Abrir menu principal

Óxido

composto químico
Química

Nuvola apps kalzium.png

História da química
Propriedades organolépticas
Cor | Brilho | Paladar | Odor
Propriedades físicas
Ponto de fusão | Ponto de ebulição | Tenacidade | Dureza | Densidade
Efeitos
Químico | Físico
Substâncias Puras
Elementos químicos
Misturas
Homogêneas | Heterogêneas
Efeitos Químicos
Combustão | Oxidação | Salificação | Corrosão | Fermentação | Hidrogenação | Hidrólise | Polimerização | Transesterificação | Fuligem | Fosforilação oxidativa | Aluminotermia | Esterificação
Combustão
Externa | Interna
Efeitos Físicos
Vaporização | Fusão | Solidificação | Condensação | Sublimação
Estados da matéria
Sólido | Líquido | Gasoso | Plasma | Condensado de Bose-Einstein
Tipos de vaporização
Ebulição | Calefação | Evaporação
Modos de separação de misturas
Catação | Ventilação | Levigação | Separação magnética | Peneiração | Flotação | Decantação | Centrifugação | Filtração | Destilação
Modos de destilação
Simples | Fracionada
Hidrocarbonetos
Alcanos Aromáticos | Alcadienos | Ciclanos | Ciclenos
Funções orgânicas
Álcoois | Haletos orgânicos | Fenóis | Enóis | Ácidos carboxílicos | Ésteres | Sais orgânicos
Ligações Químicas
Covalente | iônica | Metálica
Funções inorgânicas
Ácidos | Base | Sal | óxidos

Um óxido é um composto químico binário formado por átomos de oxigênio com outro elemento em que o oxigênio é o mais eletronegativo.[1] Os óxidos constituem um grande grupo na química, pois a maioria dos elementos químicos formam óxidos.[2] Alguns exemplos de óxidos com os quais convivemos são: ferrugem (óxido de ferro III), gás carbônico (óxido de carbono IV ou dióxido de carbono), cal (óxido de cálcio).

Nos óxidos, o elemento mais eletronegativo deve ser o oxigênio.[1] Os OF2 ou O2F2 não são óxidos, pois possui flúor no caso ele é mais eletronegativo que o oxigênio.[2] Estes compostos são chamados fluoretos de oxigênio.

Índice

Óxidos BásicosEditar

DefiniçãoEditar

São óxidos em que o elemento ligado ao oxigênio é um metal com baixo número de oxidação (+1 e +2, exceto Pb, Zn, Al, Sb e Sn, os quais formam sempre óxidos anfóteros).[1][2] Os óxidos de caráter mais básico são os óxidos de metais alcalinos e alcalino-terrosos. Os óxidos básicos possuem estrutura iônica devido à diferença de eletronegatividade entre o metal (que é baixa) e o oxigênio (que é alta), por terem este caráter iônico apresentam estado físico sólido. Alguns exemplos:

  • Na2O - óxido de sódio
  • CaO - óxido de cálcio
  • BaO - óxido de bário
  • CuO - óxido de cobre (óxido cúprico)
  • Cu2O - óxido de cobre(I) (óxido cuproso/cuprita)
  • FeO - óxido de ferro(II) (óxido ferroso).

Reações Típicas dos ÓxidosEditar

Reagem com a água formando uma base e com ácidos formando sal e água (neutralizando o ácido). O cálculo do óxido em alguns casos ajuda a dar a nomenclatura dos elementos. Exemplos:

Na2O + H2O   2NaOH
K2O + H2O   2KOH³
CaO + H2O   Ca(OH)2
FeO + H2O   Fe(OH)2
Na2O + 2HNO3   2NaNO3 + H2O
Cu2O + 2HCl   2CuCl + H2O
CaO + H2SO4   CaSO4 + H2O
3FeO + 2H3PO4  Fe3(PO4)2 + 3H2O

Óxidos ácidos ou AnidridosEditar

DefiniçãoEditar

São óxidos em que, geralmente, o elemento ligado ao oxigênio é um ametal . Possuem estrutura molecular, pois a diferença de eletronegatividade entre o oxigênio e o outro elemento não é tão grande. Resultam da desidratação dos ácidos e, por isso, são chamados anidridos de ácidos. Alguns exemplos:

  • CO2 anidrido carbônico
  • SO2 anidrido sulfuroso.
  • SO3 anidrido sulfúrico.
  • Cl2O anidrido hipocloroso.
  • Cl2O7 anidrido perclórico.
  • SiO2 anidrido silícico.

