

CarreiraEditar

Quando ingressou na American Academy of Dramatic Arts, Sarah mudou-se para Manhattan. Embora ela tenha feito sua estreia na Broadway em The Sisters Rosensweig e performado no off-Broadway Talking Pictures, sua estreia na telinha só aconteceu em 1994 na série Lei & Ordem. Na primavera seguinte, conseguiu seu primeiro papel em um filme no longa Finalmente Amigos.

Mais conhecida por sua performance no drama sobrenatural da CBS American Gothic como o guia espiritual benevolente de seu irmão mais novo, ela era também personagem regular na série Jack & Jill, como Elisa Cronkite, bem como a personagem principal da série Leap of Faith, Fé Wardwell, e como Audrey no filme Metropolis. Ela também fez parte do elenco de Shaughnessy, O Longo Caminho para Casa (como Leanne Bossert) e Path to War, como Luci Baines Johnson. Fez notáveis aparições em O Toque de Um Anjo e em Cracker.

Sarah atuou em filmes com estrelas como Mel Gibson na comédia romântica Do Que as Mulheres Gostam, Diane Keaton no drama Simples Como Amar, Jamie Foxx em Held Up e David Hyde Pierce no romance Abaixo o Amor. Também teve dois papéis principais na comédia Bug e no drama, 'Levitation, onde ela interpreta uma adolescente grávida que procura por sua mãe biológica, com a ajuda de um anjo da guarda.

Ingressou em American Horror Story em 2011, na primeira temporada da série, que foi um sucesso. Voltou em 2012 com a segunda temporada, recebendo várias criticas positivas. Em 2013, Sarah esteve em cartaz com Talley's Folly, em Nova Iorque, interpretando Sally Talley ao lado de Danny Burstein.

1994–2007: ComeçoEditar

 
Paulson no Drama Desk Awards em 2006.

Paulson começou a trabalhar como atriz logo depois do ensino médio. Ela apareceu em um episódio de Law & Order em 1994.[17] No ano seguinte, Paulson apareceu no filme de televisão Hallmark Friends at Last (1995), ao lado de Kathleen Turner, interpretando a versão adulta de Turner.[18] Ela também estrelou o curta de televisão American Gothic(também em 1995), interpretando o fantasma de uma mulher assassinada.[19]

Em 1997, Paulson fez sua estréia no cinema no thriller independente Levitation, interpretando uma mulher que descobre que está grávida depois de um encontro sexual anônimo.[20] Ela também apareceu em uma produção chamada Killer Joe.[21] Ela posteriormente com Elisa ao lado de Juliette Lewis e Diane Keaton no drama The Other Sister.[22] Paulson teve um pequeno papel recorrente na série da HBO, Deadwood (2005-2006), e foi um personagem recorrente em um episódio da série de FX Nip/Tuck.[23] Ela estrelou como o personagem principal na série da NBC Leap of Faith.[24] Ela foi então escalada para a comédia de época Down with Love (2003) em um papel central, retratando a amiga e editora de uma escritora (interpretado por Renee Zellweger).[25] Paulson co-estrelou Studio 60, com Harriet Hayes. Este papel lhe rendeu uma indicação para o Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante - Série, Minissérie ou Filme Televisivo.[26][27]

2008–2015: Reconhecimento Internacional após American Horror StoryEditar

 
Paulson em Toronto em 2011.

Em 2008, a ABC lançou Paulson no piloto Cupid.[28] Foi um remake da série de 1998, estrelado por Jeremy Piven e Paula Marshall.[29] Em fevereiro de 2010 apareceu na famosa série Grey's Anatomy, aparecendo em uma seqüência de flashback em uma temporada de seis episódios.[30] Ela então interpretou Nicolle Wallace no filme da HBO, Game Change (2012), baseado em eventos da campanha presidencial dos EUA em 2008.[31] Por seu desempenho, ela ganhou indicações ao Primetime Emmy e ao Globo de Ouro.[32][33]

Paulson participou de três episódios da série de antologia DE FX American Horror Story, interpretando a médium Billie Dean Howard.[34] Paulson retornou no ano seguinte para a segunda temporada, American Horror Story: Asylum, ela interpretou um novo personagem, Lana Winters, uma escritora.[35] Seu papel na segunda temporada da antologia lhe rendeu aclamação critica,e foi indicada ao Emmy do Primetime e Critics' Choice Television Award.Durante este tempo, ela também desempenhou o papel de apoio de Mary Lee no aclamado filme dramático de 2012 Mud, estrelado por Matthew McConaughey.[36][37]

