Abrir menu principal

Club Atlético Boca Juniors

Clube de futebol argentino
Disambig grey.svg Nota: Para o clube belizenho, veja Boca Juniors Football Club.
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:

O Club Atlético Boca Juniors, conhecido como Boca Juniors CA, ou simplesmente Boca Juniors, é um clube de futebol argentino da cidade de Buenos Aires.

Boca Juniors
argentino
Nome Club Atlético Boca Juniors
Alcunhas Azul y Oro
La Mitad Más Uno
Torcedor/Adepto Xeneizes
Principal rival River Plate
Fundação 3 de abril de 1905 (114 anos)
Estádio La Bombonera
Capacidade 49 000 pessoas
Localização Buenos Aires, Argentina
Presidente Daniel Angelici
Treinador Gustavo Alfaro
Patrocinador Qatar Airways
Huawei
Material (d)esportivo Nike
Competição Campeonato Argentino
Copa Argentina
Copa Libertadores da América
Copa Sul-Americana
Website www.bocajuniors.com.ar
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Seu nome provém do bairro de La Boca, e é um dos clubes com o maior número de conquistas relevantes, com destaque para seus 6 títulos da Copa Libertadores da América e para os seus 3 títulos mundiais, sendo ainda um dos clubes com mais conquistas internacionais, 18, ao lado do Milan e Independiente, atrás somente do Al-Ahly com 20 títulos e do Real Madrid com 26 títulos.

O Boca tem uma tradicionalíssima rivalidade com o Club Atlético River Plate, e os jogos entre as equipes, além de serem muito disputados, atraem a atenção de muitos fãs do futebol na Argentina e no resto do mundo. O clássico é conhecido como Boca x River ou "El Superclásico". Além de River, o Boca também rivaliza com Club Atlético Independiente, Racing Club de Avellaneda, Club Atlético San Lorenzo de Almagro juntos, esses clubes são considerados os cinco grandes do futebol argentino.

Suas cores provêm de um acordo entre os fundadores da equipe, que na indecisão de quais cores escolher para seu novo time, combinaram que elas seriam as mesmas da bandeira do primeiro navio que atracasse no porto de Buenos Aires. Esse acabou sendo um navio sueco, razão esta pela qual as cores do Boca Juniors são azul e amarela.

HistóriaEditar

 Ver artigo principal: História do Boca Juniors

A História do Boca Juniors[1] decorre do ano de 1905, quando o time foi fundado em Buenos Aires (Argentina), até a atualidade. O futebol foi desde o começo a essência do clube, mesmo depois que o crescimento da instituição promoveu o desenvolvimento de outras atividades, aquela permaneceu até hoje como a disciplina esportiva sobre a qual se sustenta a entidade e a que lhe valeu seu reconhecimento a nível nacional e internacional.

 
Partida entre o Boca e o Arsenal Sarandí em 2010

A História do Boca Juniors divide-se em dois períodos, a época amadora até 1930, e a profissional. A nível internacional conquistou 18 torneios oficiais (11 deles a partir de 1999), incluindo três vezes a máxima concorrência mundial de clubes, o que o localiza como a terceira equipe, ao lado do Independiente e do Milan, com a maior quantidade de torneios internacionais ganhos.

TítulosEditar

MUNDIAIS
Competição Títulos Temporadas
  Copa Intercontinental 3 1977 , 2000  e 2003 
CONTINENTAIS
Competição Títulos Temporadas
  Copa Libertadores da América 6 1977, 1978 , 2000, 2001, 2003 e 2007
  Copa Sul-Americana 2 2004 e 2005
  Supercopa Sul-Americana 1 1989 
  Recopa Sul-Americana 4 1990 , 2005, 2006  e 2008 
  Copa Master da Supercopa 1 1992 
  Copa de Ouro Nicolás Leoz 1 1993 
AUF   x   AFA
Competição Títulos Temporadas
  Copa Confraternidad 2 1945 e 1946
  Copa de Competência 1 1919
  Copa de Honor 1 1920
NACIONAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Argentino 33 6 - Era Amadora (1919, 1920, 1923, 1924, 1926 e 1930)
10 (1931, 1934, 1935, 1940, 1943, 1944, 1954, 1962, 1964 e 1965)
3 - Nacional (1969, 1970 e 1976)
2 - Metropolitano (1976 e 1981)
7 - Apertura (1992, 1998, 2000, 2003, 2005, 2008 e 2011)
2 - Clausura (1999 e 2006)
3 - Primera Division (2015, 2016–17 e 2017–18)
  Copa da Argentina 15 3 - Copa Argentina (1969, 2011/12 e 2014/15)
1 - Copa de Honor (1925)
2 - Copa de Competencia (1919 e 1925)
5 - Copa Dr. Carlos Ibarguren (1919, 1923, 1924, 1940 e 1944)
1 - Copa Estímulo (1926)
1 - Copa de Competencia Británica (1946)
2 - Copa Bullrich (1918 e 1934)
  Supercopa Argentina 1 2018

