Abrir menu principal

Feud (série de televisão)

Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre uma série televisiva em exibição.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (editado pela última vez em 24 de novembro de 2018)
TV Future Icon.svg
Feud
Feud (PT/BR)
Informação geral
Formato Série
Gênero
Duração 45–58 minutos
Estado Em exibição
Criador(es)
Baseado em Best Actress 
de Jaffe Cohen e Michael Zam
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Produtor(es)
  • Jaffe Cohen
  • Renee Tab
  • Michael Zam
  • Jessica Lange
  • Susan Sarandon
Produtor(es) executivo(s)
Editor(es)
  • Andrew Groves
  • Adam Penn
  • Ken Ramos
Cinematografia Nelson Cragg
Distribuída por 20th Television
Elenco
Empresa(s) de produção
Exibição
Emissora de televisão original FX
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Transmissão original 05 de março de 2017 – presente
N.º de temporadas 1 (2ª confirmada)
N.º de episódios 8 (lista de episódios)

Feud é uma série de televisão americana criada por Ryan Murphy, Jaffe Cohen e Michael Zam, que estreou na FX em 5 de março de 2017. A série é baseada no livro Best Actress de Jeff Cohen e Michael Zam. A primeira temporada, intitulada Bette and Joan, centra-se na batalha de bastidores entre Bette Davis (Susan Sarandon) e Joan Crawford (Jessica Lange) durante a produção do filme What Ever Happened to Baby Jane? de 1962.[1] Em 28 de fevereiro de 2017, o canal FX renovou a série para uma segunda temporada de 10 episódios, intitulado Charles e Diana, que se concentrará no relacionamento de Charles, Príncipe de Gales e Diana, Princesa de Gales.[2]

Índice

ResumoEditar

Bette and JoanEditar

A primeira temporada, intitulada Bette e Joan, centra-se na batalha de bastidores entre Bette Davis (Susan Sarandon) e Joan Crawford (Jessica Lange) durante a produção do filme What Ever Happened to Baby Jane? de 1962.[1]

Charles and DianaEditar

Em 28 de fevereiro de 2017, o canal FX renovou a série para uma segunda temporada de 10 episódios, intitulado Charles e Diana, que se concentrará no relacionamento de Charles, Príncipe de Gales e Diana, Princesa de Gales.[2]

ElencoEditar

Jessica Lange (Joan Crawford) e Susan Sarandon (Bette Davis), são as protagonistas da primeira temporada Bette and Joan.
Participação
Regular Recorrente Convidado(a) — Ausente
Atores Personagens Episódios Temporadas
Bette and Joan
Jessica Lange Joan Crawford 8
Susan Sarandon Bette Davis 8
Judy Davis Hedda Hopper 8
Jackie Hoffman Anna Marie Brinke (Mamacita) 8
Alfred Molina Robert Aldrich 8
Stanley Tucci Jack L. Warner 8
Alison Wright Pauline Jameson 8
Kiernan Shipka B. D. Hyman 3
Dominic Burgess Victor Buono 6
Reed Diamond Peter 2
Catherine Zeta-Jones Olivia de Havilland 6
Kathy Bates Joan Blondell 5
Joel Kelley Dauten Adam 6
Molly Price Harriet Foster Aldrich 3
Ken Lerner Marty 2

Figuras históricasEditar

Feud apresenta vários outros atores, diretores e outras figuras históricas do período, incluindo:

Atores Personagens Episódios Temporadas
Bette and Joan
Toby Huss Frank Sinatra 2
John Rubinstein George Cukor 2
Matthew Glave Joseph Cotten 2
Mark Valley Gary Merrill 1
Jake Robards Patrick O'Neal 1
Taylor Coffman Lee Remick 1
Sarah Paulson Geraldine Page 1
Cash Black Rip Torn 1
Serinda Swan Anne Bancroft 1
Paris Verra Patty Duke 1
Phillip Boyd Maximilian Schell 1
Anthony Crivello David Lean 1
Bryant Boon Gregory Peck 1
John Waters William Castle 1
Earlene Davis Agnes Moorehead 1

EpisódiosEditar

 Ver artigo principal: Lista de episódios de Feud
Temporada Episódios Exibição original
Estreia da temporada Final da temporada
1 8 5 de março de 2017 (2017-03-05) 23 de abril de 2017 (2017-04-23)
2 10[3] TBA TBA

1ª temporada: Bette and Joan (2017)Editar

Bette e Joan, centra-se na batalha de bastidores entre Bette Davis (Susan Sarandon) e Joan Crawford (Jessica Lange) durante a produção do filme What Ever Happened to Baby Jane? de 1962.

