Abrir menu principal
Conclave de 1730
Sua Santidade,o Papa Clemente XII
Data e localização
Pessoas-chave
Decano Francesco Pignatelli, C.R.
Vice-Decano Francesco Barberini
Camerlengo Annibale Albani
Protopresbítero Giuseppe Renato Imperiali
Protodiácono Benedetto Pamphili (morreu em 22/03/1730)
Lorenzo Altieri
Eleição
Eleito Papa Clemente XII (Lorenzo Corsini)
Participantes 54
Ausentes 11
Veto (Jus exclusivae) Giuseppe Renato Imperiali, por Filipe V da Espanha
Cronologia
Conclave de 1724
Conclave de 1740
dados em catholic-hierarchy.org

O conclave de 1730 seguiu-se à morte do Papa Bento XIII em 21 de fevereiro de 1730 e levou à escolha do cardeal Lorenzo Corsini como papa, tomando o nome de Clemente XII.

DescriçãoEditar

Após a morte de Bento XIII, todos os cardeais da Igreja Católica se reuniram na Capela Sistina para elegerem um novo papa. No dia 12 de julho de 1730 o cardeal Lorenzo Corsini foi eleito Papa Clemente XII, aos 78 anos de idade.

Papa Bento XIII morreu em 21 de fevereiro de 1730 aos oitenta e um anos. O conclave que se seguiu é considerado o mais longo e mais corrupto do século XVIII.[1]

ResultadosEditar

Eventualmente, o cardeal Cienfuegos convenceu os alemães a aceitar Corsini como uma alternativa a Corradini. As facções espanhola e francesa concordaram. Após meses de disputa, em 12 de julho de 1730, Corsini foi escolhido e recebeu o nome de seu patrono, Clemente XI. Ele tinha setenta e oito anos de idade no momento de sua eleição e governaria por quase dez anos.[1] Uma das primeiras ações de Clement foi criar uma comissão para investigar acusações de peculato por vários funcionários sob seu antecessor.[2]


 Brasão Papal do Pontífice Clemente XII.

Cardeais EleitoresEditar

  1. Francesco Barberini
  2. Francesco Pignatelli, C.R.
  3. Giacomo Boncompagni
  4. Pietro Ottoboni
  5. Lorenzo Corsini (eleito com o nome Clemente XII)
  6. Tommaso Ruffo
  7. Giuseppe Renato Imperiali
  8. Annibale Albani
  9. Ludovico Pico della Mirandola
  10. Giovanni Antonio Davia
  11. Antonio Felice Zondandari
  12. Pier Marcellino Corradini
  13. Armand Gaston Maximilien den Rohan-Soubise
  14. Curzio Origo
  15. Melchior de Polignac
  16. Benedetto Odescalchi-Erba
  17. Henri-Pons de Thiard de Bissy
  18. Innico Caracciolo
  19. Nicoló Spinola
  20. Giberto Bartolomeo Borromeo
  21. Giulio Alberoni
  22. Giorgio Spinola
  23. Cornelio Bentivoglio
  24. Luis Antonio Belluga y Moncada, C.O.
  25. Michael Friedrich von Althann
  26. Juan Àlvaro Cienfuegos Villazón S.J.
  27. Lorenzo Altieri
  28. Carlo Colonna
  29. Fabio Olivieri
  30. Carlo Maria Marini
  31. Giambattista Altieri
  32. Vincenzo Petra
  33. Prospero Marefoschi
  34. Nicolò Paolo Andrea Coscia
  35. Angelo Maria Quirini O.S.B.Cas.
  36. Nicoló Maria Lercari
  37. Prospero Lambertini
  38. Francesco Antonio Finy
  39. Sigismund von Kollonitz
  40. Philipp Ludwig von Sinzendorf
  41. Vincenzo Ludovico Gotti O.P.
  42. Leandro Porzia O.S.B.Cas.
  43. Pier Luigi Carafa
  44. Giuseppe Accoramboni
  45. Camillo Cibo
  46. Francesco Scipione Maria Borghese
  47. Carlo Vincenzo Maria Ferreri Thaon O.P.
  48. Alamanno Salviati
  49. Alessandro Albani
  50. Alessandro Falconieri
  51. Niccolò del Giudice
  52. Antonio Banchieri
  53. Carlo Collicola
  54. Damian Hugo Philipp von Schönborn-Buchheim
  55. Bernardo Maria Conti

AusentesEditar

Referências