Aeroporto Internacional da Cidade do México

Cidade do México
Aeroporto
Aeroporto Internacional Benito Juárez
IATA: MEX - ICAO: MMMX
Características
Tipo Público/Militar
Administração Grupo Aeroportuário do Vale do México
Serve Zona Metropolitana do Vale do México
Localização Venustiano Carranza, CMX, México
Inauguração 15 de maio de 1931
Coordenadas 19° 26' 10" N 99° 4' 19" O
Altitude 2 238 m (7 343 ft)
Movimento de 2017
Passageiros 47,732,418 mi de passageiros
Carga 537,262 mi t de carga
Aéreo 396,567 aeronaves
Capacidade anual 32 mi de passageiros
Website oficial Página oficial
Mapa
MEX está localizado em: México
MEX
Localização do aeroporto no México
Pistas
Cabeceira(s) Comprimento Superfície
05L / 23R 3 900  m (12 795 ft) Asfalto
05R / 23L 3 952  m (12 966 ft) Asfalto

O Aeroporto Internacional da Cidade do México (em espanhol Aeropuerto Internacional de la Ciudad de México), oficialmente Aeroporto Internacional Benito Juárez, em homenagem a Benito Juárez, é um aeroporto comercial que serve a Zona Metropolitana do Vale do México, e é o principal aeroporto doméstico e internacional do México, oferecendo voos para mais de 100 destinos ao redor do mundo.

O AICM é o primeiro aeroporto mais movimentado da América Latina, seguido do Aeroporto Internacional de São Paulo e é um dos 50 mais importantes do mundo em termos de passageiros, operações e carga. O aeroporto compreende uma larga variedade de opções para os passageiros, com um hotel localizado dentro do Terminal 1 (Hilton e dois hotéis adjacentes: Camino Real e JR Inn), como outro é esperado no futuro Terminal 2.

Planos para construir um segundo aeroporto em Texcoco (estado do México) ou Tizayuca (cidade do estado de Hidalgo) a fim de auxiliar as operações do AICM foram realizados pelo governo entre 2001-02, mas foram adiados para o futuro, devido a resistência dos fazendeiros locais insatisfeitos com o preço oferecido por suas terras. Por causa disso, o Aeroporto Internacional da Cidade do México está passando pela sua maior obra, incluindo novas alas no Terminal 1 (ala E) e um novo terminal, Terminal 2 (T2), este para processar adicionalmente 12 milhões de passageiros por ano, além dos atuais 24 milhões que serve o Terminal 1. Com a abertura do T2, anunciou-se que este seria o primeiro aeroporto na América Latina capaz de receber o Airbus A380, porem o Aeroporto Internacional de São Paulo - Guarulhos já o recebeu em 2007.

A expansão do Terminal 1 já foi concluída, incluindo um nova Ala Internacional (F), novos corredores para aumentar o fluxo de passageiros, a divisão de embarque e desembarque em diferentes níveis, um novo corredor que conecta a ala H com a F e a área de check-in (J) com um novo Duty Free, a construção de um novo nível para o lado doméstico do prédito, um novo saguão na área de embarque das áreas de check-in doméstico, a expansão do saguão interno B, como 15 novas esteiras de baguages nos saguões E3, E4 e C2. Também a remodelação da imagem externa de ambos, partes da alfândega, imigração e salas de embarque do terminal e interiores.

O aeroporto será capaz de competir com os maiores aeroportos do mundo, como também oferecer qualquer serviço disponível num aeroporto. A construção do Terminal 2 significa a introdução de um novo tipo de serviço no país, deste que será, junto com o Terminal A de Monterrey, a infra-estrutura aeroportuária mais moderna do México, com a introdução de um sistema de transporte interno na Cidade do México. Após o Termonal 2 estar em plena capacidade operacional, as aeronaves que pousarão na pista da direita usarão o terminal da direita e vice-versa, reduzindo em cerca de 10 minutos o tempo por aeronave, do pouso até o estacionamento no portão de embarque.

Quando a obra do terminal estiver concluída, o aeroporto terá 59 portões de embaque, bem como 31 posições remotas, num total de 90 posições de estacionamento para aeronaves.

Em 28 de novembro de 2004, o The Arizona Republic, um jornal norte-americano, publicou um artigo dizendo que após os ataques de 11 de setembro o Aeroporto Internacional Benito Juárez manteve sua área spotting aberta ao público, enquanto que um grande número de aeroportos por todo o mundo decidiram fechá-las. O The Republic estima que cerca de 300 visitantes e 100 aeromodelistas e vendedores de comida são atraídos para a área todos os dias. O diretor do aeroporto contou ao jornal que decidiu autorizar a área aberta porque oferecia uma alternativa gratuita para famílias de baixa renda passarem o dia.[carece de fontes?]

Nova Companhia AéreaEditar

A Companhia Aérea Brasileira TAM Airlines, anunciou que a partir do dia 30 de outubro de 2011 irá operar voos diários para a Cidade do México, partindo de São Paulo, Guarulhos (Brasil). O destino é ideal tanto para quem vai a negócios quanto para quem vai a lazer. Os voos serão operados pela aeronave A330 com três classes de serviços: Primeira Classe, Classe Executiva e Classe Econômica. Serão 4 assentos na Primeira Classe, 24 assentos na Executiva e 195 assentos na Econômica, totalizando 223 lugares.

Atualmente a LATAM opera um voo diário entre Guarulhos e Cidade do México com o Boeing 767-300ER.

Terminal 2Editar

Embora o T2 foi originalmente planejado para ser inaugurado em 30 de novembro de 2006, por causa de atrasos ainda está em construção. Quando aberto, irá abrigar os destinos domésticos e internacionais dos membros da aliança aérea SkyTeam voando dentro da Cidade do México, incluindo os destinos da Aeroméxico. O T2 irá compreender duas alas, A para operações domésticas e B para voos internacionais, significando que os saguões A e F1, assim como a ala H (portões H26-H36A) no Terminal 1 estarão livres para outra companhia aérea operar.

Um famoso arquiteto que construiu alguns arranha-céus na Área de Santa Fé, Cidade do México, projetou a nova Sala VIP da Aeroméxico, com instalações que irão oferecer aos passageiros das primeira classe e executiva o melhor espaço possível.

O novo Terminal 2 para Skyteam será aberto ao público em agosto de 2007

Metrô e serviço de ônibusEditar

O aeroporto é servido pela estação de Metrô Terminal Aérea, localizada dentro do ala doméstica; e também por um Terminal de Ônibus, qual oferece várias linhas de ônibus [1] com rotas para Cuernavaca, Puebla, Querétaro, Toluca, Pachuca e Córdoba. Apesar do aeroporto sempre ter uma área de ônibus, o terminal foi construído em 2003, para acomodar os muitos passageiros que utilizam o serviço de ônibus.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aeroporto Internacional da Cidade do México