Reações Típicas 2Editar

Reagem com água formando um ácido oxigenado e com bases formando sal e água (neutralizando a base). Exemplos:

SO3 + H2O   H2SO4
P2O5 + 3H2O  2H3PO4
N2O3 + H2O   2HNO2
CO2 + H2O   H2CO3
SO2 + 2KOH   K2SO3 + H2O
P2O5 + 6LiOH   2Li3PO4 + 3H2O
N2O3 + Ba(OH)2   Ba(NO2)2 + H2O
CO2 + Ca(OH)2   CaCO3 + H2O

Óxidos AnfóterosEditar

Definição claraEditar

São óxidos de metais de transição e semi-metais, que apresentam número de oxidação igual a 3+ ou 4+, capazes de reagir tanto com ácidos quanto com bases, fornecendo sal e água. Por possuírem propriedades intermediárias entre os óxidos ácidos e os óxidos básicos, podem se comportar como óxidos ácidos e como básicos. Dependendo do metal ligado ao oxigênio pode haver predominância do caráter ácido ou básico. O caráter ácido do óxido aumenta à medida que seu elemento formador aproxima-se, na tabela periódica, dos não-metais. O caráter básico do óxido aumenta à medida que o elemento formador aproxima-se dos metais alcalinos e alcalino-terrosos. A estrutura dos óxidos anfóteros pode ser iônica ou molecular. Alguns exemplos:

Observação: Os óxidos de Pb, Zn, As, Sb e Sn, independente de seus números de oxidação, são classificados como óxidos anfóteros.

Os anfóteros são formados pelos elementos Al, Zn, Pb, Sn, Sb, As e Bi.

Reações típicas 3Editar

Reagem com ácidos formando sal e água (o metal do óxido torna-se o cátion do sal), e com bases formando sal e água também (neste caso o metal formador do óxido e o oxigênio formam o ânion do sal). Exemplos:

ZnO + H2SO4   ZnSO4 + H2O
ZnO + 2KOH   K2ZnO2 + H2O
Al2O3 + 6HCl   2AlCl3 + 3H2O
Al2O3 + 2NaOH²   2NaAlO2 + H2O

Alguns dos ânions formados são:

Óxidos neutrosEditar

DefiniçãoEditar

São óxidos que não apresentam características ácidas nem básicas. Não reagem com água, nem com ácidos, nem com bases. O fato de não apresentarem caráter ácido ou básico não significa que sejam inertes. São formados por não-metais ligados ao oxigênio, e geralmente apresentam-se no estado físico gasoso. Alguns exemplos:

Óxidos duplos, mistos ou salinosEditar

DefiniçãoEditar

São óxidos que se comportam como se fossem formados por dois outros óxidos, do mesmo elemento químico. Alguns exemplos:

  • Fe3O4: constituído pela combinação do FeO (óxido de ferro II) + Fe2O3 (óxido de ferro III)
  • Pb3O4: constituído pela combinação de 2 PbO (óxido de chumbo II) + PbO2 (óxido de chumbo IV)

Os óxidos duplos possuem como fórmula geral M3O4, como exemplificado acima. Sendo M, um metal genérico. Ao tentarmos calcular o nox do metal em questão, o valor encontrado será de +8/3. Entretanto, esse é o nox médio do metal, já que este metal tem dois números de oxidação diferentes.

Quando se reage um óxido duplo com um ácido, o produto formado é composto de dois sais de mesmo cátion, mas com nox diferentes, e mais água.

