Abrir menu principal

Wikipédia β

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde janeiro de 2014).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Marco Antonio Ricca (São Paulo, 28 de novembro de 1962) é um ator e cineasta brasileiro.

Marco Ricca
Nascimento 28 de novembro de 1962 (54 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileiro
Ocupação ator, cineasta
Atividade 1989-presente
Cônjuge Adriana Esteves (1995-2004)
Luli Miller
Outros prêmios
Prêmio ABL de Cinema (2007)
IMDb: (inglês)

Índice

BiografiaEditar

Estreou na carreira televisiva, em 1993, na Rede Globo, ao participar da novela Renascer, já em papel de destaque, como o co-protagonista José Augusto. Posterior a esse trabalho, transferiu-se para o SBT, onde atuou, em 1994, na novela Éramos Seis.

Em 1995, fez uma rápida passagem pela teledramaturgia da Rede Bandeirantes, participando da novela A Idade da Loba. Em seguida, retornou ao SBT, para protagonizar a novela Razão de Viver. Foi nessa época que inicou um affair com a atriz Adriana Esteves, com quem contracenou na novela. Os dois casaram-se e tiveram um filho. A separação aconteceu amigavelmente, em 2003.

Em 1997, retornou definitivamente para a Rede Globo, emissora a qual permanece contratado até os dias atuais. Atuou na novela Por Amor e, em 1998, integrou o elenco do remake de Pecado Capital, na pele do bandido Miguel.

Em 1999, fez uma participação na novela Força de Um Desejo e ainda, ganhou o prêmio Lente de Cristal de Melhor Ator Coadjuvante no Festival de Cinema Brasileiro de Miami, por Até que a Vida nos Separe.

Em 2000, participaria de sua primeira minissérie, Aquarela do Brasil e, em 2001, recebeu uma indicação de Melhor Ator no Grande Prêmio Cinema Brasil, pelo filme O Invasor, tendo sido muito elogiado pela crítica por sua atuação no longa.

Em 2002, viveu um dos personagens centrais da novela O Beijo do Vampiro. Depois, emendou com Kubanacan, novela exibida logo após o fim de O Beijo do Vampiro, tendo entrado na trama já no meio para permanecer até o fim, porém insatisfeito com os rumos dados a sua personagem, pediu para sair.

Em 2005, esteve presente no grande sucesso do Projeto Quadrante, Hoje é Dia de Maria e, ainda atuou na novela Bang Bang. Novamente, insatisfeito com os rumos da novela, pediu para deixar a produção. Em 2006, obteve a honra de representar o dono da emissora da qual é contratado, Roberto Marinho, na minissérie JK. Também nesse ano, atuou como produtor, roteirista e ator no filme Crime Delicado.

Em 2007, mostrou seu lado cômico na novela Paraíso Tropical, como Gustavo, homem simples que vive as turras com a esposa, vivida por Isabela Garcia. Em 2008, recusou o convite para antagonizar o remake de Ciranda de Pedra e, em 2009, protagonizou o seriado Tudo Novo de Novo.

Em 2009, dirigiu seu primeiro longa, Cabeça a Prêmio, com Alice Braga e Fúlvio Stefanini.

Em 2010, vive o batalhador Gino em Ti Ti Ti e no ano seguinte integra o elenco de O Astro na pele do ambicioso Samir Hayalla, o grande vilão da trama.

Em 2013 esteve em Sangue Bom como o empresário Wilson.

Em 2014, volta à TV interpretando Silvio, na série Doce de Mãe, mesmo personagem que ele interpretou no telefilme homônimo. No mesmo ano vive um dos protagonistas da novela Boogie Oogie.

Em 2016 participou da novela Liberdade, Liberdade, onde viveu Mão de Luva, um dos melhores papéis de sua carreira, mas teve que se ausentar em seu segundo mês, por ter contraído dengue.[1]

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Título Personagem Notas
1993 Renascer José Augusto
1994 Você Decide Episódio Flor de Outono
Éramos Seis Felício SBT
1995 Você Decide Episódio: O Matador
A Idade da Loba
1996 Razão de Viver André SBT
1997 Por Amor Nestor Pereira
1998 Você Decide Episódio Assassino em Potencial
Pecado Capital Miguel
1999 Você Decide Episódio: Trio em Lá Menor
Episódio: Faça a Coisa Certa
Força de um Desejo Pedro Afonso
2000 Aquarela do Brasil Filipe
2001 Brava Gente Famigeradô Episódio: Arioswaldo e Sua Mãe Centenária
Santinho Toledo Episódio O Crime Imperfeito[2]
2002 A Grande Família Tarcísio Episódio: Nenê ao Volante, Perigo de Amante
Os Normais Rique Episódio: Tudo Normal Até Que
Episódio: Mais do que Normal
Episódio: O Tipo da Coisa Normal
O Beijo do Vampiro Augusto dos Anjos
2003 Kubanacan Celso
2004 Histórias de Cama & Mesa Armando Especial de Fim de Ano
2005 Hoje é dia de Maria Cangaceiro
Bang Bang Patrick Gogol/Edgard Stuart
2006 JK Roberto Marinho
2007 Paraíso Tropical Gustavo Martelli
2009 Tudo Novo de Novo Miguel
2010 Ti Ti Ti Higino Oliveira (Gino)
2011 O Astro Samir Hayalla
2012 Cheias de Charme Fábio Arruda [3]
As Brasileiras Galã da Novela Episódio: Maria do Brasil
Doce de Mãe Sílvio de Souza Especial de Fim de Ano
2013 Sangue Bom Wilson Rabelo [4]
2014 Doce de Mãe Sílvio de Souza[5]
Boogie Oogie Fernando Veiga Azevedo Fraga[6][7]
2015–17 Escolinha do Professor Raimundo Pedro Pedreira[8]
2016 Liberdade, Liberdade Manuel Ludovino do Rego (Mão de Luva) [9]
2017 Os Dias Eram Assim Delegado Olavo Amaral[10]
2017 Segredos de Justiça Maurício

