Abrir menu principal

Tyler, the Creator

rapper, produtor musical e produtor de videoclipes norte-americano
(Redirecionado de Tyler, The Creator)
Tyler, the Creator
Okonma em setembro de 2012
Informação geral
Nome completo Tyler Gregory Okonma
Também conhecido(a) como
  • Ace the Creator
  • Gap Tooth T
  • DJ Stank Daddy[1]
  • Tyler Haley
  • Wolf Haley
Nascimento 6 de março de 1991 (28 anos)
Origem Ladera Heights, Los Angeles, California
Nacionalidade norte-americano
Gênero(s)
Instrumento(s)
Período em atividade 2007–presente
Outras ocupações
  • Produtor
  • diretor
  • roteirista
  • ator
  • modelo
  • estilista
Gravadora(s)
Afiliação(ões)
Página oficial oddfuture.com

golfwang.com

Assinatura
Tyler, the Creator's signature.png

Tyler Gregory Okonma (Los Angeles, 6 de março de 1991), mais conhecido pelo seu nome artístico Tyler, the Creator, é um rapper, produtor musical, produtor de videoclipes e designer norte-americano.[2][3][4][5] Nascido em Ladera Heights, ele ganhou destaque como o líder e co-fundador do hip hop alternativo coletivo Odd Future,[6] tendo produzido músicas para quase todos do grupo. Tyler cria toda a arte para os lançamentos do grupo[2] e disse numa entrevista com o apresentador de rádio DJ Semtex , que projeta toda a roupa do grupo e outras mercadorias também.[3] Como artista solo, Tyler lançou uma mixtape e quatro álbuns de estúdio, muitas vezes responsável da maioria deles ou de toda a produção.

Após uma grande contribuição para os trabalhos iniciais da Odd Future, Okonma lançou sua mixtape de estreia, Bastard, em 2009. Depois de lançar seu primeiro álbum de estúdio, Goblin, sob a XL Recordings em abril de 2011, Okonma assinou um contrato de empreendimento conjunto para ele e sua gravadora Odd Future Records, com a RED Distribution e Sony Music Entertainment.[7] Depois disso, ele lançou seu segundo álbum de estúdio, Wolf, em 2013, que foi recebido com críticas positivas e estreou em número três na Billboard 200, vendendo 90.000 cópias em sua primeira semana. Seu terceiro álbum de estúdio, Cherry Bomb, foi lançado em 2015, estreando no número quatro na Billboard 200 dos EUA. Ele recebeu críticas positivas, mas uma recepção polarizada dos fãs. Em 2017, ele lançou seu quarto álbum de estúdio, Flower Boy, com grande sucesso. Ele estreou no número dois na Billboard 200 dos EUA, tornando-se seu álbum mais bem cotado até o momento, e foi indicado ao prêmio de Melhor Álbum de Rap no 60º Grammy Anual.

Em 2011, Okonma iniciou a empresa de roupas Golf Wang. Em 2012, ele começou a sediar um festival anual de música chamado "Camp Flog Gnaw Carnival". Ele criou seu próprio aplicativo de serviço de streaming chamado Golf Media; funcionou entre 2015 e 2018 e continha séries escritas originais do próprio Okonma. O Camp Flog Gnaw Carnival era transmitido anualmente pelo serviço.[8]

Vida pessoalEditar

Tyler Gregory Okonma nasceu na Ladera Heights, em Los Angeles, Califórnia. Okonma é filho de pai nigeriano e mãe afro-americana e de descendência Canadense.[9][10] Ele afirma que nunca conheceu seu pai, e passou sua infância vivendo nas comunidades de Ladera Heights e Hawthorne no sudoeste do distrito de Los Angeles.[2] Com sete anos de idade, ele criava capas para seus próprios álbuns imaginários, incluindo uma lista de faixas com tempos de músicas antes mesmo que pudesse fazer música.[11][12] Aos 14 anos de idade, Tyler aprendeu sozinho a tocar piano.[13] Em seus doze anos de escolaridade, ele estudou em doze escolas diferentes, em Los Angeles e áreas de Sacramento.[14] Okonma trabalhou na FedEx por pouco menos de duas semanas e na Starbucks por mais de dois anos.[15] Okonma levou seu nome artístico de uma página do MySpace que ele usou para postar seus esforços criativos.[16]

Okonma se identifica como um ateu e teve letras explicitamente anti-religiosas em suas músicas, especialmente nos álbuns Bastard e Goblin, e também já disse algumas coisas que sugerem que ele é um ateu agnóstico.[17][18] Oknma também coleciona skates e bicicletas.[19][20][21]