Exemplo de reação: Fe3O4 +HCl

Como o Fe3O4 é a combinação do FeO e do Fe2O3, para realizar esse tipo de reação, pode-se dividir em duas etapas, e depois somá-las:

1ª etapa: FeO + 2 HCl → FeCl2 + H2O

2ª etapa: Fe2O3 + 6 HCl → 2 FeCl3 + 3 H2O

A soma das reações resultará na reação desejada e teremos:

Fe3O4 + 8 HCl → 2 FeCl3 + FeCl2 + 4 H2O

PeróxidosEditar

Peróxidos são um tipo especial de óxidos, no qual há a existência da ligação O-O. Por consequência disso, o número de oxidação (Nox) do oxigênio nesses compostos é -1.

Um exemplo é o peróxido de hidrogênio (H2O2), componente da água oxigenada. Sua aplicação se dá em cortes e feridas que correm o risco de infecção bacteriana. A degradação do peróxido de hidrogênio pela enzima catalase libera oxigênio (O2) o que causa a morte de bactérias anaeróbicas.

Os peróxidos são compostos iônicos, exceto o peróxido de hidrogênio (H2O2). Os peróxidos mais comuns são formados por hidrogênio, metais alcalinos e metais alcalinos terrosos. Exemplos:

  • Hidrogênio: H2O2
  • Metais alcalinos: Na2O2, K2O2, etc
  • Metais alcalinos terrosos: CaO2, BaO2, etc.

SuperóxidosEditar

Superóxidos são sólidos iônicos, formados pelos cátions de metais alcalinos e pelo ânion superóxido (O2-). Nestes compostos, o nox médio do oxigênio é igual a -1/2.

Exemplos: KO2, RbO2, CsO2

NomenclaturaEditar

Óxidos de metaisEditar

Óxido de [Nome do Metal], caso o cátion apresente somente uma carga

Na2O   Óxido de sódio

ZnO   Óxido de zinco

Al2O3   Óxido de alumínio

Caso o elemento apresente mais de uma carga(quando não tiver nox fixo), poderemos utilizar Óxido de [nome do elemento] + carga do elemento.

Fe2O3   Óxido de ferro III

SnO2   Óxido de estanho IV

Pode-se também fazer uso dos sufixos ico (maior Nox) e oso (menor Nox), para o caso do elemento apresentar duas cargas.

Fe2O3   Óxido férrico

FeO   Óxido ferroso

Cu2O   Óxido cuproso

CuO   Óxido cúprico

SnO   Óxido estanoso

SnO2   Óxido estânico

Óxidos de ametaisEditar

[Mono, Di, Tri, Tetra, Penta, Epta, Octa …] + Óxido de [(Mono), Di, Tri] + [Nome do Ametal]

SO3   Trióxido de (Mono)Enxofre

N2O5   Pentóxido de Dinitrogênio

Óxidos ácidos ou anidridosEditar

Anidrido [Nome do Elemento] + se nox = (+1 e +2)  prefixo HIPO + sufixo OSO

Exemplo: Anidrido Hipoiodoso   I2O   NOX do Iodo = +1

Anidrido [Nome do Elemento] + se nox = (+3 e +4)  + sufixo OSO

Exemplo: Anidrido Iodoso   I2O3   NOX do Iodo = +3

Mas se ele for das famílias 3A e 4A sua nomenclatura será: Anidrido [Nome do Elemento] + se for da fami.(3A e 4A) +sufixo ICO

Exemplo: Anidrido Carbonico Família 4A

Anidrido [Nome do Elemento] + se nox = (+5 e +6)  + sufixo ICO

Exemplo: Anidrido Iódico   I2O5   NOX do Iodo = +5

Anidrido [Nome do Elemento] + se nox = (+7)  prefixo HIPER/PER + sufixo ICO

Exemplo: Anidrido Periódico   I2O7   NOX do Iodo = +7

SO3   Anidrido Sulfúrico

SO2   Anidrido Sulfuroso

Exceção:

CO2   dióxido de carbono ou Anidrido Carbônico

Referências

  1. a b c Líria Alves. «Óxidos». R7. Brasil Escola. Consultado em 3 de junho de 2013 
  2. a b c Luiz Molina Luz. «Óxidos». InfoEscola. Consultado em 3 de junho de 2013