A Muito Honorável
Theresa May
MP
Primeira-Ministra do Reino Unido Reino Unido
Período 13 de julho de 2016
presente
Monarca Isabel II
Antecessor(a) David Cameron
Secretária de Estado para
os Assuntos Internos
Período 12 de maio de 2010
a 13 de julho de 2016
Antecessor(a) Alan Johnson
Sucessor(a) Amber Rudd
Ministra pelas Mulheres e Igualdade
Período 12 de maio de 2010
a 4 de setembro de 2012
Antecessor(a) Harriet Harman
Sucessor(a) Maria Miller
Membro do Parlamento por Maidenhead
Período 1 de maio de 1997
presente
Vida
Nome completo Theresa Mary May
Nascimento 1 de outubro de 1956 (60 anos)
Eastbourne, Sussex,
 Reino Unido
Dados pessoais
Progenitores Mãe: Zaidee Mary Barnes
Pai: Hubert Brasier
Alma mater Universidade de Oxford
Marido Philip May (1980–presente)
Partido Conservador
Religião Anglicanismo
Profissão Bancária
Assinatura Assinatura de Theresa May

Theresa Mary May (Eastbourne, 1 de outubro de 1956), nascida Theresa Mary Brasier, é uma política britânica do Partido Conservador e desde 13 de julho de 2016 a primeira-ministra do Reino Unido.[1][2] Sendo a segunda mulher a exercer o cargo primeira-ministra do Reino Unido, a primeira mulher a ocupar tal cargo havia sido Margaret Thatcher do mesmo partido de May.[3] Anteriormente, ocupou o cargo de ministra do Interior no gabinete do ex-primeiro-ministro David Cameron.

Índice

CarreiraEditar

Filha de um reverendo anglicano, Theresa May é conhecida por sua postura eurocética. Estudou Geografia na St Hugh's College, Universidade de Oxford, graduando-se com um grau BA em 1977. Depois, ela começou sua carreira no Banco da Inglaterra por seis anos e passou a ocupar cargos na Association for Payment Clearing Services (APACS), como chefe da Unidade de Assuntos Europeus e Conselheiro Sénior para Assuntos Internacionais.[4][5] O Daily Telegraph descreveu-a "como a segunda mulher mais importante da política nacional, graças a uma determinação feroz e em parte pelo uso rotineiro de um figurino sempre muito elegante".[6]

Theresa foi envolvida na política em todos os níveis, começando por envelopar correspondências em sua associação local conservadora, antes de passar a ser uma vereadora no distrito londrino de Merton, cargo que ocupou de 1986 a 1994. Durante esse tempo, ela também foi Presidente da Educação, entre 1988 e 1990 e do grupo Líder adjunto e Habitação, sendo também porta-voz do prefeito entre 1992 e 1994.[7]

Em 1997 se tornou parlamentar conservadora pelo próspero distrito de Maidenhead. Sua atividade local incluía campanhas para melhorar o serviço férreo local e adequar o centro daquela cidade.[8][9] Ela ocupou diversos cargos no Parlamento do Reino Unido desde 1997. Foi membro do Gabinete Sombra 1999-2010, incluindo como secretário sombra de Estado da Educação e do Emprego, o secretário sombra de Estado do Trabalho e Pensões, e líder Shadow of the House of Commons. De 2002 a 2003 ela foi a primeira secretário-geral do sexo feminino do Partido Conservador.[10]

Theresa May foi nomeada em maio 2010 a ministra do Interior no gabinete do ex-primeiro-ministro David Cameron. Nessa função, ela conduzia o trabalho do governo para liberar a polícia para combater a criminalidade de forma mais eficaz, proteger as fronteiras e reduzir a imigração, e proteger o Reino Unido do terrorismo. Ela também foi ministra da Mulher e Igualdade entre 2010 e 2012.[11][12]

Theresa May defendeu a permanência do Reino Unido na União Europeia (UE), mas aceitou o resultado do referendo que deu vitória à campanha do Brexit.[13] Na sequência da votação, David Cameron renunciou ao cargo de primeiro-ministro e uma disputa começou dentro do Partido Conservador para sucedê-lo.[14] Por fim, Theresa ganhou a disputa pela liderança do seu partido e foi oficialmente apontada como a nova primeira-ministra do Reino Unido em 13 de julho de 2016.[15][16]

Vida privadaEditar

Casada desde 1980 com Philip John May, um executivo do setor bancário, Theresa May não tem filhos, gosta de passeios e de cozinhar. Ela ganhou destaque no governo por sua linha implacável contra o crime. É protestante praticante, mas já se manifestou a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo.[17]

Referências

  1. (em inglês) Theresa May Appointed UK's Second Female PM.news.sky.com. Acesso 13 de julho 2016
  2. (em inglês) Theresa May formally confirmed as Britain's prime minister by the Queen. theguardian.com. Acesso 13 de julho 2016
  3. Theresa May é a nova primeira-ministra do Reino Unido. tvi24.iol.pt. Acesso 13 de julho 2016
  4. (em inglês) Biogafia. tmay.co.uk. Acesso em 1 de julho 2016
  5. Theresa May, a estrela em ascensão da política britânica. terra. com.br. acesso em 6 de julho 2016.
  6. Theresa May: uma ministra enérgica para enfrentar Boris Johnson. istoe.com.br. 29 de junho 2016.
  7. (em inglês) Biogafia. tmay.co.uk. Recuperado em 1 de julho 2016.
  8. (em inglês) Local campaigns. tmay.co.uk. Acesso em 1 de julho 2016.
  9. (em inglês) Issues. tmay.co.uk. Recuperado em 1 de julho 2016
  10. (em inglês) Biogafia. tmay.co.uk. Acesso em 1 de julho 2016.
  11. (em inglês) Biogafia. tmay.co.uk. Recuperado em 1 de julho 2016
  12. Theresa May, a estrela em ascensão da política britânica. terra. com.br. recuperado e6 de julho 2016.
  13. Theresa May vence 1º turno da votação para premier, e dois candidatos deixam disputa. oglobo.globo.com. Recuperado em 6 de julho 2016.
  14. Theresa May anuncia candidatura à sucessão de Cameron. observador.pt. 30 de junho 2016.
  15. «Theresa May torna-se primeira-ministra do Reino Unido na quarta-feira». 11 de julho 2016. Consultado em 11 de julho 2016 
  16. «Theresa May becomes new British Prime Minister». CNN. Consultado em 13 de julho de 2016 
  17. (em inglês) Biografia. tmay.co.uk. Acesso em 1 de julho 2016.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Theresa May


Precedida por:
David Cameron
Primeiro-ministro do Reino Unido
2016 – atualidade
Sucedida por: