Andrógine

identidade não-binária de gênero ambíguo, relativa a androginia

Andrógine é a combinação de dois gêneros quaisquer, geralmente homem e mulher, ou gêneros relacionados a masculinidade e feminilidade, associada a androginia.[1]

Bandeira do orgulho andrógino
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre identidade de gênero. Para desambiguação, veja Andrógino.

TerminologiaEditar

A palavra é uma mescla de ἀνδρ- (anér, andr-, andro-, homem) e γυνή (gunē, gyné, gine, mulher).[2][3][4] Há a paronímia, ou deturpação léxica, em andrógene(s), androgênique e androgenidade, que têm a ver com androgênio ou androgenética.[5][6]

O termo, usado em neolinguagem, é também um adjetivo usado para se referir a pessoas de expressão de gênero ou aparência andrógina, relacionada a características físicas ou performance de gênero.[7] Logo, andrógines não são necessariamente andróginos, porém andróginos são aderentemente incluídos como andrógines, em alguns contextos.[8][9]

IdentidadeEditar

Como uma identidade de gênero, indivíduos andrógines podem se reivindicar não-binários, genderqueer, epicenos, não-conformes ou neutros de gênero.[10][11][12][13][14][15][16] Muitas vezes, a androginidade (ginandria ou ginandridade)[17] de gênero tem definição semelhante ou igual a bigênero, ambigênero, neutrois e intergênero.[18][19][20][21][22][23][24] Usam como uma auto-identificação e qualidade de gênero, semelhante a epicenidade, conotam androginismo como fluidez de gênero, gender bender, agênero e femache também.[25][26][27][28]

Muitas culturas não-ocidentais reconhecem identidades de gênero andrógino como terceiro sexo. A cultura judaica reconhece tumtum e androgynos. Dentre os gêneros da sociedade bugis,[29] bissu representa a categoria andrógina.[30][31][32]

Em português, há uma ambiguidade nas palavras neolinguísticas andrógine, ginandrie e ginandre,[33] em inglês há a distinção de androgyne e androgynous.[34][35][36][37][38][39][40] Anginique, também conhecido como androginique, ginandrique, ginandrinique e angique, é um neologismo indicando um gênero autônomo e sua androginia de gênero, baseado em maverique.[41][42]

Ambígue, gênero ambíguo ou equívoco, ambiguidade de gênero e ambiguine foram cunhadas ou sugeridas como alternativas, devido a associação de andrógine como tradução de androgynos (judaísmo), associando andrógine como uma variação corporalmente intersexo.[43][44][45][46] ou por se associar ou relacionar, na anglofonia, com mache e fême (male e female), invés de especificamente com masculinidade e feminilidade.[47][48]

PandrógineEditar

Em 1993, Genesis P-Orride, definiu pandrogenia (pandroginia) como um estado de ser gênero-neutro como um tipo de terceiro-gênero para consigo mesmo ou mais para outros. Embora a definição pareça vaga demais para classificar qualquer tipo de comportamento ou identidade, passou a ser associado a pangênero e androginia, misturada uma forma ou um senso de subverter o próprio conceito de gênero e seus papeis, que o projeto pandrógene foi acatado como algo funk ou punk pra época.[49][50][51][52][53][54]