Ela então estrelou a terceira temporada de American Horror Story, intitulada Coven (2013) como Cordelia Foxx, uma bruxa que dirige uma academia para outras jovens bruxas pelo qual recebeu sua terceira indicação ao Emmy do Primetime.[38] No mesmo ano, ela estrelou como Mary Epps, uma proprietária de escravos abusivo, no drama histórico 12 Years a Slave.[39] O filme foi um sucesso crítico, ganhando vários elogios.[40]

Em 2014, Paulson apareceu na quarta temporada da série American Horror Story , intitulada Freak Show, interpretando os papéis das irmãs gêmeas Bette e Dot Tattler, que são membros de um espetáculo de circo,recebendo seu quarta indicação ao Emmy do Primetime.[41] Ela voltou para a quinta temporada,Hotel, no papel de Hypodermic Sally, o fantasma de uma viciada em drogas preso em um hotel de Hollywood,pelo qual recebeu sua quinta indicação ao Emmy do Primetime..[42] Ela também reprisou o personagem de Billie Dean Howard no último episódio da temporada, fazendo uma aparição de crossover.[43] Durante este tempo, Paulson também assumiu o papel de Abby Gerhard em Carol de Todd Haynes ao lado de Cate Blanchett e Rooney Mara.[44]

2016–presente: Aclamação Critica e PrêmiosEditar

A partir de fevereiro de 2016, Paulson estrelou a primeira temporada da antologias The People v. O. J. Simpson: American Crime Story , retratando a promotora Marcia Clark.[45][46] Ela recebeu muitos elogios por seu desempenho e ganhou vários prêmios, incluindo o Prêmio TCA por Realização Individual em Drama,um Primetime Emmy de Melhor Atriz em Série Limitada ou Filme,SAG Awards de Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme e um Globo de Ouro de Melhor Atriz - Minissérie ou filme de televisão e diversos prêmios críticos.[47] No outono de 2016, ela estrelou sexta temporada de American Horror Story, com o subtítulo Roanoke,Nele, ela foi escalada para os dois papéis, interpretou a atriz britânica Audrey Tindall,e também reprisou seu papel de Lana Winters no último episódio de Roanoke.[48][49]

Depois de Roanoke , Paulson apareceu na sétima temporada da série,Cult, na qual ela interpretou a dona do restaurante Ally Mayfair-Richards,que lhe rendeu sua sétima indicação ao Primetime Emmy.[50] Ela apareceu como Geraldine Page em um episódio da primeira temporada da antologia Feud (2017), que narra a turbulenta relação de trabalho entre as atrizes Bette Davis e Joan Crawford.[51][52] Paulson foi posteriormente escalada como parte do conjunto feminino no filme de assalto Ocean's 8 (2018), co-estrelado por Cate Blanchett, Sandra Bullock, Anne Hathaway , Mindy Kaling,Awkwafina e Rihanna.[53] O filme foi um sucesso comercial, arrecadando quase US $ 300 milhões nas bilheterias mundiais.[54]

Paulson voltou para a oitava temporada de American Horror Story, intitulado Apocalypse, que estreou em 12 de setembro de 2018.[55] Em Apocalypse, Paulson repetiu ambas as personagens de Murder House e Coven como Billie Dean Howard e Cordelia Foxx, respectivamente, e também estrelou como o sádico Miss Wilhemina Venable.[55] Além de aparecer como três personagens, Paulson também dirigiu um dos episódios da temporada, marcando sua estréia na direção.[56] Paulson estrelou como Jessica ao lado de Sandra Bullock no drama de terror Bird Box, que foi lançado no Netflix e seu desempenho foi muito elogiado.[57]

CinemaEditar

Ano Titulo Personagem Notas
1997 Levitation Acey
1999 Held Up Mary
The Other Sister Heather Tate
2000 Do Que as Mulheres Gostam Annie
2002 Bug Eilleen
2003 Abaixo o Amor Vikki Hiller
2005 Serenity Dr. Caron
Swimmers Merrill
2006 Griffin and Phoenix Peri
Diggers Julie Curta-metragem
The Notorious Bettie Page Bunny Yeager
2008 The Spirit Dr. Ellen Dolan
2009 Whose Dog Is It Anyway? Emma
2011 Martha Marcy May Marlene Lucy
Noite de Ano Novo Grace Schwab
2012 Mud Mary Lee
Fairhaven Kate
The Time Being Sarah
Stars in Shorts Mulher
2013 12 Years a Slave Mary Epps SAG Awards de Melhor Elenco em Cinema
2015 Carol Abby Gerhard
The Runner Kate Haber
2016 Blue Jay Amanda
2017 Rebel in the Rye Dorothy Olding
The Post Antoinette "Tony" Pinchot Bradlee
2018 Ocean's 8 Tammy
Bird Box Jessica Hayes
2019 Glass Dr. Ellie Staple
The Goldfinch Xandra
Abominable Dr. Zara (voz)
2020 Run