  Campeão invicto

ElencoEditar

Elenco atual

Legenda
  •  : Capitão
  •  : Jogador lesionado


Goleiros
N.º Jogador
1   Esteban Andrada
12   Marcos Díaz
25   Javier Bustillos
28   Manuel Roffo
Defensores
N.º Jogador Pos.
2   Paolo Goltz Z
6   Junior Alonso Z
20   Lisandro López Z
24   Carlos Izquierdoz Z
4   Julio Buffarini LD
13   Kevin Mac Allister LD
42   Marcelo Weigandt LD
3   Emmanuel Mas LE
23   Iván Marcone LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
5   Ezequiel Almendra V
14   Nicolás Capaldo V
15   Nahitan Nández V
16   Daniele De Rossi V
40   Julián Chicco V
8   Alexis Mac Allister M
11   Mauro Zárate M
18   Frank Fabra M
21   Jorman Campuzano M
30   Emanuel Reynoso M
Atacantes
N.º Jogador
9   Ramón Ábila
10   Carlos Tévez
11   Eduardo Salvio
17   Jan Hurtado
22   Sebastián Villa
34   Agustín Obando
Comissão técnica
Nome Pos.
  Gustavo Alfaro T

Jogadores históricosEditar

 
Martín Palermo, um dos grandes ídolos da história recente do Boca Juniors, em partida contra o Barcelona, em 2008
 
Juan Román Riquelme, um dos ídolos máximos do Boca Juniors
 
Antonio Rattín, um dos ídolos históricos do Boca Juniors

Além da exponencial figura de Juan Román Riquelme, pode-se mencionar, da história recente da equipe azul e ouro, Martín Palermo, Federico Insúa, Rodrigo Palacio, Jesús Dátolo, Cata Díaz, Fernando Gago, Guillermo Barros Schelotto, Nicolás Burdisso, Carlos Tevez, Ezequiel González e "Pato" Abbondanzieri, muitos destes que rumaram para o futebol europeu. De outras épocas, destacam-se Gabriel Batistuta, Óscar Córdoba, Roberto Cherro, Francisco Varallo, Claudio Caniggia, Rattin, Hugo Gatti, Blas Giunta, Silvio Marzolini, Alfredo Rojas, Navarro Montoya, e acima de todos, a mitológica figura de Diego Armando Maradona, maior ídolo do futebol argentino e um dos grandes nomes da história do futebol mundial, entre outros históricos jogadores. Neste hall da fama, há também jogadores brasileiros, como Domingos da Guia, Leon Pavani, Heleno de Freitas, Dino Sani, Almir Pernambuquinho e o principal, maior artilheiro contra o River Plate, Paulo Valentím.

Jogadores notáveis [2]Editar

UniformesEditar

Uniformes dos jogadoresEditar

  • 1º Uniforme : Camisa azul com faixa amarela, calção azul e meias amarelas;
  • 2º Uniforme : Camisa amarela com faixa azul, calção amarelo e meias azuis.
     
