Abrir menu principal

Basquetebol do Club Athletico Paulistano

Ver artigo principal: Club Athletico Paulistano


O Basquetebol do Club Athletico Paulistano é o departamento de basquetebol do clube poliesportivo brasileiro de mesmo nome, sediado na cidade de São Paulo, em São Paulo. Ele é mais conhecido como Paulistano Basquete, ou por razões de patrocínio, Paulistano/Corpore.

Paulistano Basquete
Paulistano Basquete logo
Nome completo Club Athletico Paulistano
Alcunha CAP
Mascote Fried (Tigre)
Ligas NBB
Campeonato Paulista
Fundação 1922 (97 anos) (Seção de basquete)
Arena Ginásio Antônio Prado Junior
Arena Capacidade 1.500 espectadores
Localização São Paulo, SP, Brasil
Cores Vermelho e Branco
         
Presidente Paulo Cesar Movizzo
Treinador Régis Marrelli
Títulos 1 Campeonato Brasileiro
1 Campeonato Paulista
Material esportivo A Sports
Patrocinador Principal Corpore
Website www.paulistano.org.br

HistóriaEditar

O Clube Athletico Paulistano tem uma participação de destaque no basquetebol brasileiro. São inúmeras participações no Campeonato Paulista e no Brasileiro. A modalidade começou a ser praticada no clube em 1922.[1] Em 1924, o Paulistano participou da fundação da Federação Paulista de Basketball.[2] O seu primeiro título no basquete adulto foi em 1944, no antigo Campeonato Paulista da Capital (ou Campeonato Paulistano), onde apenas as equipes da cidade de São Paulo competiam. Para ficar com o troféu, o CAP superou o Corinthians na decisão. Seus times de base conquistaram inúmeros títulos pelo estado de São Paulo. Na equipe profissional, um dos grandes ídolos do clube foi Marcelinho Huertas.[3]

Apesar de tradicional nos campeonatos de base, o Paulistano demorou para voltar a integrar a elite do Paulista. Depois de disputar algumas edições da divisão de acesso na década de 90, o clube esteve na edição de 1999 no Campeonato Estadual.[4] Depois de três anos de hiato, voltou a participar do campeonato do estado, mas dessa vez pensando a longo prazo.[4] Em 2003, objetivando uma vaga no Nacional, o Paulistano disputa e conquista a etapa Sul da Copa Brasil, que reunia equipes de MG, PR, RJ, RS, SC, GO e SP.[5][6][7] Com o título, a equipe garantiu vaga na Supercopa Brasil, onde foi vice-campeã perdendo para o Lobos Brasília na decisão.[8] O ingresso no Campeonato Nacional veio com a quinta colocação na fase de classifição do Paulista de 2003.[9][10][11] Na primeira participação no Brasileiro a equipe terminou em 14º lugar.[12][13]

Em 2005, o Paulistano chegou pela primeira vez à final do Campeonato Paulista e ficou com o vice-campeonato ao perder a série final por 3 a 1 para o COC/Ribeirão Preto. No Brasileiro do mesmo ano, chegou pela primeira vez aos playoffs, sendo eliminado nas quartas pelo Unitri/Uberlândia.[14] No ano de 2009, o Paulistano chegou novamente à decisão do Estadual e depois de três jogos disputados contra o São José, ficou com o segundo lugar.[15] Em 2009, o Paulistano representou a Seleção Brasileira no Torneio Super Four na Argentina ao ceder quase que o seu time inteiro mais o treinador para a competição.[16][17][18][19]

No ano de 2012, o time da Capital disputou pela primeira vez um torneio internacional: o Torneio Interligas,[20] terminando na oitava posição. Na temporada 2013-2014, o Paulistano teve um grande desempenho chegando a duas finais. No Paulista de 2013, a equipe alvirrubra ficou pela terceira vez com a medalha de prata, desta vez sendo batida pelo Bauru por três jogos a zero.[21] No NBB 2013-14 perdeu a partida decisiva para o Flamengo por 78 a 73, após um jogo muito equilibrado.[22] Em 2015, disputou pela primeira vez a Liga das Américas, terminando na décima segunda posição. A quinta colocação obtida no NBB 2015-16 credenciou o time a disputar pela primeira vez a Liga Sul-Americana sendo esta sua terceira participação em um torneio internacional.[23] O Paulistano voltou a uma final de Brasileiro, após chegar a mais uma decisão de NBB. A equipe de São Paulo chegou a estar vencendo por dois a zero o playoff final, porém acabou sofrendo a virada para o Bauru por 3 a 2 e ficou com o segundo lugar no NBB 2016-17.[24]

