Benedito Domingos

político brasileiro
Benedito Domingos
Deputado federal do Distrito Federal
Período 1991 até 1998
Vice-Governador do Distrito Federal
Período 1999 até 2002
Deputado distrital do Distrito Federal
Período 2007 até 2010
Deputado distrital do Distrito Federal
Período 2011 até 2014
Dados pessoais
Nascimento 23 de junho de 1934 (86 anos)
São Sebastião do Paraíso, MG
Brasil
Partido ARENA (1979)
PDS (1980-1985)
PFL (1985-1989)
PTR (1989-1993)
PP (1993-1995)
PP (1995-presente)
Religião Evangélico
Website http://www.beneditodomingos.com.br/
linkWP:PPO#Brasil

Benedito Augusto Domingos (São Sebastião do Paraíso, 23 de junho de 1934) é um político brasileiro, filiado ao Progressistas (PP).[1] Formado em Direito, o empresário Benedito Domingos é um dos pioneiros de Brasília.

Benedito Domingos está na vida pública há mais de 40 anos, é pastor e advogado, tem 81 anos, casado com Nair, 06 filhos, 21 netos e 10 bisnetos. É evangélico desde 1950. Foi presidente da Associação Comercial de Taguatinga – ACIT por 3 vezes. Em sua gestão conseguiu a sede atual, criou a Feira de Amostras – FACITA, doou os primeiros semáforos da cidade, teve participação decisiva na transferência da Universidade Católica para Taguatinga, foi administrador da cidade por duas vezes, urbanizou a Avenida das Palmeiras, concluiu as obras do estádio Serejão e construiu o Serejinho.

Carreira políticaEditar

Foi administrador regional de Taguatinga pela primeira vez de 1979 a 1981. Posteriormente foi Secretário de Habitação e Presidente da Shis-Sociedade de Habitações de Interesse Social Ltda. Os lotes semi urbanizados até hoje adotados por todos os governos foram autoria de Benedito quando foi secretário de habitação. As primeiras 2889 casas de Samambaia foram entregues também por ele. Benedito foi o principal defensor da área do Taguaparque defendendo o projeto junto ao governo, impedindo a ocupação da área por grileiros armados. Implantou o setor chamado nova QNL.

Foi coordenador da campanha de Tancredo Neves no Distrito Federal lutando para a abertura política, o que resultou na eleição do governador e os primeiros representantes do Distrito Federal na Câmara e no Senado Federal.

Em 1990 foi eleito deputado federal pelo antigo Partido Trabalhista Renovador (PTR), reeleito em 1994, pelo Partido Progressista (PP),[2] e em 1998 foi eleito vice-governador do Distrito Federal na chapa que elegeu Joaquim Roriz ao governo do Distrito Federal. Em 2002, depois de romper com Roriz, foi candidato ao governo do Distrito Federal ficando em terceiro lugar. No segundo turno apoiou a candidatura do petista Geraldo Magela.

Em 1993 foi autor da Proposta de Emenda Constitucional PEC 171/93 que altera a redação do art. 228 da Constituição Federal (imputabilidade penal do maior de dezesseis anos), mais conhecida como emenda da Maioridade Penal, proposta que gerou grande polemica ao ser desengavetada pelo Presidente da Câmara Eduardo Cunha em 2015. Aprovada em Primeiro Turno.

Eleito em 2006 deputado distrital pelo Partido Progressista, licenciou-se da Câmara Legislativa do Distrito Federal em 2007 para assumir novamente o cargo de administrador regional de Taguatinga.

Em 2010 foi reeleito para a Câmara Legislativa do Distrito Federal. Durante este mandato, enfrentou processo de cassação de mandato por quebra de decoro na Comissão de Ética. A representação foi aceita fundamentada apenas em recortes de jornais acerca de processo contra si e seus familiares por suposta fraude em licitação. O processo foi suspenso para que se aguardasse o julgamento pelo Tribunal de Justiça. Quando da retomada da tramitação do processo de cassação, a perda do prazo para defesa em razão de seu estado de saúde levou a comissão a nomear como defensora dativa a advogada Dênia Magalhães que comprovou haver graves irregularidades do processo, cerceamento de defesa, falta de enquadramento no Código de Ética, bem como a total falta de provas materiais de quebra de decoro bem como dos crimes que lhe foram imputados, culminando no arquivamento do processo. Encerrou o mandato em 2014 sem se candidatar a outro cargo, passando a dedicar-se à família, à igreja e à presidência do Partido Progressista do Distrito Federal.