CarreiraEditar

Okonma é conhecido como o líder do Odd Future, e o grupo como um todo tem sido comparado ao influente grupo de hip hop Wu-Tang Clan.[22] Desde o início de sua carreira, Okonma tem músicas, em grande parte produzidas por ele mesmo, para seus projetos e outros membros do Odd Future. Ao longo dos anos, seu estilo de produção progrediu de sombrio e "barulhento" nos primeiros projetos para uma abordagem mais jazzística e soulful com os álbuns Cherry Bomb, Flower Boy e IGOR. Seus temas líricos também evoluíram de horrorcore para pontos de vista sobre o amor, a sexualidade, a existência e saudade. Musicalmente, ele foi fortemente influenciado pelo N.E.R.D e pelo membro do The Neptunes, Pharrell Williams. O álbum solo de Williams, In My Mind, teve um impacto substancial em Okonma, inspirando-o a co-fundar o coletivo Odd Future.[23] Ele também citou o álbum de estreia do NERD In Search of... como um álbum impactante para ele.[24][25][26]

2007–11: Fundação da Odd Future, Bastard and GoblinEditar

 
Oknma em abril de 2011

Okonma co-fundou o coletivo de hip hop alternativo Odd Future em 2007, ao lado de Hodgy, Left Brain e Casey Veggies. Eles lançaram sua mixtape de estreia, The Odd Future Tape, em novembro de 2008. A mixtape foi classificada em trigésimo segundo lugar na lista dos principais álbuns de 2010 da Pitchfork Media. Em 11 de fevereiro de 2011, Okonma lançou o videoclipe de "Yonkers", o primeiro single de seu primeiro álbum de estúdio, Goblin, lançado em 10 de maio de 2011.[27] O vídeo recebeu atenção de vários meios de comunicação on-line.[28][29][30][31] Uma versão estendida com um terceiro verso foi disponibilizada no iTunes.[32] Okonma ganhou o prêmio de Melhor Artista Novo por "Yonkers" no MTV Video Music Awards de 2011.[33] O conteúdo temático de Okonma nesses dois primeiros projetos solo levou fãs e publicações a categorizá-lo como Horrorcore, embora ele rejeitasse veementemente sua conexão com com o horror rap.[34] Após o lançamento de "Yonkers", Okonma anunciou que assinou um contrato de um álbum com a gravadora independente britânica XL Recordings.[35] Okonma e seu colega da Odd Future Hodgy Beats fizeram sua estreia na televisão em 16 de fevereiro de 2011, quando tocaram "Sandwitches" no Late Night with Jimmy Fallon.[36] Em 16 de março, Okonma e Hodgy cantaram "Yonkers" e "Sandwiches" no Woodvit Awards de 2011 da mtvU, juntando-se a outros membros da Odd Future durante "Sandwiches".[37] Durante uma entrevista com Okonma para a Interview, Waka Flocka Flame expressou seu interesse em colaborar com o "líder" da Odd Future para dirigir um videoclipe para ele.[38] No início de 2011, Okonma disse aos fãs através de sua conta no Formspring que seu segundo álbum seria chamado Wolf e que estava programado para ser lançado em maio de 2012.[39][40] Okonma também anunciou que a Odd Future teria seu próprio programa de TV chamado Loiter Squad. Em 8 de setembro de 2011, o programa foi finalmente confirmado como um show de 15 minutos de live-action composto de vários esboços, pegadinhas e músicas feitas pela Odd Future. Dickhouse Productions, a parceria de produção que criou Jackass, foi programada para produzir o show.[41]

2012–14: Wolf e programa de TV Loiter SquadEditar

 
Okonma e Earl Sweatshirt tocando no Pomona Fox Theatre em 2013

O programa de televisão Loiter Squad da Odd Future estreou no Adult Swim em 25 de março de 2012. O programada durou três temporadas e contou com participações de celebridades, incluindo Johnny Knoxville, Lil Wayne e Seth Rogen. Em 2015, Okonma afirmou que "não teria mais" o programa.[42] Em 14 de fevereiro de 2013, a Odd Future fez o upload de um vídeo no YouTube, que inclui o paraquedismo do L-Boy afirmando que "Wolf" seria lançado em 2 de abril de 2013. No mesmo dia, Okonma revelou as três capas de álbuns através de sua conta no Instagram.[43]

Na promoção de Wolf, Okonma realizou vários versos com outros artistas, notavelmente "Trouble on My Mind" pelo artista da GOOD Music, Pusha T, "Martians vs. Goblins" por Game (também com Lil Wayne), "I'ma Hata" por DJ Drama (também com Waka Flocka Flame e D-Bo), a faixa-título do álbum em colaboração é do colega e membro da Odd Future Domo Genesis com The Alchemist, e No Idols e "Blossom & Burn" de Trash Talk (também com Hodgy Beats). Okonma também co-produziu a música "666" do terceiro álbum do MellowHype, Numbers, que contou com Mike G.

