Thomas Aquino Manyo Maeda

Thomas Aquino Manyo Maeda
Cardeal da Igreja Católica
Arcebispo de Osaka
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Osaka
Nomeação 20 de agosto de 2014
Predecessor Dom Leo Jun Ikenaga, S.J.
Mandato 2014 - atualidade
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 19 de março de 1975
Nomeação episcopal 13 de junho de 2011
Ordenação episcopal 23 de setembro de 2011
Catedral de Hiroshima
por Dom Joseph Atsumi Misue
Lema episcopal MISERICORDIA
Nomeado arcebispo 20 de agosto de 2014
Cardinalato
Criação 28 de junho de 2018
por Papa Francisco
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santa Pudenciana
Brasão
Coat of arms of Thomas Aquinas Manyo.svg
Dados pessoais
Nascimento Tsuwasaki, Japão
3 de março de 1949 (71 anos)
Nacionalidade japono
Funções exercidas - Bispo de Hiroshima (2011-2014)
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo


Thomas Aquino Manyo Maeda (Tsuwasaki, 3 de março de 1949) é um prelado japonês da Igreja Católica. Ele é arcebispo de Osaka desde 2014. Ele foi bispo de Hiroshima de 2011 a 2014. Em maio de 2018, o papa Francisco anunciou que faria dele cardeal em 29 de junho.

BiografiaEditar

Thomas Aquino Manyo Maeda nasceu em Tsuwasaki, Kami-Goto, na prefeitura de Nagasaki, em 3 de março de 1949. Ele estudou no Liceo Nanzan de Nagasaki e entrou no Seminário Maior Saint Sulpice em Fukuoka. Ele foi ordenado em 19 de março de 1975.[1]

Foi Secretário Geral da Conferência dos Bispos Católicos do Japão de 2006 a 2011.[1]

Em 13 de junho de 2011, o Papa Bento XVI nomeou-o Bispo de Hiroshima[2] e foi consagrado bispo em 23 de setembro de 2011. Ele participou do movimento pela paz em Hiroshima e fez campanha pela beatificação dos chamados "cristãos escondidos", 3.400 cristãos de Nagasaki - mais de 600 morreram - exilados em locais espalhados por todo o Japão em meados do século XIX pelo governo japonês.[3]

Em 20 de agosto de 2014, o Papa Bento XVI nomeou-o arcebispo de Osaka.[4]

Desde 2016, ele é vice-presidente da Conferência Episcopal Japonesa.[1]

Ele escreve haikais e os incorpora em seus sermões.[1]

Em 20 de maio de 2018, o papa Francisco anunciou que faria um cardeal a Manyo em 29 de junho.[5]

Referências

  1. a b c d «Annuncio di Concistoro il 29 giugno per la creazione di nuovi Cardinali, 20.05.2018» (Nota de imprensa) (em italiano). Holy See Press Office. 20 de maio de 2018. Consultado em 20 de maio de 2018 
  2. «Rinunce e Nomine, 13.06.2011» (Nota de imprensa) (em italiano). Holy See Press Office. 13 de junho de 2011. Consultado em 21 de maio de 2018 
  3. «Japanese archbishop 'shocked' by being named cardinal». La Croix. UCANews. 21 de maio de 2018. Consultado em 21 de maio de 2018 
  4. «Rinunce e Nomine, 20.08.2014» (Nota de imprensa) (em italiano). Holy See Press Office. 20 de agosto de 2014. Consultado em 21 de maio de 2018 
  5. Tornielli, Andrea (20 de maio de 2018). «Concistoro a giugno, ecco i nuovi cardinali di Francesco». La Stampa (em italiano). Consultado em 20 de maio de 2018 

Link WebEditar