Abrir menu principal

Wikipédia:Esplanada/propostas/Regra para reposição das ferramentas administrativas (19jun2017)

Dado o imbróglio gerado por esse pedido e que acabou resultando nisso, venho aqui propor algo no intuito de clarificar as regras no que diz respeito ao assunto. Proponho o seguinte: adicionar uma seção em Wikipédia:Política_de_administradores#Atribuição do acesso com o nome de "Reatribuição das ferramentas", com o seguinte texto:

Nos casos em que o administrador solicitar voluntariamente a remoção das ferramentas administrativas, o mesmo poderá reavê-las a qualquer tempo, bastando solicitá-las aos burocratas. O pedido deverá ficar aberto por no mínimo 1 (um) dia e em caso de discordância por qualquer usuário durante o período em aberto, um novo pedido de aprovação deverá ser iniciado. Caso haja discordância de algum editor após a ferramenta ter sido reatribuída, a mesma não poderá ser removida novamente, exceto nos outros casos previsto nesta política.

Percebam que coloquei ali um prazo mínimo um dia e a frase em negrito. O intuito é evitar problemas do tipo: ex-administrador solicita novamente as ferramentas, burocrata atribui e logo após aparece alguém constando. Com um período o mínimo pro pedido ficar aberto, esses problemas serão evitados. Talvez seja o caso de colocar um limite de tempo também e de, quem sabe, limitar esse "qualquer usuário" para "qualquer usuário que seja autorrevisor".

Além disso, proponho que o prazo mínimo de um dia e a frase em negrito também sejam aplicados nos casos de reatribuição após remoção automática por absenteísmo.

!Silent (discussão) 22h40min de 19 de junho de 2017 (UTC)

A propósito, ainda que não concordem com a proposta, o intuito desse tópico é tentar deixar explícito nas regras se isso pode ou não ser feito, e se pode, a maneira com será feito. Portanto, ainda que não seja aprovada a proposta inicial, alguma coisa daqui tem que sair e ser colocada nas regras, pois do jeito que está não pode ficar. !Silent (discussão) 22h42min de 19 de junho de 2017 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo

  • Que absurdo é esse de não ser atribuída se "um editor discordar"? Um editor passou a ter a capacidade sozinho de invalidar toda uma decisão da comunidade? Se alguém discorda que abra um pedido de desnomeação. Só a comunidade é que tem competência para alterar a sua própria decisão. Esse absurdo não existe em nenhum outro projeto, onde a atribuição é feita de forma totalmente livre.
  • O prazo de 24 horas existente noutros projetos destina-se a verificar se a conta está comprometida ou existem sanções/filtros/etc. pendentes no conselho de arbitragem. Posso concordar com um prazo para esses propósitos. Mas não é nada disso que está aqui a ser proposto. O que está a ser proposto é dar 24 horas para que um usuário se possa sobrepor a uma decisão da comunidade. Isso não existe e é muito ao gosto dos "salvadores do projeto" que pretendem impôr com truques e manhas legalistas o que não conseguem em decisões comunitárias. aq (discussão) 22h53min de 19 de junho de 2017 (UTC)
Pode sugerir mudanças Antero de Quintal. Esse ponto foi colocado baseado na outra regra já existente sobre o absenteísmo, mas isso pode ser discutido tranquilamente. !Silent (discussão) 22h55min de 19 de junho de 2017 (UTC)
A sua proposta não introduz nenhuma mudança para a situação atual, para além da introdução de 1) a possibilidade de um editor ou de poucos editores se sobreporem a uma decisão da comunidade; 2) impor um prazo de 24 horas. A primeira é absurda: nenhum editor ou grupo pequenos de editores têm a prerrogativa de se sobrepor a uma decisão da comunidade. A segunda depende da primeira. aq (discussão) 23h16min de 19 de junho de 2017 (UTC)
Sua sugestão então é qualquer um que quiser reaver a ferramenta o poderá fazer independentemente de qualquer coisa a qualquer tempo? É uma possibilidade também. Como disse, minha intenção é só deixar claro esse processo de reatribuição, a fim de evitar problemas como o atual. Não precisa ser necessariamente a proposta inicial, mas tem que ser algo. !Silent (discussão) 01h02min de 20 de junho de 2017 (UTC)
@!Silent: Não é independentemente de qualquer coisa. Isso é a situação atual. Concordo que possa haver restrições bem definidas e por motivos válidos. Não concordo é com aquilo que propõe, que é a possibilidade de um ou meia dúzia de usuários subverterem uma decisão da comunidade só com mimimi. Entre as restrições bem definidas e por motivos válidos estão a recusa de reatribuição quando
  • 1) existirem sanções ativas contra o requerente;
  • 2) o pedido voluntário tenha sido feito durante o curso de uma votação de desnomeação;
  • 3) o pedido voluntário tenha sido feito imediatamente após uma discussão de bloqueio bem sucedida.
Também não é a qualquer tempo. Se o usuário esteve inativo durante um período de tempo em que perderia o estatuto por absentismo, as regras que se aplicam são as de absentismo. aq (discussão) 01h15min de 20 de junho de 2017 (UTC)
  • Considero o prazo de um dia, demasiado curto e além disso deve estar explícito de que a comunidade deve ser avisada da existência desse pedido pois, caso contrário, ele pode passar despercebido à maioria da comunidade o que não me parece correcto. Nota: o {Discordo} do Aq deve-se única e exclusivamente ao seu pedido em curso, para voltar a ter o estatuto. --João Carvalho deixar mensagem 22h57min de 19 de junho de 2017 (UTC)
  • Subscrevo o colega João Carvalho: Embora concorde com a ideia base da proposta, o prazo de um dia parece-me demasiado curto, e a comunidade deve ser avisada do pedido em curso pelos métodos habituais.-- Darwin Ahoy! 23h03min de 19 de junho de 2017 (UTC)
Qual prazo sugerem então? E com relação ao fato de um único usuário poder impugnar a recolocação, concordam ou acham que deve ser mais? Se sim, quantos? !Silent (discussão) 23h13min de 19 de junho de 2017 (UTC)
Li várias discussões relacionadas a isso em outros projetos e o prazo comum é de dois dias. Importante dizer que não existe e ideia de um editor impedir uma atribuição. O prazo existe para verificar se a conta não está comprometida e se o administrador não abusou de suas ferramentas antes de renunciar. Érico (fale) 23h16min de 19 de junho de 2017 (UTC)

