Zé Henrique & Gabriel

Dupla Sertaneja

Zé Henrique & Gabriel é uma dupla sertaneja formada em 1996 em Caldas Novas, Goiás, por João Rodrigues da Silva Júnior (Rondonópolis, 14 de abril de 1975) e Odailton Chagas Alves (Formoso, 26 de agosto de 1974).[1] A dupla tem nove álbuns e três DVDs gravados em 22 anos de carreira.

Zé Henrique & Gabriel
Informação geral
Nome completo João Rodrigues da Silva Júnior (Zé Henrique)
Odailton Chagas Alves (Gabriel)
Nascimento 14 de abril de 1975 (48 anos) (Zé Henrique)
26 de agosto de 1974 (49 anos) (Gabriel)
Local de nascimento Rondonópolis, MT (Zé Henrique)
Formoso, GO (Gabriel)
Origem Caldas Novas, GO
País  Brasil
Gênero(s) Sertanejo
Período em atividade 1996 - 2018
2024 - atualidade
Gravadora(s) BMG, Atração, Deck, Sony, Radar, Som Livre, Ok Music

Zé Henrique tem composições gravadas por artistas consagrados, como Milionário & José Rico, Sérgio Reis, Chico Rey & Paraná, Gian & Giovani, Rick & Renner, Daniel, Rionegro & Solimões, Leonardo, Bruno & Marrone, Zezé Di Camargo & Luciano, Jorge & Mateus. Gabriel é considerado por muitos um dos melhores "segundeiros" entre as duplas sertanejas. Conquistando seu espaço na música brasileira, nomes como Zezé Di Camargo & Luciano, Edson & Hudson, Di Paullo & Paulino, Eduardo Costa entre outros interpretaram canções de sua autoria.[2]

História editar

A dupla foi formada em 1996, em Caldas Novas, Goiás. Se conheceram no ano de 1994 e dois anos depois receberam o convite para gravarem uma música que seria veiculada em rádio e distribuída por sua região, para realizarem shows. Estava dada a largada para uma carreira de conquistas.

Zé Henrique descobriu o dom de compor ainda adolescente. Desde então, não parou mais. Sua primeira vitória a nível nacional, foi quando uma de suas canções foi gravada por Gian & Giovani e executada nas rádios de todo o Brasil.

Daí em diante suas composições se multiplicaram e hoje ele assina mais de duzentas, gravadas por renomes da música sertaneja como Bruno & Marrone, Daniel, Zezé Di Camargo & Luciano, Edson & Hudson, Rick & Renner, Leonardo, entre outros. Assim como seu parceiro, Gabriel também não deixa por menos.

Além de compositor, Zé Henrique também é reconhecido e respeitado como um excelente instrumentista. Participou de grandes projetos, como Meu Reino Encantado, do cantor Daniel, tocando viola caipira, e do CD de vários artistas do segmento, tornando-se um dos principais violeiros do Brasil.

Em 2002, é lançado o primeiro CD da dupla, Histórias do Coração, que foi bem recebido pelo público e bem executado nas rádios. A partir do primeiro álbum, entrou em cena o empresário Francisco Costa, amigo e antigo empresário da dupla. Sem dúvida o empresário Francisco Costa ajudou a divulgar e tornou a dupla conhecida nacionalmente.

Em 2003, lançam o segundo CD da carreira, Zé Henrique & Gabriel - Vol. 2, produzido por Pinocchio, no qual Zé Henrique é o autor de nove faixas inéditas e Gabriel de uma. Com esse trabalho fortaleceu o nome da dupla dentro da música sertaneja e em execuções por todo o Brasil com a canção “Um louco”.

Em 2005, lançam pela Deckdisc, o terceiro CD da carreira, Tremelê, onde estão os sucessos "Instinto animal", "Arrasou", "Dona do meu destino" (regravada por Leonardo), "Quando digo que te amo" e a regravação do sucesso "Um louco", que ficou como faixa bônus da dupla e que também foi regravada em 2015 por Eduardo Costa.

Em 2007, lançam o quarto CD e o primeiro DVD da carreira, trazendo sucessos como "Declaração", "Vitrine", "Calma, respira", "Aperta o pé", "Morro de saudade", "Só quer amar", "O Brasil tá cheio", "Sonhei com você", "Te esquecer demora" e muito mais. O álbum também conta com as participações especiais de Gino & Geno e Rionegro & Solimões.

Em 2009, lançam pela Sony Music, o quinto CD e o segundo DVD da carreira, composto por canções inéditas, grande parte delas de autoria de Zé Henrique. Esse trabalho rendeu bons frutos, como o hit "O que combina comigo é você", que ficou em 4º lugar entre as músicas mais executadas em todo Brasil; e "Ah, que deus é esse!", faixa integrante da trilha sonora da novela Paraiso, da Rede Globo e que rendeu o convite para participação da dupla em algumas cenas da novela.[3][4][5]

Em 2010, lançam o sexto CD da carreira e o primeiro acústico, intitulado Tá Tudo Ok - Acústico, trazendo canções inéditas e releituras dos sucessos "O que combina comigo é você", "Eu amo te amar", "Oba, oba", com a participação especial de Alexandre Pires, entre outras.

Em 2011, lançam pelo selo Radar Records, o sétimo CD da carreira, Lugar Perfeito. Produzido pelo maestro Pinocchio, o álbum conta com 14 faixas inéditas como "Um dia deixo de te amar", "Pela metade" e "O lugar perfeito", a maioria de autoria de Zé Henrique.[6]

Em 2014, lançam pela Som Livre, o oitavo álbum da carreira, Difícil de Largar, com treze canções inéditas e duas regravações: "Por baixo ou por cima" e "Chegou o sol", esta última com a participação de João Bosco & Vinícius.

