Abrir menu principal
Taça do Atlântico
Dados gerais
Edições 3
Local de disputa  Argentina
 Brasil
 Paraguai
Uruguai
Número de equipes 3 (1956)
4 (1960 e 1976)
Sistema Pontos Corridos
editar

A Taça do Atlântico, criada em 1956, teve como organizadores a Argentina, Brasil e Uruguai.

A disputa tinha como objetivo fortalecer a competição entre os países que possuíam o melhor futebol do continente.

Em 1960, na segunda edição, o Paraguai foi incluído.

A Taça do Atlântico foi disputada em apenas três edições: 1956, 1960 e 1976 com o Brasil sagrando-se campeão em todas.

Na última edição, em 1976, eram disputados jogos de ida e volta. Os resultados também valiam para a disputa de outras taças: Copa Roca (disputada com a Argentina), Copa Rio Branco (disputada com o Uruguai) e a Taça Oswaldo Cruz (disputada com o Paraguai). Nesta edição o Brasil venceu todas as partidas, conquistando pela primeira vez o título de forma invicta..[1] Na primeira edição, em 1956, também foi realizado um torneio de clubes com cinco de cada país, onde a final entre Corinthians, do Brasil, e Boca Juniors, da Argentina, acabou por não se realizar.

EdiçõesEditar

Taça do Atlântico
Ano Posição
Campeão Vice - Campeão 3º Colocado 4º Colocado
1956
Detalhes
 
Brasil
 
Argentina
 
Uruguai
1960
Detalhes
 
Brasil
 
Argentina
 
Uruguai
 
Paraguai
1976
Detalhes
 
Brasil
 
Argentina
 
Paraguai
 
Uruguai

DesempenhoEditar

Seleção Título Vice 3º lugar 4º lugar
  Brasil 3 (1956, 1960, 1976)
  Argentina 3 (1956, 1960, 1976)
  Uruguai 2 (1956, 1960) 1 (1976)
  Paraguai 1 (1976) 1 (1960)

ArtilheirosEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. CBF. «Taça do Atlântico». Consultado em 20 de dezembro de 2009 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.