Abrir menu principal

Carlos II, Duque de Parma

Carlos II de Parma
Duque de Parma e Placência
Duque de Luca
Rei da Etrúria
Consorte Maria Teresa de Saboia
Casa Ducado de Parma
Dinastia Bourbon-Parma
Nascimento 22 de dezembro de 1799
  Madrid, Reino da Espanha
Morte 16 de abril de 1883 (83 anos)
  Nice, França
Filho(s) Luísa de Bourbon-Parma
Carlos III de Parma
Pai Luís I da Etrúria
Mãe Maria Luísa de Luca

Carlos Luís de Bourbon-Parma (Madrid, 22 de dezembro de 1799 - Nice, 16 de abril de 1883), foi Rei da Etrúria (como Luís II), Duque de Luca (como Carlos I) e Duque de Parma (como Carlos II).

FamíliaEditar

Nascido no Palácio Real de Madrid[1], Carlos era filho de Luis de Bourbon, Príncipe de Parma (que veio a ser rei da Etrúria como Luís I) e de Maria Luísa, Infanta de Espanha. Teve como avós paternos o duque Fernando I de Parma e a arquiduquesa Maria Amália de Áustria e como avós maternos Carlos IV de Espanha e Maria Luísa de Parma.

Troca de títulosEditar

Carlos foi nomeado rei da Etrúria em 27 de maio de 1803, com apenas quatro anos de idade, tendo como regente sua mãe. Criado pela diplomacia napoleônica, o Reino da Etrúria foi retomado em 10 de dezembro de 1807 e anexado por Napoleão ao chamado Reino da Itália. Maria Luísa e Carlos tiveram que partir para a corte de Madrid com a promessa de que Napoleão lhes garantiria um trono no novo reino que criaria na Lusitânia Setentrional (norte de Portugal).[2]

Com a derrota de Napoleão e a celebração do Congresso de Viena, o Ducado de Parma foi entregue de forma vitalícia à arquiduquesa Maria Luísa de Áustria, viúva do ex-imperador e filha de Francisco I da Áustria. O novo ducado seria herdado pelos Boubon-Parma quando a arquiduquesa morresse. Enquanto isso, foi-lhes entregue um pequeno ducado recém criado no norte da Toscana, o Ducado de Luca que seria reintegrado no Grão-ducado da Toscana, quando Carlos viesse a herdar Parma. Em 17 de julho de 1834, foi nomeado Infante de Espanha pelo pretendente carlista Carlos Maria Isidro de Bourbon.

Em 1847, a arquiduquesa Maria Luísa morreu em Parma. O Ducado de Parma passou aos Bourbon-Parma e o Ducado de Luca volta a integrar o Grão-ducado da Toscana.[3]

MorteEditar

Em 1848, em decorrência das Revoluções Liberais, Carlos II se vê obrigado a abdicar em favor de seu filho, Carlos III. Instala-se finalmente em Nice, onde morre em 16 de março de 1883.

Referências

  1. LUCARELLI, G. pág. 5
  2. LUCARELLI, G. pág. 150
  3. VIGNOLI, G.

BibliografiaEditar

  • Giuliano Lucarelli, Lo sconcertante Duca di Lucca, Carlo Ludovico di Borbone-Parma, Maria Pacini Fazzi editore, Lucca 1986.
  • Giulio Vignoli, Le tombe dei Duchi di Parma, in Scritti politici clandestini, ECIG, Genova, 2000, pag. 113. ISBN 8875458782
  • Trebiliani, M.L. "Carlo II di Borbone", Dizionario biografico degli italiani, 20: 251-258. Rome: Istituto della Enciclopedia Italiana. Texto também disponível em Dizionario biografico degli Parmigiani.


Precedido por
Luís I da Etrúria
Rei da Etrúria
Luís II
1803-1807
 
Sucedido por
Império Francês
Precedido por
Maria Luísa de Luca
Duque de Luca
Carlos I
1824-1847
 
Sucedido por
Grão-Ducado da Toscana
Precedido por
Maria Luísa de Áustria
Duque de Parma e de Placência
Carlos II
1847-1849
 
Sucedido por
Carlos III de Parma
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carlos II, Duque de Parma