Abrir menu principal

Campeonato Pernambucano de Futebol de 2019

Campeonato Pernambucano de Futebol de 2019
Série A1
Pernambucano2019.png
Dados
Participantes 10
Organização Federação Pernambucana de Futebol (FPF)
Anfitrião  Pernambuco  Brasil
Período 19 de janeiro21 de abril
Gol(o)s 153
Partidas 54
Média 2,83 gol(o)s por partida
Campeão Band recife.png Sport (42º título)
Vice-campeão Band recife.png Náutico
3.º colocado Bandeira afogados.jpg Afogados
4.º colocado Bandeira salgueiro.png Salgueiro
Campeão do interior Bandeira afogados.jpg Afogados
Rebaixado(s) Band recife.png América-PE

Bandeira de arcoverde.JPG Flamengo de Arcoverde

Melhor marcador Brasil Hernane (Sport) – 9 gols
Melhor ataque (fase inicial) 21 gols:
Melhor defesa (fase inicial) Sport – 7 gols
Maiores goleadas
(diferença)
Salgueiro 6–1 Vitória das Tabocas
Estádio Cornélio de BarrosSalgueiro
20 de janeiro, 1ª rodada
 
Náutico 5–0 Petrolina
Estádio dos AflitosRecife
30 de janeiro, 2ª rodada
Público 202 969
Média 3 829,6 pessoas por partida
◄◄ Pernambuco Pernambucano 2018 Soccerball.svg Pernambucano 2020 Pernambuco ►►

O Campeonato Pernambucano de Futebol de 2019 foi a 105ª edição do torneiro realizado no estado de Pernambuco e organizado pela Federação Pernambucana de Futebol. [1][2] O campeonato conta com a participação de dez equipes entre os dias 19 de Janeiro à 21 de Abril. Foi marcado por ter a volta do clube Petrolina, que estava ausente da elite desde 2013.[3][4]

Na grande finalíssima do campeonato, no Estádio Ilha do Retiro o Sport garantiu seu 42° título do torneio depois de perder para o Náutico no tempo normal por 2–1, superou o rival na disputa de pênaltis por (4–3). No jogo da ida, vitória do leão por 1–0, no Estádio dos Aflitos. Os dois finalistas, juntamente com o Afogados obtiveram o direito de disputar a Copa do Brasil de 2020. [5]

Índice

Formato e RegulamentoEditar

Primeira fase - Todos os dez clubes se enfrentam em jogos de ida, se classificando os oito melhores colocados. Os dois últimos serão rebaixados para a Série A2 de 2020.[1]

Segunda fase (quartas de final) - Disputada em jogo único, com o 1º colocado enfrentando o 8º, o 2º jogando contra o 7º, o 3º diante do 6º e o 4º duelando contra o 5º. Os times de melhores campanhas na primeira fase fazem a partida como mandantes. Em caso de igualdade, a decisão será nos pênaltis.[1]

Terceira fase (semifinal) - Disputada também em apenas uma partida, com os clubes de melhor campanha atuando em casa. Em caso de igualdade, decisão nos pênaltis.[1]

Quarta fase (final) - Realizada em jogos de ida e volta, com o time de melhor campanha fazendo o segundo jogo como mandante. Para a definição do campeão, será considerada a soma da pontuação nos dois jogos. Em caso de igualdade no número de pontos, o primeiro critério será o saldo de gols na fase (sem gol qualificado). Persistindo o empate nos 180 minutos, o campeão sairá nos pênaltis.[1]

Critérios de DesempateEditar

Em caso de empate por pontos entre dois ou mais clubes, os critérios de desempate são aplicados na seguinte ordem:[1][6]

  1. Número de vitórias;
  2. Saldo de gols;
  3. Gols pró;
  4. Confronto direto;
  5. Menor número de cartões vermelhos;
  6. Menor número de cartões amarelos;
  7. Sorteio.

Equipes ParticipantesEditar


Equipe Cidade Em 2018 Estádio (Mando) Capacidade Títulos (Último) Part.
Afogados da Ingazeira Futebol Clube   Afogados da Ingazeira Vianão 1 735 0 (não possui) 3
América Futebol Clube   Recife Ademir Cunha 12 000 6 (em 1944) 85
Central Sport Club   Caruaru Lacerdão 19 478 0 (não possui) 58
Flamengo Sport Club de Arcoverde   Arcoverde Áureo Bradley 3 000 0 (não possui) 7
Clube Náutico Capibaribe   Recife Aflitos 20 856 22 (em 2018) 104
Petrolina Social Futebol Clube   Petrolina 1° (A2) Paulo Coelho 5.000 0 (não possui) 10
Salgueiro Atlético Clube   Salgueiro Cornélio de Barros 12 070 0 (não possui) 13
Santa Cruz Futebol Clube   Recife Arruda 60 044 29 (em 2016) 105
Sport Club do Recife   Recife Ilha do Retiro 32 983 41 (em 2017) 103
Associação Acadêmica e Desportiva Vitória das Tabocas   Vitória de Santo Antão Arena Pernambuco 44.330 0 (não possui) 8

