Abrir menu principal
Pirâmide de Senusret II em el-Lahun.

Senusret II (Sesóstris II) foi o quarto faraó da XII dinastia egípcia, tendo governado entre 1882 a.C. e 1872 a.C.

BiografiaEditar

Na Lista Real de Abidos e na Lista Real de Sacara, esse faraó é referido pelo nome de Caqueperre. Manetão não o menciona e seu nome está ilegível no Cânone de Turim. O sexto ano de seu reinado está documentado no relevo de uma parede da tumba de um nomarca, em Beni Haçane.

Diferentemente de seu antecessor, Sesóstris II manteve boas relações com os Nomarcas - os influentes governadores provinciais, cujo poder, nessa época, rivalizava com o do próprio faraó.

Destinou grandes recursos à região do oásis de Faium, fazendo empreender um amplo sistema de irrigação, desde Bar Iúçufe ("Canal de José") até o lago Moeris (Birket Qarun), mediante a construção de um dique em el-Lahun e uma extensa rede de canais, com o propósito de aumentar a superfície de terras cultiváveis naquela região. A importância que conferia a esse projeto pode ser aquilatada por sua decisão de transportar a necrópole real, de Dahshur para el-Lahun, donde ordenou que fosse construída sua pirâmide. A partir de então, Lahun tornou-se a capital política das dinastias XII e XIII do Egito.

Sesóstris II estabeleceu também a primeira cidade-operária conhecida, situada próximo a Kahun, que se tornaria o modelo da cidade de artesãos (Deir Almedina), do Novo Império.

Precedido por
Amenemés II
Faraó
XII Dinastia
Sucedido por
Sesóstris III


  Este artigo sobre um Faraó é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.