Abrir menu principal

Celso Gavião

futebolista brasileiro

Celso Dias dos Santos, mais conhecido como Celso Gavião (Santos, 28 de fevereiro de 1956) é um ex-futebolista brasileiro. Atuava na posição de zagueiro.

Celso Gavião
Informações pessoais
Nome completo Celso Dias dos Santos
Data de nasc. 28 de fevereiro de 1956 (63 anos)
Local de nasc. Santos (SP), Brasil
Informações profissionais
Equipa atual Fortaleza
Posição treinador (ex-zagueiro)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1975-1978
1978
1979-1980
1980-1983
1983-1984
1984
1984
1985-1988
1991-1992
1992
Botafogo-SP
Fortaleza
Ferroviário
Vasco da Gama
Atlético Paranaense
Santa Cruz
Bahia
Porto
Goiás
Ferroviário
Times/Equipas que treinou
2013- Fortaleza 00001
Última atualização: 7 de Março de 2013

CarreiraEditar

Celso Gavião iniciou a carreira no Botafogo de Ribeirão Preto, onde fora profissionalizado em 1975. Em 1978, transferiu-se para o Fortaleza e, no ano seguinte, para o Ferroviário. No clube, foi o autor do gol de falta do título estadual daquele ano, contra o Ceará.[1]

Em 1980, foi contratado pelo Vasco da Gama, onde conquistou o título estadual dois anos mais tarde. Permaneceu no Vasco até 1983, quando atuou no Atlético Paranaense e, no ano seguinte, defendeu o Santa Cruz e o Bahia.

Entre 1985 e 1990, Celso Gavião atuou no futebol europeu, vestindo a camisa do Porto. Ganhou a titularidade depois da grave lesão de Eurico, que fraturou a perna na primeira rodada jornada do Campeonato Português. Com o Porto, foi bicampeão nacional, campeão da Europa e vencedor da Taça Intercontinental em 1987. Chegou a atuar em uma partida da Seleção do Resto do Mundo, ao lado de Maradona e Platini. Defesa-central sóbrio e discreto, Celso foi dragão de 1985 a 1988 (99 jogos e 16 golos) e ainda é recordado pela potência que colocava na marcação de livres diretos.

No retorno ao Brasil, jogou no Goiás e encerrou a carreira de jogador no Ferroviário. Posteriormente, atuou como treinador, comandando as categorias de base do Fortaleza. Celso Gavião é presidente da Associação de Garantia ao Atleta do Ceará, com mandato até 2014.

No dia 4 de março de 2013, com a saída do técnico Vica, Celso Gavião então saiu da base para ser interino do Fortaleza, com a chegada do novo comandante tricolor fora efetivado como auxiliar-técnico de Hélio dos anjos no tricolor do Pici, como é carinhosamente chamado pela imprensa local.[2]

EstatísticasEditar

Atualizado dia 7 de Março de 2013

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas
Fortaleza 1 1 0 0
Porto 78 - - -

TítulosEditar

Pós carreiraEditar

Celso é dono de uma padaria no Bairro do Castelão, em Fortaleza.

Referências

  1. Ídolo - Celso Gavião Fortaleza Esporte Clube, acessado em 17 de julho de 2010
  2. Fortaleza confirma Celso Gavião como técnico interino Opovo.com.br, acessado em 5 de março de 2013
   Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.