CalendárioEditar

O cronograma da competição foi divulgado em 21 de Novembro de 2018 e compreende as seguintes datas:[7]

Primeira Fase
1ª Rodada: 19–20 de janeiro
2ª Rodada: 23–24 e 30 de janeiro
3ª Rodada: 27 e 29–30 de janeiro
4ª Rodada: 3 e 6 de fevereiro
5ª Rodada: 10–16 de fevereiro e 06 de março
6ª Rodada: 17 e 24 de fevereiro
7ª Rodada: 27–28 de fevereiro
8ª Rodada: 10 e 13–14 de março
9ª Rodada: 17 de março
Segunda Fase
Quartas de final 20–24 e 27 de março
Semifinal 3 e 7 de abril
3º lugar 13 de abril
Final
Jogo de ida 14 de abril
Jogo de volta 21 de abril

Primeira FaseEditar

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG % DF Classificação ou rebaixamento
1   Sport 21 9 7 0 2 21 7 +14 77.8   Zona de Classificação para à Segunda fase
2   Náutico 19 9 6 1 2 18 8 +10 70.4  
3   Santa Cruz 17 9 5 2 2 12 8 +4 63  
4   Salgueiro 16 9 5 1 3 21 15 +6 59.3  1
5   Central 16 9 5 1 3 12 9 +3 59.3  1
6   Afogados 12 9 3 3 3 13 17 –4 44.4  
7   Vitória das Tabocas 9 9 2 3 4 8 14 –6 33.3  
8   Petrolina 8 9 2 2 5 5 12 –7 29.6  
9   América-PE 1 9 0 1 8 3 16 –13 3.7   Zona de Rebaixamento para à Série A2 de 2020
10   Flamengo de Arcoverde –5¹ 9 2 2 5 13 19 –6 29.6  

¹Flamengo de Arcoverde perde 13 pontos após julgamento no TJD-PE pela escalação irregular do atleta Júnior Gravatá.[8]

ConfrontosEditar

Para ler a tabela, a linha horizontal representa os jogos da equipe como mandante. A coluna vertical indica os jogos da equipe como visitante.

  AFO AME CEN FAR NAU PET SAL STC SPO VPE
Afogados 2–1 1–3 1–0 2–2
América-PE 1–2 1–2 0–1 0–2
Central 1–1 2–1 0–1 3–2 1–2
Flamengo de Arcoverde 2–1 0–2 1–1 1–1
Náutico 4–2 5–0 1–0 0–0 2–0
Petrolina 0–0 2–0 1–2 0–0
Salgueiro 3–0 4–3 2–1 2–0 6–1
Santa Cruz 4–1 3–0 1–0 1–0
Sport 3–1 2–3 3–1 3–0 4–0
Vitória das Tabocas 2–2 1–0 0–1 3–0 0–2

Desempenho por RodadaEditar

Clubes que lideraram ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9
SAL CEN STC CEN SPO

Clubes que ficaram em último lugar ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9
VPE PET AME FAR

Segunda FaseEditar

Em itálico, os times que possuem o mando de campo e em negrito os times classificados.

  Quartas de final
20 à 27 de março
Semifinais
3 e 7 de abril
Final
14 e 21 de abril
                             
     Náutico 3  
   Vitória das Tabocas 0  
  S2    Náutico 2  
  S3    Afogados 0  
   Santa Cruz 1 (1)
     Afogados (pen) 1 (3)  
    F1    Náutico 0 2 (3)
  F2    Sport 1 1 (4)
     Sport 4  
   Petrolina 0  
  S1    Sport 3
  S4    Salgueiro 1  
   Salgueiro 2
     Central 1  


  Disputa do 3° lugar
13 de abril
     
   Salgueiro 2
   Afogados 3

PremiaçãoEditar



Vice Campeão: Terceiro Colocado: Quarto Colocado: Artilheiro: Melhor goleiro:
  Náutico   Afogados   Salgueiro   Hernane (Sport) – 9 gols   Mailson (Sport)

