Seleção Camaronesa de Futebol

A Seleção Camaronesa de Futebol representa Camarões nas competições de futebol da FIFA. Participou das Copas do Mundo da FIFA de: 1982, 1990, 1994, 1998, 2002, 2010, 2014 e 2022.

Camarões
Cameroon 2010crest.png
Alcunhas?  Lions Indomptables (Leões Indomáveis)
Associação Fédération Camerounaise de Football
Confederação CAF (África)
Material desportivo?  Estados Unidos One All Sports
Treinador Camarões Rigobert Song
Capitão Eric Maxim Choupo-Moting
Mais participações Rigobert Song (137)
Melhor marcador?  Samuel Eto'o (56)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Ela é filiada à FIFA, à CAF e à UNIFFAC.

HistóriaEditar

A Seleção Camaronesa é uma das melhores da África, com reconhecimento internacional. Muitos de seus jogadores estão espalhados pelo mundo e encantam os espectadores com sua habilidade e alegria em jogar.

O maior título do futebol camaronês é a medalha de ouro obtida nos Jogos Olímpicos de Verão de 2000. Na Copa do Mundo FIFA, seu melhor resultado foi o 7º lugar em 1990, quando surpreendeu e encantou a todos com seu futebol, principalmente o seu maior craque, Roger Milla, que aos 38 anos de idade, ainda roubava a cena. Já em relação a Campeonato Africano das Nações, eles têm 5 títulos, sendo o último em 2017. No Futebol Feminino, ganhou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Africanos de 2011.

Ainda destacou-se em campeonatos tais como os Jogos Centro-Africanos, a Copa das Nações Afro-Asiáticas, a Copa CEMAC e o Campeonato Africano de Futebol Sub-17.

A seleção ficou apurada para a fase final da Copa do Mundo FIFA de 2014 no Brasil. Mas enquanto os prémios de participação na fase final do Campeonato do Mundo não se tornarem mais atractivos, os jogadores dos Camarões não querem nem ouvir falar na Copa. Esta foi a posição tomada pela comitiva camaronesa que se recusou a embarcar de avião para o Brasil. O governo tinha proposto 50 milhões de francos CFA [cerca de 76 mil euros] de prémio de participação, mas os jogadores querem mais[1]. No 1º jogo de Camarões na Copa do Mundo FIFA, 2014 no Brasil, a seleção camaronesa perdeu para o México de 1 a 0. No 2º jogo realizado em Manaus, na Arena Amazônia, Camarões perdeu para a Croácia de 4 a 0, deixando o Mundial de Futebol[2]. No 3ºjogo perdendo para o anfitrião (Brasil) por 4 a 1 e assim terminando a Copa na 32º colocação (na última colocação geral e sendo a pior seleção da Copa 2014).

Na Copa do Mundo de 2022, na última rodada do Grupo G, The Indomable Lions fizeram história ao serem o primeiro país africano a derrotar o Brasil na Copa do Mundo. Vincent Aboubakar marcou o único gol da partida, posteriormente, tirou a camisa durante a comemoração do gol, resultando em seu segundo cartão amarelo e expulsão. Entretanto, mesmo com a vitória, Camarões não conseguiu avançar para as oitavas de final, pois terminou em terceiro lugar, atrás de Brasil e Suíça, respectivamente.

TítulosEditar

CONTINENTAIS
Competição Vezes Ano
  Campeonato Africano das Nações 5 1984, 1988, 2000, 2002 e 2017

Outras ConquistasEditar

Campanhas de destaqueEditar

Elenco atualEditar

Os seguintes 26 jogadores foram convocados para a Copa do Mundo FIFA de 2022 no Qatar.

Atualizado até 9 de Novembro de 2022

Nome Posição Clube
André Onana Goleiro   Internazionale
Devis Epassy Goleiro   Abha Club
Simon Ngapandouetnbu Goleiro   Olympique de Marseille
Nicolas N'Koulou Zagueiro   Aris Salônica
Jean-Charles Castelletto Zagueiro   Nantes
Christopher Wooh Zagueiro   Rennes
Jérôme Onguéné Zagueiro   Eintracht Frankfurt
Olivier Mbaizo Lateral-direito   Philadelphia Union
Collins Fai Lateral-direito   Al-Tai
Enzo Ebosse Lateral-esquerdo   Udinese
Nouhou Tolo Lateral-esquerdo   Seattle Sounders
Gaël Ondoua Volante   Hannover 96
Samuel Oum Gouet Volante   KV Mechelen
Martin Hongla Volante   Hellas Verona
André-Frank Zambo Anguissa Volante   Napoli
Olivier Ntcham Meio-campo   Swansea City
Pierre Kunde Meio-campo   Olympiacos
Georges-Kevin N'Koudou Ponta   Beşiktaş
Bryan Mbeumo Ponta   Brentford
Karl Toko Ekambi Ponta   Lyon
Moumi Ngamaleu Ponta   Dínamo de Moscou
Christian Bassogog Ponta   Shanghai Shenhua
Vincent Aboubakar Centroavante   Al-Nassr
Jean-Pierre Nsame Centroavante   Young Boys
Souaibou Marou Centroavante   Coton Sport
Eric Maxim Choupo-Moting Centroavante   Bayern de Munique
Rigobert Song Treinador