@!Silent: A maioria das wikis não prevê sequer essa situação, e algumas, como a wiki-fr, referem explicitamente que nesses casos é obrigatória a revalidação pelos meios habituais. A Wiki-en apenas prevê a reatribuição do estatuto após remoção voluntária em casos em que não existe controvérsia no momento da remoção voluntária (que, de modo algum, é o caso que inspirou esta proposta, já que a remoção voluntária da flag se deu em meio a uma enorme controvérsia). E, mesmo assim, com um prazo mínimo de um dia após o anúncio da intenção, e nunca antes da discussão que se inicia, se a houver, estar terminada. Numa comunidade com uma dimensão e actividade tão reduzidas como a nossa, creio que o mínimo seria de três dias a uma semana, após o anúncio ser feito ao menos na Esplanada, e de preferência também via massmessage, e estando os burocratas obrigados a respeitar o fim da discussão entre a comunidade antes de qualquer eventual reatribuição de estatuto.-- Darwin Ahoy! 23h34min de 19 de junho de 2017 (UTC)


Symbol declined.svg Discordo da necessidade de pedido e principalmente da questão de aprovação unanime. Duvido que 90% dos admins atuais passem por esse crivo caso solicite sua desnomeação e volte a pedir em seguida. Acredito que a reatribuição das ferramentas deva ser feita de maneira automática após a verificação da conta em questão, caso neste período sem as ferramentas/wikipausa o usuário não tenha cometido nenhuma falta ou bloqueio grave que gerasse remoção de ferramentas, ele deve receber em seguida as ferramentas que lhe foram garantidas previamente por votação pela comunidade. Creio que análise dentro de 24 horas seja suficiente, neste periodo, caso alguma acusação grave apareça, não identificada previamente, mas bem respaldada, uma extensão por mais 24 horas para análise e julgamento seriam mais do que suficientes no meu ponto de vista Rodrigo Padula(Fale comigo) 23h50min de 19 de junho de 2017 (UTC)