Classificação GeralEditar

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG % Classificação ou rebaixamento
1   Sport 30 13 10 0 3 30 10 +10 76.9 Campeão, Copa do Brasil 2020 e Copa do Nordeste 2020
2   Náutico 28 13 9 1 3 25 10 +15 71.7 Vice-campeão, Copa do Brasil 2020 e Fase Preliminar da Copa do Nordeste 2020
3   Afogados 16 12 4 4 4 17 22 –5 44.4 Eliminado na Semifinal, Série D de 2020 e Copa do Brasil 2020
4   Salgueiro 19 12 6 1 5 26 22 +4 52.7 Eliminado na Semifinal e Série D de 2020
5   Santa Cruz 18 10 5 3 2 13 9 +4 60.0 Eliminado nas Quartas de Final e Copa do Nordeste 2020
6   Central 16 10 5 1 4 13 11 +2 53.3 Eliminado nas Quartas de Final e Série D de 2020
7   Vitória das Tabocas 9 10 2 3 5 8 17 –9 30.0 Eliminados nas Quartas de Final
8   Petrolina 8 10 2 2 6 5 17 –12 26.6
9   América-PE 1 9 0 1 8 3 16 –13 3.7 Rebaixados à Série A2 de 2020
10   Flamengo de Arcoverde –5¹ 9 2 2 5 13 19 –6 29.6

¹Flamengo de Arcoverde perde 13 pontos após julgamento no TJD-PE pela escalação irregular do atleta Júnior Gravatá.[9]

ArtilhariaEditar

  Atualizado em 21 de Abril de 2019.[10]

Pos. Jogador Equipe Gols
  Hernane   Sport 9
  Muller Fernandes   Salgueiro 6
  Diego Ceará   Afogados
  Willian Anicete   Salgueiro 5
  Leandro Costa   Central 4
  Erikys Júnior   Flamengo de Arcoverde
  Rodrigo   Afogados
  Ezequiel   Sport
  Wallace Pernambucano   Náutico
  Allan Dias   Santa Cruz
  Pedro Maycon   Flamengo de Arcoverde
  Willian Anicete   Salgueiro
  Guilherme   Sport

Hat-tricksEditar

Jogador Clube Adversário Placar Data Ref.

Maiores PúblicosEditar

Esses são os dez jogos de maior público do campeonato:

Público Mandante Placar Visitante Estádio Local Data Rodada
1 27 017 Sport   1 (4)–(3) 2   Náutico Ilha do Retiro   Recife 21 de abril Final/Volta
2 22 117 Sport   3–1   Salgueiro Ilha do Retiro   Recife 07 de abril Semifinais
3 16 483 Santa Cruz   1–0   Sport Arruda   Recife 17 de fevereiro
4 14 211 Náutico   0–1   Sport Aflitos   Recife 14 de abril Final/Ida
5 13 003 Sport   4–0   Petrolina Ilha do Retiro   Recife 24 de março Quartas de final
6 11 962 Náutico   2–0   Afogados Aflitos   Recife 3 de abril Semifinais
7 8 332 Sport   3–1   Náutico Ilha do Retiro   Recife 27 de janeiro
8 7 287 Sport   2–3   Flamengo de Arcoverde Ilha do Retiro   Recife 19 de janeiro
9 5 899 Náutico   0–0   Santa Cruz Aflitos   Recife 17 de março
10 5 696 Central   1–2   Sport Lacerdão   Caruaru 17 de março

Médias de PúblicoEditar

Estas são as médias de público dos clubes no campeonato, considerando jogos das equipes em todas as fases e como mandantes:

Time Média Total Mandos[PF]
1   Sport 11 266 90 133 8
2   Náutico 5 806 46 455 8
3   Santa Cruz 5 799 28 995 5
4   Central 2 831 14 159 5
5   Vitória das Tabocas 1 078 5 390 5
6   Afogados 907 3 629 4
7   Salgueiro 903 6 322 7
8   Flamengo de Arcoverde 889 3 556 4
9   Petrolina 656 2 624 4
10   América-PE 568 1 706 3
  • PF. ^ Jogos com portões fechados não são considerados.

Mudança de TécnicosEditar

Clube Antecessor Motivo Data Última partida Rod Pos Sucessor Ref.
Vitória das Tabocas   Fernando Alcântara Resignado 24 de janeiro Vitória das Tabocas 0–2 Sport 10º lugar   Fernando Lins [11]
América-PE   Roberto de Jesus Demitido 12 de fevereiro Vitória das Tabocas 1–0 América-PE 9º lugar   Wilton Bezerra [12]
Petrolina   Lima Demitido 14 de fevereiro Sport 3–0 Petrolina 10º lugar   Neco [13][14]
Sport   Milton Cruz Resignado 18 de fevereiro Santa Cruz 1–0 Sport 3º lugar   Guto Ferreira [15][16][17]
Flamengo de Arcoverde   Nilson Júnior Demitido 28 de fevereiro Petrolina 2–0 Flamengo de Arcoverde 9º lugar   Adelmo Soares [18][19]
Central   Estevam Soares Demitido 17 de março Central 1–2 Sport 5º lugar   Catende [20][21]

