Abrir menu principal

Terminal Rodoviário de Coronel Fabriciano

Terminal Rodoviário de Coronel Fabriciano
Área de embarque e desembarque do terminal
Uso atual Terminal rodoviário
Administração Prefeitura
Linhas Saídas para várias cidades de Minas Gerais e do país
Movimento em 2007 150 000 passageiros[1]
Serviços Terminal rodoviárioTáxiRestauranteEstacionamentoAcesso à deficiente físico
Informações históricas
Inauguração setembro de 1988 (30 anos)
Projeto arquitetônico Flávio Almada
Localização
Localização Rua Pedro Nolasco, nº 400, Centro de Coronel Fabriciano, Minas Gerais

O Terminal Rodoviário de Coronel Fabriciano, também conhecido como Rodoviária Nova, é uma estação rodoviária que funciona como terminal de passageiros no município brasileiro de Coronel Fabriciano, no interior do estado de Minas Gerais. É o maior de toda a Região Metropolitana do Vale do Aço, com fluxo médio anual de cerca de 150 mil passageiros.[1]

Conta com área de cerca de 3 230 m² e seu complexo abrange um restaurante, duas lanchonetes, um guarda-volumes, uma banca de revistas, guichês e seis estabelecimentos alugáveis.[2]

Índice

HistóriaEditar

 
Interior do Terminal Rodoviário de Coronel Fabriciano.

A área onde está situado o terminal rodoviário fora ocupada originalmente pela Estação do Calado, construída em 1924 e desativada em 1979, após o traçado da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) ser transferido para fora da cidade em função do adensamento urbano do Centro de Fabriciano.[3] A antiga estação ferroviária foi demolida em março de 1982, cedendo espaço para a construção da rodoviária.[1]

O antigo terminal rodoviário da cidade estava localizado na Avenida Governador José de Magalhães Pinto e foi construído na década de 50, em uma área doada pelo empresário e comerciante Alberto Giovannini. Após a construção da nova rodoviária, a antiga foi desativada e passou a ser utilizada como um conjunto de lojas e apartamentos de classe baixa conhecido atualmente como "Rodoviária Velha".[4] A Rua Pedro Nolasco, no entanto, já representava a principal parada dos ônibus do transporte coletivo urbano e interurbano devido ao movimento comercial e à presença da antiga estação ferroviária.[5]

O projeto do atual Terminal Rodoviário de Coronel Fabriciano é de autoria do arquiteto Flávio Almada e data de 1984, em uma área de 3 230 m².[6] O terminal veio a ser inaugurado pelo então governador Newton Cardoso e prefeito Paulo Almir Antunes em setembro de 1988, em substituição ao antigo, sendo ainda conhecido como "Rodoviária Nova".[1] Ao lado da atual rodoviária funcionava o terminal urbano do município e seu terminal de integração, que foi construído para a baldeação de linhas, onde era possível pegar dois ônibus das empresas de transporte público municipal pagando apenas uma passagem. Em junho de 2008, no entanto, ambos foram transferidos para outro lugar no Centro de Fabriciano.[7] Nesse local foi construída a Praça da Estação, inaugurada em outubro do mesmo ano.[1]

Entrada principal do terminal, pela Rua Pedro Nolasco.
Vista do terminal a partir da entrada de ônibus, na Avenida Rubem Siqueira Maia.
Interior do Terminal Rodoviário de Coronel Fabriciano
Interior da "Rodoviária Velha", antigo terminal rodoviário da cidade, no bairro Giovannini.

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d e Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Sedetur) (28 de julho de 2009). «Inventário turístico 2009». Prefeitura. Consultado em 24 de outubro de 2014. 
  2. Jornal Vale do Aço (20 de julho de 2007). «Rodoviária de Coronel Fabriciano será privatizada». Consultado em 24 de outubro de 2014.. Cópia arquivada em 24 de outubro de 2014 
  3. Estações Ferroviárias do Brasil (11 de julho de 2009). «Coronel Fabriciano (antiga Calado)». Consultado em 24 de outubro de 2014.. Cópia arquivada em 24 de outubro de 2014 
  4. Jornal Nosso Vale (8 de agosto de 2011). «Prazer em conhecer... Giovannini». Consultado em 9 de setembro de 2013.. Cópia arquivada em 9 de setembro de 2013 
  5. Revista Caminhos Gerais, nº 35, pag. 34.
  6. Flávio Almada (20 de dezembro de 2011). «Institucionais». Consultado em 16 de outubro de 2017.. Cópia arquivada em 16 de outubro de 2017 
  7. Jornal Vale do Aço (28 de maio de 2008). «Fabriciano inaugura novo terminal de integração». Consultado em 9 de setembro de 2013.. Cópia arquivada em 9 de setembro de 2013 

Ligações externasEditar