Abrir menu principal

A Liga Sul-Americana de Basquete é uma competição internacional de basquetebol masculino que é disputada anualmente pelos principais clubes da América do Sul. É organizada pela Confederação Sul-Americana de Basquetebol (CONSUBASQUET).

Liga Sul-Americana de Basquete
Temporada ou competição atual:
Basketball current event.svg LSB 2019
Esporte Basquete
Fundada 1996
Temporada inaugural LSB 1996
País(es) Membros da FIBA Américas
Continente União Sul-Americana de Nações América do Sul
Equipes 16
Atual campeão Brasil Franca (1º título)
Maior campeão Argentina Atenas de Córdoba (3 títulos)
Brasil Lobos Brasília (3 títulos)
TV DirecTV
SporTV (Brasil)
Site oficial FIBA Americas.com

RegulamentoEditar

Atualmente, o sistema de disputa é: na primeira fase, 16 times são divididos em quatro grupos (A, B, C, e D). Os dois melhores colocados dos grupos B, C e D; mais o melhor terceiro colocado entre os times dessas três chaves; além do campeão do grupo A, avançam para a etapa seguinte. Na semifinal, os oito times restantes são divididos novamente em dois grupos, mas agora só o primeiro colocado de cada grupo avança para a final, disputada em melhor de três jogos.[1]

Foi a competição mais importante de basquete para os clubes da América do Sul da sua criação em 1996 até o surgimento da Liga das Américas em 2007. Posteriormente, em 2019, a Liga das Américas foi substituída pela Champions League Américas.


ResultadosEditar

Ano Finalistas Semifinalistas
Campeão Resultado Vice-campeão 3º colocado Resultado 4º colocado
1996
 
Olimpia de Venado Tuerto
2 – 0  
Corinthians
 
Dharma/Yara/Franca
 
Rio Claro
1997
 
Atenas de Córdoba
2 – 1  
Corinthians
 
Olimpia de Venado Tuerto
 
Franca
1998
 
Atenas de Córdoba
2 – 0  
Franca
 
Boca Juniors
 
Independiente de General Pico
1999
 
Vasco da Gama
2 – 0  
Boca Juniors
 
Independiente de General Pico
 
Welcome
2000
 
Vasco da Gama
3 – 2  
Atenas de Córdoba
 
Franca
 
Welcome
2001
 
Estudiantes de Olavarría
3 – 1  
Gimnasia Comodoro Rivadavia
 
Atenas de Córdoba
 
Flamengo
2002
 
Libertad de Sunchales
3 – 1  
Vasco da Gama
 
Cocodrilos de Caracas
 
Estudiantes de Olavarría
2003
Não disputado
2004
 
Atenas de Córdoba
3 – 2  
Unit/Uberlândia
 
Boca Juniors
 
Libertad de Sunchales
2005
 
Unitri/Uberlândia
3 – 1  
Ajax
 
Boca Juniors
 
Cocodrilos de Caracas
2006
 
Ben Hur
3 – 1  
COC/Ribeirão Preto
 
Unitri/Uberlândia
 
Libertad de Sunchales
2007
 
Libertad de Sunchales
3 – 2  
Franca
 
Ben Hur
 
Gimnasia Comodoro Rivadavia
2008
 
Regatas Corrientes
3 – 2  
Flamengo
 
Boca Juniors
 
Lobos Brasília
2009.I
 
Flamengo
[nota 1]  
Quimsa
 
Cúcuta Norte
[nota 1]  
Regatas Corrientes
2009.II
 
Quimsa
[nota 1]  
Libertad de Sunchales
 
Sionista
[nota 1]  
Minas
2010
 
Lobos Brasília
96 – 86  
Flamengo
 
Boca Juniors
79 – 66  
Quimsa
2011-12
 
Obras Sanitarias
88 – 73  
Pinheiros
 
Lobos Brasília
76 – 74  
Atenas de Córdoba
2012
 
Regatas Corrientes
[nota 1]  
Lobos Brasília
 
Flamengo
[nota 1]  
Peñarol de Mar del Plata
2013
 
Lobos Brasília
93 – 81  
Aguada
 
Bauru
79 – 71  
Boca Juniors
2014
 
Bauru
79 – 53  
Mogi das Cruzes
 
Boca Juniors
76 – 75  
Malvín
2015
 
Lobos Brasília
2 – 0  
San Martín de Corrientes
 
Malvín
 
Mogi das Cruzes
2016
 
Mogi das Cruzes
3 – 0  
Bahía Basket
 
Club Olímpico de La Banda
 
Hebraica Macabi
2017  
Guaros de Lara
3 – 1  
Estudiantes de Concordia
 
Pinheiros
 
Quilmes
2018  
Franca
2 – 1  
Instituto Córdoba
 
Flamengo
 
Libertad de Sunchales
2019
Notas
  1. a b c d e f Nesses anos, não houve final. A competição foi decidida numa fase final de grupos.