  • Caro @Rodrigo Padula:, achas que as ferramentas devem se reatribuídas mesmo nos casos em que a remoção voluntária foi efectuada no meio de uma controvérsia/discussão ? Eu pergunto isto porque, está a aparecer com uma certa frequência o estratagema de auto pedidos de remoção em casos em que, provavelmente a remoção seria pedida por outros usuários. É evidente para mim que, se por exemplo, um usuário acha que vai estar sem tempo disponível para exercer as suas funções e pede a remoção do estatuto, a reatribuição desse estatuto seria pacífica para todos os colegas mas não é esta situação que está a acontecer ultimamente. O pedido de auto remoção está a acontecer antes que alguém tenha tempo de pedir a remoção e em casos em que o pedido de remoção já está em andamento. Abraço --João Carvalho deixar mensagem 00h21min de 20 de junho de 2017 (UTC)
@João Carvalho: controvérsias e discussões são comuns, por isso coloquei na minha proposta que no pedido de reatribuição das ferramentas haja uma prazo para que quem tenha algo contra, apresente de forma muito bem embasada para que possa ser avaliada pelos burocratas. Raramente o pedido voluntário de remoção de ferramenta se dá antes do pedido de bloqueio e desnomeação, ainda mais por questões graves e passíveis de desnomeação. Noto que pedidos de desnomeação e bloqueio surgem até por pensamentos. Muitas vezes vejo pessoas abandonando suas edições e estatutos por estarem cansados e de cabeça quente, essa renomeação ajudaria usuários impulsivos a retomar suas boas edições e contribuições sem muito mais trabalho e desgaste em votações já confirmadas anteriormente Rodrigo Padula(Fale comigo) 00h30min de 20 de junho de 2017 (UTC)
As pessoas quando abdicam geralmente não estão a par de esquemas offwiki de desnomeação. Há alguma coisa que impeça essas pessoas de abrir pedidos de desnomeação depois da devida reatribuição e descobrir se a comunidade concorda ou não com elas? aq (discussão) 00h26min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Antero comentou algo relevante, creio que as ações dentro da wikipédia não prescrevem, caso um estatuto seja reatribuido, os que são contra poderão argumentar e abrir pedido de desnomeação da mesma forma quanto antes do pedido voluntário de desnomeação. Rodrigo Padula(Fale comigo) 00h32min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Citação: Antero ou aq escreveu: «esquemas offwiki» ? É você que vem falar disso aqui ?? Sinceramente não o entendo, isto é, até o entendo bem, até demais (já cansei !). --João Carvalho deixar mensagem 00h36min de 20 de junho de 2017 (UTC)
@João Carvalho: Não acho produtivo personalizarmos esta discussão. Ela visa estabelecer um procedimento para algo que já existe (reatribuição do estatuto), e tenho certeza que o !Silent a iniciou com boa-fé. Leve em conta que uma decisão aqui valeria para todos; não está em jogo este ou aquele administrador. Vale para você, eu, GoEThe, !Silent, Rodrigo e qualquer outro administrador que decidir renunciar. Dito isto, porque vê como problemático a possibilidade de alguém receber o estatuto de administrador até a comunidade decidir o contrário, em um pedido de remoção? Érico (fale) 01h29min de 20 de junho de 2017 (UTC)
  • Concordo com os termos gerais da proposta inicial, com atenção aos seguintes pontos:
Local
Página de pedidos a burocratas.
Duração mínima de 3 dias
Tendo-se em vista a quantidade decrescente de usuários realmente ativos nesta comunidade, um período de visualização de pelo menos 3 (três) dias para o pedido seria adequado. Muitos não acedem todos os dias ao site. Com uma comunidade ativa residual cada vez menor, é preciso assegurar que o pedido foi visualizado a contento.
Divulgação
É importante a inclusão do pedido nas páginas MediaWiki:Watchlist-details e Predefinição:MRNomeações, bem como a sua divulgação na seção de anúncios na Esplanada. O prazo de 3 (três) dias só deverá ser contabilizado a partir da divulgação efetiva nos três locais.
Aprovação condicionada à não existência de contestações
Tal qual nos pedidos que envolvem as situações de absenteísmo, a reincluisão do usuário no grupo somente deverá ser feita pelos burocratas se, após a divulgação necessária e o período mínimo de discussão, a devolução do estatuto não for contestada por nenhum editor. Se a ação for considerada controversa por qualquer usuário, o pedido será encerrado como negado e o interessado deverá abrir um novo pedido de aprovação.
Autorrevisor
Não me oponho à sugestão do !Silent para que apenas autorrevisores possam contestar o pedido.
  • Tendo-se em vista as dimensões e as características desta comunidade, estas me parecem as soluções mais seguras e sensatas. Devemos ainda levar em consideração que a maioria das wikis não prevê este recurso. A enwiki, por sua vez, dispõe de uma comunidade muitas vezes maior e mais bem estabelecida, de modo que a vigilância a possíveis abusos é mais eficaz. RadiX 03h31min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Texto vago demais, sujeito a todo tipo de interpretações. Contestação com base no que? Um desafeto coloca um "discordo" + argumentação risível e, com isso, anula-se toda uma decisão da comunidade (PDA)? "Ação considerada controvérsia por qualquer usuário" = qualquer pessoa, por motivos pessoais, impede que alguém receba as ferramentas. Isso não existe em nenhuma wiki. Érico (fale) 03h37min de 20 de junho de 2017 (UTC)
A "decisão da comunidade" (PDA) é válida enquanto o usuário permanecer no grupo. Após sair, voluntariamente, será válido o apontamento de todas as ações que ocorreram nesse período (ou enquanto ele foi administrador), e que podem ser tidas como controversas.
O texto é o mesmo que consta na política, para o caso de remoção por absenteísmo - a única situação possível de reatribuição do estatuto prevista atualmente em regra nesta wiki. RadiX 03h46min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Já que citou a Wikipédia em Inglês para tentar embasar essa sua proposta, vou citar exemplos de lá:
  • Em junho de 2015, o editor "Scot" solicitou, para os burocratas, a reatribuição de suas ferramentas administrativas. Diversos editores discordaram ou apresentaram objeções para a reatribuição. No entanto, os burocratas de lá decidiram que o editor não havia abusado de suas ferramentas e a conta não estava comprometida, e atribuíram o estatuto.
  • Em novembro de 2015, o editor "Boing! said Zebedee" também teve suas ferramentas administrativas reatribuídas mesmo depois de várias objeções. Nem mesmo o fato de ele ter bloqueado a si próprio (por tempo indeterminado), quando renunciou, foi suficiente para que seu pedido fosse negado pelos burocratas.
  • Durante um desses debates de reatribuição, um administrador comentou: "Unfortunatelt 'crats do not have authority to refuse resysopping on those grounds. If you wish to petition for a desysopping, ArbCom would be the only appropriate venue." No caso da Wikipédia em Português, quem decide sobre esta remoção é a comunidade.
Portanto, fica aqui comprovada a falácia argumentativa. O proposto acima não é usado em nenhuma wiki. Uma discordância não anula uma decisão comunitária, sob hipótese alguma. A partir do momento que um editor é aprovado pela comunidade, apenas a comunidade pode remover seu estatuto. Um editor ou meia dúzia de editores (muitas das vezes desafetos) não representam toda a comunidade. Érico (fale) 03h53min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Citação: RadiX escreveu: «A "decisão da comunidade" (PDA) é válida enquanto o usuário permanecer no grupo.» Uma decisão da comunidade é soberana e válida enquanto não houver outra decisão da comunidade noutro sentido. Pretender que uma decisão da comunidade é uma coisa descartável tipo uma ficha para os carrinhos de choque que só dá direito a uma voltinha é das coisas mais sem nexo que já li por aqui. aq (discussão) 08h24min de 20 de junho de 2017 (UTC)

De lembrar que não é igual um ex-administrador voltar a pedir as ferramentas, quando tem que ter uma aprovação de pelo menos 75% e as ferramentas serem atribuídas e alguém abrir um pedido de desnomeação, onde a percentagem é apenas mais de 50%. Dito isto, acho bem desburocratizarem, seria bom que pelo menos alguns destes editores activos pudessem ser reconduzidos sem problemas caso o desejarem. GoEThe (discussão) 07h33min de 20 de junho de 2017 (UTC)