ProduçãoEditar

DesenvolvimentoEditar

Um fã de Davis desde a infância, Ryan Murphy entrevistou a atriz poucos meses antes de sua morte em 1989. A entrevista de 20 minutos acordada durou quatro horas, e inspirou sua caracterização de Davis em Feud. Ele disse: "Quando eu perguntaria a ela sobre Joan Crawford ... Ela contaria o quanto ela o odiava, mas então ela diria ..." Ela era uma profissional e eu admirava isso ".[4] Murphy primeiro concebeu Bette e Joan como um filme anos antes da série do canal FX, e abordou Sarandon e Lange nos papéis principais.[5] Sarandon disse: "Parecia que não tinha um contexto, apenas sendo mal-humorado e engraçado, mas o que mais? Ao expandi-lo para oito horas, você poderia ter mais complexidade e tantos outros personagens".

A primeira temporada de Feud estava sendo escrita ao mesmo tempo em que Murphy estava formando sua Half Foundation, que promove uma maior presença de mulheres em posições de produções de filmes e televisão.[6] A temporada caracteriza 15 papéis ativas para mulheres com mais de 40 anos[6] e metade dos episódios foram dirigidos por mulheres, incluindo Helen Hunt.[5] Feud, desenvolvido por Murphy, foi escolhido para série pela FX, em 5 de maio de 2016.[7] A primeira temporada é baseada em um roteiro de longa-metragem chamado Best Actress de Jaffe Cohen e Michael Zam.[8] Bette e Joan é inspirado na disputa da vida real entre Crawford e Davis,[7] e explora questões de sexismo, idade e misoginia em Hollywood.[6] Sarandon disse: "Na nossa história, era um fato que [as pessoas por trás de Baby Jane] incentivava a animosidade [entre Crawford e Davis], em primeiro lugar para controlá-los, em segundo lugar para fazer o que eles pensavam era mais tensão na tela, e isso realmente não mudou muito. "[6] Melanie McFarland, de Salon escreveu, que a série mostra "quão brutal o sistema de Hollywood estava em alguns dos maiores talentos em seu firmamento" e que "corta a raiz de por que colaborar e deliciar-se com a queda do poderoso é eternamente negociável"."[9] A disputa de Crawford-Davis também foi documentada no livro de 1989 de Shaun Considine, Bette and Joan: The Divine Feud. [10]

Escolha de elencoEditar

Jessica Lange e Susan Sarandon foram associadas às estrelas como Joan Crawford e Bette Davis. Alfred Molina, Stanley Tucci, Judy Davis e Dominic Burgess também fizeram parte do elenco, nos papéis de Robert Aldrich, Jack L. Warner, Hedda Hopper e Victor Buono, respectivamente.[7] Em agosto, Catherine Zeta-Jones e Sarah Paulson se juntaram ao elenco interpretando Olivia de Havilland e Geraldine Page, respectivamente.[11][12][13][14] Em setembro de 2016, foi relatado que o produtor executivo da American Horror Story, Tim Minear seria co-roterista da série com Murphy. Jackie Hoffman também se juntou ao elenco como Mamasita, governanta de Crawford.[15] Em novembro de 2016, Molly Price, Kathy Bates e Alison Wright se juntaram ao elenco da série, nos papéis de Harriet Foster, Joan Blondell e Pauline Jamison.[16][17][18] Em janeiro de 2017, foi anunciado Kiernan Shipka no elenco da série como filha de Davis.[19]

