Abrir menu principal
Cécilia Berder
Informações pessoais
Modalidade Sabre
Nascimento 13 de dezembro de 1989 (29 anos)
Morlaix,  França
Nacionalidade  França
Compleição Peso: 69 kg Altura: 1,73 m
Clube Cercle d'Escrime Orléanais
Medalhas
Campeonato Mundial
Ouro Wuxi 2018 Sabre por equipes
Prata Antália 2009 Sabre por equipes
Prata Cazã 2014 Sabre por equipes
Prata Moscou 2015 Sabre individual
Bronze Paris 2010 Sabre por equipes
Bronze Lípsia 2017 Sabre individual
Bronze Lípsia 2017 Sabre por equipes
Campeonato Europeu
Prata Montreux 2015 Sabre por equipes
Prata Novi Saad 2018 Sabre individual
Bronze Tbilisi 2017 Sabre por equipes

Cécilia Berder (Morlaix, 13 de dezembro de 1989) é uma esgrimista francesa que atua na categoria sabre.

Índice

CarreiraEditar

InícioEditar

Berder nasceu na comuna de Morlaix em 13 de dezembro de 1989, e cresceu na cidade vizinha de Quimper. Ela era uma criança enérgica e foi incentivada a praticar esportes por seus pais. Sua primeira escolha foi escalada, mas não havia vagas para a aula, então optou pela esgrima no Escrime Quimper Cornouaille.[1] No início, ela tentou o florete, a arma de ensino tradicional. O treinador Serge Larher, então, sugeriu que ela tentasse o sabre, mesmo que a classe tivesse apenas meninos.[1] Depois de seu baccalauréat, juntou-se ao centro para promissores jovens atletas em Orléans, onde treinou com nomes como Anne-Lise Touya e Léonore Perrus.[2]

Em 16 de janeiro de 2005, Berder participou pela primeira vez de uma competição júnior na Copa do Mundo, na etapa Göppingen, onde terminou na sexagésima-quarta posição geral.[3] No mês seguinte, obteve o quinquagésimo-oitavo lugar em Dourdan.[4] Ela iniciou 2006 com dois péssimos resultados nas etapas de Budapeste e Dourdan;[5][6] contudo, conquistou a segunda posição da etapa de Göppingen, em janeiro de 2007.[7]

No ano seguinte, Berder foi selecionada como reserva para as Olimpíadas de Pequim. No mesmo ano, ela venceu seu primeiro título nacional,[1] e terminou na sexta posição da etapa de Dormagen.[8]

2009-2012: primeiras conquistas mundiaisEditar

2017-presenteEditar

Em junho, competiu no Campeonato Europeu em Novi Sad, onde conquistou uma medalha de prata no evento individual, sendo derrotada pela russa Sofiya Velikaya.[9][10] Por equipes, a França foi superada pela Rússia nas semifinais, mas o resultado rendeu um bronze para Berder.[9] Após o torneio continental, ela assumiu a segunda posição do ranking mundial,[11] e no mês seguinte, disputou os dois eventos de sabre do Campeonato Mundial, realizado em Wuxi, na China. No individual, re-encontrou-se com Velikaya, desta vez nas quartas-de-final, e voltou a ser derrotada.[12][13] Por outro lado, conquistou a medalha de ouro no evento por equipes junto com Manon Brunet, Charlotte Lembach e Caroline Quéroli.[14] Em novembro, a equipe francesa iniciou uma série de conquistas em etapas da Copa do Mundo, a primeira vencida em Orleães.[15]

 
Pódio em Atenas: França (ouro), Rússia (prata) e Itália (bronze).

Em sua primeira competição no ano de 2019, Berder conquistou a medalha de ouro ao vencer, em Salt Lake City, a húngara Anna Marton.[16][17] Na semifinal, ela havia eliminado a Velikaya, atual líder do ranking mundial.[17] Na mesma competição, integrou a equipe francesa que ganhou o ouro.[16][18] Em 22 de fevereiro, voltou a ser derrotada por Velikaya na semifinal do Grande Prêmio de Cairo, mas venceu a partida pelo bronze.[19] Apesar dos resultados positivos, Berder não repetiu o feito em Atenas, onde foi eliminada pela ucraniana Olga Kharlan nas quartas-de-final.[20] A França, no entanto, triunfou perante a Rússia e conquistou o ouro no evento por equipes.[21] Nas competições seguintes, realizadas em Sint-Niklaas e Seul, Berder não conseguiu resultados expressivos individualmente;[22][23] contudo, continuou como integrante da equipe feminina de sabre, que novamente levou a medalha de ouro em cima da Rússia.[15][22]