Nos meses de março e abril de 2013, Okonma fez uma turnê pela América do Norte e Europa.[43] O primeiro single do álbum foi lançado em 14 de fevereiro de 2013, intitulado "Domo23" junto com um videoclipe que apresenta participações especiais do Domo Genesis, Earl Sweatshirt, Jasper Dolphin e Taco Bennett.[44] Em 26 de fevereiro de 2013, Okonma apresentou as músicas "Domo23" e "Treehome95" no Late Night with Jimmy Fallon.[45] Wolf foi lançado em 2 de abril de 2013 pela Odd Future Records e RED Distribution sob a Sony Music Entertainment. Ela contou com participações especiais de Frank Ocean, Mike G, Domo Genesis, Earl Sweatshirt, Left Brain, Hodgy Beats, Pharrell, Casey Veggies e Erykah Badu. O álbum foi produzido inteiramente por Okanma, com exceção da faixa final "Lone". Junto com o single principal "Domo23", os videoclipes foram filmados para "Bimmer", "IFHY" e "Jamba". Após o lançamento, o álbum recebeu críticas positivas e estreou no número três na Billboard 200, vendendo 90.000 cópias em sua primeira semana.

Em 31 de janeiro de 2014, foi relatado que Okonma estava gravando com Mac DeMarco para o Loiter Squad.[46]

2015–16: Cherry BombEditar

Em 9 de abril de 2015, Okonma lançou o videoclipe da música "Fucking Young" para o canal oficial do Odd Future no YouTube. O vídeo também incluiu um pequeno trecho de outra música, "Deathcamp".[47] Okonma anunciou no mesmo dia que as músicas seriam apresentadas em seu próximo álbum Cherry Bomb, com lançamento previsto para 13 de abril de 2015.[48] Okonma anunciou através de sua conta no Twitter que o álbum contaria com Charlie Wilson, Chaz Bundick e o membro da Black Lips, Cole Alexander.[49] Dois dias depois, Okonma tocou as músicas "Fucking Young" e "Deathcamp" pela primeira vez no Coachella. Durante o set, Okonma criticou notavelmente os membros VIP na plateia, dos quais muitos eram celebridades, por sua falta de entusiasmo.[49]

Cherry Bomb foi lançado digitalmente em 13 de abril de 2015, pela Odd Future Records,[50] com cópias físicas do álbum, apresentando cinco capas de discos diferentes,[51] com lançamento previsto para 28 de abril de 2015.[52][53] O álbum conta com performances de artistas notáveis, como Kanye West, Lil Wayne e Schoolboy Q.[54][55] O álbum foi acompanhado por uma turnê mundial pela América do Norte, Europa e Ásia, começando no festival de música Coachella em 11 de abril de 2015 e terminando em Tóquio, Japão em setembro de 2015.[56] Okonma iria à Australia em sua turnê, mas cancelou após uma campanha da organização de base Collective Shout contra o retrato das mulheres em sua música.[57]

Em 26 de agosto de 2015, Okonma revelou que ele havia sido proibido de visitar o Reino Unido por três a cinco anos, o que o forçou a cancelar uma série de datas da turnê, incluindo os Festivais de Reading e Leeds. A razão para a proibição vem de letras que datam cerca de 2009. Seu empresário Christian Clancy disse que eles foram informados sobre a proibição através de uma carta da então Home Secretary Theresa May.[58] May citou letras da mixtape "Bastard" como o motivo da proibição, apesar de Okonma ter feito várias turnês no Reino Unido desde o seu lançamento.[59][60] Okonma mais tarde afirmou que ele sentiu que tinha sido tratado "como um terrorista" e sugeriu que a proibição era racialmente motivada, afirmando que "eles não gostaram do fato de que seus filhos estavam idolatrando um homem negro".[61]

2017–18: Flower Boy, televisão, e WANG$APEditar

Em 8 de abril de 2017, Frank Ocean lançou uma canção intitulada "Biking" em sua estação de rádio "Blonded Radio" na Beats 1, que apresenta Tyler e Jay Z. Oito dias depois, foi anunciado que Okonma escreveria, produziria e tocaria a música tema do novo programa do cientista Bill Nye chamado Bill Nye Saves the World.

Em 28 de junho, o trailer do programa de TV de Okonma "Nuts + Bolts" estreou no canal de televisão "Viceland". O show foca nas coisas que Tyler, the Creator acha interessantes ou é apaixonado, e explica como elas são criadas. A série estreou em 3 de agosto de 2017.[62]

Em 29 de junho de 2017, a Okonma lançou a música " Who Dat Boy" apresentando o rapper ASAP Rocky em um novo canal no YouTube, após muitas postagens promocionais de contagem regressiva em suas contas de mídia social. Mais tarde naquela noite, ele lançou a música em serviços de streaming ao lado de uma nova música intitulada "911 / Mr. Lonely", com Steve Lacy, Frank Ocean e Anna of the North. Em 6 de julho de 2017, ele anunciou o título, tracklist e data de lançamento de seu quarto álbum, Flower Boy,[63] que foi lançado em 21 de julho de 2017.[63] Vários singles foram lançados após a data de lançamento do álbum, incluindo "Boredom" e "I Ain't Got Time!" O álbum foi lançado via iTunes, Spotify e outros grandes serviços de música. Em 14 de setembro de 2017, Tyler, o criador anunciou seu terceiro programa de TV, The Jellies. Ele estreou em 22 de outubro de 2017.[64] Flower Boy recebeu elogios da crítica e foi indicado ao prêmio de Melhor Álbum de Rap no 60º Grammy, dando a Tyler sua segunda indicação ao Grammy, depois de contribuir com o Channel Orange, mas perdeu para o quarto álbum de estúdio de Kendrick Lamar, Damn.