TelevisãoEditar

Ano Título Personagem Notas
1994 Law & Order Maggie Conner Episódio: "Family Values"
1995 Friends at Last Diana, 21 anos Filme para TV
1995-1998 American Gothic Merlyn Temple 18 episódios
1996 Shaughnessy Filme para TV
1997 Cracker: Mind Over Murder Janice 2 episódios
1998 The Long Way Home Leanne Bossert Filme para TV
Real Life Lucy Episódio: "Unaired Pilot"
1999-2001 Jack & Jill Elisa Cronkite 33 episódios
2000 Metropolis Audrey Filme para TV
2001 Touched by an Angel Zoe Episódio: "Manhunt"
2002 Leap of Faith Faith Wardwell 6 episódios
Path to War Luci Baines Johnson Filme para TV
2004 The D.A. Lisa Patterson 2 episódios
Nip/Tuck Agatha Ripp Episódio: "Agatha Ripp"
2005 Deadwood Senhorita Isringhausen 9 episódios
2006 Studio 60 on the Sunset Strip Harriet Hayes 22 episódios
A Christmas Wedding Emily Filme para TV
2007-2011 Desperate Housewives Lydia Lindquist 2 episódios
2008 Pretty/Handsome Corky Fromme Filme para TV
Puppy Love Emma
2009 Cupid Dr. Claire McCrae 9 episódios
2010 Law & Order: Special Victims Unit Anne Gillette Episódio: "Shadow"
Grey's Anatomy Dra. Ellis Grey Episódio: "The Time Warp"
November Christmas Beth Marks Filme para TV
2011 American Horror Story: Murder House Billie Dean Howard 3 episódios
2012 Game Change Nicolle Wallace Filme para TV
Blue Lavinia 2 episódios
American Horror Story: Asylum Lana Winters 13 episódios
2013 American Horror Story: Coven Cordelia Foxx 13 episódios
2014 American Horror Story: Freak Show Bette/Dot Tattler 13 episódios
2015 American Horror Story: Hotel Sally McKenna / Billie Dean Howard 12 episódios
2016 The People v. O.J. Simpson: American Crime Story Marcia Clark 10 episódios
American Horror Story: Roanoke Shelby Miller / Audrey Tindall / Lana Winters 10 episódios
2017 Feud: Bette and Joan Geraldine Page Episódio: "And the Winner Is... (The Oscars of 1963)"
American Horror Story: Cult Ally Mayfair-Richards / Susan Atkins 11 episódios
2018 American Horror Story: Apocalypse Wilhemina Venable / Cordelia Goode / Billie Dean Howard 10 episódios
2019 Family Guy Ela mesma / Marcia Clark / Mulher fantasiada Episódio: "You Can't Handle the Booth"
2020 Ratched Enfermeira Ratched Protagonista; Futura série de televisão
Mrs. America Alice
Impeachment: American Crime Story Linda Tripp

Prêmios e nomeaçõesEditar

Globos de OuroEditar

Ano Categoria Indicação Notas
2007 Melhor atriz coadjuvante em televisão Studio 60 on the Sunset Strip Indicado
2012 Melhor atriz em televisão Game Change Indicado
2016 Melhor atriz em minissérie ou filme para televisão American Crime Story: The People Vs. O.J Simpsom Venceu

Screen Actors GuildEditar

Ano Categoria Filme Notas
2014 Melhor Elenco[58] Twelve Years a Slave Indicado
2016 Melhor atriz em minissérie ou filme para televisão American Crime Story: The People Vs. O.J Simpsom Venceu

Emmy do PrimetimeEditar

Ano Categoria Indicação Notas
2012 Melhor atriz Coadjuvante em minissérie ou filme Game Change Indicado
2013 American Horror Story: Asylum Indicado
2014 Melhor atriz em mini-série ou tele-filme American Horror Story: Coven Indicado
2015 Melhor atriz Coadjuvante em minissérie ou filme American Horror Story: Freak Show Indicado
2016 Melhor atriz em minissérie ou tele-filme[59][60] American Crime Story Venceu
Melhor atriz Coadjuvante em mini-série ou tele-filme American Horror Story: Hotel Indicado
2018 Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme American Horror Story: Cult Indicada

