Abrir menu principal
Vítor Bento
Nascimento 1954 (65 anos)
Estremoz
Cidadania Portugal
Alma mater Universidade Técnica de Lisboa, Universidade Católica Portuguesa
Ocupação economista
Prêmios Grande-Oficial da Ordem do Infante Dom Henrique
Empregador Universidade Nova de Lisboa

Vítor Augusto Brinquete Bento GOIH (Estremoz, 25 de junho de 1954) é um economista português.

EducaçãoEditar

Atividade ProfissionalEditar

Em 1980 foi admitido no Banco de Portugal como economista no Departamento de Estudos Económicos. Em 1985 assumiu o lugar de Diretor do Departamento de Estrangeiros e, mais tarde, de Administrador Executivo do Instituto Emissor de Macau (atual Autoridade Monetária), regressando ao banco central em 1989 como diretor adjunto do Departamento de Estrangeiros, tornando-se Diretor em 1993.[2]

Entre 1989 e 1994 foi membro do Subcomité de Política Cambial do Comité de Governadores dos Bancos Centrais da Comunidade Europeia. Em 1994, entrou para o Ministério das Finanças, onde assumiu os cargos de Diretor-geral do Tesouro, Presidente da Junta do Crédito Público e membro do Comité Monetário Europeu.[2]

Em 1996, fundou o IGCP (Instituto de Gestão do Crédito Público), tornando-se o seu primeiro Presidente. Em 2000 assume o cargo de Presidente do Conselho de Administração da SIBS – Sociedade Interbancária de Serviços SA, onde se mantém até Julho de 2014, quando entra para a presidência do Banco Espírito Santo.[2]  A 4 de Agosto de 2014 transitou para o cargo de Presidente do Conselho de Administração do Novo Banco, entidade que sucedeu ao BES.[3] Em 13 de setembro de 2014, anunciou a intenção de renunciar aos cargos desempenhados na administração da entidade, tendo sido substituído, a 17 de setembro, por Eduardo Stock da Cunha.[4][5]

Durante este período, foi presidente da UNICRE, presidente da Associação para o Desenvolvimento Económico e Social (SEDES), entre Maio de 2006 e Abril de 2008, e Membro do Conselho de Administração da GALP Energia, de Abril de 2012 a Julho de 2014.[6] Foi nomeado em Dezembro de 2009 pelo Presidente da República português, Aníbal Cavaco Silva, membro do Conselho de Estado.[7] Renunciou ao mandato em Julho de 2014,[8] mas voltou a ser nomeado por Cavaco Silva para o Conselho de Estado em Janeiro de 2015.[9]

Vítor Bento é Professor Convidado da Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais da Universidade Católica Portuguesa e da Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa.

ReconhecimentosEditar

A 28 de Junho de 2005 foi feito Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.[10]

PublicaçõesEditar

Vítor Bento é autor de cinco livros:

  • Os Estados Nacionais e a Economia Global (2004) Almedina[11]
  • Perceber a Crise para Encontrar o Caminho (2009) Bnomics [12]
  • O Nó Cego da Economia (2010) Bnomics[13]
  • Economia, Moral e Política (2011) Fundação Francisco Manuel dos Santos[14]
  • Euro forte, Euro fraco - Duas culturas, uma moeda. Um convívio (im)possível? (2013) Bnomics[15]

Referências

  1. «Vítor Bento, o economista filósofo». Público. 04 de julho 2014. Consultado em 5 de agosto de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. a b c «Nota Biográfica de Vitor Bento». Site Oficial Novo Banco. Consultado em 11 de agosto 2014. Arquivado do original em 8 de agosto de 2014 
  3. http://www.cmvm.pt/CMVM/Comunicados/Comunicados/Documents/Novo%20Banco_05082014.pdf
  4. «Equipa de Vítor Bento confirma saída do Novo Banco» 
  5. «Stock da Cunha assume hoje a liderança do Novo Banco» 
  6. http://www.publico.pt/economia/noticia/vitor-bento-o-economista-filosofo-1661703
  7. «PR nomeou Vítor Bento como membro do Conselho de Estado - TSF». tsf.sapo.pt. Consultado em 21 de julho de 2009 
  8. «Vítor Bento renunciou ao Conselho de Estado em meados de Julho». jornal i. 04 de agosto 2014. Consultado em 11 de agosto 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  9. «Vítor Bento e Bruto da Costa tomam posse hoje no Conselho de Estado». Diário Económico. 23 de Janeiro de 2015. Consultado em 23 de Janeiro de 2015 
  10. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Vítor Bento". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 5 de julho de 2014 
  11. «Os Estados Nacionais e a Economia Global». www.wook.pt 
  12. «Perceber a crise para Encontrar o Caminho». Wook. Consultado em 5 de agosto 2014 
  13. «O Nó Cego da Economia». Wook. Consultado em 5 de agosto 2014 
  14. «Economia, Moral e Política». Fundação Francisco Manuel dos Santos. Consultado em 5 de agosto 2014 
  15. «Euro Forte, Euro Fraco - por Vitor Bento». www.wook.pt