Em 29 de março de 2018, Okonma lançou "Okra",[65] entre uma série de freestyles e remixes. Okonma se referiu a ela como uma "música descartável",[66] afirmando que ela não seria incluída em nenhum álbum futuro, e não era uma indicação de qualquer projeto futuro.[67] Em 22 de maio de 2018, ele lançou "435", [68] continuando esta série de singles. Em 23 de julho de 2018, Okonma e ASAP Rocky anunciaram um projeto colaborativo, WANG$AP, lançando um videoclipe para um remix de "Knock Knock" de Monica chamado "Potato Salad" em "AWGE DVD (Vol. 3)", uma compilação de vídeo da AWGE, uma agência de criação por ASAP Rocky.[69]

2019–presente: IgorEditar

Em 6 de maio de 2019, Okonma lançou dois videoclipes curtos em seus perfis online que apresentavam novas músicas. Os vídeos mostravam-no dançando de forma irregular enquanto usava uma longa peruca loira, terno multicolorido, óculos escuros e um "grillz"; ele vestiu-se da mesma maneira para fotos em suas mídias sociais e nos videoclipes para os singles do álbum. Mais tarde anunciou seu quinto álbum de estúdio, Igor, que foi lançado em 17 de maio.[70] Igor foi aclamado pela crítica e estreou em primeiro lugar na Billboard 200 dos EUA, tornando-se o primeiro álbum número um de Tyler nos Estados Unidos. [71]

ControvérsiasEditar

 
Okonma na sua BMX rosa em setembro de 2012

No ano de 2011, Tyler foi preso por pichar um muro. Tyler estava com um grupo de skatistas e foram pichar em um muro em um bairro. O grupo deixou o local. Logo depois Tyler retornou no local para terminar de pichar muro. A polícia pegou o rapper no flagra. Tyler pagou a fiança e foi liberado.[carece de fontes?] Na sexta feira, dia 23 de dezembro de 2011, o cantor foi preso em Hollywood após vandalizar o local onde havia feito um show algumas horas antes. O cantor teria sido preso na frente da mãe, que teria gritado com os policiais. Após o incidente, a policia teve que fechar a rua por cerca de meia hora. Tyler pagou uma fiança de vinte e cinco mil dólares e foi liberado.[72]

Okonma tem sido criticado por seu uso de insultos homofóbicos, em particular, seu uso frequente do epíteto 'faggot' em suas letras e no Twitter.[73][74] Ele negou as acusações de homofobia, afirmando: "Eu não sou homofóbico. Eu apenas digo viado e uso gay como um adjetivo para descrever uma merda estúpida",[75][76] e, "Eu sou não homofóbico. Eu só acho que faggot machuca as pessoas".[77] No entanto, mais tarde, ele disse em uma entrevista à MTV sobre os insultos: "Bem, eu tenho fãs gays e eles não se ofendem, então eu não sei. Se isso te ofende, isso te ofende. Se você me chamar de nigger, eu realmente não me importo, mas sou apenas eu, pessoalmente. Algumas pessoas podem fazer o contrário, eu pessoalmente não dou a mínima."[78][79] Apesar de fazer vários comentários que foram tomados como homofóbicos, Tyler, the Creator foi um dos primeiros a apoiar abertamente o membro do " Odd Future", Frank Ocean, depois de revelar publicamente uma relação passada com outro jovem.[80] Letras no álbum Flower Boy levaram à especulação de que o próprio Okonma estava saindo do armário. As faixas em questão eram "Foreword", "Garden Shed" e "I Ain't Got Time!" [81] Okonma alimentou ainda mais a discussão quando ele aparentemente revelou em uma entrevista de agosto de 2017 que ele tinha um namorado quando tinha 15 anos de idade,[82] embora tenha twittado que era uma figura de linguagem.[83]

Okonma também foi criticado por suas representações gráficas de violência contra as mulheres e suas supostas letras misóginas.[84] Brent DiCrescenzo da Time Out Chicago escreveu que o estupro é um "tema predominante" de Goblin[85] e Hermione Hoby do The Guardian escreveu que "as fantasias de estupro e assassinato de Okonma são suficientemente gráficas para fazer o vômito subir junto com a bile".[86] A The Fader registrou 68 usos do termo "bitch" (vadia) ao longo 73 minutos de Goblin.[87] Respondendo ao dueto indie pop canadense Tegan and Sara que criticou suas letras,[88] Okonma twittou : "Se Tegan e Sara precisam de um pau duro, me procurem!"[89][90]