Qualquer um desses editores que continue ativo pode pedir a reatribuição, caso o deseje. Sempre pôde. Não precisa desta proposta. Esta proposta parece ter como objetivo apenas introduzir um passo adicional, ao permitir que uma única pessoa possa sabotar essa reatribuição e reverter uma decisão da comunidade sem base nenhuma. aq (discussão) 08h32min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Sempre pôde [carece de fontes], mas nunca foi feito. Sempre foi pedido reatribuição com um pedido normal. É fácil ver isso pelos registos. Em WP:A estão registados além do meu caso JSSX, Juntas, LeonardoG, Luckas Blade, Lusitana, Nuno Tavares, OS2Warp, PatríciaR, mas estou certo que já houve outros. Já o procedimento simplificado nunca vi ser aplicado aqui em mais de 10 anos. Não é prática comum, nem foi alguma vez previsto na nossa documentação. É por isso inédito, por isso pode e deve ser discutido. Há várias propostas na mesa, umas com a possibilidade de objecção por uma pessoa, outras que não. É questão de encontrar um consenso. GoEThe (discussão) 08h46min de 20 de junho de 2017 (UTC)
E algum desses efetivamente pediu a reatribuição e foi recusada? aq (discussão) 09h10min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Esses não, o único caso que encontrei nos arquivos (mas podia o aq ter ido fazer essa pesquisa, não?) foi o do Érico que teve um pedido recusado após deixar a administração, e só mais tarde foi permitido regressar. Há o da Beria também, mas ela tinha sido desnomeada antes. GoEThe (discussão) 09h26min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Obrigado. aq (discussão) 09h35min de 20 de junho de 2017 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Sobre a proposta em si, creio que qualquer usuário com direito a voto (já que não necessariamente só autorrevisor pode votar no PdA) pode pedir a contestação da reatribuição, desde que aponte, com diffs ou logs das ações do administrador que o mesmo não mantém mais o "perfil votado" no último pedido. Assim a gente evita contestações só por conta de "não ir com a cara" do sysop. Edilson Vinentefale comigo 11h09min de 20 de junho de 2017 (UTC)

E quem avalia? Os burocratas? Foi a comunidade que elegeu o administrador. Se há evidências de uso impróprio, elas devem ser expostas à comunidade num pedido de desnomeação. Só a comunidade pode avaliar e reverter a sua própria decisão. Não são duas ou três pessoas que têm a prorrogativa de impôr a sua visão dos factos e agir à revelia da comunidade. aq (discussão) 11h30min de 20 de junho de 2017 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário É de suma importância que fique claro que quando a remoção voluntária da flag por um administrador se faz em meio a controvérsias envolvendo esse administrador, que a mesma não possa ser reatribuída sem um processo de votação formal, tal qual ocorre na wiki-en. A esperteza saloia de pedir a remoção voluntária da flag por forma a fugir a um escrutínio provável ou certo, reavendo-a mais tarde após a situação acalmar, não pode ser premiada.-- Darwin Ahoy! 11h18min de 20 de junho de 2017 (UTC)

Por "controvérsias" deve-se entender casos específicos, como ter pedido a remoção durante uma votação em curso ou no caso de sanções ativas. Ninguém deve ser penalizado por comportamentos abusivos, difamatórios ou assediantes de outras pessoas ou por esquemas e concluios offwiki que desconhece. aq (discussão) 11h33min de 20 de junho de 2017 (UTC)

O Antero de Quintal fala que sempre foi permitido esse tipo de coisa. Não sei onde, não está previsto nada disso nas regras, mas ele insiste nessa tese somente pelo fato de ter tido o seu pedido de reatribuição embargado. Não Antero, nunca existiu nada assim, isso nunca foi feito aqui, o seu caso é inédito (a menos que me mostrem o contrário). Em todos os outros casos os editores solicitaram novamente a ferramenta.
Sinceramente, da minha parte, já estou quase a favor do ex-administrador ser obrigado a fazer um novo pedido após uma desnomeação voluntária. Isso evita todo tipo de problema e o melhor de tudo: atesta se a comunidade ainda o apoia verdadeiramente como administrador, pois se ele realmente ainda tiver o apoio da comunidade, não temerá passar novamente por um simples PDA e ter 75% de aprovação, não é? Recentemente, o Conde Edmond Dantès que havia passado por essa mesma situação, resolveu abrir um novo pedido e foi aprovado sem maiores problemas. Quem não deve não teme, então para mim, explicitar nas políticas que o usuário é o obrigado a passar por um novo PDA não me é nada absurdo, já que isso sim, foi o que sempre ocorreu. !Silent (discussão) 12h32min de 20 de junho de 2017 (UTC)

@!Silent: Pelo que percebi, esse é realmente o uso generalizado nas Wikipédias e outros projectos Wikimedia, e é de facto o mais simples e menos controverso, além de ser o que sempre se usou neste projecto. Para evitar futuras polémicas, concordo que fique explícito nas regras que o ex-administrador passará sempre por nova votação, tal como se passa na wiki-fr, mas com a excepção que já existe, da reposição após remoção por abstencionismo, e que foi colocada precisamente para evitar burocracias em casos não controversos.-- Darwin Ahoy! 12h40min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Concordo com a contraproposta de manter a possibilidade de reatribuição apenas para os casos de absenteísmo, tal como já é previsto em regra. Para os demais casos, adota-se o padrão dos demais projetos, no qual o interessado deve passar por um novo PDA (algo extremamente simples e indolor). Assim são evitadas controvérsias desnecessárias. RadiX 14h44min de 20 de junho de 2017 (UTC)
  • Eu proponho manter o modelo atual de criar a votação. Mais simples e menos sujeito a desconfianças. Quem de fato tem aprovação da comunidade pode muito bem solicitar novamente aquilo se pediu pra remover. A comunidade poderá julgar se após passado algum tempo a pessoa ainda mantém a sua confiança. Simples e sem rodeios.—Teles«fale comigo» 23h13min de 20 de junho de 2017 (UTC)
O modelo atual não é esse, nem o estatuto de sysop exige revalidações periódicas. Simples e sem rodeios é a pessoa pedir a restituição e serem-lhe restituídas as ferramentas. Coisa estranha isso de chamar "simples" a todo esse processo burocrático sem nexo que é proposto. aq (discussão) 23h24min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Poderia citar as regras a que se refere pra que todos possam entender o modelo atual.—Teles«fale comigo» 00h23min de 21 de junho de 2017 (UTC)
As regras são as decisões da comunidade para que as ferramentas sejam atribuídas à pessoa. Não consegui perceber nas regras nada que indique que a pessoa se deva sujeitar a uma nova decisão para voltar a decidir o que já foi decidido. aq (discussão) 00h27min de 21 de junho de 2017 (UTC)