Sarandon admitiu inicialmente estar "Oprimida e aterrorizada" sobre a perspectiva de retratar Davis com precisão. Ela disse: "Ela é tão grande e ela realmente era tão grande, então eu tentei não fazer uma caricatura ou algo que uma imitadora faria ... Esse era o meu medo, que ela seria apenas uma espécie de unidimensional".[6] Lange disse que seu desempenho foi informado por sua opinião que a "Infância brutal" de Crawford foi mascarada pelo "Folheado bonito, impenetrável desta estrela de cinema grande, deslumbrante". Lange disse: "Então, ela estava sempre em pé, o que é um tremendo fardo em si mesmo, mas sempre havia essa coisa escondida debaixo de ser esta criança pobre e desamparada, abusada, e abandonada".[6] Ambas Sarandon e Lange pesquisaram seus papéis lendo livros sobre Davis e Crawford, e prestando atenção e escutando desempenhos na TV e gravações.[5][19]

TransmissãoEditar

A primeira temporada de 8 episódios, Bette e Joan, estreou em 5 de março de 2017 no canal FX ,[20] nos Estados Unidos, e no dia 12 de março de 2017, no canal FOX Premium 1, pertencente ao pacote FOX Premium Brasil.

MarketingEditar

Murphy deu várias entrevistas sobre Bette e Joan durante o Winter TCA Press Tour 2017.[21] Os primeiros teaser e trailers do programa foram lançados em 19 de janeiro de 2017, e o segundo no dia seguinte.[22] Na mesma semana, Lange e Sarandon apareceram na capa da Entertainment Weekly como Crawford e Davis.[23]FX lançou outro teaser em 23 de janeiro, dois em 5 de fevereiro, um em 7 de fevereiro, e um em 8 de fevereiro.[24][25][26][27][28] Um curto comercial para o show também foi ao ar durante o Super Bowl LI.[29] Bette e Joan tiveram uma estréia do tapete vermelho no Chinese Theatre em Los Angeles em 1 de março de 2017.[30]

RecepçãoEditar

Análise da críticaEditar

Na revisão agregador Rotten Tomatoes, a temporada tem uma classificação de aprovação de 89%, baseado em 75 avaliações, com uma classificação média de 8.01/10. O consenso crítico do site lê, "Embora indulgente e docemente indulgente, Feud: Bette e Joan fornece compreensão pungente da humanidade, tristeza e dor enquanto alimentando agradavelmente inquisidoras mentes famintas".[31] No Metacritic, a temporada tem uma pontuação de 81 de 100, baseado em 44 críticos, indicando "aclamação universal".[32]

Melanie McFarland, de Salon, chamou a escrita de "Criativamente perversa" e a série "Ultrajantemente fantástica", elogiando Lange e Sarandon por suas performances e "Temperando suas raivas decadentes e espancas vingativas com uma sensação de solidão que sufoca sua leveza em solenidade".[9] Verne Gay do Newsday: escreveu que a série é "Cheia de alegria, humor, brilhante escrita e performances, e um profundo amor inabalável para o que realmente faz Hollywood grande—as mulheres."[33]People chamou a série de "Amargo, penetrante e divertido".[34] Spencer Kornhaber de The Atlantic descreveu os primeiros episódios como "Ágeis e gratificantes", mas sugeriu que "Talvez seis parcelas, em vez de oito, fossem todas essas histórias necessárias".[35] Alan Sepinwall, da Uproxx, escreveu que a série é "Grande e chata, mas também é inteligente e elegante, com o velho cenário de Hollywood enfraquecendo alguns dos impulsos criativos de Murphy".[36]

Nem todos as críticas foram positivas.

Sonia Saraiya de Variety Comparou Bette e Joan desfavoravelmente a The People v. O. J. Simpson: American Crime Story, escrevendo que Feud não é "Tão brilhantemente acanhado e odioso como o What Ever Happened to Baby Jane?, nem contextualizando e profundo como "The People v. O. J. Simpson".[8] David Weigand, do San Francisco Chronicle, deu uma série de críticas à crítica, criticando o roteiro e a performance de Lange, mas elogiando a de Sarandon, escrevendo: "Lange é sempre interessante, mas só ocasionalmente é convincente como Crawford. Sarandon está melhor, tão bom quanto o faz com um roteiro tão ruim."[37] The Guardian também criticou a série por ser "leve", observando: "Em apenas oito episódios, há quase demais para cobrir e às vezes, um pouco mais profundamente em certos momentos." Eles distinguiram a performance de Lange, no entanto, escrevendo: "Lange, em particular, passa apenas uma impressão fácil para algo com muito mais peso. Em uma inversão de fortuna que tornaria Crawford cacarejando em sua sepultura, é provável que ela seja a única para prêmios no final do ano ao invés de sua co-estrela."[38]

