Abrir menu principal

Augusto César Alves Ferreira da Silva

Augusto César Alves
Ferreira da Silva
C.M.
Bispo da Igreja Católica
Bispo-emérito de Portalegre-Castelo Branco
Hierarquia
Papa Francisco
Arcebispo metropolita Manuel Clemente
Atividade Eclesiástica
Congregação Congregação da Missão
Diocese Diocese de Portalegre-Castelo Branco
Nomeação 28 de setembro de 1978
Predecessor Agostinho Joaquim Lopes de Moura
Sucessor José Francisco Sanches Alves
Mandato 19782004
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 24 de junho de 1960
Nomeação episcopal 28 de fevereiro de 1972
Ordenação episcopal 21 de maio de 1972
Igreja da Casa de S. Vicente
por Dom António Ribeiro
Lema episcopal Illum oportet crescere
Dados pessoais
Nascimento Celorico de Basto
15 de março de 1932 (87 anos)
Nacionalidade português
Funções exercidas - Bispo do Tete (1972-1976)
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Augusto César Alves Ferreira da Silva C.M. (Celorico de Basto, 15 de março de 1932) é um bispo católico português, actual bispo emérito de Portalegre-Castelo Branco.

BiografiaEditar

D. Augusto César nasceu em Celorico de Basto a 15 de março de 1932.

Em 1946 entrou para o Seminário de São José, em Felgueiras, tendo prosseguido para o noviciado em Santander, no norte de Espanha, durante dois anos. Após terminar os seus estudos filosóficos e teológicos no Seminário Maior de Santa Teresinha.

Foi ordenado presbítero a 24 de junho de 1960.[1] Seguiu então para Moçambique onde ficou responsável por alguns seminários e foi eleito provincial da Congregação da Missão (Padres Vicentinos) em Portugal.

A 28 de fevereiro de 1972 foi nomeado bispo de Tete, em Moçambique, pelo Papa Paulo VI, sucedendo a Félix Nisa Ribeiro. A ordenação episcopal decorreu a 21 de maio do mesmo ano, na igreja da Casa de São Vicente, e foi presidida pelo patriarca D. António Ribeiro e teve como co-ordenantes os arcebispos António de Castro Xavier Monteiro e Manuel Maria Ferreira da Silva.[2] Toma posse da diocese a 9 de agosto acabando por deixar o cargo a 16 de agosto de 1976, numa altura marcada pela descolonização portuguesa das colónias ultramarinas.[3]

Em 28 de setembro de 1978 foi nomeado bispo da Diocese de Portalegre-Castelo Branco pelo Papa João Paulo I. Foi também nomeado presidente da Comissão Episcopal das Missões e da Comissão Episcopal do Clero, Seminários e Vocações, durante vários mandatos.

O pedido de resignação ao governo da diocese foi aceite em maio de 2003 e deixou o cargo com a nomeação do seu sucessor, a 22 de abril de 2004.[4]


Precedido por
Félix Niza Ribeiro
 
Bispo de Tete

19721976
Sucedido por
Paulo Mandlate
SSS
Precedido por
Agostinho Joaquim Lopes de Moura
 
Bispo de Portalegre-Castelo Branco

19782004
Sucedido por
José Francisco Sanches Alves

Referências

  1. «Agência Ecclesia». Consultado em 5 de março de 2013 
  2. «Catholic Hierarchy». Consultado em 5 de março de 2013 
  3. «Agência Ecclesia». Consultado em 5 de março de 2013 
  4. «Sala Stampa della Santa Sede». Consultado em 5 de março de 2013