TítulosEditar

Por clubesEditar

Clube Títulos Vice-campeonatos 3º lugar 4º lugar
  Atenas de Córdoba 3 (1997, 1998 e 2004) 1 (2000) 1 (2001) 1 (2011)
  Lobos Brasília 3 (2010, 2013 e 2015) 1 (2012) 1 (2011) 1 (2008)
  Libertad de Sunchales 2 (2002 e 2007) 1 (2009.II) 3 (2004, 2006 e 2018)
  Vasco da Gama 2 (1999 e 2000) 1 (2002)
  Regatas Corrientes 2 (2008 e 2012) 1 (2009.I)
  Flamengo 1 (2009.I) 2 (2008 e 2010) 2 (2012 e 2018) 1 (2001)
  Franca 1 (2018) 2 (1998 e 2007) 2 (1996 e 2000) 1 (1997)
  Unitri/Uberlândia 1 (2005) 1 (2004) 1 (2006)
  Quimsa 1 (2009.II) 1 (2009.I) 1 (2010)
  Mogi das Cruzes 1 (2016) 1 (2014) 1 (2015)
  Olimpia de Venado Tuerto 1 (1996) 1 (1997)
  Ben Hur 1 (2006) 1 (2007)
  Bauru 1 (2014) 1 (2013)
  Estudiantes de Olavarría 1 (2001) 1 (2002)
  Obras Sanitarias 1 (2011-12)
  Guaros de Lara 1 (2017)
  Corinthians 2 (1996 e 1997)
  Boca Juniors 1 (1999) 6 (1998, 2004, 2005, 2008, 2010 e 2014) 1 (2013)
  Pinheiros 1 (2011-12) 1 (2017)
  Gimnasia Comodoro Rivadavia 1 (2001) 1 (2007)
  Ajax 1 (2005)
  COC/Ribeirão Preto 1 (2006)
  Aguada 1 (2013)
  San Martín de Corrientes 1 (2015)
  Bahía Basket 1 (2016)
  Estudiantes de Concordia 1 (2017)
  Instituto Córdoba 1 (2018)
  Independiente de General Pico 1 (1999) 1 (1998)
  Cocodrilos de Caracas 1 (2002) 1 (2005)
  Malvín 1 (2015) 1 (2014)
  Cúcuta Norte 1 (2009.I)
  Sionista 1 (2009.II)
  Club Olímpico de La Banda 1 (2016)
  Welcome 2 (1999 e 2000)
  Rio Claro 1 (1996)
  Minas 1 (2009.II)
  Peñarol de Mar del Plata 1 (2012)
  Hebraica Macabi 1 (2016)
  Quilmes 1 (2017)

Por paísEditar

País Campeão Vice-campeão 3º lugar 4º lugar
  Argentina 12 9 12 12
  Brasil 10 13 8 6
  Venezuela 1 1 1
  Uruguai 1 1 4
  Colômbia 1

Maior quantidade de participaçõesEditar

Ver artigo principal: Lista de clubes participantes da Liga Sul-Americana de Basquete

Atualizado até a edição de 2019. Em negrito edições em que a equipe foi campeã.

Participações Equipe
10   Boca Juniors (1998, 1999, 2000, 2004, 2005, 2006, 2008, 2010, 2013 e 2014)
  Libertad de Sunchales (2002, 2004, 2006, 2007, 2008, 2009.II, 2010, 2012, 2014 e 2018)
  Lobos Brasília (2006, 2008, 2009.II, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016)
  Flamengo (2001, 2005, 2008, 2009.I, 2009.II, 2010, 2011, 2012, 2017 e 2018)
  Malvín (2007, 2008, 2009.II, 2010, 2011, 2012, 2014, 2015, 2017 e 2019)
9   Cocodrilos (1996, 1998, 2001, 2002, 2004, 2005, 2007, 2008 e 2009.I)
  Regatas Lima (1996, 1997, 2002, 2005, 2006, 2008, 2015, 2016 e 2017)
  Franca (1997, 1998, 1999, 2000, 2002, 2007, 2010, 2015 e 2018)
8   Atenas de Córdoba (1997, 1998, 1999, 2000, 2001, 2004, 2005 e 2011)
  Universidad Concepción (1996, 1998, 2000, 2001, 2007, 2009.II, 2013 e 2016)
  Deportivo San José (1998, 2001, 2002, 2004, 2005, 2006, 2007 e 2019)
7   Aguada (1996, 1998, 2006, 2013, 2014, 2017 e 2018)
5   Unitri/Uberlândia (2001, 2004, 2005, 2006 e 2007)
  Trouville (2004, 2005, 2008, 2015 e 2016)
  Defensor Sporting (2009.II, 2013, 2014, 2016 e 2019)

MVPs por ediçãoEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Sistema de Competencia». FIBA.basketball (em espanhol). Consultado em 28 de outubro de 2018 


  Este artigo sobre basquetebol é um esboço relacionado ao Projeto Basquetebol. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.