No Estadual de 2017, o Paulistano fez boa campanha e chegou a mais uma decisão. Na série final, o CAP enfrentou o tradicional Franca e depois de cinco jogos ficou com o título paulista pela primeira vez em sua história ao bater os francanos por 3 a 2.[25] Ainda na temporada 2017-18, o clube chegou a outra final, dessa vez do NBB. Na decisão, o Paulistano encarou o seu arquirrival Mogi das Cruzes. Após quatro jogos disputados, o time da Capital Paulista se sagrou campeão brasileiro pela primeira vez, depois de dois vice-campeonatos.[26] No Campeonato Paulista de 2018, o clube alvirrubro chegou novamente à decisão, reeditando a final do ano anterior contra o Franca. No entanto, foi a equipe do Interior de São Paulo quem ficou com o troféu nesta oportunidade ao vencer o CAP por duas vezes no playoff melhor de três.[27]

TítulosEditar

Nacionais
Competição Títulos Temporada
  Campeonato Brasileiro 1 2017-18
Estaduais
Competição Títulos Temporada
  Campeonato Paulista 1 2017
  Campeonato Paulistano 1 1944

  Outros torneiosEditar

Copa Brasil Sul: 2003.
Copa EPTV: 2009.
Taça Interligas de Desenvolvimento (Sub-22): 2 vezes (2018 e 2019).
Liga de Desenvolvimento de Basquete - LDB (Sub-20): 2017-18.

Campanhas de destaqueEditar

Elenco atual (temporada 2019-2020)Editar

CA Paulistano (Basquete masculino)
Jogadores Comissão Técnica
Pos. # País Nome Altura Nascimento Último Clube
Armador 2     Yago 1,77 m 09/03/1999 Palmeiras (BRA)
Armador 4     Felipe Ruivo 1,83 m 16/02/1998 Pinheiros (BRA)
Armador 5     Beto 1,89 m 15/05/2000 Base
Ala 7     Dominique Coleman 1,93 m 26/11/1988 Minas (BRA)
Pivô 10     Victão 2,03 m 06/04/1997 Base
Pivô 11     Lucas Lopes 2,06 m 14/06/2001 Base
Pivô 12     Rafael Corrêa 2,05 m 14/01/2000 Base
Ala/Armador 14     Cristhyã 1,85 m 04/11/2001 Base
Armador 16     Buiú 1,90 m 26/04/2001 Base
Pivô 20     Dikembe 2,06 m 19/08/1999 Base
Ala/Armador 32     Anderson 1,92 m 03/07/2000 Base
Ala 33     Eddy 1,94 m 29/03/1987 Macaé (BRA)
Pivô 77     Guilherme Hubner 2,10 m 28/04/1987 Liga Sorocabana (BRA)
Pivô 35     Maique 2,11 m 26/06/1993 Botafogo (BRA)
Ala/Armador 50     Jonatan 1,88 m 04/08/1999 Pinheiros (BRA)
Ala/Armador ?     Gelvis Solano 1,85 m 01/06/1994 Olímpico (ARG)
Técnico
Auxiliar Técnico
  • Roberto Francisco Jayme
  • Eran Sherzer
Outros Membros
  • Silas Grassi (Diretor)
  • Lucas Moura (Supervisor)
  • Fernando Raduan (Médico)
  • Esteban Astroven Bieduncovich (Preparador Físico)
  • Luiz Felipe Silva Mendes (Fisioterapeuta)
  • Felipe Pellegrini Chamilian (Fisioterapeuta)
  • Djalma Silva (Mordomo)



Legenda
  • (C) Capitão
  • (S) Suspenso
  • (J) Juvenil
  •   Contundido

Elenco
• Última atualização: 09/09/2019


Últimas temporadasEditar

Paulistano
Temporada Campeonato Brasileiro Liga das Américas Liga Sul-Americana Campeonato Paulista
Div. Pos. J V D Classificação Classificação Fase Máxima
2008/2009 NBB (1ª) 28 11 17 Semifinal
2009/2010 NBB (1ª) 11º 29 10 19 Final
2010/2011 NBB (1ª) 12º 31 8 23 Quartas de final
2011/2012 NBB (1ª) 31 17 14 Quartas de final
2012/2013 NBB (1ª) 42 20 22 Semifinal
2013/2014 NBB (1ª) 43 29 14 Final
2014/2015 NBB (1ª) 10º 34 18 16 12º Semifinal
2015/2016 NBB (1ª) 32 21 11 Semifinal
2016/2017 NBB (1ª) 46 27 19 Semifinal
2017/2018 NBB (1ª) 41 33 8 10º Final
2018/2019 NBB (1ª) 28 16 12 Final
2019/2020 NBB (1ª) —º


Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Classificado à Liga das Américas
     Classificado à Liga Sul-Americana
NBB = Novo Basquete Brasil

Jogadores notáveisEditar

Referências

  1. «Basquete - Clube Athetico Paulistano». www.paulistano.org.br. Consultado em 9 de setembro de 2016 
  2. «FPB homenageia Club Athletico Paulistano – FPB». www.fpb.com.br. Consultado em 19 de maio de 2019 
  3. «Paulistano abre exposição sobre Marcelinho Huertas | Data Basket». Data Basket. Consultado em 10 de agosto de 2017 
  4. a b «ESTADUAL MASCULINO COMEÇA NO DIA 1o DE OUTUBRO | Data Basket». Data Basket. Consultado em 21 de agosto de 2017 
  5. «Palmeiras anuncia novo treinador de basquete masculino adulto - iG Esporte / Basquete - IG». esporte.ig.com.br. Consultado em 15 de junho de 2016 
  6. «AN - Seleção bola murcha - Informal». www1.an.com.br. Consultado em 15 de junho de 2016 
  7. «PAULISTANO/UNIFMU É CAMPEÃO DA COPA BRASIL SUL» 
  8. «BRASÍLIA É CAMPEÃO DA SUPERCOPA E GARANTE VAGA NO NACIONAL» 
  9. «RODADA FINAL DEFINE CONFRONTOS DO PLAYOFF | Data Basket». Data Basket. Consultado em 21 de agosto de 2017 
  10. «QUARTAS-DE-FINAL SERÃO ABERTAS NO DOMINGO | Data Basket». Data Basket. Consultado em 21 de agosto de 2017 
  11. «UNIARA/ARARAQUARA VENCE E GARANTE VAGA NA SEMIFINAL | Data Basket». Data Basket. Consultado em 21 de agosto de 2017 
  12. «PAULISTANO/UniFMU PRONTO PARA O DESAFIO | Data Basket». Data Basket. Consultado em 22 de agosto de 2017 
  13. «Classificação ano a ano». www.cbb.com.br. Consultado em 22 de agosto de 2017 
  14. «RIBEIRÃO E UBERLÂNDIA SE ENFRENTAM NA SEMIFINAL | Data Basket». Data Basket. Consultado em 26 de agosto de 2017 
  15. «A.E. São José é campeã paulista de basquete». AESJ 
  16. «Paulistano rebate críticas sobre jogo violento | Data Basket». Data Basket. Consultado em 26 de agosto de 2017 
  17. «Em pré-temporada, Paulistano disputará torneio em Rosário - iG Esporte / Basquete - IG». esporte.ig.com.br. Consultado em 29 de agosto de 2017 
  18. «Basquete - Começa neste sábado o torneio Super Four». O Globo. 31 de julho de 2009 
  19. «Com equipe B, seleção masculina disputa torneio na Argentina - 30/07/2009 - UOL Esporte - Basquete». esporte.uol.com.br. Consultado em 29 de agosto de 2017 
  20. «Aprendizado» 
  21. «Bauru é campeão Paulista Masculino - 2013 | Data Basket». Data Basket. Consultado em 26 de agosto de 2017 
  22. «Flamengo fica com o título da temporada 2013/14 | Data Basket». Data Basket. Consultado em 26 de agosto de 2017 
  23. «A vez do Paulistano» 
  24. «Alex decide, Bauru domina Paulistano e é campeão do NBB pela primeira vez». ESPN 
  25. «Paulistano deslancha no fim, vence Franca e festeja título estadual no Pedrocão». Globoesporte 
  26. «Paulistano vence no Hugão, fecha série contra Mogi e fatura título inédito do NBB». Globoesporte 
  27. «Franca bate Paulistano e volta a conquistar o Paulista de Basquete após 11 anos - Esportes - Estadão». Estadão