ControvérsiaEditar

Em 30 de junho de 2017, um dia antes de seu 101º aniversário, a atriz Olivia de Havilland entrou com uma ação judicial contra a série, pelo uso indevido da sua imagem, invasão de privacidade, enriquecimento ilícito e danos morais.[39] O processo afirma que Feud, seguindo uma linha de pseudo-documentário, leva o público a acreditar que as declarações ditas pela De Havilland interpretada por Catherine Zeta-Jones, na série, são verdadeiras, mas, na vida real, De Havilland não teria declarado quaisquer destas informações:[40] "FX não pediu atorização da Sra. De Havilland para usar seu nome ou identidade; e ela não foi compensada por tal uso. Além disso, a série coloca palavras em sua boca que são imprecisas e contrárias à reputação pautada pela integridade e dignidade que ela construiu em 80 anos de carreira, especialmente se recusando a participar de qualquer fofoca sobre outros atores para gerar atenção a si mesma", afirmaram os advogados de De Havilland, em declaração oficial. Outra contradição que consta na série é a afirmação de que De Havilland é a única dentre os que ali foram retratados a estarem vivos atualmente, quando, na verdade, além de De Havilland também está viva B.D. Hyman (filha de Bette Davis), que na série é interpretada por Kiernan Shipka.[41]

Meses antes, Olivia de Havilland revelou que não havia assistido Feud, declarando ser oposta a qualquer tipo de representação de pessoas falecidas, que não podem refutar determinados incidentes.[42] De Havilland, que completou 101 anos em 1 de julho de 2017, atualmente reside em Paris.[43]

Prêmios e indicaçõesEditar

Bette and JoanEditar

Ano Premiação Categoria Nomeação Resultado
2017 69° Emmy do Primetime[44] Melhor Minissérie ou Telefilme Feud: Bette and Joan Indicado
Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme Jessica Lange Indicado
Susan Sarandon Indicado
Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme Judy Davis Indicado
Jackie Hoffman Indicado
Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme Alfred Molina Indicado
Stanley Tucci Indicado
Melhor Direção em Minissérie, Telefilme, ou Especial Dramático Ryan Murphy (por "And the Winner Is... (The Oscars of 1963)") Indicado
Melhor Roteiro em Minissérie, Telefilme, ou Especial Dramático Jaffe Cohen, Ryan Murphy e Michael Zam (por "Pilot") Indicado
Ryan Murphy (por "And the Winner Is... (The Oscars of 1963)") Indicado
33rd TCA Awards[45] Outstanding Achievement in Movies, Miniseries and Specials Feud Indicado
Individual Achievement in Drama Jessica Lange Indicado
Susan Sarandon Indicado

AudiênciaEditar

O primeiro episódio atraiu 2,26 milhões de espectadores ao vivo no mesmo dia, o site Deadline.com caracterizou como "sólido" e tornou o programa mais assistido da FX naquela semana. Em comparação, a estréia de The People v. O. J. Simpson que atraiu 5,1 milhões de telespectadores em 2016, e a série limitada da FX, Fargo obteve 2,66 milhões em 2014.[46] A estréia ganhou 3,8 milhões de espectadores ao vivo em três dias na Nielsen e 5,17 milhões de telespectadores totalizam quando incluíram duas transmissões de novo, tornando-se uma nova série com mais alta qualidade na FX desde The People vs. OJ Simpson.[47][48]