ContrapropostaEditar

Dado o impasse referente à proposta inicialmente apresentada, deixo aqui uma contraproposta:

Adicionar uma seção em Wikipédia:Política_de_administradores#Atribuição do acesso com o nome de "Reatribuição das ferramentas", com o seguinte texto:

Nos casos em que o administrador solicitar voluntariamente a remoção das ferramentas administrativas, será necessária uma nova votação nos mesmos moldes descritos em Wikipédia:Política de administradores#Atribuição do acesso. Para os casos de reatribuição após a remoção por absenteísmo, consultar Wikipédia:Política de administradores#Remoção automática por absenteísmo.

@Érico, RadiX, Darwinius, Antero de Quintal, GoEThe, Rodrigo Padula, João Carvalho e EVinente: convido-os a dizer se concordam ou não com essa nova proposta. O texto pode ser ajustado, mas a base é essa. !Silent (discussão) 15h14min de 20 de junho de 2017 (UTC)

  Concordo. Substituí o termo desnomeação, que não existe mais. RadiX 15h22min de 20 de junho de 2017 (UTC)
  Concordo Simples, incontroverso e de acordo com a prática habitual, tanto noutros projectos como neste.-- Darwin Ahoy! 15h48min de 20 de junho de 2017 (UTC)

Não consigo ver benefícios com essa proposta. Se o objetivo é atestar que os ex-administradores permaneçam com 75% de apoio, é injusta. Se formos fazer uma "pesquisa de opinião", um terço dos atuais administradores não teriam 75% de votos favoráveis – incluindo eu e vários outros usuários que opinaram nesta proposta, como demonstrado nas votações recentes. Érico (fale) 16h35min de 20 de junho de 2017 (UTC)

A diferença é que vocês e os outros um terço dos administradores não solicitaram remoção das ferramentas. Se solicitarem e quiserem reavê-las, passar por uma nova votação não é nada demais. Se não tiver o apoio da comunidade, como poderá receber novamente as ferramentas? Na minha opinião, essa é a forma mais justa de resolver essa questão. !Silent (discussão) 16h43min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Mas porque é que há-de abrir uma segunda votação se a comunidade já lhe atribuiu as ferramentas? Para dar mais oportunidade de discussão aos que vivem de confusões e brigas no domínio Wikipédia? aq (discussão) 18h11min de 20 de junho de 2017 (UTC)

  Discordo Muita gente está farta, e com razão, destes joguinhos manipulativos com as palavras. Então a comunidade atribuí as ferramentas, esse administrador fica uns meses afastado por doença ou exames, e quando volta pede legitimamente a reatribuição das ferramentas. Em vez de lhe serem restauradas em dois minutos, como em qualquer outro projeto, o Radix defende aqui que o "simples" é obrigar a pessoa a abrir uma votação? Abrir uma votação a que propósito? É todo um mundo de novilíngua. Proposta sem cabimento, feita à medida e ao gosto dos "salvadores da Wikipédia" que passam 90% do tempo a discutir no domínio Wikipédia e a provocar conflitos. Também gostei do canvassing cirúrgico aos editores favoráveis. aq (discussão) 18h09min de 20 de junho de 2017 (UTC)

@Antero de Quintal O tal "canvassing cirúrgico aos editores favoráveis" a que se refere, nada mais foi do que chamar para comentar novamente os mesmos editores que já haviam dado seu parecer na proposta. Todos os que foram citados por mim ali foram os mesmos que comentaram aqui previamente. Não teve "canvassing" algum. !Silent (discussão) 19h27min de 20 de junho de 2017 (UTC)

  Concordo - Parece-me uma proposta justa e clara. --João Carvalho deixar mensagem 18h17min de 20 de junho de 2017 (UTC)

  Apoio Seria muito fácil que um administrador, ao notar que está prestes a ter seu estatuto removido pela comunidade, solicitasse voluntariamente a remoção de suas ferramentas, bastando aguardar até que a poeira baixasse para reavê-las automaticamente. Essa nova proposta impede que algo assim aconteça, porém sem alterar o procedimento padrão para absenteísmo. --ArgonSim (discussão) 19h21min de 20 de junho de 2017 (UTC)