CinemaEditar

Ano Filme Personagem
1992 Zuleika
1993 Batimam e Robim Léo/Batimam
1996 O Guarani Dom Álvaro Sá
Olhos de Vampa Oscar
1997 O Que É Isso, Companheiro? Henrique
1999 Até que a Vida Nos Separe Paulo
Tiradentes, o Filme Inácio Alvarenga Peixoto
2001 O Invasor Ivan
2003 Cristina Quer Casar Chico
2005 Crime Delicado Antonio Martins
O Coronel e o Lobisomem Major Badejo
O Casamento de Romeu e Julieta Romeu
Rua 6, Sem Número Solano
2006 Canta Maria Filipe
O Maior Amor do Mundo Maestro
Sonhos e Desejos
2007 A Via Láctea Heitor
2008 Verônica Paulo
2010 5x Favela - Agora por Nós Mesmos
2014 Os Amigos Théo[11]
Trinta Bráulio[12]
2015 Chatô, o Rei do Brasil Assis Chateaubriand
O Fim e os Meios Hugo[13]
2016 Canastra Suja Batista[14]
2017 As Duas Irenes Tonico[15]
Bio Psicanalista[16]

TeatroEditar

Ano Peça
1989 Bakunin[17]
1990 Os Pequenos Burgueses[18]
1991 Dois Perdidos numa Noite Suja[18]
1994 A Gaivota[18]
1997 Hamlet[18]
2000 Closer[18]
2003 3 Versões da Vida[18]
2006 Ricardo III[18]
2012 Boca de Ouro [19]

InternetEditar

Ano Websérie Personagem
2016 A Lenda do Mão de Luva Manuel Ludovino do Rego (Mão de Luva)[20]

Outros CargosEditar

Ano Título Nota
1989 Ufa! Que Perigo Direção da peça[21]
1996 Oeste Direção da peça[22]
1999 Shopping e Fucking Direção da peça[23]
2003 Senhor das Flores Direção da peça[24]
2009 Cabeça a Prêmio Direção e Roteiro do filme
2010 A Grande Volta Direção da peça[25]

Prêmios e indicaçõesEditar

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado Ref
1993 Festival de Gramado Melhor Ator de curta-metragem Batimam e Robim Venceu
2000 Brazilian Film Festival of Miami Melhor ator coadjuvante Até que a Vida Nos Separe Venceu [26]
2002 Festival de Recife Melhor ator O Invasor Venceu [27]
2007 Prêmio Contigo! de Cinema Nacional Melhor ator coadjuvante Canta Maria Indicado [28]
2008 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor ator A Via Láctea Indicado [29]
2009 Prêmio Qualidade Brasil Melhor ator de série Tudo Novo de Novo Indicado [30]
2010 Festival de Cinema de Los Angeles Melhor filme Cabeça a Prêmio Venceu [31]
2011 Prêmio Qualidade Brasil Melhor ator coadjuvante O Astro Indicado [32]
2015 Prêmio Quem de Cinema Melhor ator Chatô, o Rei do Brasil Indicado [33]
2016 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Ator Venceu [34]
Troféu APCA Melhor Ator de Televisão Liberdade, Liberdade Venceu [35]
Prêmio Extra de Televisão Melhor Ator Coadjuvante Indicado [36]
Melhores do Ano Indicado [37]
11° Fest Aruanda Melhor ator Canastra Suja Venceu [38]
2017 Festival de Gramado Melhor Ator Coadjuvante As Duas Irenes Venceu [39]