No dia 3 de maio de 2016, o Superior Tribunal de Justiça determinou a expedição do mandado de prisão contra Benedito Domingos, o qual foi condenado a cinco anos e oito meses de prisão por fraudes em licitações e a quatro anos por corrupção passiva, penas que deverá cumprir inicialmente em regime semiaberto. Uma das acusações é a de que ele teria usado seu prestígio político para fazer com que a empresa de um filho ganhasse várias licitações no DF.

Prêmios e CondecoraçõesEditar

  • Tí­tulo de Cidadão Honorário de Brasí­lia.
  • Ordem do Mérito Militar do Exército Brasileiro em Grau de Comendador em 2000.
  • Medalha de Mérito Pr. Paulo Leiva Macalão em Convenção da Assembleia de Deus no Brasil.
  • Cidadão Honorário da Cidade de Cuiabá em MT.
  • Cidadão Honorário da Cidade de Formosa em GO.
  • Homenageado com o Prêmio Imprensa, pela Editora Panamericana em 26 de fevereiro de 1997.
  • Condecorado com a Medalha do Mérito Industrial Gráfico, pelo Sindicato das Indústrias Gráficas do Distrito Federal em 4 de dezembro de 1996.
  • Condecorado com a Medalha 300 anos de Zumbi dos Palmares, pela Ordem Internacional das Ciências, das Artes, das Letras e da Cultura e pela Embaixada de Angola em 14 de maio de 1996.
  • Doutor Honoris Causa, em Educação Teológica, concedido pela Ordem dos Teólogos do Brasil em julho de 1995.
  • Tí­tulo de Membro Efetivo da Ordem dos Parlamentares do Brasil em 30 de outubro de 1995.
  • Tí­tulo de Deputado Nota 10 Associação Brasileira de Agências de Viagens do Distrito Federal, através da CLAN Turismo Ltda, em 16 de setembro de 1995.
  • Condecorado com a Medalha do Pacificador, pelo Ministro de Estado do Exército General Zenildo Gonzaga Zoroastro de Lucena , em 25 de agosto de 1995.
  • Diploma de agradecimento pela excelente cooperação prestada a ADESG (Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra) em 1993.
  • Medalha concedida pela Associação dos Engenheiros do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal em ASSENDER-DF por não ter medido esforços na luta pela reestruturação do Departamento de Estrada de Rodagem do Distrito Federal em 1993.
  • Tí­tulo de Personalidade Destaque de 1992 conferida pela Coopergama, Assig e a Ulcb-DF, com base nas indicações dos lí­deres cooperativistas e comunitários do Distrito Federal, por seus relevantes serviços em prol da busca de soluções para os problemas de moradia no Distrito Federal em 1992.
  • Medalha do Mérito Policial Civil Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira concedida pelo Governador do Distrito Federal em reconhecimento pelos atos praticados em prol da instituição em 1992.
  • Diploma, concedendo-lhe a medalha à Imperador D. Pedro II, conferido pelo Comando-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal pelos relevantes serviços prestados ao Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal em 1991.
  • Medalha comemorativa ao 50ª aniversário de instalação da Justiça do Trabalho conferida pelo Presidente do Tribunal Superior do Trabalho em 1991.
  • Diploma por ser o primeiro vice-presidente da Entidade a ocupar o cargo de Secretário de Estado no Governo do Distrito Federal (Secretário Extraordinário da Habitação) conferida pela Diretoria da Associação Comercial do Distrito Federal em 1987.
  • Medalha de Personalidade-Destaque, Taguatinga em 1987.
  • Ordem do Mérito de Brasí­lia, no grau de Gran-Oficial em 1988.
  • Comendador da Ordem Internacional dos Jornalistas.
  • Homenagem com a Medalha de Honra pela liga de Defesa Nacional.
  • Homenagem de Honra ao Mérito concedida pela Federação do Comércio de Brasília - 1980.
  • Ordem ao Mérito Comercial concedida pela Federação do Comércio do Distrito Federal em 1981.
  • Destaque de Líder Comunitário de Taguatinga em 1976-1983-1989.
  • Medalha de Pioneiro pelo Clube dos Pioneiros de Brasília.
  • Homenageado pelo Governo do Distrito Federal com a Ordem do Mérito de Brasília no grau de Cavaleiro em 1977.

Referências

  1. Brasil, CPDOC-Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do. «BENEDITO AUGUSTO DOMINGOS». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 3 de fevereiro de 2021 
  2. «Portal da Câmara dos Deputados». Camara.gov.br. Consultado em 16 de abril de 2020