Em 2017, lançam o terceiro DVD da carreira, intitulado Histórico, com as participações de Bruno & Marrone, Chitãozinho & Xororó, Daniel, Gusttavo Lima, Henrique & Juliano, Maiara & Maraisa, Marília Mendonça, Matheus & Kauan, Paula Fernandes e Zezé Di Camargo & Luciano.[7]

No final do mesmo ano, a dupla anunciou que sua carreira chegaria ao fim, e só iria continuar atendendo as agendas de shows até o meio do ano de 2018. Chegou ao final a carreira da dupla, e cada um tomou um caminho diferente.[8][9][10]

Em 2023, Zé Henrique anunciou o retorno da dupla aos palcos, porém, com um novo parceiro. Foram intensos os apelos para a volta da dupla nos últimos cinco anos. Aclamada pelo público, a dupla reuniu ao longo das mais de duas décadas de carreira uma coleção de hits e o reconhecimento nacional. Mesmo envolvido em um projeto solo, recém-lançado, Zé Henrique não conteve os inúmeros pedidos de fãs e do mercado, além da vontade pessoal e de sua família em retomar o projeto.[11][12][13]

Em 16 de janeiro de 2024, foi anunciada a volta da formação original da dupla, com o apoio do cantor Gusttavo Lima e do empresário Toninho Duettos.

Discografia editar

Ano Álbum Formatos Gravadora
2001 Histórias do Coração CD BMG
2003 Zé Henrique & Gabriel - Vol. 2 CD Atração Fonográfica
2005 Tremelê CD Deckdisc
2007 Ao Vivo CD, DVD
2009 Ao Vivo CD, DVD Sony Music
2010 Tá Tudo Ok - Acústico CD
2011 Lugar Perfeito CD Radar Records
2014 Difícil de Largar CD Som Livre
2017 Histórico CD, DVD Ok Music

Singles editar

Ano Single Álbum
2002 "Histórias do coração" Histórias do Coração
2004 "Um louco" Zé Henrique & Gabriel - Vol. 2
2005 "Instinto animal" Tremelê
"Arrasou"
"Dona do meu destino"
2006 "Quando digo que te amo"
2007 "Declaração" Ao Vivo (2007)
2008 "Você é a dona do meu coração"
"O Brasil tá cheio" (feat. Gino & Geno)
"Morro de saudade"
2009 "O que combina comigo é você" Ao Vivo (2009)
"Eu amo te amar"
2010 "Solidão dando risada"
"Tá tudo ok" Tá Tudo Ok - Acústico
2011 "Um dia deixo de te amar" Lugar Perfeito
"Pela metade"
2014 "Quando o telefone toca" Difícil de Largar
"Homem que é homem chora"
2017 "Casa comigo" (feat. Maiara & Maraísa) Histórico
"Não fui capaz de te esquecer" (feat. Gusttavo Lima)

Referências

  1. Band, T. V. «Zé Henrique e Gabriel - Notícias - TV - Band.com.br». Zé Henrique e Gabriel - Notícias - TV - Band.com.br. Consultado em 24 de janeiro de 2020 
  2. «Zé Henrique e Gabriel divulgam "Casa Comigo" com part. de Maiara & Maraisa, a primeira do novo DVD - Economia». Estadão. Consultado em 24 de janeiro de 2020 
  3. Xavier, Nilson. «Paraíso trilha sonora (2009)». Teledramaturgia. Consultado em 24 de janeiro de 2020 
  4. «dicionariompb.com.br/ze-henrique-e-gabriel/dados-artisticos». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 24 de janeiro de 2020 
  5. VENÂNCIO, Sandra (10 de agosto de 2009). «Zé Henrique & Gabriel na Expo Artur 2009». Jornal Local. Consultado em 23 de janeiro de 2020 
  6. «"Não gostamos de letras que esculacham mulher", diz Zé Henrique e Gabriel, do hit "Tá Tudo OK"». BOL. Consultado em 24 de janeiro de 2020 
  7. «Zé Henrique & Gabriel se emocionam em gravação de DVD: 'A gente não sabia que estava com essa bola toda'». R7.com. 15 de dezembro de 2016. Consultado em 24 de janeiro de 2020 
  8. Braziliense, Correio; Braziliense, Correio (29 de dezembro de 2017). «Dupla sertaneja Zé Henrique e Gabriel anuncia separação após 22 anos». Correio Braziliense. Consultado em 23 de janeiro de 2020 
  9. «Zé Henrique & Gabriel anunciam separação da dupla em 2018». G1. Consultado em 24 de janeiro de 2020 
  10. «Dupla sertaneja Zé Henrique e Gabriel anuncia separação». VEJA. Consultado em 24 de janeiro de 2020 
  11. O Fuxico, Portal; Fuxico, O (10 de março de 2023). «Dupla Zé Henrique & Gabriel lança Coração Bipolar com Ícaro & Gilmar». Portal O Fuxico. Consultado em 26 de abril de 2023 
  12. UAI, Portal (7 de março de 2023). «Zé Henrique e Gabriel anunciam retorno com nova formação». Portal UAI. Consultado em 11 de maio de 2023 
  13. IG, Portal (9 de março de 2023). «Zé Henrique & Gabriel anunciam retorno à música com novo single». Portal IG. Consultado em 11 de maio de 2023 

Ligações externas editar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Zé Henrique & Gabriel