Pode explicar o que é que impede de ser aberto um pedido de desnomeação? aq (discussão) 19h45min de 20 de junho de 2017 (UTC)
@Antero de Quintal:
  1. Abre-se um novo pedido de desnomeação;
  2. Administrador nota que está prestes a ser desnomeado;
  3. Administrador voluntariamente abre mão de suas ferramentas;
  4. Administrador solicita, depois de um tempo, que suas ferramentas sejam devolvidas;
  5. Um novo pedido de desnomeação é aberto contra ele;
  6. Repete-se infinitamente.
Uma solução seria impedir que usuários com cargos "desnomeáveis" solicitassem voluntariamente a remoção de ferramentas quando houver algum pedido de desnomeação aberto contra ele. --ArgonSim (discussão) 20h03min de 20 de junho de 2017 (UTC)
@ArgonSim: Então a minha proposta de não atribuir nos casos em que a remoção voluntária aconteceu durante um pedido de remoção resolve o problema que apresenta, correto? Qual é a necessidade de penalizar quem não tem nada a ver com essa situação? aq (discussão) 20h05min de 20 de junho de 2017 (UTC)
@Antero de Quintal: Se a remoção voluntária não tiver sido solicitada como maneira de evitar um iminente pedido de desnomeação, sim. Como não imagino que haja usuários capazes de prever o futuro, situações desse gênero provavelmente seriam raras. --ArgonSim (discussão) 20h14min de 20 de junho de 2017 (UTC)
  Comentário Uma maneira de evitar isso seria estabelecer um intervalo de uma semana entre o pedido de remoção voluntária e a remoção de fato. Se ninguém abrir um pedido de desnomeação contra o usuário nesse intervalo, a remoção se concretiza. Caso contrário, a remoção se concretizará voluntariamente apenas se o pedido de desnomeação for malsucedido. --ArgonSim (discussão) 20h24min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Sim, neste caso não há a menor condição de se reatribuir. Mas eu acho que impedir todos os casos não seria nada benéfico. O melhor é estabelecer critérios claros e não absurdos, como uma única pessoa invalidar uma decisão comunitária. Exemplo de comentários que impediriam uma atribuição: 1) "o editor teve determinado bloqueio considerado correto"; 2) "o editor abusou de suas ferramentas logo antes de renunciar", etc. Érico (fale) 20h07min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Eu não seria contra isso Érico, o problema é definir claramente esses critérios, do que valeria ou não para impugnar a reatribuição. Além de quê, demandaria também avisar na esplanda, em MRNomeações, nas PV, deixar o pedido aberto por o período mínimo de tempo. Se for pra ser assim, que se faça logo uma votação então. !Silent (discussão) 20h14min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Beleza. Além dos dois exemplos que citei, tem alguma outra situação que acha necessário incluir? Érico (fale) 20h17min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Não consigo pensar em nada agora, mas certamente deve ter algo.
Como seria avaliado o mérito da questão sobre o editor ter abusado das ferramentas antes de renunciar? O que seria classificado como abuso ou não? Enfim, ao meu ver ficaria muito subjetivo. A maneira mais objetiva para mim seria uma votação. !Silent (discussão) 20h24min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Creio que através das RAAs ou DBs. Érico (fale) 20h27min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Preferia que houvesse um fast-track para editores que não se metem em confusão poderem reaver ferramentas facilmente. Talvez esse "editor modelo" não exista, e seja difícil traçar a linha limite entre não controverso e problemático, mas seria o ideal. GoEThe (discussão) 07h11min de 21 de junho de 2017 (UTC)

  Discordo. Proposta que não traz qualquer benefício. Penso que o caminho é atingir um meio termo na proposta abaixo. Érico (fale) 17h08min de 21 de junho de 2017 (UTC)

Contra-ContrapropostaEditar

Com base no que eu li até agora e todos esses problemas e pedidos estranhos que estão aparecendo nos ultimos dias, acho que uma desnomeação voluntária seja mais válida do que ataques e atitudes desesperadas para preservar ferramentas. Portanto gostaria de propor o seguinte com base na ultima contra-proposta:

Adicionar uma seção em Perda de acesso com o nome de "Remoção voluntária" com o seguinte texto/ideia/proposta:

Pode ser solicitada por qualquer administrador que detenha o estatuto. Pedidos de remoção voluntária ficarão em aberto por um período de 24 horas para argumentação da comunidade e reflexão do solicitante. Neste período o pedido poderá ser cancelado pelo autor do pedido. Após 24 horas de iniciado, o pedido poderá ser fechado pelos burocratas e o estatuto removido.

Adicionar uma seção em Wikipédia:Política_de_administradores#Atribuição do acesso com o nome de "Reatribuição das ferramentas", com o seguinte texto:

Nos casos em que o administrador solicitar voluntariamente a remoção das ferramentas administrativas, ele poderá solicitar a reatribuição das ferramentas, ficando o pedido de renomeação aberto por 24 horas para análise da conta e comentários. A reatribuição será feita de forma automática desde que o editor não se enquadre em nenhum dos itens a seguir:

Para os casos de reatribuição após a remoção por absenteísmo, consultar Remoção automática por absenteísmo.

Caso um administrador tente usar a remoção voluntária para escapar de possível pedido de remoção, logo ao ser reatribuído o estatuto um pedido poderá ser aberto, afinal, aqui "o crime" não prescreve. Estipulando um periodo inferior a 6 meses, não extrapolamos o periodo citado na politica de absenteísmo. Acho que possibilitar uma wikipausa com desnomeação voluntária as vezes seja importante para acalmar os ânimos e apasiguar as coisas. Solicitações de desnomeação voluntária durante pedidos de desnomeação abertos por outros editores devem ser desconsiderados até o término da votação. Fica aqui minhas sugestões Rodrigo Padula(Fale comigo) 20h42min de 20 de junho de 2017 (UTC) Rodrigo Padula(Fale comigo) 20h42min de 20 de junho de 2017 (UTC)

Sou   Neutro essa proposta. Se passar, ótimo. Mas e como ficaria a divulgação do pedido? Seria divulgado na esplanada, em MediaWiki:Watchlist-details, via MassMassage? !Silent (discussão) 20h52min de 20 de junho de 2017 (UTC)

Creio que MediaWiki:Watchlist-details ou MassMessage atenderiam bem. Acredito que com essas duas melhorias/mudanças na politica já matariamos esse problema e impasse para pedidos futuros Rodrigo Padula(Fale comigo) 21h06min de 20 de junho de 2017 (UTC)
Fiz atualização na proposta retirando algumas questões subjetivas. O que acham? Rodrigo Padula(Fale comigo) 04h30min de 21 de junho de 2017 (UTC)

