Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2012). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Como ler uma infocaixa de taxonomiaUrso-gato-asiático
Binturong in Overloon.jpg
Estado de conservação
Espécie vulnerável
Vulnerável (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Viverridae
Subfamília: Paradoxurinae
Género: Arctictis
Temminck, 1824
Espécie: A. binturong
Nome binomial
Arctictis binturong
(Raffles, 1821)
Distribuição geográfica
Binturong area.png

O urso-gato-asiático[2] (Arctictis binturong), é uma espécie de mamífero da família Viverridae. Vive nas florestas tropicais de Bornéo, Vietname, Malásia, Indonésia e Filipinas, sendo encontrado também na Tailândia e Myanmar. É onívoro e alimenta-se de ovos, folhas, rebentos, pequenos animais como roedores e aves, e principalmente frutas. O significado de seu nome perdeu-se devido à extinção do dialecto local.

CaracterísticasEditar

É um animal noturno e arborícola, e dorme em troncos. A sua cauda é preênsil e atua como uma quinta mão. Mede de 60 a 96 cm de comprimento e sua cauda atinge dos 55 aos 90 cm. Pesa entre 9 a 14 kg embora haja registo de indivíduos que chegam aos 22 kg. Possui orelhas e olhos pequenos. Vive aproximadamente 20 anos em cativeiro, não havendo dados sobre a sua expectativa de vida em seu habitat natural. Ele possui uma glândula próxima a cauda que produz um odor semelhante ao da pipoca.

Importância ecológicaEditar

Trata-se do único animal conhecido de seu habitat capaz de digerir as sementes das figueiras da selva, fazendo do binturong um animal de grande importância para a dispersão das sementes dessas árvores.

ReproduçãoEditar

O ciclo estral do binturong é de 81 dias, com gestação de até 91 dias. O binturong gera normalmente duas crias, mas ocasionalmente o número pode chegar às seis. Ele também é um dos 100 mamíferos que se pensa serem capazes da diapausa embrionária, o que permite à fêmea ter o parto em condições favoráveis.

SubespéciesEditar

Existem seis subespécies conhecidas:

  • A. b. albifrons
  • A. b. binturong
  • A. b. kerkhoveni
  • A. b. memglaensis
  • A. b. penicillatus
  • A. b. whitei

Referências

  1. Widmann, P.; De Leon, J.; Duckworth, J.W. (2008). Arctictis binturong (em Inglês). IUCN 2014. Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de 2014 . . Página visitada em 1 de dezembro de 2014..
  2. Diário de S. Paulo. «Animais surpreendem com cheiros de alimentos». Diário de S. Paulo. Consultado em 26 de março de 2016. Arquivado do original em 10 de abril de 2016 

Ligações externasEditar

O Wikispecies tem informações sobre: Arctictis binturong
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Arctictis binturong
  Este artigo sobre carnívoros, integrado no Projeto Mamíferos, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.