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. «» Andrógine». Consultado em 7 de junho de 2020 
  2. «androgyne | Origin and meaning of androgyne by Online Etymology Dictionary». www.etymonline.com (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  3. «Charlton T. Lewis, Charles Short, A Latin Dictionary, andrŏgynē». www.perseus.tufts.edu. Consultado em 7 de junho de 2020 
  4. «Androgynity | Definition of Androgynity by Oxford Dictionary on Lexico.com also meaning of Androgynity». Lexico Dictionaries | English (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2020 
  5. «Androgenia cultural: O sexos se confundem». Super. Consultado em 22 de junho de 2020 
  6. «Genesis P-Orridge Launches First West Coast Exhibition». PAPER (em inglês). 10 de setembro de 2019. Consultado em 22 de junho de 2020 
  7. «A identidade de gênero deve ser um direito!». Consultado em 8 de junho de 2020 
  8. «orgulho☆estrelado - sistema alibinário». starrypride.neocities.org. Consultado em 8 de junho de 2020 
  9. themself, Nat (25 de junho de 2011). «The Necker Cube: Symbol For Androgyny». Practical Androgyny (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  10. Woodhill, Brenda Mae; Samuels, Curtis A. (1 de março de 2004). «Desirable and Undesirable Androgyny: A Prescription for the Twenty-First Century». Journal of Gender Studies. 13 (1): 15–28. ISSN 0958-9236. doi:10.1080/09589236.2004.10599911 
  11. Werther, Ralph (2008). Autobiography of an Androgyne (em inglês). [S.l.]: Rutgers University Press 
  12. «Não-bináries existem!». ConversaCult. Consultado em 8 de junho de 2020 
  13. «GENDER FLUID - Queer-Umbrella e-commerce LGBTQI+». www.queer-umbrella.com.br. Consultado em 8 de junho de 2020 
  14. «Termos LGBTQIAPN+ :BoostOK: (@termos@colorid.es)». Colorid.es. Consultado em 8 de junho de 2020 
  15. «Então você quer fazer um conjunto de imagens de orgulho». amplifi.casa. Consultado em 8 de junho de 2020 
  16. Meyerowitz, Joanne (12 de janeiro de 2011). «Thinking Sex with an Androgyne». GLQ: A Journal of Lesbian and Gay Studies (em inglês). 17 (1): 97–105. ISSN 1527-9375 
  17. «listography: resources (Lista de identidades de gênero neutras)». listography.com. Consultado em 8 de junho de 2020 
  18. «What is the difference between an androgyne genderqueer and someone who is bigender?». Genderqueer and Non-Binary Identities. Consultado em 8 de junho de 2020 
  19. Brabaw, Kasandra. «54 Gender Identity Terms Every Ally Should Know». www.refinery29.com (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2020 
  20. «Terminology - The HUB at Sonoma State University». web.sonoma.edu. Consultado em 8 de junho de 2020 
  21. Converse, Adrien (25 de julho de 2019). «The big list of gender identities (+ vocab to know)». Deconforming (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2020 
  22. News, A. B. C. «Here's a List of 58 Gender Options for Facebook Users». ABC News (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2020 
  23. «Androgyne vs. Neutrois...». Susan's Place Transgender Resources. Consultado em 8 de junho de 2020 
  24. «None of the Above». Psychology Today (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2020 
  25. «Androgynism | Definition of Androgynism by Oxford Dictionary on Lexico.com also meaning of Androgynism». Lexico Dictionaries | English (em inglês). Consultado em 22 de junho de 2020 
  26. Krischer, Hayley (14 de agosto de 2019). «Beyond Androgyny: Nonbinary Teenage Fashion». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  27. «There's More At Stake With Fashion's Gender-Fluid Movement Than You Realise». British Vogue (em inglês). Consultado em 22 de junho de 2020 
  28. «Is Agender Fashion a Trend, or a Movement?». The Cut (em inglês). 28 de agosto de 2015. Consultado em 22 de junho de 2020 
  29. Davies, Sharyn Graham (25 de fevereiro de 2010). Gender Diversity in Indonesia: Sexuality, Islam and Queer Selves (em inglês). [S.l.]: Routledge 
  30. Legato, Marianne J. (15 de maio de 2017). Principles of Gender-Specific Medicine: Gender in the Genomic Era (em inglês). [S.l.]: Academic Press 
  31. McNabb, Charlie (8 de dezembro de 2017). Nonbinary Gender Identities: History, Culture, Resources (em inglês). [S.l.]: Rowman & Littlefield 
  32. «Is bisexuality androgynous?». Varsity Online (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2020 
  33. «Gynandre : définition de gynandre | La langue française» (em francês). 21 de abril de 2020. Consultado em 8 de junho de 2020 
  34. Swaddle, The (9 de outubro de 2019). «Explaining the Vocabulary of the Gender Spectrum». The Swaddle (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  35. «Definition of ANDROGYNE». www.merriam-webster.com (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  36. Swan, Angela A. (1 de janeiro de 2016). «Masculine, Feminine, or Androgynous: The Influence of Gender Identity on Job Satisfaction Among Female Police Officers». Women & Criminal Justice. 26 (1): 1–19. ISSN 0897-4454. doi:10.1080/08974454.2015.1067175 
  37. «androgyne – Diversity Style Guide» (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2020 
  38. Calendar, The Events. «Do lado de dentro – Andrógine Zago – Centro Cultural USP São Carlos». Consultado em 8 de junho de 2020 
  39. Lau, Héliton Diego (6 de janeiro de 2020). Pelo direito e orgulho de ser heterossexual no terceiro domingo de dezembro. [S.l.]: Pimenta Cultural 
  40. «Androgynous and Bisexual are synonyms». thesaurus.plus (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2020 
  41. «The Autonomique gender family | Wiki | ⚧Pansexual Amino». ⚧Pansexual | aminoapps.com. Consultado em 22 de junho de 2020 
  42. Dijkstra, Bram (1974). «The Androgyne in Nineteenth-Century Art and Literature». Comparative Literature. 26 (1): 62–73. ISSN 0010-4124. doi:10.2307/1769675 
  43. «Termos LGBTQIAPN+ :BoostOK: (@termos@colorid.es)». Colorid.es. Consultado em 27 de julho de 2020 
  44. «mogai sideblog — Ambiguine (pronounced am-big-you-een) - an...». archive.is. 22 de maio de 2020. Consultado em 27 de julho de 2020 
  45. «Intersex Survey — queer-and-sunny: guiltyidealist: ...». archive.li. 15 de julho de 2020. Consultado em 27 de julho de 2020 
  46. «Lilac Library — A proposal for gender ambiguity as an independent...». archive.li. 21 de maio de 2020. Consultado em 27 de julho de 2020 
  47. «Moved to @mogaimom — Ambiguity». archive.li. 27 de julho de 2020 
  48. «Ambigue Pride Flag». Beyond MOGAI Pride Flags. 27 de julho de 2020. Consultado em 27 de julho de 2020 
  49. Shalina, Margarita. «Genesis P-Orridge on pandrogyny, psychedelic tourism, and how s/he invented industrial music». Detroit Metro Times (em inglês). Consultado em 23 de agosto de 2020 
  50. «Pandrogeny | MP5 - Artist» (em italiano). Consultado em 23 de agosto de 2020 
  51. «MP5 "Pandrogyny" for Theatre National de Bruxelles, Belgium». Urbanite (em inglês). 27 de abril de 2017. Consultado em 23 de agosto de 2020 
  52. November 14, Rodney Carmichael Friday; EST, 2014 03:17 pm. «Branden Collins funks with identity in PANDROGENY». Creative Loafing (em inglês). Consultado em 23 de agosto de 2020 
  53. «Genesis P-Orridge, who pushed the boundaries of gender and self, passes away». Washington Blade: Gay News, Politics, LGBT Rights (em inglês). 15 de março de 2020. Consultado em 23 de agosto de 2020 
  54. «Genesis P-Orridge collaborates with non-gender clothing label 69 | Music News». Crack Magazine. 17 de fevereiro de 2016. Consultado em 23 de agosto de 2020