Abrir menu principal

A culinária da Albânia é o resultado da interação de vários fatores: o facto de ser um país pequeno e montanhoso, com florestas virgens, um clima favorável e pequenos vales onde se podem cultivar vegetais e criar animais, sempre em pequena escala. Estas caraterísticas positivas custaram-lhe ser submetido por diversos povos ao longo dos séculos, mas sempre apenas nas planícies costeiras; todos estes fatores contribuíram para que a Albânia seja o único país muçulmano da Europa e para ter assimilado, para além da religião, muitos aspetos da cultura de outros povos. [1]

Na Albânia, o almoço é a refeição mais importante do dia, consistindo de sopa, um prato principal baseado em carne e servido com saladas, e sobremesa. A carne mais apreciada nos Balcãs é a de borrego ou carneiro, por vezes, galinha, mas a carne de vaca ou vitela também é popular e o fígado é considerado uma comida especial na Albânia; a carne de caça também é largamente consumida. A carne é normalmente guisada, cozinhada com arroz, como um pilaf, ou assada na brasa. Vários tipos de nozes são cultivadas localmente, e consumidas como aperitivos ou misturadas em molhos. [2]

O pão é tão importante na mesa dos albaneses que foi objeto de um estudo científico para se conhecerem as caraterísticas do pão consumido na Albânia. [3] Este país sempre produziu vários cereais e, por isso, são produzidos o mais tradicional pão branco de trigo, de milho (bukë misri), de centeio (bukë thekre) e de grão-de-bico (bukë me qiqre), além dum pão escuro de trigo (bukë zize).

Apesar de muçulmanos, as bebidas mais populares são alcoólicas: cerveja, vinho e raki, um brandy tradicional feito com sumo de amoras e servido como aperitivo ou em ocasiões especiais; outras bebidas são “dukagjin”, feita com sumo de uva, açúcar e mostarda, “hardic”, de frutos silvestres, e “orme”, de couve fermentada (chucrute). [4] No entanto, a boza (que se pode encontrar em praticamente todos os países que fizeram parte do Império Otomano), apesar de ser uma bebida fermentada, tem um teor alcoólico muito baixo. [5] Evidentemente que os albaneses também bebem chá, café, sumos e refrescos.

Índice

Exemplos de receitas da AlbâniaEditar

SopaEditar

  • Jani me Fasule (sopa de feijão)

CarneEditar

  • Mish Shqeto (borrego com salsa)
  • Tavë Kosi (pilaf de borrego e iogurte)
  • Gjellë me Arra (carne com nozes)
  • Tavë me presh (empadão de alho-porro com carne moída)
  • Qofte të fërguara (almôndegas de carne fritas)
  • Mish Qingjji me Barbunja (carne guisada com feijocas)
  • Çomlek (coelho estufado)

VegetaisEditar

  • Byrek shqiptar me perime (pasteis de vegetais)
  • Imam Bajalldi (beringela recheada)
  • Fergesë e Tiranës me speca (caçarola de vegetais de Tirana)

DocesEditar

  • Hallvë (caramelos otomanos)
  • Llokume
  • Tullumba (sonhos albaneses)

PãoEditar

  • Pite (pão de milho com queijo e condimentos)
  • Buke (pão de trigo)

Referências