Total Eclipse

filme de 1995 dirigido por Agnieszka Holland
Disambig grey.svg Nota: "Eclipse Total (1995)" redireciona para este artigo. Para o filme com Kathy Bates e Jennifer Jason Leigh, veja Eclipse Total.

Total Eclipse (bra: Eclipse de uma Paixão[2]; prt: Eclipse Total[3]) é um filme ítalo-franco-belgo-britânico de 1995, do gênero drama romântico-biográfico, dirigido por Agnieszka Holland, com roteiro de Christopher Hampton.

Total Eclipse
No Brasil Eclipse de uma Paixão
Em Portugal Eclipse Total
 Reino Unido ·  Itália ·
 França ·  Bélgica
1995 •  cor •  111 min 
Direção Agnieszka Holland
Roteiro Christopher Hampton
Elenco Leonardo DiCaprio
David Thewlis
Romane Bohringer
Género drama romântico-biográfico
Lançamento Estados Unidos 3 de novembro de 1995
Brasil 14 de novembro de 1997[1]
Idioma inglês

SinopseEditar

Com base em cartas e poemas, apresenta a história de um relacionamento entre dois poetas do século XIX (França), Paul Verlaine (David Thewlis) e Arthur Rimbaud (Leonardo DiCaprio).

Isabelle Rimbaud, irmã de Arthur Rimbaud, pede os manuscritos que restam dos poemas de Rimbaud a Paul Verlaine para que sejam queimados. Verlaine recorda a relação selvagem que manteve com Rimbaud e que teve inicio quando este era ainda adolescente que lhe enviou a suas poesia em 1871. Verlaine, fascinado, impulsivamente convida-o para a sua casa rica de seu sogro, em Paris, onde vive com sua jovem, mulher grávida. Rimbaud não mostra o mínimo do que ra considerado "boas maneiras". Verlaine é seduzido pelo jovem Rimbaud de 16 anos, pelo seu físico, pela sua originalidade e pela sua mente criativa. O estado de casado, heterossexual e de vida fácil da classe média estavam a sufocar Verlaine, que encontra em Rimbaud a rebelião e a libertação, que não o livrarão da sua auto-indulgência e do masoquismo. Inicia-se um violento relacionamento entre os dois poetas. Em Bruxelas, Verlaine, bêbado, atira e fere Rimbaud, e é condenado à prisão por sodomia e tentativa de assassinato. Na prisão, Verlaine converte-se ao cristianismo depois de ser ridicularizado pela sua antiga mulher. Após a libertação ele encontra Rimbaud na Alemanha e em vão procura reavivar a relação. Mas renegando a literatura, Rimbaud viaja pelo mundo sozinho, acabando por ficar em Abissínia (antiga Etiópia), onde arranja uma amante. Um ferimento e consequente tumor no joelho direito obriga-o a voltar a França onde a sua perna será amputada. No entanto, as metastases do cancro espalham-se pelo corpo e ele acaba por morrer aos 37 anos. A irmã de Rimbaud afirma que seu irmão aceitou confessar-se a um padre antes de morrer onde mostrou arrependimento pela sua literatura "imoral" e, por isso, exige a destruição dos manuscritos em poder de Varlaine. Verlaine finge concordar e enviar em seguida as poesias e, bebendo absinto no qual se tornou viciado, tem uma visão de Rimbaud declarando seu amor eterno por ele.

ElencoEditar

Referências

  1. «'Eclipse de uma Paixão' chega aos cinemas». Folha Online. 13 de novembro de 1997. Consultado em 17 de março de 2018 
  2. «Eclipse de uma Paixão». Brasil: CinePlayers. Consultado em 13 de julho de 2019 
  3. «Eclipse Total». Portugal: SapoMag. Consultado em 13 de julho de 2019 

Ligações externasEditar