Abrir menu principal

Santa Pudenciana (título cardinalício)


Santa Pudenciana
Coat of arms of Franciscus.svg        Brasão de Thomas Aquino Manyo Maeda
Título presbiterial
Santa Pudenciana
Basílica de Santa Pudenziana
Titular: Thomas Aquino Manyo Maeda
criado: cerca de 112
Criado pelo Papa Evaristo
Dados do Anuário Pontifício

Santa Pudenciana (em latim, S. Pudentianae) é um título cardinalício instituído em torno de 112, um dos mais antigos documentados, pelo Papa Evaristo, em substituição ao de San Pudente, que seria o lugar onde tinha vivido São Pedro, em torno de 42. Foi anexado um oratório a uma igreja e deu a seu amigo, Pastore, daí o outro nome, San Pastore, pelo qual o título é conhecido.

No século IV, o Papa Sirício mandou reconstruir a igreja de Santa Pudenziana. O título Pudentiana aparece pela primeira vez numa inscrição de 384 e, em seguida, reaparece no sínodo romano de 585 mas com o nome de Pudentis. Nas biografias do Papa Adriano I e Papa Leão III contidos no Liber Pontificalis, o título vem referenciado como Prudentiis et Pudentianae. Uma lista que remonta a 1492 chama da mesma maneira, mas, desde o século XVI, o título sempre foi conhecido como Santa Pudenciana.

Titulares protetoresEditar

Ligações externasEditar