Abu Alcacim Amade ibne Huceine ibne Cassi

Abu Alcacim Amade ibne Huceine ibne Cassi (Abu-l-Qasim Ahmad ibn al-Husayn ibn Qasi; Taifa de Silves, †1151), foi um líder político sufista, de oposição a dinastia almorávida em Algarbe Alandalus.[1] Acredita-se que ele era um aluno da escola sufista de ibne Alarife e amigo de ibne Barrajane de Sevilha. Foi proclamado imame e reconhecido por cerca de 130 pessoas. Foi preso e assassinado pelo soberano Ali ibne Iúçufe antes de conseguir consolidar-se no poder. Foi um aliado e amigo de Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal. Ibne Cassi era provavelmente um muladi, ou descendente de cristãos convertidos, de origem romana, dado a origem de seu nome viria Cássio (em latim: Cassius).

Ibne Cassi
Senhor de Mértola
Estátua de Ibn Qasi em Mértola
Reinado 11441145
11461151
Casa Cassidas
  Alandalus
Morte 1151
  Taifa de Silves
Religião Sufismo

BibliografiaEditar

  • Viguera, María Jesús; Los reinos de Taifas. 2007. RBA Coleccionables. ISBN 84-473-4815-6
  • J. Dreher, ed. and tr., Ibn Qasi, Abu l-Qasim Ahmad b. al-Husayn: Kitab Khal al-Na'Layn wa-Iqtibas al-Anwar min Mawdi al-Qadamayn (Das Imamat des islamischen Mystikers, Abulqasim Ahmad Ibn al-Husain Ibn Qasi: Eine Sudie zum Selbstverständnis des Autors des Buch vom Ausziehen der beiden Sandalen) Bonn, 1985
  • J. Dreher, "L'Imamat d'Ibn Qasi à Mertola (Automne 1144-été 1145); Légitimité d'Une Domination Soufie?", MIDEO 18 (1988), pp. 195–210
  • D. R. Goodrich, dissertation, A Sufi Revolt in Portugal: Ibn Qasi and his Kitab khal'al-na'layn, Columbia University, PH D. 1978
  • Nagendra Kr Singh, International encyclopaedia of Islamic dynasties, p. 34

Referências

  1. «Ibn Qasi e os Muridinos». Aventar. Consultado em 24 de Maio de 2015 
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Abu Alcacim Amade ibne Huceine ibne Cassi
  Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.