Satellite AwardsEditar

Ano Categoria Indicação Notas
2007 Melhor atriz coadjuvante Game Change Indicado
2012 American Horror Story: Asylum Indicado
2014 Melhor atriz coadjuvante em mini-série ou tele-filme American Horror Story: Freak Show Venceu
2016 melhor atriz em minissérie ou filme para televisão American Crime Story: The People Vs. O.J Simpsom Venceu

Critics' Choice Television AwardEditar

Ano Categoria Indicação Notas
2007 Melhor atriz coadjuvante em filme ou minissérie Game Change Indicado
2012 Studio 60 on the Sunset Strip Indicado
2013 American Horror Story: Asylum Venceu
2015 American Crime Story: The People Vs. O.J Simpsom" Venceu

Vida pessoalEditar

Sarah nasceu em Tampa, Flórida e foi criada no Brooklyn e em Maine. Passou um tempo em Mains, antes de se mudar para Nova York, com a idade de cinco anos.[61] Ela morou no Queens e Gramercy Park antes de se estabelecer em Park Slope, Brooklyn por muitos anos. Paulson participou da Manhattan 's High School of Performing Arts.[62]

Paulson é assumidamente bissexual. Teve um relacionamento com a atriz Cherry Jones[63][64][65] declarada em 2007 seu amor uma pelo outra, em uma entrevista com Velvetpark no 10º Evento Feminino para o Centro GLBT de Nova York.[66] Elas terminaram em 2009.[67] Em 2016 assumiu um relacionamento sério com a também atriz Holland Taylor[68] com quem permanece até hoje.

Em 2018 revelou que decidiu congelar os óvulos. A atriz tem receio de um dia mais tarde se arrepender de não ter filhos.[69]

