Abrir menu principal
LATAM Airlines
Razão social LATAM Airlines Group S
Empresa de capital aberto
Slogan LATAM E VOCÊ

Juntos, mais longe

Cotação (BCS: LAN / BM&F Bovespa: LATM33 / NYSE: LFL)
Atividade Aviação comercial
Fundação 22 de junho de 2012 (7 anos)
Sede São Paulo, Brasil
Presidente Enrique Cueto (CEO)
Empregados 53,600 (2015)
Produtos Transporte de passageiros
Transporte de cargas
Manutenção de aeronaves
Acionistas Cueto Group, Amaro Group, Bethia Group, Eblen Group, Fundo de pensões, Investidores estrangeiros, Outros
Valor de mercado US$ 2,782 bilhões (2015)[1]
Faturamento Red down.pngUS$ 12,093 bilhões (2014)
Website oficial Website oficial

LATAM Airlines Group S/A, é o nome da companhia aérea criada após o anúncio da fusão entre a chilena LAN Airlines e a brasileira TAM Linhas Aéreas. Pelo tamanho de sua frota e volume de passageiros, a LATAM Airlines é a maior empresa aérea da América Latina, LAN e TAM formam maior Linha aérea da América do Sul.

O grupo empresarial chileno inclui a LAN Airlines e suas subsidiárias no Peru, Argentina, Colômbia e Equador; LAN Cargo e suas subsidiárias; TAM Linhas Aéreas; TAM Airlines e todas as holdings da LAN e da TAM[2]. A criação do grupo foi anunciada em 13 de agosto de 2010 por ambas as companhias e sua formação foi concluída em 22 de junho de 2012.Cada um mantêm suas operações separadamente e suas respectivas sedes em Santiago e em São Paulo[3].

A fusão permitiu um maior desenvolvimento das economias de escala entre ambas as empresas e beneficia seus clientes com o aumento das opções de voos e destinos disponíveis. A associação entre LAN e TAM resulta no transporte de 60,3 milhões de passageiros por ano para 150 destinos, com uma receita de US$ 13,5 bilhões e numa frota de 310 aeronaves. No início, ambas as empresas operavam separadamente em seus respectivos países. Porém, desde o dia 5 de maio de 2016, as companhias LAN e TAM adotaram a identidade LATAM Airlines. O nome escolhido foi o próprio nome do grupo, LATAM Airlines, que além de unir os nomes de LAN e TAM, é uma referência a “Latin American”. A transição das marcas deverá ser feita gradualmente e deve durar aproximadamente 3 anos. A primeira aeronave com a nova identidade, um Boeing 767 foi entregue no dia 29 abril de 2016[4].

Em agosto de 2018, um pesquisador achou falhas no sistema de entretenimento dos aviões da companhia. Segundo ele, a falha não teria acesso ao controle das aeronaves e não põe os aviões em risco, mas poderia alterar as telas vistas pelos usuários e fazer chamadas aos comissários.[5]

CompanhiasEditar

DestinosEditar

Atualmente, a LATAM Airlines atende a 117 destinos na América do Sul, 11 nas Américas do Norte e Central, cinco na Europa, três na Oceania, um na África e um no Oriente Médio.

FrotaEditar

  • Atualizado até 7 de Junho de 2016
 
Airbus A350 XWB da LATAM
 
Boeing 767-300ER da LATAM.
 
Boeing 787 Dreamliner da LATAM
 
Primeiro A350-900 XWB nas Américas, ainda nas cores da TAM (PR-XTA)
 
Aeronaves Quantidade Ordens Passageiros Notas
B E Total
Airbus A319-100 78 144 144
Airbus A320-200 12 168 168
194 30 12 144 156
174 174
Airbus A320neo 2 61 [6]  
Airbus A321-200 35 28 220 220
Airbus A350-900 XWB 9 4 30 318 348
Airbus A350-1000 XWB 14   387
Boeing 767-300ER 39 16 30 191 221
18 220 238
Boeing 777-300ER 10 56 323 379
Boeing 787-8 Dreamliner 10 8 30 217 247
Boeing 787-9 Dreamliner 8 7 30 283 313
Total 391 171
 
Avião da LATAM Cargo Brasil, nas cores da antiga ABSA Cargo.

LATAM CargoEditar

Participação acionáriaEditar

A participação acionária do grupo em 31 de março de 2017 era:[7]

Acionista %
  Grupo Cueto 28%
  Administradoras de Fondos de Pensiones de Chile (AFP) 20%
  Qatar Airways 10%
Investidores estrangeiros 10%
  Grupo Eblen 6%
  Grupo Bethia 6%
  American Depositary Receipts (ADR) 5%
  Grupo Amaro 3%
Outros 12%

Referências

  1. Bloomberg. Market cap
  2. «Pontos importantes sobre a transação». LAN/TAM to Combine. Consultado em 14 de agosto de 2010 [ligação inativa]
  3. «TAM anuncia acordo para fusão com a chilena LAN». G1 Economia e Negócios. 13 de agosto de 2010. Consultado em 14 de agosto de 2010 
  4. LAN e TAM passarão a adotar marca única a partir de 2016 Jornal Estado de S. Paulo - acessado em 11 de fevereiro de 2017
  5. «Pesquisador encontra falhas em sistema de entretenimento de bordo da Latam». G1 
  6. «Avianca Brasil terá 62 aeronaves Airbus A320neo». Tudo viagem. 15 de julho de 2016 
  7. «Ownership Structure of LATAM». LATAM Airlines Group. 31 de março de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 

Ligações externasEditar