Referências

  1. «Marco Ricca se afasta de "Liberdade, Liberdade"» 
  2. «Regiane Alves grava Brava Gente». Babado - Famosos. Ig.com.br. 15 de setembro de 2001. Consultado em 31 de julho de 2017 
  3. Gshow (20 de junho de 2012). «Marco Ricca chega em Cheias de Charme para abalar a vida de Chayene». Fique por Dentro - Cheias de Charme. Consultado em 9 de julho de 2014 
  4. Rede Globo (14 de março de 2013). «Sangue Bom: Marco Ricca interpreta homem retraído na nova novela das 7». Rede Globo > sangue bom. Consultado em 9 de julho de 2014 
  5. JB. «Atores de 'Doce de Mãe' divulgam nova série no Rio». Terra. Consultado em 23 de janeiro de 2014 
  6. Gshow (18 de julho de 2014). «Marco Ricca será poderoso empresário em Boogie Oogie». Extras - Boogie Oogie. Consultado em 9 de julho de 2014 
  7. Carla Bittencourt (12 de julho de 2014). «'Boogie oogie': Marco Ricca será o cafajeste Fernando». Extra. Telinha. Consultado em 12 de julho de 2014 
  8. Clarissa Thomé (29 de outubro de 2015). «Emoção marca apresentação da nova 'Escolinha do Professor Raimundo'». Cultura - Estadão. Consultado em 7 de novembro de 2015 
  9. «Liberdade, Liberdade» 
  10. «Marco Ricca será o delegado Amaral em "Os Dias Eram Assim"». Uol. 13 de fevereiro de 2017. Consultado em 18 de março de 2017 
  11. Guia Folha - Cinema - Marco Ricca e Dira Paes estrelam drama sobre luto e amizade de infância
  12. Filme "Trinta" conta o começo da linda trajetória de Joãosinho Trinta
  13. Marco Ricca vive um corrupto assessor de senador no filme 'O Fim e os Meios'
  14. Adriana Esteves vive par com o ex-marido Marco Ricca no filme 'Canastra suja'
  15. AS DUAS IRENES | The Companies of Cinema do Brasil
  16. BIO – O Filme: Marco Ricca interpreta um psicanalista nos anos 60
  17. «Folha de S.Paulo - Marco Ricca teve sua estréia no teatro profissional encenando "Bakunin", um monólogo sobre a vida do pai do anarquismo». Folha Uol. 12 de junho de 1994. Consultado em 18 de março de 2017 
  18. a b c d e f g "Peças com Marco Ricca".
  19. Guia Folha - Teatro - Marco Ricca se transforma em bicheiro no teatro
  20. Globo estreia continuação de “Liberdade, Liberdade”; saiba toda a história
  21. «Ufa! Que Perigo - Enciclopédia Itaú Cultural». Encilopedia Itau. 1989. Consultado em 18 de março de 2017 
  22. «Folha de S.Paulo - Marco Ricca dirige 'Oeste' e quer 'Hamlet'». Folha Uol. 18 de janeiro de 1996. Consultado em 18 de março de 2017 
  23. «Montagem com os atores da peça "Shopping e Fucking", de Marco Ricca que estréia hoje no Sesc Pompéia». Folha Uol. 18 de agosto de 1999. Consultado em 18 de março de 2017 
  24. «Peça "Senhor das Flores" questiona ética nas relações». Folha Uol. 30 de janeiro de 2003. Consultado em 18 de março de 2017 
  25. «Marco Ricca dirige "A Grande Volta"». Jovem Pan. 2 de maio de 2010. Consultado em 18 de março de 2017 
  26. «Festival de Miami premia filmes de Tata Amaral e Marcelo Massagão». Folha Uol. 12 de junho de 2000. Consultado em 18 de março de 2017 
  27. «O Invasor ganha sete prêmios no Festival de Recife». Terra. 29 de abril de 2002. Consultado em 18 de março de 2017 
  28. «Confira a lista completa dos indicados ao 2º Prêmio Contigo!». Jornal O Globo. 5 de agosto de 2007. Consultado em 18 de março de 2017 
  29. «Divulgados novidades e indicados do Grande Prêmio Vivo do Cinema Brasileiro». Revosta O Grito. 18 de março de 2008. Consultado em 18 de março de 2017 
  30. «Categoria Televisão - 2009 - Prêmio Arte Qualidade Brasil». Prêmio Arte Qualidade Brasil. 2009. Consultado em 18 de março de 2017 
  31. «"Cabeça a Prêmio" vence festival de cinema brasileiro em Los Angeles». Bol. 3 de maio de 2010. Consultado em 18 de março de 2017 
  32. «Categoria Televisão - 2011 - Prêmio Arte Qualidade Brasil». Prêmio Arte Qualidade Brasil. 2011. Consultado em 18 de março de 2017 
  33. «Prêmio QUEM 2015: Vote no seu preferido na categoria Cinema». Revista Quem. 8 de dezembro de 2015. Consultado em 18 de março de 2017 
  34. Grande Prêmio do Cinema Brasileiro anuncia seus vencedores - Ancine
  35. APCA elege os melhores do ano na TV. Velho Chico e Justiça lideram prêmios
  36. Conheça os vencedores do Prêmio Extra de TV 2016!
  37. Melhores do Ano: conheça os indicados ao prêmio em 2016
  38. «Filme sobre o direito à moradia vence o Fest-Aruanda 2016». Cultura Estadão. 15 de dezembro de 2016. Consultado em 18 de março de 2017 
  39. «"Como Nossos Pais" é o grande vencedor do Festival de Cinema de Gramado» 

Ligações externasEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Marco Ricca
  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.