Referências

  1. a b Andreeva, Nellie (5 de Maio de 2016). «FX Orders Ryan Murphy Series Feud with Jessica Lange, Susan Sarandon». Deadline.com  (em inglês)
  2. a b Patten, Dominic (28 de Fevereiro de 2017). «Feud Gets Season 2 Order Ahead Of FX Series Premiere; Charles & Diana In Spotlight». Deadline.com 
  3. Patten, Dominic (28 de Fevereiro de 2017). «Feud Gets Season 2 Order Ahead Of FX Series Premiere; Charles & Diana In Spotlight». Deadline.com. Consultado em 28 de Fevereiro de 2017 
  4. DeSantis, Rachel (2 de Março de 2017). «How Ryan Murphy's early meeting with Bette Davis inspired Feud». Entertainment Weekly. Consultado em 5 de Março de 2017 
  5. a b c Garber-Paul, Elisabeth (3 de Março de 2017). «Feud: Susan Sarandon, Jessica Lange on Reclaiming Bette and Joan». Rolling Stone. Consultado em 5 de Março de 2017 
  6. a b c d e f Lewis, Hilary (15 de Fevereiro de 2017). «Feud Susan Sarandon, Jessica Lange Reveal How They Channeled Bette Davis, Joan Crawford». The Hollywood Reporter. Consultado em 4 de Março de 2017 
  7. a b c Wagmeister, Elizabeth. «Feud: Ryan Murphy Lands Third FX Anthology With Susan Sarandon, Jessica Lange». Variety. Consultado em 5 de Maio de 2016 
  8. a b Saraiya, Sonia (23 de Fevereiro de 2017). «TV Review: Feud». Variety. Consultado em 5 de Março de 2017  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Variety review" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  9. a b McFarland, Melanie (4 de Março de 2017). «With Feud: Bette and Joan, a Hollywood rivalry for the ages becomes an epic TV experience». Salon. Consultado em 4 de Março de 2017 
  10. Rorke, Robert (26 de Fevereiro de 2017). «Why Bette Davis and Joan Crawford's Feud Lasted a Lifetime». New York Post. Consultado em 3 de Março de 2017 
  11. Pederson, Erik (16 de Agosto de 2016). «Catherine Zeta-Jones To Play Hollywood Legend In Ryan Murphy's Feud At FX». Deadline.com. Consultado em 12 de Janeiro de 2017 
  12. Petski, Denise (23 de Agosto de 2016). «Sarah Paulson Will Play Geraldine Page In Ryan Murphy's Feud For FX». Deadline.com. Consultado em 12 de Janeiro de 2017 
  13. Snierson, Dan. «Sarah Paulson joins Ryan Murphy's Feud». Entertainment Weekly. Consultado em 14 de Setembro de 2016 
  14. Stanhope, Kate (16 de Agosto de 2016). «Catherine Zeta-Jones Joins Ryan Murphy's FX Drama Feud». The Hollywood Reporter. Consultado em 12 de Janeiro de 2017 
  15. Andreeva, Nellie. «Ryan Murphy FX Series Feud Sets Tim Minear As Co-Showrunner, Adds Jackie Hoffman To Cast». Deadline.com. Consultado em 14 de Setembro de 2016 
  16. Petski, Denise (1 de Novembro de 2016). «Molly Price Joins Ryan Murphy's FX Anthology Series Feud». Deadline.com. Consultado em 6 de Janeiro de 2017 
  17. Ausiello, Michael. «Kathy Bates Joins Ryan Murphy's Feud as Bette Davis' BFF Joan Blondell». TVLine. Consultado em 3 de Novembro de 2016 
  18. Petski, Denise (9 de Novembro de 2016). «Alison Wright Joins Ryan Murphy's FX Anthology Series Feud». Deadline.com. Consultado em 12 de Janeiro de 2017 
  19. a b Abrams, Natalie (12 de Janeiro de 2017). «Jessica Lange uses famed Amy Schumer sketch to explain Feud relevance to today». Entertainment Weekly. Consultado em 5 de Março de 2017 
  20. Birnbaum, Debra (12 de Janeiro de 2017). «FX Sets Premiere Dates for Feud, The Americans, Archer». Variety. Consultado em 12 de Janeiro de 2017 
  21. Nilles, Billy (12 de Janeiro de 2017). «Why Feud Will Never Tackle Taylor vs. Katy in the Future». E! Online. Consultado em 9 de Fevereiro de 2017 
  22. Brill, Karen (21 de Janeiro de 2017). «The First Teasers for FX's Feud: Bette and Joan Cut Straight to the Chase With a Dead-Rat Feast». Vulture.com. Consultado em 9 de Fevereiro de 2017 