Em maio, ela disputou a etapa de Túnis, onde triunfou sobre as coreanas Yesol Yang e Yoon Ji-su, mas foi eliminada nas quartas-de-final quando perdeu para a experiente Irene Vecchi, da Itália.[24] Esta disputa marcou o início da qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio.[24]

Referências

  1. a b c Gérard Classe (19 de agosto de 2010). «Cécilia Berder. Quimper l'a touchée au coeur». Le Télégramme (em francês). Arquivado do original em 8 de agosto de 2014 
  2. «Cecilia Berder, joyau de l'escrime quimpéroise». Ouest France (em francês). 23 de maio de 2013. Cópia arquivada em 24 de setembro de 2015 
  3. «16 jan 2005 | world Cup Südwestbank-Pokal» (em inglês). fie.org. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  4. «20 Feb 2005 | world Cup Tournoi international» (em inglês). fie.org. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  5. «06 Jan 2006 | world Cup Coupe Heracles Junior» (em inglês). fie.org. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  6. «19 Feb 2006 | world Cup Coupe de la Ville de Dourdan» (em inglês). fie.org. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  7. «13 Jan 2008 | world Cup Volksbank-Pokal» (em inglês). fie.org. Consultado em 1 de junho de 2019. Cópia arquivada em 1 de junho de 2019 
  8. «22 Nov 2008 | world Cup Preis der Chemiestadt» (em inglês). fie.org. Consultado em 1 de junho de 2019. Cópia arquivada em 1 de junho de 2019 
  9. a b «Escrime XXI» (em inglês) 107 ed. 2018. Consultado em 26 de maio de 2019 
  10. Jon Aspin (15 de julho de 2018). «Russia's Women and Men show their class at European Championships in Serbia» (em inglês). fencing.net. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  11. «Cécilia Berder, 2e mondiale au sabre, est en lice la nuit prochaine à Wuxi». La République du Centre (em francês). 23 de julho de 2018. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  12. «Mondiaux : Cécilia Berder et Enzo Lefort stoppés en quarts». Le Dauphiné (em francês). 24 de julho de 2018. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  13. «Escrime XXI» (em inglês) 107 ed. 2018. Consultado em 26 de maio de 2019 
  14. «Escrime: les Françaises sacrées championnes du monde en sabre par équipes». La Croix (em francês). 27 de julho de 2018. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 28 de julho de 2018 
  15. a b «Coupe du monde : les sabreuses françaises s'imposent à Sint Niklaas». L'Équipe (em francês). 24 de março de 2019. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  16. a b «Escrime XXI» (em inglês) 2019 ed. Consultado em 26 de maio de 2019 
  17. a b «Coupe du monde sabre (F) : Berder s'impose à Salt Lake City». L'Équipe (em francês). 27 de janeiro de 2019. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  18. Jon Aspin (7 de fevereiro de 2019). «France claims double gold in Salt Lake City» (em inglês). fencing.net. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  19. «Coupe du monde : la sabreuse Cécilia Berder troisième au Caire». L'Équipe (em francês). 24 de fevereiro de 2019. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  20. «Coupe du monde. Berder stoppée en quarts à Athènes». Le Télégramme (em inglês). 9 de março de 2019. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  21. Jon Aspin (12 de março de 2019). «Pozdniakova, France take gold in Athens» (em inglês). fencing.net. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  22. a b Jon Aspin (27 de março de 2019). «France wins big in Belgium; Germany and Korea take gold in Hungary» (em inglês). fencing.net. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 3 de abril de 2019 
  23. «Sabre. Brunet 3e à Séoul, Berder 17 e». Le Télégramme (em francês). 27 de abril de 2019. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 27 de abril de 2019 
  24. a b «Coupe du monde. Cécilia Berder s'arrête en quarts à Tunis». Le Télégramme (em francês). 11 de maio de 2019. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 

Ligações ExternasEditar