Referências

  1. a b c «Sarah Paulson Biography». TV Guide. Consultado em 17 de janeiro de 2014  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "tvg" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  2. Isherwood, Charles (29 de abril de 2010). «A Literary Life Can Turn Lonely When the Cheering Stops». The New York Times. Consultado em 7 de fevereiro de 2014 
  3. Brantley, Ben (23 de março de 2005). «A 'Menagerie' Full of Stars, Silhouettes and Weird Sounds». The New York Times. Consultado em 7 de fevereiro de 2014 
  4. Petski, Denise (23 de agosto de 2016). «Sarah Paulson Will Play Geraldine Page In Ryan Murphy's Feud For FX». Deadline.com. Consultado em 28 de fevereiro de 2017 
  5. Snierson, Dan. «Sarah Paulson joins Ryan Murphy's Feud». Entertainment Weekly. Consultado em 14 de setembro de 2016 
  6. «49 Celebrities Honor 49 Victims of Orlando Tragedy». Human Rights Campaign. Consultado em 30 de junho de 2016 
  7. «Why Tonight's American Horror Story Is a Major First for Women in the Franchise». E! Online. Consultado em 19 de outubro de 2016 
  8. Goldberg, Lesley (9 de dezembro de 2014). «Cuba Gooding Jr., Sarah Paulson to Star in FX's 'American Crime Story: People v. O.J. Simpson'». The Hollywood Reporter. Consultado em 12 de janeiro de 2015 
  9. http://time.com/collection/2016-time-100/
  10. Yant, Monica (3 de janeiro de 1996). «'Gothic' door to stardom opens Series: CONNECTIONS». Tampa Bay Times. Consultado em 13 de janeiro de 2014 
  11. UPI Staff (17 de dezembro de 2017). «Famous birthdays for Dec. 17: Bill Pullman, Sarah Paulson». United Press International. Consultado em 30 de agosto de 2018 
  12. «Full text of "Record of the Hampden-Sydney Alumni Association"». Hampden-Sydney College of Virginia. Consultado em 30 de agosto de 2018 – via Internet Archive 
  13. Persaud, Babita (28 de março de 2002). «A big leap from Tampa». St. Petersburg Times. Consultado em 6 de fevereiro de 2014 
  14. «Swimmers - Cast - Sarah Paulson». Theatre Fire Films. Consultado em 9 de setembro de 2018 
  15. Schulman, Michael (2 de março de 2016). «Sarah Paulson Opens Up About Acting, Marcia Clark and Dating Older Women». The New York Times. Consultado em 9 de setembro de 2018  Predefinição:Closed access
  16. «A Conversation with Actor: Sarah Paulson». Broadway World. 4 de fevereiro de 2013. Consultado em 14 de dezembro de 2013 
  17. McCarthy, John P. (30 de março de 1995). «CBS Sunday Movie: 'Friends at Last'». Variety. Consultado em 12 de setembro de 2018 
  18. Brantley, Ben (19 de outubro de 1998). «THEATER REVIEW; Dysfunctional, to Say the Least». The New York Times. Consultado em 20 de agosto de 2018  Predefinição:Closed access
  19. Klady, Leonard (20 de abril de 1997). «Levitation». Variety. Consultado em 11 de setembro de 2018 
  20. «Sarah Paulson – Movies and Biography». Yahoo! Movies. Consultado em 17 de janeiro de 2014 
  21. Schwarzbaum, Lisa (5 de março de 1999). «The Other Sister». Entertainment Weekly. Consultado em 10 de setembro de 2018 
  22. Feeney, Mary K. (12 de maio de 2000). «'Held Up' Doesn't Add Up». Hartford Courant. Consultado em 29 de julho de 2018 
  23. Bianculli, David (4 de março de 2005). «There's No Deadwood in this Cast». New York Daily News. Consultado em 10 de setembro de 2018 
  24. McCarthy, Todd (10 de dezembro de 2000). «What Women Want». Variety. Consultado em 10 de setembro de 2018 
  25. Phipps, Keith (13 de maio de 2003). «Down With Love». The A.V. Club. Consultado em 12 de setembro de 2018 
  26. MTV Staff (16 de setembro de 2013). «One 'Serenity' Actor is Looking for Another Gig with Joss Whedon». MTV. Consultado em 30 de agosto de 2018 
  27. Dyer, James (setembro de 2007). «Sarah Paulson Full Of The Spirit». Empire. Consultado em 19 de dezembro de 2017 
  28. Bierly, Mandy (31 de março de 2009). «'Cupid' stars Bobby Cannavale and Sarah Paulson take the EW Pop Culture Personality Test». Entertainment Weekly. Consultado em 12 de setembro de 2018 
  29. Kimball, Trevor (19 de maio de 2009). «Cupid canceled». TV Series Finale. Consultado em 8 de setembro de 2018 
  30. Ausiello, Michael (20 de janeiro de 2010). «Exclusive: 'Grey's Anatomy' recasts Richard and Ellis!». Entertainment Weekly. New York City: Meredith Corporation. Consultado em 13 de janeiro de 2014 
  31. Boucher, Ashley (26 de abril de 2018). «'Grey's Anatomy': Elizabeth Moss, Sarah Paulson and 9 More Stars You Forgot Appeared on the Show». San Francisco Chronicle. Consultado em 9 de setembro de 2018 – via SFGate 
  32. Isherwood, Charles (28 de abril de 2010). «A Literary Life Can Turn Lonely When the Cheering Stops». The New York Times. Consultado em 12 de setembro de 2018  Predefinição:Closed access