Não percebo porque, na primeira parte,um pedido de remoção voluntária tenha que ter argumentação da comunidade. Além disso, a segunda parte é demasiado rígida e não permite que situações não previstas (não peçam exemplos, porque tal como o nome diz não podem ser previstas) também impeçam a reatribuição automática. GoEThe (discussão) 07h06min de 21 de junho de 2017 (UTC)

@GoEThe: A argumentação não é pela desenomeação ou não, mas sim uma argumentação de convencimento. Muitas vezes vejo gente abandonando estatutos e edições por estar de cabeça quente. 24 horas para auto-reflexão e motivação por parte dos amigos editores podem garantir a permanência de um bom administrador na atividade. Coloquei de forma direta na segunta parte para evitar questões subjetivas, principalmente na argumentação contra o pedido Rodrigo Padula(Fale comigo) 18h04min de 21 de junho de 2017 (UTC)

  Discordo - A contraproposta anterior parece-me muito mais simples e objectiva. Esta nova contraproposta deixa muitas coisas em aberto, pouco explícitas para a reatribuição. Permite muitas interpretações o que, como é hábito, iriam dar origem a discussões infindáveis e em nada contribuir para a diminuição do mau ambiente já existente. --João Carvalho deixar mensagem 11h35min de 21 de junho de 2017 (UTC)

Não percebi. Pode explicar o que é que existe de "aberto", "pouco explícito" e "sujeito a interpretações" em não permitir a restituição nos casos em que o editor tiver sanções ativas, tiver pedido a remoção durante um pedido de desnomeação ou tiver cumprido os critérios de absentismo? Por favor, dê exemplos de como esses critérios possam ser "sujeitos a interpretações". aq (discussão) 12h39min de 21 de junho de 2017 (UTC)
@João Carvalho: Reformulei os textos e adicionei os itens que impedem a reatribuição justamente para remover a subjetifivade aberta na proposta anterior. Rodrigo Padula(Fale comigo) 18h04min de 21 de junho de 2017 (UTC)

  Discordo da proposta. A norma nos poucos projectos que reatribuem flag sem votação é que a remoção não se tenha dado "under a cloud", ou seja, em ambiente de suspeita e controvérsia. Como eu já disse e repito, a esperteza saloia de pedir a remoção voluntária da flag por forma a fugir a um escrutínio provável ou certo, reavendo-a mais tarde após a situação acalmar, não pode ser premiada. Ou fica claro que na altura em que foi pedida a remoção não havia qualquer tipo de controvérsia sobre o administrador, ou vai a votação, como é a norma geral, e sempre se usou aqui.-- Darwin Ahoy! 12h47min de 21 de junho de 2017 (UTC)

Então basta um doido qualquer se lembrar de difamar alguém que isso é motivo para subverter uma decisão da comunidade, é isso? aq (discussão) 12h50min de 21 de junho de 2017 (UTC)
Se o administrador pede a remoção da flag na sequência disso que o "doido" diz, sim, é mesmo isso.-- Darwin Ahoy! 12h53min de 21 de junho de 2017 (UTC)
Coloquei itens especificos na segunda proposta para justamente, caso o administrador esteja sob votação ele não possa pedir renomeação, com critérios objetivos não abrimos margem para acusações e discussões sem base Rodrigo Padula(Fale comigo) 18h04min de 21 de junho de 2017 (UTC)

  Concordo, mas acho que deveria ser substituído o trecho "Tenha solicitado a remoção voluntária durante uma discussão de bloqueio bem sucedida" por "Tenha comprovadamente abusado de suas ferramentas administrativas pouco antes de renunciar." Érico (fale) 17h06min de 21 de junho de 2017 (UTC)

Pelo que vi até o momento a visão de "abuso de ferramentas" é muito subjetiva, por isso coloquei bloqueio, pois em caso de abuso o normal seria solicitar bloqueio ou desnomeação dependendo da gravidade, isso mata a subjetividade da análise do que é abuso ou não Rodrigo Padula(Fale comigo) 18h04min de 21 de junho de 2017 (UTC)
A PB não estabelece bloqueios por abuso das ferramentas administrativas. Para se dar clareza ao texto, sugiro, então: "Tenha abusado de suas ferramentas administrativas pouco antes de renunciar, comprovadas por RAA ou DB." Érico (fale) 18h10min de 21 de junho de 2017 (UTC)

  Concordo com o proposto pelo Padula e com o adendo feito pelo Érico. Biólogo 32 What? 17h22min de 21 de junho de 2017 (UTC)

  Concordo com a proposta do Rodrigo Padula. Me parece que contempla o caso de alguém prestes a perder o estatuto manobrar no sentido de esperar as coisas esfriarem. Ricardo Ferreira de Oliveira Diga 17h25min de 21 de junho de 2017 (UTC)

Sim, essa é a proposta, evitar que isso seja usado com manobra para renomação futura. Rodrigo Padula(Fale comigo) 18h04min de 21 de junho de 2017 (UTC)

  Concordo per Ricardo Oliveira. aq (discussão) 18h25min de 21 de junho de 2017 (UTC)

  Comentário @!Silent: @GoEThe: @João Carvalho: @Darwinius: @ArgonSim: @RadiX: @EVinente: fiz adaptações e removi as questões subjetivas, vejam se a proposta está melhor e se concordam com o novo texto. Creio que agora não dá margem para análises controversas/subjetivas. Rodrigo Padula(Fale comigo) 18h53min de 21 de junho de 2017 (UTC)

  Concordo Pra mim está OK. !Silent (discussão) 19h07min de 21 de junho de 2017 (UTC)