Ver TambémEditar

Referências

  1. a b c d e f «Regulamento Específico da Competição - REC» (PDF). FPF. 17 de outubro de 2018. Consultado em 18 de janeiro de 2019 
  2. http://cassiozirpoli.com.br/serie-a1-a2-e-a3-no-campeonato-pernambucano-a-partir-de-2019/
  3. http://www.torcedores.com/noticias/2018/11/petrolina-conquista-acesso-campeonato-pernambucano/
  4. http://globoesporte.globo.com/pe/petrolina-regiao/noticia/invicto-petrolina-vence-a-serie-a2-e-esta-de-volta-a-elite-do-pernambucano.ghtml/
  5. https://www.folhape.com.br/esportes/sport/sport/2019/04/21/NWS,102626,66,548,ESPORTES,2191-SPORT-VENCE-NAUTICO-NOS-PENALTIS-FATURA-42O-ESTADUAL.aspx
  6. «Campeonato Pernambucano da Série A1 tem novidades para 2018». FPF 
  7. «PERNAMBUCANO A1 - 2019 TABELA DETALHADA» (PDF). FPF. 21 de novembro de 2018. Consultado em 25 de janeiro de 2019 
  8. «Campeonato Pernambucano A1: Flamengo de Arcoverde perde 13 pontos após julgamento no TJD-PE pela escalação irregular do atleta Júnior Gravatá. Com isso, o time se junta ao América e está rebaixado ao Pernambucano Série A2.». GloboEsporte.com. 12 de março de 2019. Consultado em 12 de março de 2019 
  9. «Campeonato Pernambucano A1: Flamengo de Arcoverde perde 13 pontos após julgamento no TJD-PE pela escalação irregular do atleta Júnior Gravatá. Com isso, o time se junta ao América e está rebaixado ao Pernambucano Série A2.». GloboEsporte.com. 12 de março de 2019. Consultado em 12 de março de 2019 
  10. «Artilharia do Campeonato Pernambucano de 2019». Federação Pernambucana de Futebol. Consultado em 15 de abril de 2019 
  11. «Pernambucano: Após derrota para o Sport, Vitória anuncia saída de treinador». Futebol Interior. 24 de janeiro de 2019. Consultado em 24 de janeiro de 2019 
  12. «Pernambucano: Após derrota para o Vitória das Tabocas, América anuncia saída de treinador». Futebol Interior. 12 de fevereiro de 2019. Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  13. «Pernambucano: Após derrota para o Sport, Petrolina anuncia saída do treinador Lima e a volta do experiente treinador Neco». Futebol Interior. 14 de fevereiro de 2019. Consultado em 14 de fevereiro de 2019 
  14. «Pernambucano A1: Novo técnico do Petrolina chega com a missão de livrar o time do rebaixamento para a Série A2 do Campeonato Pernambucano». Futebol interior. 15 de fevereiro de 2019. Consultado em 20 de fevereiro de 2019 
  15. «Pernambucano: Depois de derrota no clássico para o Santa Cruz, Milton Cruz pede demissão do Sport Recife». Futebol interior. 18 de fevereiro de 2019. Consultado em 20 de fevereiro de 2019 
  16. «Pernambucano: Milton Cruz cita pressão no e falta de paciência de direitos em sua saída do Sport Recife». Futebol interior. 15 de fevereiro de 2019. Consultado em 20 de fevereiro de 2019 
  17. «Pernambucano: Sport Recife acerta com o técnico Guto Ferreira, ex Chapecoense». Futebol interior. 20 de fevereiro de 2019. Consultado em 20 de fevereiro de 2019 
  18. «Nilson deixa comando e Adelmo Soares é o novo técnico do Fla de Arcoverde». GloboEsporte.com. 28 de fevereiro de 2019. Consultado em 28 de fevereiro de 2019 
  19. «Com apenas uma vitória no Pernambucano Nilson deixa o comando do Flamengo de Arcoverde». GloboEsporte.com. 28 de fevereiro de 2019. Consultado em 28 de fevereiro de 2019 
  20. «Pernambucano: Estevam Soares, ex Palmeiras e Lusa, é demitido do Central». Futebol Interior. 17 de março de 2019. Consultado em 17 de março de 2019 
  21. «Pernambucano: Técnico Estevam Soares é demitido do Central; Catende assume». Futebol Interior. 18 de março de 2019. Consultado em 17 de março de 2019 

Ligações ExternasEditar

  Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.