UniformesEditar

O clássico uniforme camaronês é formado pela camisa verde, complementada por shorts vermelhos e meias amarelas, as três cores, portanto, representam a bandeira do país; este uniforme foi utilizado em todos os 5 campeonatos mundiais disputados pela seleção nacional ainda que com algumas variações: em 1982 , 1998 e 2002 os números da camisa eram amarelos, em 1990 eram brancos e em 1994 eram pretos. A segunda camisa mudou várias vezes entre branco e amarelo. O atual fornecedor esportivo desde o final de 2019 é a marca francesa Le Coq Sportif.

Os uniformes da seleção africana são famosos por sua excentricidade. O patrocinador esportivo Puma apresentou uniformes peculiares para Camarões: durante a Copa da África de 2002, que foi conquistada posteriormente, foi usada uma regata, que mais tarde ficou famosa por sua estranheza. A FIFA então impediu o uso deste tipo de camisa que também seria utilizado para a Copa do Mundo de 2002, mas Camarões como protesto, mudou seu uniforme costurando mangas pretas feitas de malha fina, que mal eram visíveis, mas oficialmente estavam em conformidade com os regulamentos da FIFA.

Durante a Copa das Nações Africanas de 2004, a Puma novamente criou duas outras camisas inovadoras e excêntricas para os camaroneses: uma peça única (calção e camisa) e justa, que adere ao corpo do jogador, além de arranhões nos dois lados da camisa, não desenhados, mas na superfície. No entanto, o uniforme é contrário aos regulamentos da FIFA, segundo as quais as roupas esportivas devem consistir em uma camisa e calção, exigindo que ele fosse retirado nas quartas de final. Os Leões Indomáveis ainda usaram o uniforme nas quartas de final, onde foram eliminados pela Nigéria. Inevitavelmente, a FIFA reagiu: uma penalidade de CHF 200.000,00 somada com a perda de 6 pontos para a qualificação para a Copa do Mundo de 2006. Após protestos da Federação Camaronesa de Futebol e de toda a CAF, a FIFA cancelou a perda de pontos.[3]

Na Copa da África de 2006, as camisetas utilizadas apresentavam um leão verde escuro como pano de fundo; no torneio seguinte, a camisa era simplesmente verde com bordas vermelhas.

Uniforme de 2010Editar

Desde 2009, a Puma criou uma camisa totalmente nova. O tecido está aderente às costas como em 2004, mas as novidades são o novo logotipo e um novo desenho estilizado do leão no coração, mas principalmente entre o ombro direito e o peito, uma grande face do leão é desenhada ao fundo, em outra tipologia diferente da clássica e estilizada no coração. A segunda camisa, por outro lado, é amarela com listras verticais vermelhas muito finas.

2022Editar

  • 1º - Camisa verde, calção vermelho e meias amarelas;
  • 2º - Camisa vermelha, calção e meias verdes;
  • 3º - Camisa branca, calção e meias brancas.
     
 
 
1º Uniforme
     
 
 
2º Uniforme
     
 
 
3º Uniforme

Uniformes dos goleirosEditar

  • Camisa vermelha, calção e meias vermelhas;
  • Camisa roxa, calção e meias roxas.
     
 
 
     
 
 

Uniformes anterioresEditar

  • 2021-22
     
 
 
1º Uniforme
     
 
 
2º Uniforme
  • 2021
     
 
 
1º Uniforme
     
 
 
2º Uniforme
  • 2019
     
 
 
1º Uniforme
     
 
 
2º Uniforme
  • 2018
     
 
 
1º Uniforme
     
 
 
2º Uniforme
     
 
 
3º Uniforme
  • 2016
     
 
 
1º Uniforme
     
 
 
2º Uniforme
  • 2014
     
 
 
Primeiro Uniforme
     
 
 
Segundo Uniforme
     
 
 
Terceiro Uniforme
  • 2012
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
  • 2010
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
     
 
 
Terceiro
  • 2008
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo

Material esportivoEditar

Fornecedor Período
  Le Coq Sportif 1982–1987
  Adidas 1988–1993
  Mitre 1993–1995
  Lotto 1995–1996
  Nike 1996
  Puma 1997–2018
  Le Coq Sportif 2019–presente

Ver tambémEditar


  1. «Jogadores dos Camarões recusam-se a jogar o Mundial2014». Arquivado do original em 10 de junho de 2014 
  2. http://www.g1.globo.com/
  3. «Puma UniQT: Uniforme "macacão" de Camarões 2004 » Mantos do Futebol». Mantos do Futebol. 4 de setembro de 2017. Consultado em 18 de janeiro de 2021