Uma série de três comerciais para a Mountain Dew, dirigidos por Okonma, criaram polêmica em maio de 2013, acusados de usar "estereótipos raciais" e "brincar com a violência contra as mulheres". Uma personagem cabra amante da bebida energética chamada "Felicia the Goat" é consecutivamente um "bode expiatório" em um restaurante, na prisão e na estrada. Durante o anúncio de 60 segundos, na prisão, uma mulher branca de muletas que foi machucada pelo bode examina uma formação de possíveis suspeitos composta por vários homens afro-americanos e a cabra, enquanto a cabra ameaça a mulher. O professor e crítico social da Universidade de Syracuse, Boyce Watkins, afirmou que o anúncio era "indiscutivelmente o comercial mais racista da história". A PepsiCo retirou o anúncio do ar e pediu desculpas. Okonma divulgou um comunicado alegando que o anúncio não era para "desencadear uma controvérsia sobre raça" e que "era simplesmente uma história, reconhecidamente absurda, que nunca deveria ser levada a sério".[91][92]

Em 15 de março de 2014, Okonma foi preso por incitar um tumulto depois de ter gritado para os fãs passarem pelos seguranças em um show com ingressos esgotados no festival de música South by Southwest.[93] Tyler pagou uma fiança de 3 500 dólares e foi libertado. O representante de Tyler, the Creator não quis comentar o caso.[93]

Em 26 de agosto de 2015, Okonma revelou que ele havia sido proibido de visitar o Reino Unido por três a cinco anos, o que o forçou a cancelar uma série de datas da turnê, incluindo os Festivais de Reading e Leeds. A razão para a proibição vem de letras que datam cerca de 2009. Seu empresário Christian Clancy disse que eles foram informados sobre a proibição através de uma carta da então Home Secretary Theresa May.[58] May citou letras da mixtape "Bastard" como o motivo da proibição, apesar de Okonma ter feito várias turnês no Reino Unido desde o seu lançamento.[59][60] Okonma mais tarde afirmou que ele sentiu que tinha sido tratado "como um terrorista" e sugeriu que a proibição era racialmente motivada, afirmando que "eles não gostaram do fato de que seus filhos estavam idolatrando um homem negro".[61] Sua proibição voltou a ser falada em maio de 2019,[94] Okonma estava concorrendo com uma apresentação programada em Londres para promover seu quinto álbum de estúdio, IGOR. No entanto, seu show foi cancelado à força pela polícia depois que eles expressaram suas preocupações com a segurança, dizendo que o show seria "superlotado" e "muito barulhento".[93]

DiscografiaEditar

FilmografiaEditar

Televisão
Ano Título Papel Notas
2011–2013 Late Night with Jimmy Fallon Ele próprio 2011: Performou "Sandwitches" com Hodgy Beats
2013: Performou "Treehome95" e "Domo23" com Coco O
2011 When I Was 17
Workaholics Extra Episódio: "Heist School"
Regular Show Blitz Comet
Big Trouble
Dublador (Episódio: "Rap It Up")
2012 Punk'd Ele próprio 2 episódios; Temporada 9, Episódios 2 e 4[95]
Ridiculousness Temporada 2, Episódio 10: Tyler, The Creator & Taco Bennett
The Mindy Project Rapper Temporada 1, Episódio 10: Mindy's Brother
2012–2014 Loiter Squad Ele próprio
2013 Late Show with David Letterman Performou "Rusty" com Domo Genesis e Earl Sweatshirt
The Arsenio Hall Show
Axe Cop Liborg 2 episódios
2015 Black Dynamite Broto Temporada 2, episódio 10: "The Wizard of Watts"
The Eric André Show Ele próprio Temporada 3, episódio 8: "Jimmy Kimmel; Tyler, the Creator"[96]
Tavis Smiley
2017 The Late Show with Stephen Colbert Ele próprio Performou "911"

DiretorEditar

VideoclipesEditar

Ano Música Artista Observações
2010 "Bastard" Tyler, The Creator Creditado como Wolf Haley
Co-dirigido por Taco Bennett
"French!" (com Hodgy Beats)
"VCR"
2011 "Yonkers" Creditado como Wolf Haley
"She" (com Frank Ocean)
"Bitch Suck Dick" (com Jasper Dolphin & Taco)
2012 "Rella" Hodgy Beats, Domo Genesis & Tyler, The Creator
"NY (Ned Flander)" Hodgy Beats & Tyler, The Creator
"Sam (Is Dead)" Domo Genesis & Tyler, The Creator
"F.E.B.N." Trash Talk
2013 "Domo 23/Bimmer" Tyler, The Creator
"Whoa" (com Tyler, the Creator) Earl Sweatshirt
"IFHY/Jamba" (com Pharrell and Hodgy Beats) Tyler, The Creator
"Tamale/Answer"
"Glowing" D. A. Wallach
2015 "Fucking Young/Deathcamp" Tyler, The Creator
2016 "Buffalo/Find Your Wings" (com Shane Powers, Roy Ayers, Syd, and Kali Uchis)
"Perfect" (featuring Kali Uchis and Austin Feinstein)
2017 "Who Dat Boy/911" (com A$AP Rocky)
2018 "OKRA"
"POTATO SALAD" (com A$AP Rocky)
"See You Again / Where This Flower Blooms" (com Kali Uchis e Frank Ocean)
2019 "A Boy Is A Gun*"
"I Think"

