Ângela Figueiredo

actriz brasileira

Angela Barroso de Figueiredo (Rio de Janeiro, 8 de março de 1961) é uma atriz, ex-modelo e produtora cultural brasileira.[1] Começou sua carreira como modelo, se destacando em sessões para marcas de roupas e para revistas como Desfile e Domingo (suplemento do Jornal do Brasil).

Ângela Figueiredo
Nome completo Ângela Barroso de Figueiredo
Nascimento 8 de março de 1961 (63 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileira
Cônjuge Branco Mello
Ocupação atriz
Período de atividade 1976–presente

Biografia

editar

É filha de Bernardo Figueiredo (1934-2012), arquiteto e Vera de Figueiredo, arquiteta e cineasta. É mãe da apresentadora Diana Bouth, fruto da relação com o surfista Marcos Bouth, e é casada com o músico Branco Mello, integrante dos Titãs, com quem tem dois filhos: Bento, nascido em 1991 e guitarrista da banda Sioux 66,[2] e Joaquim, nascido em 1999. É também avó de Pedro Bouth Romão, filho de Diana com o surfista Simão Romão.

Filmografia

editar

Televisão

editar
Ano Título Personagem Notas
1983 Guerra dos Sexos Ana Luísa de Alcântara Pereira Barreto (Analu)
1984 Santa Marta Fabril S.A. Martucha
Vereda Tropical Martinha [3]
1985 Roque Santeiro Selma Sotero[4]
1986 Selva de Pedra Beatriz[5]
1987 Brega & Chique Marli
1988 O Pagador de Promessas Alice Gadelha[6]
Bebê a Bordo Tânia[7]
1989 Cortina de Vidro Paloma
1992 Você Decide Patrícia Episódio: "O Álibi"
1993 Episódio: "A Barganha"
1994 Episódio: "Abuso Sexual"
Vera Episódio: "Anjo Vingador"
1995 Sangue do Meu Sangue Heloísa
1996 Dona Anja Romilda
Colégio Brasil Maria Paula
1998 Era uma Vez... Débora Klainer Giunquetti
Brida Elvira
1999 Louca Paixão Drª. Suzana de Holanda
2000 Esplendor Elisa Berger
2001 Malhação Solange
2006 Malhação Sônia Andrade
2007 Maria Esperança Maria Helena Muniz Cavalcanti
2008 Água na Boca Lulu Cassoulet
2013 Saramandaia Helena Rosado[8]
2017 Carinha de Anjo Regina
2018 Sob Pressão Úrsula
2019 Hebe Bianca Troise
2021 Um Lugar ao Sol Mercedes

Cinema

editar
Ano Título Personagem Notas
1976 Feminino Plural Garota na motocicleta
1980 Sinal Vermelho Noiva[9] Curta-metragem
1987 Johnny Love Juliana
Sonhos de Menina-Moça Diana[10][11]
2015 Luz Clia[12] Curta-metragem

Teatro

editar
  • 1979 - O Pequeno Baú
  • 1991/1994 - Solidão, a Comédia Enfim, Só
  • 1998 - Deus
  • 2011 - Serpente Verde, Sabor Maçã[13]
  • 2015 - As moças: o último beijo
  • 2018 - Abre a janela e deixa entrar o ar puro e o sol da manhã
  • 2019/2022 - 1975[14]
  • 2022/2023 - Yerma[15]
  • 2024 - Elas São de Matar[16]

Referências

  1. «Ângela Figueiredo». TeleHistória. Consultado em 25 de abril de 2012 [ligação inativa]
  2. Essinger, Silvio (10 de fevereiro de 2013). «Astros do rock brasileiro dos anos 80 acompanham os herdeiros em sua entrada na música». O Globo. Grupo Globo. Consultado em 5 de setembro de 2017 
  3. «Vereda Tropical». teledramaturgia.com.br. Consultado em 7 de junho de 2024 
  4. «Roque Santeiro». Novelas da Globo. Consultado em 25 de abril de 2012 
  5. «Dramaturgia > Novelas > Selva de Pedra (2a versão)». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2012 
  6. «O Pagador de Promessas (minissérie)». teledramaturgia.com.br. Consultado em 7 de junho de 2024 
  7. «Bebê a Bordo». teledramaturgia.com.br. Consultado em 7 de junho de 2024 
  8. Carla Bittencourt (3 de junho de 2013). «Ângela Figueiredo será traída da vez de José Mayer em 'Saramandaia'». Extra. Telinha. Consultado em 1 de novembro de 2014 
  9. «Sinal Vermelho». Cinemateca Brasileira. Consultado em 10 de dezembro de 2021 
  10. «Sonhos de Menina Moça». e-Pipoca. Consultado em 8 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 20 de dezembro de 2016 
  11. «Sonhos de Menina-Moça». Meu Cinema Brasileiro. Consultado em 25 de abril de 2012 
  12. «Luz». Porta Curtas. Consultado em 27 de maio de 2019 
  13. «Serpente Verde, Sabor Maçã». enciclopedia.itaucultural.org.br. Consultado em 28 de setembro de 2022 
  14. «"1975" com Angela Figueiredo em curta temporada no Teatro Eva Herz». flertai.com.br. Consultado em 7 de junho de 2024 
  15. «Espetáculo 'Yerma' inspirado na obra de Federico García Lorca que reestreia em julho». revistaprosaversoearte.com. Consultado em 7 de junho de 2024 
  16. «Angela Figueiredo revive passado de comédia como mãe no teatro: 'Arrisquei'». caras.uol.com.br. Consultado em 7 de junho de 2024 

Ligações externas

editar
  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.