  23. Cagle, Jess (19 de Janeiro de 2017). «This Week's Cover: Inside Ryan Murphy's Feud: Bette and Joan». Entertainment Weekly. Consultado em 9 de Fevereiro de 2017 
  24. feudfx (Janeiro 23, 2017). «They drove fans wild. They drove each other crazy.» (Tweet). Consultado em Fevereiro 9, 2017 – via Twitter 
  25. feudfx (Fevereiro 5, 2017). «Jessica Lange is Joan Crawford. Susan Sarandon is Bette Davis. Prepare for a FEUD of biblical proportions 3/5 on @FXNetworks.» (Tweet). Consultado em Fevereiro 9, 2017 – via Twitter 
  26. feudfx (Fevereiro 5, 2017). «Their movie made millions. Their hatred made history» (Tweet). Consultado em February 9, 2017 – via Twitter  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  27. feudfx (Fevereiro 7, 2017). «Pucker up.» (Tweet). Consultado em Fevereiro 9, 2017 – via Twitter 
  28. feudfx (Fevereiro 7, 2017). «At each other's throats from the very start. Check out the killer opening titles from Feud: Bette and Joan (Tweet). Consultado em Fevereiro 9, 2017 – via Twitter 
  29. Harnick, Chris (6 de Fevereiro de 2017). «This Is the Super Bowl Commercial All TV Fans Are Talking About». E! Online. Consultado em 9 de Fevereiro de 2017 
  30. Haar, Kara (2 de Março de 2017). «Feud Premiere: Sexism, Ageism Talked About on Red Carpet». The Hollywood Reporter. Consultado em 5 de Março de 2017 
  31. «Feud: Bette and Joan». Rotten Tomatoes. Consultado em 5 de Março de 2017 
  32. «Feud: Season 1». Metacritic. Consultado em 5 de Março de 2017 
  33. Gay, Verne (1 de Março de 2017). «Feud: Bette and Joan makes a powerful case». Newsday. Consultado em 7 de Março de 2017 
  34. Gliatto, Tom (5 de Março de 2017). «REVIEW: FX's Feud: Bette and Joan Is Bitter, Biting and Entertaining». People. Consultado em 7 de Março de 2017 
  35. Kornhaber, Spencer (3 de Março de 2017). «Feud: Bette and Joan Deconstructs a Rivalry for Tragedy, Not Comedy». The Atlantic. Consultado em 7 de Março de 2017 
  36. Sepinwall, Alan (2 de Março de 2017). «Ryan Murphy's Feud: Bette And Joan Is More Than One Long Catfight». Uproxx. Consultado em 8 de Março de 2017 
  37. Weigand, David (2 de Março de 2017). «Feud has a fighting chance, Time is of the essence in 2 other new shows». San Francisco Chronicle. Consultado em 8 de Março de 2017 
  38. «Feud: Bette and Joan review – dueling Hollywood dames make for frothy drama». The Guardian. 3 de março de 2017. Consultado em 24 de junho de 2017 
  39. «Olivia de Havilland sues FX over Feud: Bette and Joan» 
  40. «Dame Olivia de Havilland sues US network FX for 'completely false' portrayal in new series Feud» 
  41. «Why Olivia de Havilland Is Suing FX Over Feud: Bette and Joan» 
  42. «Olivia de Havilland fala sobre Feud: Bette and Joan» 
  43. «Olivia de Havilland processa FX pela forma como foi retratada em Feud» 
  44. «Emmys 2017: Who really deserves the nominations». Entertainment Weekly. 11 de julho de 2017. Consultado em 13 de julho de 2017 
  45. TCA webmaster (19 de junho de 2017). «The Television Critics Association Announces 2017 TCA Award Nominees». Television Critics Association. TCA. tvcritics.org. Consultado em 19 de Junho de 2017 
  46. Andreeva, Nellie (7 de Março de 2017). «FX's Feud Has Respectable Ratings Start». Deadline.com. Consultado em 7 de Março de 2017 
  47. Andreeva, Nellie (10 de Março de 2017). «FX's Feud Has Solid Ratings Start In Live+3». Deadline.com. Consultado em 12 de Março de 2017 
  48. Littleton, Cynthia (10 de Março de 2017). «Feud Grabs FX's Highest Series Debut Ratings Since People V. O.J. Simpson». Variety. Consultado em 12 de Março de 2017 

Ligações externasEditar