Prêmios e indicaçõesEditar

Ano Organização Prêmio Resultado
2011 O Music Awards Tweet Mais Chocante Indicado
MTV Video Music Awards[97] Melhor Artista Novo Venceu
Vídeo do Ano (Yonkers) Indicado
MTV2 Sucker Free Awards[98] Estreante do Ano Venceu
Artista Mais Seguido Venceu
2013 Grammy Awards Álbum do Ano
(como artista de destaque no Channel Orange)
Indicado
2014 MTVU Woodie Awards Performing Woodie[99] Indicado
MTV Video Music Awards Melhor Direção de Arte (Tamale) Indicado
2015 MTV Video Music Awards Melhores Efeitos Visuais (Fucking Young/Death Camp) Indicado
2018 Grammy Awards Melhor Álbum de Rap (Flower Boy) Indicado

Referências

  1. «Tyler, the Creator – Summer Camp Mix». Hypetrak.com. Petar Kujundzic. Consultado em 24 de abril de 2015. Arquivado do original em 9 de maio de 2015 
  2. a b c «Tyler, the Creator, of Odd Future and 'Goblin'». The New York Times (em inglês). Jon Caramanica. 4 de maio de 2011. Consultado em 30 de março de 2019 
  3. a b «LUNCH WITH TYLER». Vimeo (em inglês). Consultado em 30 de março de 2019 
  4. OFWGKTA (21 de junho de 2016). «PILLOW TALK REMIX». Consultado em 30 de março de 2019 
  5. «Tyler, the Creator - Wonderland Magazine». Wonderland Magazine. 25 de abril de 2015. Consultado em 30 de março de 2019 
  6. Ryder, Caroline (14 de outubro de 2010). «The Future Is Odd». L.A. Weekly. Consultado em 30 de março de 2019 
  7. Markman, Rob. «Odd Future Record Deal Is Complete, Manager Confirms». MTV News (em inglês). Consultado em 30 de março de 2019 
  8. «Golf Media by Tyler, The Creator». subscribe.golfwang.com. Consultado em 30 de março de 2019. Arquivado do original em 20 de novembro de 2018 
  9. Nardwuar. «Nardwuar vs. Odd Future». Nardwuar.com: Nardwuar's Video Vault! (em inglês). Consultado em 2 de abril de 2019 
  10. Ryder, Caroline (14 de outubro de 2010). «The Future Is Odd». L.A. Weekly. Consultado em 2 de abril de 2019 
  11. «The Official Tyler, the Creator Discography (Version 6) - Tyler, The Creator». Odd Future Talk (em inglês). Consultado em 2 de abril de 2019 
  12. «Tyler the Creatoe, Best New Artist Facts». Consultado em 2 de abril de 2019 [ligação inativa] 
  13. «Odd Future är tidningen som aldrig gavs ut (Tyler, The Creator-intervjun del 3)». SVT – PSL. 28 de abril de 2018. Consultado em 2 de abril de 2019 [ligação inativa] [ligação inativa]
  14. «Howling Wolves». Los Angeles Times (em inglês). 10 de abril de 2011. Consultado em 2 de abril de 2019 
  15. Tyler, The Creator Worked at Starbucks (em inglês). Jimmy Kimmel Live. 12 de maio de 2018. Consultado em 2 de abril de 2019 
  16. Tyler, The Creator’s Name Started on MySpace (em inglês). Jimmy Kimmel Live. 12 de maio de 2015. Consultado em 2 de abril de 2019 
  17. «Tyler, The Creator's Religion and Political Views». hollowverse.com 
  18. djvlad (27 de dezembro de 2014), Tyler, The Creator Shares His Thoughts on Religion, consultado em 21 de julho de 2017 
  19. «Big Willie Style, yeah / Nigga one wheel, one wheel, one wheel / Nigga one wheel, I fishtail downhill, yeah / I rose my rate, brand new brakes / Why I name it Slater? Ask my date». Genius.com 
  20. «Tyler, The Creator (Ft. Frank Ocean) – Slater». Genius.com 
  21. «Twitter / Account Suspended» 
  22. «Method Man Comments On Odd Future, Wu-Tang Comparisons». Mtv.com 
  23. «Tyler, the Creator Explains How Pharrell Changed His Life». Highsnobiety.com 
  24. «Tyler, The Creator on Twitter» 
  25. «In Search of... did more for me than Illmatic». Genius 
  26. «Tyler, The Creator on Pharrell and the first time he heard N.E.R.D.» 
  27. Lopez, L. V. (13 de maio de 2011). «Consultation: A Review of Tyler, The Creator's GOBLIN». frontpsych.com. Consultado em 17 de maio de 2019. Arquivado do original em 19 de julho de 2011 