 
 
1
     
 
 
2

Uniformes dos goleirosEditar

  • Camisa preta, calção e meias pretas
  • Camisa branca, calção e meias brancas
  • Camisa amarela, calção e meias amarelas
     
 
 
'
     
 
 
'
     
 
 
'

Uniformes de treinoEditar

  • Camisa azul, calção e meias azuis
  • Camisa amarela, calção azul e meias brancas
     
 
 
1
     
 
 
2

Uniformes anterioresEditar

  • 2018-19
     
 
 
1
     
 
 
2
     
 
 
3
  • 2017-18
     
 
 
1
     
 
 
2
     
 
 
3
  • 2016-17
     
 
 
1
     
 
 
2
     
 
 
3
  • 2016
     
 
 
1
     
 
 
2
     
 
 
3
  • 2015-16
     
 
 
1
     
 
 
2
     
 
 
3
  • 2014-15
     
 
 
1
     
 
 
2
     
 
 
3
  • 2013-14
     
 
 
1
     
 
 
2
     
 
 
3
  • 2012-13
     
 
 
1
     
 
 
2
     
 
 
3
  • 2011-12
     
 
 
1
     
 
 
2
     
 
 
3
  • 2010-11
     
 
 
1
     
 
 
2

Sedes e estádiosEditar

La BomboneraEditar

 Ver artigo principal: La Bombonera
 
Bandeira do Boca Juniors

La Bombonera, ou oficialmente Estádio Alberto J. Armando, é um estádio com capacidade para 49 000 pessoas, localizado no bairro de La Boca, em Buenos Aires, Argentina. Tem como proprietário e mandante a equipe do Boca Juniors. O campo segue as medidas mínimas permitidas pela FIFA (105m x 68m). O nome oficial homenageia o ex-presidente Alberto Jacinto Armando, foi inaugurado com vitória dos donos da casa por 2x1 em um amistoso contra o San Lorenzo.

 
Torcida Barra Brava "La 12" do Boca Juniors

Estrutura socialEditar

O Boca tem o quinto maior numero de sócios da América com 102 000 pessoas cadastradas, somente atrás de River Plate, Corinthians, Palmeiras e Internacional. Com esse número o Boca é o décimo segundo time com mais torcedores no mundo.

BasquetebolEditar

Elenco 2013/2014Editar

Club Atlético Boca Juniors (Basquete)
Jogadores Comissão Técnica
Pos. # País Nome Altura Nascimento Último Clube
PF 0   Facundo Vallejos (J) 2 01 m 20/02/1995   (Base)
PF 1   Gary Flowers 2 03 m 22/04/1986   Ironi Nes Ziona
PG 3   Lucas Faggiano 1 91 m 21/03/1989   Club Estudiantes de Bahía Blanca
PF 4   Alejandro Diez 2 01 m 21/02/1987   Club Atlético Peñarol
SF 7   Lucas Gargallo (J) 1 96 m 20/02/1995   (Base)
PG 10   Luis Cequeira 1 80 m 04/02/1985   Centro Juventud Sionista
F 11   Rodrigo Funes (J) 1 91 m 26/03/1995   (Base)
C 12   Marcos D'Elia 2 08 m 08/04/1992   (Base)
PF 15   Federico Aguerre 2 03 m 27/10/1988   Club Estudiantes de Bahía Blanca
SG 16   Selem Safar 1 91 m 18/12/1987   Club Atlético Peñarol
G 20   Patricio Prato 1 96 m 24/11/1979   Club Atlético Lanús
C 23   Robert Battle 2 06 m 05/05/1981   Marinos
Técnico
Auxiliar Técnico
Outros Membros



Legenda
  • (C) Capitão
  • (S) Suspenso
  • (J) Juvenil
  •   Contundido

Elenco
• Última atualização: 28/02/2014

 
Equipe do Boca na década de 1960

TítulosEditar

  Basquete

ContinentaisEditar

NacionaisEditar

  • Liga Nacional: 3 vezes — 1996-97, 2003-04 e 2006-07.
  • Copa Argentina: 5 vezes — 2002, 2003, 2004, 2005 e 2006.

Referências

  1. Também História do Clube Atlético Boca Juniors, ou História do Boca Juniors. A ausência do artigo é um particularismo do espanhol falado na região de Rio de Prata Diário Clarín, 25 de março de 2007, Qüestões de gênero ao longo e largo de Hispanoamérica
  2. «10 Idolos de Boca» (em espanhol). 2011 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre o Club Atlético Boca Juniors