Até que a Vida Nos Separe

filme de 1999 dirigido por José Zaragoza
(Redirecionado de Até que a vida nos separe)
 Nota: Este artigo é sobre um filme brasileiro. Para a telessérie portuguesa, veja Até que a Vida Nos Separe (série de televisão). Para o filme com Alan Alda e Ann Margret, veja A New Life.

Até que a Vida nos Separe[2] (por vezes, designado no Brasil como Até a Amizade nos Separar) é um filme brasileiro de 1999, do gênero drama, dirigido por José Zaragoza.

Até que a Vida nos Separe
Até que a Vida Nos Separe
Cartaz promocional do filme.
 Brasil
1999 •  cor •  110 min 
Gênero drama
Direção José Zaragoza
Produção Angelo Gastal
Roteiro Leopoldo Serran
José Zaragoza
Elenco Murilo Benício
Alexandre Borges
Norton Nascimento
Júlia Lemmertz
Betty Goffman
Marco Ricca
Danielle Winits
Música Vicente de Paula Sálvia
Luca Raele
Diretor de fotografia Rodolfo Sánchez
Direção de arte Marcos Weinstock
Figurino Joca Benavent
Edição Mauro Alice
Companhia(s) produtora(s) Zaragoza Produções Audiovisuais Ltda.
Distribuição Distribuidora de Filmes S.A. - Riofilme
Lançamento
  • 28 de maio de 1999 (1999-05-28) (Brasil[1])
Idioma português

Sinopse

editar

O filme mostra um grupo de paulistanos de 30 e poucos anos e suas relações com doenças, trabalho e sexo.[3]

Elenco

editar

Principal[4]

editar

Recorrente[4]

editar

Produção

editar

Teve orçamento de R$ 4 milhões.[1] O filme teve o patrocínio da Kaiser, Lei do Audiovisual, Volkswagen, Petrobrás e Sadia.[4]

Premiações

editar
  • No Grande Prêmio Cinema Brasil, Murilo Benício recebeu indicação para prêmio na categoria de Melhor Ator e Júlia Lemmertz recebeu indicação para prêmio na categoria de Melhor Atriz.[5][6]
  • No Festival de Cinema Brasileiro de Miami, Marco Ricca e Betty Goffman receberam o prêmio Lente de Cristal, respectivamente, como Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Atriz Coadjuvante.[7]

Referências

  1. a b «"ATÉ QUE A VIDA NOS SEPARE": Zaragoza filma sua própria classe média». Folha de S.Paulo. 28 de maio de 1999. Consultado em 11 de maio de 2015 
  2. AdoroCinema, Até que a Vida nos Separe, consultado em 19 de outubro de 2022 
  3. Antonio Gonçalves Filho (22 de maio de 1999). «Filme de Zaragoza mostra São Paulo de ponta-cabeça». Folha de Londrina. Consultado em 26 de novembro de 2019 
  4. a b c «Até que a Vida nos Separe». Cinemateca Brasileira. Consultado em 26 de novembro de 2019 
  5. «Os indicados ao Grande Prêmio Cinema Brasil». Folha de S.Paulo. 22 de janeiro de 2000. Consultado em 26 de novembro de 2019 
  6. «NOITE DO OSCAR BRASILEIRO». Folha de Londrina. 12 de fevereiro de 2000. Consultado em 26 de novembro de 2019 
  7. «Festival de Miami premia filmes de Tata Amaral e Marcelo Massagão». Folha de S.Paulo. 12 de junho de 2000. Consultado em 26 de novembro de 2019 
  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.