  28. «News - Entertainment, Music, Movies, Celebrity». MTV News (em inglês). Consultado em 17 de maio de 2019 
  29. «Video: Tyler, The Creator "Yonkers"». Complex (em inglês). Consultado em 17 de maio de 2019 
  30. «Tyler, The Creator – "Yonkers" Video». Stereogum. 11 de fevereiro de 2011. Consultado em 17 de maio de 2019 
  31. «WATCH: Shocking Clip From Odd Future Frontman». Spin. 11 de fevereiro de 2011. Consultado em 17 de maio de 2019 
  32. «‎Yonkers - Single by Tyler, The Creator» (em inglês). Consultado em 17 de maio de 2019 
  33. Wilkinson, Amy. «Tyler, The Creator Nabs Best New Artist VMA». MTV News (em inglês). Consultado em 17 de maio de 2019 
  34. Creator, Tyler, The (16 de fevereiro de 2011). «Tyler, The Creator no Twitter». @tylerthecreator (em inglês). Consultado em 17 de maio de 2019 
  35. Cragg, Michael (17 de fevereiro de 2011). «New music: Tyler the Creator – Yonkers». The Guardian (em inglês). Consultado em 17 de maio de 2019 
  36. «The Tonight Show Starring Jimmy Fallon - NBC.com». Consultado em 17 de maio de 2019 
  37. «Watch Odd Future Perform at the Woodie Awards». Pitchfork (em inglês). Consultado em 17 de maio de 2019 
  38. «Waka Flocka Flame Wants Tyler, the Creator to Direct His Video». Rap-Up (em inglês). Consultado em 17 de maio de 2019 
  39. Creator, Tyler, The (10 de novembro de 2010). «Tyler, The Creator no Twitter». @tylerthecreator. Consultado em 17 de maio de 2019 
  40. Bassil, Ryan (2 de abril de 2013). «The Conspiracy Theorist's Guide to Tyler, the Creator's 'WOLF' Trilogy». Vice (em inglês). Consultado em 17 de maio de 2019 
  41. «Rappers polêmicos do Odd Future terão animação na TV americana». G1. 9 de setembro de 2011. Consultado em 17 de maio de 2019 
  42. July 14; 2015 (15 de julho de 2015). «SlossFest Preview: Tyler, The Creator finds his wings». Weld: Birmingham's Newspaper (em inglês). Consultado em 18 de maio de 2019 
  43. a b -, HipHopDX (16 de março de 2013). «Tyler, The Creator Expands "Wolf" Tour, Adds Dates With Earl Sweatshirt». HipHopDX. Consultado em 18 de maio de 2019 
  44. Diep, Eric. «Watch the Video for Tyler, the Creator's New Single "Domo 23″ - XXL». XXL Mag (em inglês). Consultado em 18 de maio de 2019 
  45. Stone, Rolling; Stone, Rolling (27 de fevereiro de 2013). «Tyler, the Creator Debuts Song on 'Fallon'». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 18 de maio de 2019 
  46. «Mac DeMarco and Tyler, the Creator Are Working Together». Pitchfork (em inglês). Consultado em 18 de maio de 2019 
  47. «Tyler, the Creator releases new song "Fucking Young"». OFWGKTA 
  48. «Article on new album "Cherry Bomb" and newly released songs». Music Times 
  49. a b «Tyler the Creator announces Cherry Bomb collaborators via Twitter». Twitter 
  50. «iTunes – Music – Cherry Bomb by Tyler, The Creator» 
  51. «Tyler, the Creator's Cherry Bomb Gets Five Album Covers, Physical Release Date». Pitchfork 
  52. «Tyler, The Creator on Twitter: "CHERRY BOMB. ITUNES. PLAY IT LOUD. PHYSICALS COME OUT ON THE 28TH "» 
  53. «physical comes out on the 28TH its 5 covers» 
  54. «Tyler, the Creator releases new song "Fucking Young"». complex 
  55. «Stream Tyler, the Creator's New Album 'Cherry Bomb'». Rolling Stone 
  56. «Tyler, the Creator announces new album "Cherry Bomb"». Rap-Up 
  57. «Tyler the Creator cancels Australian tour» 
  58. a b «Tyler The Creator Banned From U.K., Forced To Cancel Shows» 
  59. a b «Tyler, the Creator, meets his match in Theresa, the Home Secretary, head of the UK branch of Catholics Anonymous» 
  60. a b «US rapper Tyler the Creator banned from the UK over lyrics» 
  61. a b «Tyler, the Creator on being banned from the UK: 'I'm being treated like a terrorist'» 
  62. «Tyler, The Creator's Show 'Nuts and Bolts' Debuting on Viceland in August» 
