Vultee XP-54

O Vultee XP-54 Swoose Goose foi um protótipo de caça construído pela Vultee Aircraft para as Forças Aéreas do Exército dos Estados Unidos (USAAF).

XP-54
Descrição
Tipo / Missão Caça
País de origem  Estados Unidos
Fabricante Vultee Aircraft
Período de produção 2
Primeiro voo em 15 de janeiro de 1943 (79 anos)
Variantes Vultee XP-68 Tornado
Tripulação 1
Especificações
Dimensões
Comprimento 16,69 m (54,8 ft)
Envergadura 16,41 m (53,8 ft)
Altura 4,42 m (14,5 ft)
Área das asas 42,4  (456 ft²)
Alongamento 6.4
Peso(s)
Peso vazio 6 923 kg (15 300 lb)
Peso carregado 8 270 kg (18 200 lb)
Peso máx. de decolagem 8 771 kg (19 300 lb)
Propulsão
Motor(es) 1x Lycoming XH-2470-1
Potência (por motor) 2 300 hp (1 720 kW)
Performance
Velocidade máxima 613 km/h (331 kn)
Alcance (MTOW) 805 km (500 mi)
Teto máximo 11 300 m (37 100 ft)
Razão de subida 11.7 m/s
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 2x canhões M4 de 37 mm
2x metralhadoras .50 Browning M2
Notas
Fonte: WW2 Aircraft Fact Files: US Army Air Force Fighters, Part 2[1]

Projeto e desenvolvimentoEditar

A Vultee enviou uma proposta em resposta ao pedido do Corpo Aéreo do Exército dos Estados Unidos de uma aeronave de configuração não usual. O projeto da Vultee venceu a competição contra o Curtiss-Wright XP-55 Ascender e o Northrop XP-56 Black Bullet. A Vultee o designou de "Model 84", um descendente de seu anterior "Model 78". Após concluir os testes preliminares de engenharia e em túnel de vento, foi fechado um contrato para um protótipo em 8 de janeiro de 1941. Um segundo protótipo foi pedido em 17 de março de 1942. Apesar de parecer um projeto radical, o desempenho não era dos melhores e o projeto foi cancelado.

O XP-54 foi projetado com um motor por impulsão na parte traseira da fuselagem. A cauda era montada para trás, entre duas longarinas, com a hélice de 12 ft (3,66 m) entre elas. O projeto incluía uma "seção de asa com duto", desenvolvido pela NACA para permitir potencialmente a instalação de radiadores de resfriamento e intercoolers na asa em "gaivota" invertida. O motor Pratt & Whitney X-1800 foi proposto, mas após seu desenvolvimento, foi descontinuado. O Lycoming XH-2470 refrigerado a água o substituiu.

Em setembro de 1941, a missão do XP-54 mudou de interceptação de baixa para alta altitude. Consequentemente, um turbocompressor e uma blindagem mais alta foi adicionada, aumentando o peso vazio da aeronave aumentou para 18 000 lb (8 160 kg).

O XP-54 foi único de várias formas. A cabine de pilotagem pressurizada requeria um complexo sistema: o assento do piloto agia como um elevador para acesso à cabine a partir do solo. O piloto baixava o assento eletricamente, sentava nele e subia nele para dentro da cabine. O procedimento de ejeção era complicado devido a esse mesmo sistema, sendo necessária uma ejeção para baixo, de forma a livrá-lo da hélice.[2] Além disso, a seção do nariz podia pivotar em seu eixo vertical, três graus para cima e seis graus para baixo. No nariz, dois canhões T-9 de 37 mm eram instalados em suportes rígidos, enquanto duas metralhadoras Browning M2 ficavam em suportes móveis. O movimento era controlado por uma mira especial. Desta forma, a trajetória do canhão podia ser elevada sem alterar a atitude de voo da aeronave. A grande seção do nariz deu origem a seu excêntrico apelido, Swoose Goose, inspirado em uma canção sobre Alexander, que era meio meio cisne e meio ganso: "Alexander was a swoose." (do inglês Swan - cisne e Goose - ganso) - um nome compartilhado com o mais antigo B-17 sobrevivente.

Histórico operacionalEditar

Os testes em voo do primeiro protótipo, o 41-1210, iniciaram em 15 de janeiro de 1942. Os testes mostraram que o desempenho era muito abaixo do esperado. Simultaneamente, o desenvolvimento do motor XH-2470 foi descontinuado. Apesar do motor Allison V-3420 ser um bom substituto, isso iria requerer grandes alterações na estrutura. Os atrasos e custos do projeto resultaram em uma decisão de não produzi-lo em massa.

Os protótipos continuaram a ser usados em um programa experimental até que problemas com os motores Lycoming e falta de peças de reposição causaram a suspensão de seus voos. O segundo protótipo 42-108994 (erroneamente pintado como 42-1211) equipado com um turbocompressor experimental da GE, fez dez voos antes de ser utilizado como fornecedor de peças para manter o primeiro protótipo no ar.[3][4]


ReferênciasEditar

Notas
  1. Green and Swanborough 1978, p. 84
  2. Thompson 1992, p. 118.
  3. Thompson 1992, p. 114.
  4. Balzer, Gerald 2008.
Bibliografia
  • Balzer, Gerald H. (2008). American Secret Pusher Fighters of World War II: XP-54, XP-55, and XP-56. North Branch, Minnesota: Specialty Press. ISBN 1-58007-125-2 .
  • Green, William (1961). War Planes of the Second World War, Volume Four: Fighters. Londres: MacDonald & Co. (Publishers) Ltd. ISBN 0-356-01448-7 .
  • Green, William; Swanborough, Gordon (1978). WW2 Aircraft Fact Files: US Army Air Force Fighters, Part 2. Londres: Macdonald and Jane's Publishers Ltd. ISBN 0-354-01072-7 .
  • Jenkins, Dennis R.; Landis, Tony R. (2008). Experimental & Prototype U.S. Air Force Jet Fighters. North Branch, Minnesota: Specialty Press. ISBN 978-1-58007-111-6 .
  • Thompson, Jonathan (1992). Vultee Aircraft 1932–1947. Santa Ana, CA: Narkiewicz/Thompson. ISBN 0-913322-02-4 .

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Vultee XP-54