  Comentário Nessa primeira parte sobre "Remoção voluntária" existem situações que editores não querem esperar as 24 horas para a remoção do estatuto, e há casos que preferem solicitar diretamente pela página de discussão (ou por email) aos burocratas, principalmente para evitar delongas. Seria relevante acrescentar no texto algo nesse sentido para aqueles que não querem aguardar esse prazo. Na segunda parte "Reatribuição das ferramentas", dentro dos critérios de reatribuição, vejo de extrema importância inserir o item: solicitar a reatribuição das ferramentas no período inferior a 6 meses a partir do pedido de remoção. --Pap@ Christus msg 19h19min de 21 de junho de 2017 (UTC)

Concordo em deixar o prazo de 24 horas como opcional ao solicitante. Por outro lado, não vejo benefícios incluir prazo para se reatribuir depois da remoção. Considero importante e essencial definir critérios impeditivos para tal reatribuição. Érico (fale) 19h39min de 21 de junho de 2017 (UTC)
  •   Dicordo completamente do uso das RAAs para se aferir seja o que for sobre regras do projecto - no caso, abuso de ferramentas administrativas - uma vez que as decisões aí são por maioria simples em votação limitada a administradores, sem qualquer necessidade de embasamento ou justificação. Isso é um convite ao abuso e à panelagem.
  •   Discordo igualmente que tenha de ter sido "provada" alguma coisa para impedir uma atribuição automática da flag, pois isso permite que numa situação de controvérsia o administrador remova temporariamente o acesso sempre que suspeite a iminência de um pedido de remoção, já visando retoma-lo quando as águas acalmarem. Como eu já escrevi e repito, esse tipo de esperteza saloia não pode ser premiada.-- Darwin Ahoy! 19h47min de 21 de junho de 2017 (UTC)

  Comentário Citação: Pedidos de remoção voluntária ficarão em aberto por um período de 24 horas para argumentação da comunidade e reflexão do solicitante. 24 horas não seria pouco tempo para um pedido desse tipo? Numa comunidade do tamanho da wiki-pt, talvez seja necessário um intervalo maior para que a solicitação receba uma visualização adequada. Citação: Tenha solicitado a remoção voluntária durante uma votação de desnomeação; Para mim seria mais prático simplesmente impedir que usuários solicitem remoção voluntária enquanto houver uma desnomeação contra si aberta. Citação: Tenha solicitado a remoção voluntária após abuso de suas ferramentas administrativas Um período maior entre pedido de remoção voluntária e sua efetivação permitiria que a comunidade por si só julgasse se houve abuso e, eventualmente, barrasse o pedido. Caso contrário, ficaria a cabo de pessoas num futuro distante ter que interpretar o contexto em que a remoção voluntária ocorreu e decidir se ela foi ou não abusiva. --ArgonSim (discussão) 19h49min de 21 de junho de 2017 (UTC)

  Agradecimentos:

1) ao colega !Silent que abriu esta discussão sobre um tópico bastante importante e à sua flexibilidade para conseguir chegar a um consenso.
2) ao colega Rodrigo_Padula também pelo seu esforço em arranjar alternativas, apesar de eu discordar das suas propostas. Agradeço também, como é evidente aos outros colegas que estão a ajudar nesta discussão/tomada de posição.
--João Carvalho deixar mensagem 22h46min de 21 de junho de 2017 (UTC)

  Comentário Continuo a achar a "Contraproposta" apresentada pelo colega !Silent, como a mais correcta. Eu sempre defendi (pelo menos que eu me lembre) que todos os administradores deviam colocar anualmente o seu estatuto/ferramentas à apreciação (votação) da comunidade. Eu como administrador, não tenho receio nenhum de colocar o meu lugar à "disposição" da comunidade. Se perder o estatuto, perdi ! Se conseguir manter as ferramentas, melhor ! Tudo isto para dizer que se alguém renuncia a um cargo, também deve passar pelo crivo da comunidade para que esta se pronuncie se esse editor é digno de retomar as ferramentas. Não há que ter medo das decisões da comunidade que deve ser sempre soberana ! Portanto,   Discordo da "Contra-Contraproposta" --João Carvalho deixar mensagem 22h46min de 21 de junho de 2017 (UTC)

Contra-Contra-ContrapropostaEditar

O título é apenas para manter a actual tendência. A minha proposta é simples, e já foi dada aqui.

  • Um utilizador recebeu as ferramentas da comunidade. Logo, porque não deixar que seja a comunidade a retirar?
  • Se o usuário volta e pede a reatribuição das ferramentas administrativas, tudo bem. Se a comunidade for a favor, tudo continuará tranquilo. Se não, alguém na comunidade abrirá um pedido de remoção, e se realmente boa parte da comunidade for contra, o usuário acabará no fim sem as ferramentas...

Se usuário X ganhou a confiança da comunidade para ter X ferramentas, porque é que se volta a perguntar se o usuário pode voltar a reavelas só porque esteve ausente?

Se "um usuário tiver que passar novamente por uma votação quando volta depois de um período de ausência", acreditem que vou propor que os que não estão ausentes comecem a passar por coisas mais "assustadoras" que um pedido de opinião, uma espécie de pedido de confiança, onde X usuário pode ainda deter X ferramentas, mas se a comunidade já não tem confiança nele, as mesmas poderão ser-lhe removidas. Não seria engraçado, só porque sim, submeter os usuários a novas votações?  

Se questionamos sobre a possibilidade se um usuário ausente possa reaver as ferramentas, porque é algo suspeito e podemos já não o conhecer bem e a comunidade tem que voltar a dar um voto de fé nele, então não existe qualquer justificação para que o mesmo não seja feito aos que estão presentes.

Com os melhores cumprimentos, Luís Almeida "Tuga1143 12h43min de 25 de junho de 2017 (UTC)