  63. a b «Tyler, the Creator's New Album Not Actually Titled Scum Fuck Flower Boy». Pitchfork 
  64. «Fall 2017 TV Preview: Premiere Dates for Stranger Things, Walking Dead and More» 
  65. «Tyler, the Creator Drops New Song "OKRA": Listen». Pitchfork.com 
  66. Tyler, The Creator (29 de março de 2018), Tyler, The Creator - OKRA, consultado em 2 de abril de 2018 
  67. «Tyler, The Creator on Twitter» 
  68. «Tyler, The Creator Shares New Song "435"» 
  69. «HighSnobiety». HighSnobiety 
  70. «Twitter announcement» 
  71. «Tyler, the Creator Beats DJ Khaled to Hit No. 1 With 'Igor'». The New York Times 
  72. Lipshutz, Jason (23 de dezembro de 2011). «Tyler, The Creator Arrested on Suspicion of Vandalism: Mugshot» (em inglês). Billboard. Consultado em 25 de julho de 2019 
  73. «Is hip-hop homophobia at a tipping point?» 
  74. «Odd Future Plays Secret L.A. Show» 
  75. Pattison, Louis (2011) "Tyler, The Creator Goblin", NME, 14 May 2011, p. 12
  76. Lester, Paul (2011) "Tyler the Creator in the UK: forget hip-hop, we're the new Sex Pistols!", The Guardian, 7 May 2011, retrieved May 14, 2011
  77. «Is hip-hop homophobia at a tipping point?» 
  78. «Tyler, The Creator Defends His Use Of The Other F-Word» 
  79. «GLAAD calls VMA winner Tyler, The Creator 'violently anti-gay'» 
  80. «Frank Ocean Gets Support From Tyler, The Creator, Russell Simmons On Coming Out». MTV.com 
  81. «Fans Think Tyler The Creator Is Admitting He's Gay On Leaked "Flower Boy" LP». HipHopDX 
  82. «Tyler, The Creator Reveals He Had a Boyfriend When He Was 15 – XXL». XXL Mag 
  83. «Tyler, The Creator on Twitter» 
  84. Wlfson, Sam (May 20, 2011). "Pop Music is Full of Abuse and Misogyny Already. Tyler, the Creator's Simply on Trend", The Daily Telegraph, accessed September 27, 2011.
  85. DiCrescenzo, Brent (June 29, 2011). "The Case against Odd Future". Time Out Chicago, accessed September 27, 2011.
  86. Hoby, Hermione (May 08, 2011). "Rappers and rape: the incredible sound and hateful lyrics of Odd Future". The Guardian, accessed September 27, 2011.
  87. Fader Magazine. "By The Numbers: Tyler, The Creator’s Goblin". Accessed September 27, 2011.
  88. O'Neal, Sean (May 16, 2011). "Today in Tyler, The Creator: Tyler, The Creator responds to Tegan And Sara's accusation of misogyny in predictable way". The A.V. Club, accessed September 27, 2011.
  89. Stewart, Allison (May 17, 2011). "Tegan and Sara vs. Tyler, the Creator: The Internet reacts". The Washington Post, accessed September 27, 2011.
  90. «If Tegan And Sara Need Some Hard Dick, Hit Me Up!» 
  91. Cubarrubia, RJ (1 de maio de 2013). «Tyler, the Creator's Controversial Mountain Dew Ad Pulled Off the Air». Rolling Stone. Consultado em 3 de maio de 2013 
  92. Barnes, Sia (3 de maio de 2013). «Tyler, the Creator Responds to Mountain Dew Ad Pull». BET. Consultado em 3 de maio de 2013 
  93. a b c «Rapper Tyler, The Creator arrested at South By Southwest». Fox News. Associated Press. 16 de março de 2014 
  94. tylerthecreator (18 de maio de 2019). «LONDON; IGOR; 3PM; WILL UPDATE YOU LATER WITH LOCATIONpic.twitter.com/bscofwIxta» (Tweet) – via Twitter 
  95. «Punk'd " Full Episodes». MTV. Consultado em 2 de abril de 2019 [ligação inativa] 
  96. «Eric Andre Show Appearance». Spin. Consultado em 2 de abril de 2019 
  97. «MTV Video Music Awards | 2011 | Highlights, Winners, Performers and Photos from the 2011 MTV Video Music Awards». MTV.com. 28 de agosto de 2011. Consultado em 2 de abril de 2019 
  98. «Sucker Free | Vote». MTV. Consultado em 2 de abril de 2019 
  99. Tardio, Andres (12 de fevereiro de 2014). «Kendrick Lamar & Jay Z Among 2014 mtvU Woodie Awards Nominees | Get The Latest Hip Hop News, Rap News & Hip Hop Album Sales». HipHopDX.com. Consultado em 2 de abril de 2019