Carolina de Nassau-Saarbrücken

Caroline de Nassau-Saarbrücken (12 de agosto de 1704Darmstadt, 25 de março de 1774) foi condessa palatina e duquesa de Zweibrücken por casamento.

Carolina
Condessa do Palatinado-Zweibrücken
Condessa de Nassau-Saarbrücken
Condessa Palatina, Duquesa de Zweibrücken
Reinado 21 de setembro de 1719
a 3 de fevereiro de 1735
Antecessor(a) Catarina Ágata de Rappoltstein
Sucessor(a) Maria Francisca de Sulzbach
 
Marido Cristiano III do Palatinado-Zweibrücken
Descendência Carolina do Palatinado-Zweibrücken

Cristiano IV do Palatinado-Zweibrücken
Frederico Miguel, Conde Palatino de Zweibrücken
Cristiana Henriqueta do Palatinado-Zweibrücken

Casa Nassau (por nascimento)
Wittelsbach (por casamento)
Morte 25 de março de 1774 (69 anos)
Pai Luis Crato, Conde de Nassau-Saarbrücken
Mãe Filipina Henriqueta de Hohenlohe-Langenburg

VidaEditar

Carolina era a quarta filha de Luis Crato, Conde de Nassau-Saarbrücken e da sua esposa, a princesa Filipina Henriqueta de Hohenlohe-Langenburg.

A 21 de setembro de 1719, com quinze anos de idade, casou-se com o seu padrinho, Cristiano III do Palatinado-Zweibrücken, que tinha quarenta e quatro anos na altura. O casamento realizou-se no Castelo de Lorenzen em Nassau e dele nasceram quatro filhosː

  1. Carolina do Palatinado-Zweibrücken (9 de Março de 1721 - 30 de Março de 1774), casada com o marquês Luís IX de Hesse-Darmstadt; com descendência.
  2. Cristiano IV do Palatinado-Zweibrücken (6 de Setembro de 1722 - 5 de Novembro de 1775), contraiu um casamento morganático com Maria Johanna Camasse, o que impediu os seus descendentes, os condes de Forbach, de subir ao trono.
  3. Frederico Miguel, Conde Palatino de Zweibrücken (27 de Fevereiro de 1724 - 15 de Agosto de 1767), casado com Maria Francisca de Sulzbach; com descendência.
  4. Cristiana Henriqueta do Palatinado-Zweibrücken (16 de Novembro de 1725 - 11 de Fevereiro de 1816), casada com Carlos Augusto, Príncipe de Waldeck e Pyrmont; com descendência.

Quando Cristiano III morreu em 1735, Carolina foi regente do condado ao longo de cinco anos em nome do seu filho, o futuro conde Cristiano IV, com a permissão do sacro-imperador Carlos VI.

Entre 1744 e 1774, viveu no Castelo de Bergzabern. Morreu a 25 de Março de 1774 em Darmstadt, aos sessenta-e-nove anos de idade. A sua filha mais velha, Carolina, marquesa de Hesse-Darmstadt, acabaria por morrer apenas cinco dias depois, a 30 de Março. A sua sepultura encontra-se na igreja da cidade de Darmstadt.

GenealogiaEditar

Os antepassados de Carolina de Nassau-Saarbrücken em três gerações
Carolina de Nassau-Saarbrücken Pai:
Luis Crato, Conde de Nassau-Saarbrücken
Avô paterno:
Gustavo Adolfo, Conde de Nassau-Saarbrücken
Bisavô paterno:
Guilherme Luís, Conde de Nassau-Saarbrücken
Bisavó paterna:
Ana Amélia de Baden-Durlach
Avó paterna:
Leonor Clara de Hohenlohe-Neuenstein
Bisavô paterno:
Crato VII, Conde de Hohenlohe-Neuenstein
Bisavó paterna:
Sofia Madalena do Palatinado-Zweibrücken-Birkenfeld
Mãe:
Filipina Henriqueta de Hohenlohe-Langenburg
Avô materno:
Henrique Frederico, Conde de Hohenlohe-Langenburg
Bisavô materno:
Filipe Ernesto, Conde de Hohenlohe-Langenburg
Bisavó materna:
Ana Maria de Solms-Sonnewalde
Avó materna:
Juliana Doroteia de Castell-Remlingen
Bisavô materno:
Wolfgang Jorge I de Castell-Remlingen
Bisavó materna:
Juliana de Hohenlohe-Weikersheim