  33. Lane, Anthony (24 de outubro de 2011). «Family Farm». The New Yorker. Consultado em 9 de setembro de 2018  Predefinição:Closed access
  34. Gennis, Sadie (9 de dezembro de 2015). «American Horror Story's Sarah Paulson Reprising Murder House Role in Hotel Finale». TV Guide. Consultado em 9 de setembro de 2018 
  35. Goldberg, Lesley (11 de junho de 2013). «Emmys: Sarah Paulson on the Tortures of Being on 'American Horror Story'». The Hollywood Reporter. Consultado em 9 de setembro de 2018 
  36. Debruge, Peter (28 de maio de 2012). «Mud». Variety. Consultado em 8 de setembro de 2018 
  37. Markovitz, Adam (7 de março de 2013). «Talley's Folly». Entertainment Weekly. Consultado em 9 de setembro de 2018 
  38. Ayers, Mike (16 de outubro de 2013). «Sarah Paulson: 'American Horror Story' Is Too Scary for Me». Rolling Stone 
  39. Collin, Robbie (3 de junho de 2016). «12 Years A Slave, review: 'This, at last, really is history written with lightning'». The Telegraph. London. Consultado em 9 de setembro de 2018 
  40. Rocchi, James (12 de dezembro de 2013). «Sarah Paulson channels many nasty emotions for '12 Years a Slave'». Los Angeles Times. Consultado em 9 de setembro de 2018 
  41. Birnbaum, Debra (14 de outubro de 2015). «'American Horror Story's' Sarah Paulson on That Fall, Lady Gaga and Sally's True Addiction». Variety. Consultado em 2 de dezembro de 2015 
  42. Archer, Stephanie (25 de julho de 2018). «Sarah Paulson Clarifies Dual Characters in American Horror Story: Apocalypse». Screen Rant. Consultado em 9 de setembro de 2018 
  43. «49 Celebrities Honor 49 Victims of Orlando Tragedy». Human Rights Campaign. Consultado em 30 de junho de 2016 
  44. Truitt, Brian (20 de novembro de 2015). «Review: 'Carol' is an acting masterclass». USA Today. Consultado em 30 de agosto de 2018 
  45. Wilkins, Vanessa (2 de março de 2016). «Taylor and Paulson in relationship since early 2015». abcnews.go.com. Consultado em 10 de setembro de 2018 
  46. Goldberg, Lesley (9 de dezembro de 2014). «Cuba Gooding Jr., Sarah Paulson to Star in FX's 'American Crime Story: People v. O.J. Simpson'». The Hollywood Reporter. Consultado em 12 de janeiro de 2015 
  47. Yee, Lawrence (8 de janeiro de 2017). «Sarah Paulson Wins Golden Globe for Best Actress in a Limited Series or TV Movie for 'The People v. O.J. Simpson'». Variety. Consultado em 9 de setembro de 2018 
  48. Gennis, Sadie (26 de setembro de 2016). «The True Star of American Horror Story: Roanoke Is Sarah Paulson's Hair». TV Guide. Consultado em 9 de setembro de 2018 
  49. Birnbaum, Debra (31 de outubro de 2016). «'American Horror Story' Crossover: 'Asylum's' Lana Winters to Appear on 'Roanoke'». Variety. Consultado em 9 de setembro de 2018 
  50. Hayman, Amanda (24 de julho de 2017). «American Horror Story: Cult Artwork Reveals Season 7 'Love Story'». Screen Rant. Consultado em 1 de agosto de 2017 
  51. Petski, Denise (23 de agosto de 2016). «Sarah Paulson Will Play Geraldine Page In Ryan Murphy's Feud For FX». Deadline.com. Consultado em 28 de fevereiro de 2017 
  52. Snierson, Dan. «Sarah Paulson joins Ryan Murphy's Feud». Entertainment Weekly. Consultado em 14 de setembro de 2016 
  53. Stolworthy, Jacob (6 de junho de 2018). «Ocean's 8: What the critics are saying about all-female reboot». The Independent. Consultado em 6 de junho de 2018 
  54. «Ocean's 8 (2018)». Box Office Mojo. Consultado em 10 de setembro de 2018 
  55. a b Turchiano, Danielle (3 de agosto de 2018). «Sarah Paulson and Evan Peters to Direct 'American Horror Story: Apocalypse'». Variety. Consultado em 12 de setembro de 2018 
  56. Griffith, Carson (27 de abril de 2017). «Sarah Paulson Was Shocked To Find This Buried In The Yard Of Her New House». Architectural Digest. Consultado em 9 de setembro de 2018 
  57. «Best Dressed 2018». Net a Porter 
  58. http://www.eonline.com/news/489638/screen-actors-guild-awards-nominations-2014-biggest-movie-category-snubs
  59. [1] Sarah Paulson - A atriz faz a dobradinha nas nomeações no Emmy 2016
  60. [2] Sarah Paulson - Adoro.cinema.com
  61. http://www.velvetparkmedia.com Velvetpark
  62. http://www.accesshollywood.com/cherry-jones-and-sarah-paulson-call-it-quits-with-happiest-break-up_article_24021
  63. Jones, Paulson Have 'Happiest Break Up'
  64. AfterEllen.com Sarah Paulson Arquivado em 9 de junho de 2005, no Wayback Machine.
  65. Velvetpark web site
  66. http://www.broadway.com/videos/154682/talleys-folly-star-sarah-paulson-on-not-starring-in-annie-not-playing-kristin-chenoweth-and-not-boffing-jessica-lange/
  67. «Cherry Jones & Sarah Paulson Call It Quits With 'Happiest Break-Up'». accesshollywood.com. 9 de setembro de 2009. Consultado em 13 de outubro de 2009 
  68. [3]
  69. «Sarah Paulson congelou os óvulos por receio de se arrepender de não ter filhos» 

Ligações externasEditar