Abrir menu principal
Sean Hannity
Sean Hannity em 2016
Conhecido(a) por Conservadorismo,[1] comentários políticos
Nascimento 30 de dezembro de 1961 (57 anos)
Nova Iorque,  Estados Unidos
Cônjuge Jill Rhodes (c. 1993)
Filho(s) 2
Ocupação Apresentador
Radialista
Comentarista
Escritor
Página oficial
hannity.com

Sean Patrick Hannity[2](New York City, 30 de dezembro de 1961) é um apresentador de televisão, radialista, escritor e comentarista conservador norte-americano. Hannity apresenta o programa de rádio The Sean Hannity Show pelas emissoras Cumulus Media Networks e Premiere Radio Networks. Na televisão, ele apresenta o programa Hannity, na Fox News Channel.[3]

Hannity nasceu e cresceu em Nova York. Ele trabalhou como um empreitero, e mais tarde como voluntário num talk show na Universidade de Santa Barbara em 1989. Após sua graduação, ele se juntou a radio WVNN (AM) sediada em Athens, no Alabama, e posteriormente na WGST de Atlanta, na Georgia. Em 1996, ele foi contratado pela Fox News e foi seguido pela contratação de Alan Colmes que juntous inauguraram o programa Hannity & Colmes. Deixando a rádio WGST, ele trabalhou na WABC (AM) em Nova York até 2013, onde ele estava ao ar na emissora em período integral.[4][3][5]

Em setembro de 2013, Hannity assinou um contrato de longo prazo para permanecer na Premiere Networks. No início de 2014, ele assinou contratos para transmitir em várias estações de comunicações Salem, incluindo WDTK Detroit, WIND Chicago, WWRC Washington, D.C. e KSKY Dallas. Desde 2014, ele tem atuado na emissora WOR (AM). Após Colmes ter anunciado a sua saída, em janeiro de 2008, o programa Hannity & Colmes passou a ser denominado de apenas Hannity na Fox News.[3][6][7]

Ao longo de sua carreira, ele esteve envolvido em várias controvérsias. Ele foi criticado por promover teorias conspiratórias em torno do questionamento da naturalidade de Barack Obama, alegações de supostas fraudes eleitorais durante a votação na Eleição Presidencial dos EUA em 2016, entre outras alegações consideradas teorias da conspiração. Outros comentaristas da mídia, incluindo conservadores, o criticaram pelo seu entusiasmado apoio ao então candidato a presidência dos EUA Donald Trump. Hannity também tem defendido a tese do deep state, que é definido como sendo um governo dentro do governo que age paralelamente, de forma oculta e por vezes contra o interesse do governo de fato, isto é, a ideia de existência de uma rede de funcionários do próprio governo que está a trabalhar para inviabilizar a Administração Donald Trump.[3][8][9][10][11][12]

Hannity recebeu vários prêmios e honrarias, entre as principais dois NAB Marconi Radio Awards, em 2003 e 2007; um diploma honorário da Jerry Falwell, o chanceler da Liberty University em 2005; a revista Radio and Records lhe entregou a honraria National Talk Show Host of the Year Award por três anos consecutivos; obteve também um Freedom of Speech Award da Talkers Magazine em 2003. [13][14][15][16][17]

Hannity também publicou três livros, que posteriormente ficaram entre os best sellers da lista da New York Times.[3][18][19][20]

PublicaçõesEditar

  • Hannity, Sean (2002). Let Freedom Ring: Winning the War of Liberty over Liberalism, ReganBooks, ISBN 0-06-051455-8.
  • Hannity, Sean (2004). Deliver Us from Evil: Defeating Terrorism, Despotism, and Liberalism, ReganBooks, ISBN 0-06-058251-0.
  • Hannity, Sean (2010). Conservative Victory: Defeating Obama’s Radical Agenda, Harper Paperbacks, ISBN 0-06-200305-4.

Referências

  1. «Sean Hannity: "I'm not a Republican"». salon.com 
  2. Is Sean Hannity Saying Bye-Bye To New York | Variety Retrieved September 5, 2014.
  3. a b c d e «Sean Hannity Tuned Into America» (PDF). abcradionetworks.com. 2007. Consultado em 19 de setembro de 2017 
  4. «Let Freedom Ring». google.ca 
  5. Hannity's WSB bio
  6. «Hannity signs long-term contract». político.com. 2013 
  7. «Sean Hannity moves to WDTK (AM) 1400 in Detroit». marketwatch.com. 14 de janeiro de 2014 
  8. CRISTIANO LIMA (25 de outubro de 2016). «Hannity offers to pay for Obama to go to Kenya». politico.com 
  9. Jim Rutenberg (22 de agosto de 2016). «Sean Hannity turns adviser in the service of Donald Trump». nytimes.com 
  10. MICHAEL TANENBAUM (22 de agosto de 2016). «Philly election inspector debunks Sean Hannity's 2012 conspiracy theory». phillyvoice.com 
  11. Hunter Schwarz (7 de março de 2017). «What's a 'Deep State' and why is it a new buzzword for the online right?». edition.cnn.com 
  12. Chris Graham (11 de março de 2017). «What is 'deep state' and is a shadowy network of Obama holdovers undermining Donald Trump?». telegraph.co.uk 
  13. «2009 The Talkers 250 featuring the Heavy Hundred». talkers.com 
  14. «Sean Hannity wins 2007 Marconi Award» (PDF). abcradionetworks.com. 2007 
  15. «Hannity to speak at Liberty». liberty.edu. 17 de abril de 2017 
  16. «"Sean Hannity Re-Signs with FOX News Channel"». cnbc.com. 16 de outubro de 2008 [ligação inativa]
  17. «Sean Hannity and Michael Medved Shows Come to News Talk 590 KTIE-AM». Business Wire. 29 de novembro de 2005 
  18. James Poniewozik (5 de novembro de 2002). «10 Questions for Sean Hannity». Time Magazine 
  19. Sean Hannity's ABC Radio Networks biography page
  20. Schuessler, Jennifer (15 de abril de 2010). «NYT Best Sellers: Paperback Nonfiction». NY Times. Consultado em 18 de abril de 2010 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sean Hannity